Terça-feira, 31 de Agosto de 2004

...o P(SD)/PP(D)...só com P,s!!!...

…simples…retrato, duma figura, claro!!!...

Incoerente, abrupto,
pretensioso seguidor
do Sá Carneiro, defunto,
nas ideias, fiel defensor
do PPD/PSD moribundo,
ex-cavaquista, no poder,
conhecimentos, de pouco vulto,
das artes, do saber,
percebendo pouco do assunto,
que, por querer ou sem querer,
confundiu, como eu confundo,
pianos com violinos,
dando ao Chopin, no outro Mundo,
outras árias, outros hinos,
em tom de valsa dançada,
como dum Straus se tratasse,
esquecendo a pianada
pondo, bem de realce,
as suas inclinações lúdicas
que são pícaras, não pudicas
no que, ao femeaço, se refere
a quem adora, bem quer
para as suas atracções,
sexuais… naturais,
sem outras mistificações
que, nas revistas, nos jornais,
mostram aos montões,
o fazem pensar… corar,
quando pensa nas paixões
que, com amor, ilusão,
fez penar os corações
das que amou, em união,
séria, respeitada,
fazendo-lhes, em comunhão,
uma resma de pequenada
que irá perpetuar
a sua cara descarada,
de líder, para falar,
num sector da laranjada
que tem presente, no ar,
aquela sigla, abençoada,
para sempre se respeitar
ao Sá Carneiro, se associar
como uma eterna homenagem,
a um nobre, pelo seu pajem,
paladino da descredibilidade,
fantasista, sem maldade,
um snobista inveterado,
às saias, sempre agarrado,
detentor dos bons e caros costumes,
do sexo, dos corpos, perfumes,
na real governação
dum País, duma Nação,
pouco dado, podem crer,
às letras, às artes, aos saberes,
com pretensões, como quer,
em todos os teres, haveres
nas fêmeas, nas mulheres,
nos violinos do Chopin
que, como o piano, nos dão,
alguma leve confusão,
não o fazendo calar,
quando está a falar,
sem nenhuma coerência,
cheio de total irreverência,
para o Zé, para o Povão
na rádio… na televisão!!!...


…há certas figuras que…nunca as pensei, consoante as vejo agora!!!... Liberais, de extrema direita, pouco democratas, nada sociais!!!... O P(SD)/PP(D), só com P,s…quanto a mim, vai por maus caminhos, com tristes e más companhias, claro!!!...

…sem menosprezar ninguém, sem intenção de…magoar!!!...Factos, realidades…apenas!!!...Sherpas!!!...

publicado por sherpas às 11:41
link do post | comentar | favorito
|

...a Terra...vista do Céu!!!...




…fui a Lisboa, como gosto de fazer aos domingos, quando frescos, agradáveis…durante as tardes longas de Agosto, sem muitas gentes, com turistas aos montes, com animação de rua, com bares e restaurantes montados e…respectivas esplanadas, em plena praça, um chamariz!!!...

…no Rossio, rancho folclórico, a preceito… chamava o Povo, em profusão!!!...Era um gosto, íntegra satisfação!!!... Na Praça da Figueira, junto à estátua do rei, música doutras paragens, lá da Ucrânia, pelos vistos, pela assistência, pela animação, com baile e tudo…um gozo, o daqueles emigrantes!!!...

…desci a rua Augusta, em direcção ao rio e…na Praça do Comércio, deparei com uma exposição que, não sei onde…já tinha visto, algures, por aí, numa outra cidade europeia, quiçá!!!... Várias fotografias de grande tamanho, com respectivas legendas, em idiomas diversos, o nosso, o inglês e, salvo erro, o francês!!!... Muitas frases, em letras bem visíveis, bem à vista, retumbantes, chamativas…sobre o mísero estado a que chegou o nosso pobre planeta, a nossa casa, a de todos, sem distinção, é evidente!!!...A exposição, patrocinada pela Sony, me parece, mostrava-nos a Terra, vista do Céu!!!...Fotografias belas, coloridas, sofridas, chocantes, aberrantes, contrastes profundos neste nosso Mundo, entre os desenvolvidos e…os esquecidos, terceiros, vítimas da voragem, da insensatez do homem, o tal, o que se considera…civilizado, (???...) o das ganâncias exacerbadas, o que, por dinheiros, de tudo é capaz, voraz!!!...

…eram belas, coloridas…com interiores carregados, a preto e branco, de misérias, de desaforos, de abusos…atentados mil, contra o ambiente, contra todos nós!!!...Profundos desequilíbrios, num Mundo que se não vislumbra, numa exposição fixa, em pleno Terreiro do Paço, na Praça do Comércio, pertinho de…muitos ministérios, para Povo ver, para Povo pensar!!!...Povo que…lavas, no rio, em regressão, tão próximo de tantos, dos que te estão mostrando!!!...

…enfim, sentei-me numa daquelas esplanadas, bebi duas imperiais, com umas azeitonas, meia dúzia delas, negras e…verdes, sensaboronas!!!... A minha mulher bebeu uma água fresca!!!... Desfrutámos, encantados com a ideia, saboreámos as bebidas, o ar fresco que corria, a sombra do guarda-sol, olhámos para os frequentadores, estrangeiros, na maioria…turistas e, não é que, quando a conta chegou, pagámos como tal, como se nos encontrássemos na cidade de Londres ou…talvez mais, como os ditos, no nosso próprio País!!!...Realmente, as coisas cá…não estão caras, comparativamente, claro, com a Europa a que pertencemos!!!...Nós, portugueses…é que estamos muito mal pagos, mal governados porque, quem o faz, pensa a governação, à medida do que aufere…nas assessorias, como gestores, como secretários de Estado, como Ministros…paga como um forreta, dando migalhinhas que, não dão para certos estadões, perto de exposições, onde tentam sensibilizar…quem não precisa, dada a realidade em que vive, claro!!!...

…quanto à referida exposição, pena que não seja itinerante, passando por onde deve, de ministério, em ministério, perante os olhos dos que se forram, dos que se governam, dos que se devem penitenciar, perante os atentados ao Mundo, ao País, aos cidadãos…em geral!!!...Já agora, resta-me mencionar, mais uma vez…a entrada miserável na cidade, vindo da ponte vinte e cinco de Abril, ao longo da imensa obra deixada pelo que ascendeu ao Poder, por sucessão, os escombros que se vão alongando, até ao Marquês, rodeando o homem e o leão, numa de entranhas de terra revolvida, separada com blocos de cimento, com redes enfeitadas com cartazes, da anterior governação da autarquia lisboeta, aos molhos, por todos os cantos…gritando que é um gozo, viver em Lisboa, que ainda vai ser melhor, que dá prazer!!!...Podem crer…parece que andam a gozar connosco, quando dizem, quando escrevem, a nível de Mundo, a nível de País, a nível de capital…de Lisboa que, o quadro, é bem mais colorido, quando, na realidade… o vejo, a preto e branco, com tons muito carregados!!!...Terei de tirar os óculos, para ver melhor???... Parece-me bem que não, para nosso mal!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:15
link do post | comentar | favorito
|

...povo que...lavas no rio!!!...Regredimos!!!...




…população dum País, povo, com direitos e deveres iguais, claro, sem distinção…absolutamente concreto, sem diferenças perante o Estado, perante a Justiça, consoante reza a Constituição, numa República laica, sem religião estatal, sem privilégios, nem em relação aos governantes, responsáveis e competentes, nem a determinados grupos sociais, do partido eleito ou… dos mais endinheirados!!!... Tal como escrevo, assim o penso!!!...Tal como o penso…não o vejo, actualmente!!!...

…há governos que, quando eleitos, não se enxergam, limitam-se a legislar, a administrar uns milhões, os que cobram de maneiras mil, sem contestação, aos tansos, aos que pagam e…lá vão, numa vidinha boa, sem grandes preocupações, com as suas mordomias, com as suas mais valias, em termos de benesses, de interesses próprios, com o apoio da maioria, a que lhes proporciona uma doce viagem, sem grandes trambolhões, com competência ou não, responsáveis…tão pouco!!!...Aos contrários, olham-nos com sobranceria…como coisa pouca!!!...Ao povo, ao mais fraco, tratam-no como algozes, bem ferozes, claro!!!...Ao povo, ao mais rico, tratam-no com subserviência, como excelência!!!...

…a uns, aos de extracto inferior, só lhes ligam…quando precisam, em tempo de eleições!!!... Dão-lhes pouco, quase nada, tiram-lhes tudo ou quase, desde que possam!!!... A outros, aos de extracto superior, ligam-lhes sempre, como conveniente, perdoam-lhes certas faltas, como fugas aos impostos e outras falcatruas, como todos sabem, não lhes tiram nada, são impotentes, com essas gentes, por querer ou…por não terem agaias para isso!!!...

…e andamos nisto, numa população que, quanto a mim, deveria ser, independentemente da carteira, dos teres e haveres, absolutamente igual, em direitos, em deveres, sem distinção, como POVO concreto…perante o Estado, seguindo a Constituição, numa República laica, sem religião estatal, sem privilégios, com governantes responsáveis e…competentes!!!...

…sem circos, sem teatros, não criminalizando mulheres, por problemas delas, em consciência…é tempo de encararmos o problema, de revogar a lei, a vigente, de elaborar uma nova, mais sensível, mais abrangente, igualando, protegendo a todas, por igual, numa sociedade perfeita, equilibrada, civilizada…moderna, claro!!!...

……os problemas de saúde para a população são…inexistentes!!!... A soberania não está em causa, nunca esteve!!!...Tem havido excepções, não sei se estão lembrados, os toiros em Barrancos foram e…são um CASO, com intervenção directa do P.P.!!!...

Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 06:49
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Agosto de 2004

...Países nórdicos e...outros!!!... 5

5)-

conversa com nórdicos, através do Inglês que, dum modo geral, dominam, na perfeição, como já tinha escrito!!!...

…chegámos a Rostock, onde dormimos, numa Alemanha já unida, diferente da que conheci…há muitos anos atrás, a democrática e a federal, com muro ao meio, a separar!!!...No dia seguinte fomos para Berlim, procurámos instalação e encontrámos, bem perto das Portas de Brandenburg, na antiga Berlim Democrática, com vestígios, ainda, do passado recente, de antes, do Muro…o que foi abaixo, lá para as bandas do Pirolim da televisão, não sei se estão a ver!!!... Pusemo-nos a caminho do centro da capital Alemã e, logo no início da Praça de Alexandre, tremendo engarrafamento, o trânsito, mais que muito, polícias por todos os cantos!!!...Tirei, dali, donde nos quedámos, algumas fotografias, ao tanque de guerra dos tempos da 2ª Mundial, um Panzer, me parece, a um monumento ao soldado alemão, daquelas alturas e, a que mais me diz, a fotografia da mulher que grita em direcção ao muro, quando existia…para o outro lado, quando estava separado!!!...Ali amargámos, um bom bocado até que, aos poucos, nos conseguimos deslocar, a custo, vendo ao longe o Parlamento, outros edifícios nobres da cidade e…pouco mais!!!...Tivemos azar no dia, dia de manifestação de qualquer coisa, não sei bem!!!...Vimos e visitámos o que pudemos e, Berlim…ficou em standby, para outra altura, com mais disponibilidade, um dia!!!...

…quando deixámos Berlim fomos a Leipzig, tão diferente de quando a conhecemos, pela primeira vez, quando pertencia às Repúblicas da União Soviética, um dia ao pé da noite, a antiga, a de há vinte e tantos anos atrás!!!...Continuámos por Dresden, monumental, assombrosa, magnífica!!!...Muitos vestígios do passado, em termos de degradação de edifícios, alguns…recuperados, um esforço tremendo da Alemanha unificada!!!...Quando saímos da Alemanha, passámos pela República Checa, estivemos em Praga, cidade das Torres, das igrejas, das catedrais, das pontes sobre o rio Vltava, um doce encantamento, uma multidão de turistas, uma praça com esplanadas formidáveis, junto ao relógio astronómico, uma correnteza de gente, ávida…curiosa!!!...Lá hei-de voltar, um dia!!!... Continuámos pela Eslováquia, por Bratislava, capital onde mudámos o óleo ao Mercedes do meu amigo, numa oficina da marca, atendidos com toda a simpatia, ao nível, como deve!!!... No outro dia fomos parar a Budapeste, duas cidades numa só, separadas pelo rio Danúbio, com ilha ao meio, já na Hungria, claro!!!...Depois de instalados, já passeados, encantados, não podíamos deixar de fazer a voltinha de barco, ao longo do Danúbio, dando a volta por uma ilha, com lenda apropriada, bem explicada, em inglês, está bom de ver!!!...No fim do trajecto, em púcaros pequenos de barro, deram-nos água a beber, dizendo que…quem desta água beber, há-de volver!!!...Assim o espero!!!...Gostei!!!...É bela, a cidade de Budapeste!!!...

…da Hungria, fomo-nos aproximando, regressando por Países já nossos conhecidos e foi um recordar saudoso, a Áustria, com a bela e monumental Viena, Salzburgo, terra onde viveu Mozart, uma maravilha, uma jóia rara, Innsbruck, no Tirol, passámos à Suiça, estivemos em Berna, capital, em Zurique, com muitos bancos, de dinheiro e outros, espalhados pelas ruas, avenidas, cada um, diferente do anterior, em Lausane, na zona dos lagos Suíços, de espantar, em Geneve, com o lago, com o repuxo, já nosso conhecido, doutros tempos…demos um saltinho ao Liechtenstein, apreciámos…percorremos mais uma parcela da Alemanha, viemos por França, instalámos em Toulouse, recordámos Leautrec, o pintor…o do Moulin Rouge de Paris, o boémio, daquelas bandas, doutra povoação por onde passámos antes, Albi, creio eu!!!...A viagem, ao fim de trinta e tantos dias de automóvel…ia acabando, aos poucos!!!...Entrámos em Espanha, almoçámos nos Pirinéus, por aí viemos e, pela fronteira do Caia, entre Badajoz e Elvas, entrámos, felizmente inteiros, tal como tínhamos partido, mais ricos em experiências!!!...Foi a última grande viagem desta maneira, vai para quatro anos atrás!!!... Peço que me desculpem de não ter pormenorizado, em termos de contactos com os naturais, de peripécias engraçadas, de situações caricatas, de enganos, de algumas falhas, de visitas a monumentos, a museus, dentro do razoável, claro, de espaços maravilhosos que visualizei!!!... Dei uma ideia!!!...Gostei e…aconselho!!!... Dá trabalho, causa canseira, exige sacrifício mas…compensa!!!...BOAS VIAGENS!!!...Sherpas!!!... (…acabou…finalmente!!!...)

publicado por sherpas às 06:52
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 29 de Agosto de 2004

...Países nórdicos e...outros!!!... 4

4)-

…para irmos para a Finlândia, tivemos de utilizar um paquete, tipo ferry, duma companhia de transportes marítimos, conhecida por Silja Lines, pois então, com



automóveis e autocarros, no porão, grandes salões, restaurantes, bares, salão de espectáculo, de dança…um luxo!!!...E, perante nós, bem instalados, em boas poltronas, frente a amplas janelas, durante doze horas de cruzeiro, no Báltico, vimos, desfilando perante nós, algo de mágico, inesquecível, miríades de ilhas, de ilhotas, habitadas, com casas, com veleiros, num mar calmo, espelhante, sob a luz agradável do Sol…até Helsínquia, na Finlândia!!!...Desembarcámos, procurámos o Hotel, ali perto, sem obstáculos de maior!!!...Instalámo-nos, conhecendo de antemão…o Scandic, do coração, (…e da carteira, também, caros, por sinal!!!...) hotel por excelência…na Escandinávia, claro!!!... Em Helsínquia, depois de muito passeada, de consumida, nas comidas, esquisitas e diferentes…as que já nos enjoavam, com fumados, salmões e arenques, com maioneses, saladas e molhos a que não estávamos habituados, sem o nosso gostinho, o nosso sabor…uma fartura, um contra-gosto, um sem sabor, um comer para…não morrer, necessidade premente, naquelas paragens!!!...De admirar, naqueles Países, nórdicos, a facilidade com que todos dominam, perfeitamente, o inglês!!!...Num dia solarengo, com calor, quiçá, esplanámo-nos, degustando… umas taças de gelado!!!...Qual não foi o nosso espanto, não muito, já habituados, por todos os Países por onde passámos, quando nos cantaram, ao ouvido…a casa portuguesa, da Amália Rodrigues!!!...Um dos empregados, o que nos serviu, era português, bem posicionado naquela parcela hoteleira, com pastelaria, restaurante, com esplanada centrica, junto ao cais onde acostavam os barcos de passeios turísticos, junto ao jardim, uma belezura, como dizem os brasileiros!!!...Foi um recordar de tantas coisas, para ele, um curiosar de tantas outras, para nós, quanto a nível de vida dos finlandeses, incluindo os emigrantes, é evidente!!!...Ele, matou saudades, nós sossegámos a curiosidade!!!...

…antes de irmos para o hotel, como norma, em qualquer local, com rios, com canais, com mar, demos uma volta turística pelas ilhas mais próximas de Helsínquia e…deslumbrámo-nos!!!...Depois da passeata, ainda fomos para o jardim, o tempo estava seco, pesado e…convidava, tanto a nós, como aos naturais, estendidos na relva, sentados nos bancos, lendo, conversando, assistindo a espectáculos de rua, rindo, eis senão quando, num repente, escureceu e caiu água, a jorros, a potes!!!...Passado um momento, foi-se o mau tempo, regressou o Sol e…fomos à vida, vendo, desfrutando, usufruindo!!!...No dia seguinte, pela manhã, fomos adquirir as passagens de barco, paquetes, ferries de grande porte, para descermos, de norte para sul, na companhia marítima Silja Lines, já nossa conhecida…até à Alemanha, mais propriamente, até à cidade de Rostock, passando pela Estónia, paragem curta em Talinn, cidade que observámos, do barco para fora…na amurada!!!...A viagem incluiu camarote para dormir, com beliches e casa de banho privativa, sem janelas para o exterior, passagem dos quatro elementos e…do carro, mais acessível e…durou cerca de vinte e quatro horas, com refeições a bordo, com espectáculo, com música e dança, muita (...continua...simplesmente!!!)

...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 06:44
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 28 de Agosto de 2004

...Países nórdicos e...outros!!!... 3

3)-
de percorridas pontes de espantar, as que ligam ilhas que, antes estavam desligadas e só se uniam através de grandes barcos, tal como no canal da Mancha, antes do Tubo …chegámos a Copenhague, linda cidade, bonita capital, num dia esplêndido, radioso de sol!!!...Procurámos hotel, arrumámos o carro e fomos


dar uma volta, conhecer!!!...Com o que vimos, quedámos deslumbrados, mais.. junto a um canal, repleto de esplanadas de cafés, de cervejarias, de restaurantes, pejados de clientes, bebendo, rindo, conversando!!!...Ouvimos o som de música de tuna académica!!!...Aproximámo-nos e reconhecemos uma, de alguma Universidade espanhola, estudantes que tocavam, cantavam e faziam piruetas…a troco duns cobres, é evidente!!!... Cavaleiros jovens…da aventura!!!...Santas idades, óptima maneira de encarar a vida, de viajar, de conhecer, de partilhar!!!...Aplaudo-os, pois então!!!...Estivemos junto a uma réplica dum barco viking, fomos visitar a pequena Sereia, figura central dum dos contos mais conhecidos de Andersen!!!...

…no dia seguinte, num Mundo diferente, mais desenvolvido, na Escandinávia fomos em direcção a Oslo, capital da Noruega!!!...Chegámos já ao anoitecer, noites claras, madrugadas portuguesas…estávamos bem ao norte, já se notava a diferença!!!...Mais lá para cima, se continuássemos, teríamos o Sol da meia-noite!!!...Não chegámos a tanto!!!...Ficámo-nos por Bergen, pelas montanhas, pelos fiordes, pelos lagos, pelas paisagens de sonho…era Verão!!!...Em Oslo, instalámo-nos num hotel, um dos muitos da cadeia escandinava, conhecida por Scandic, caros, ao nível dos quatro estrelas!!!...Enquanto permanecemos na Escandinávia, reservávamos hotel Scandic, quando partíamos…para a noite seguinte, desde que, por lapso…no regresso de Bergen, embevecidos perante tanta maravilha natural, não o fizemos e, andámos até cerca das quatro horas da manhã, em vão, à procura de habitação, para descansar nossas canseiras!!!...Natural a nossa admiração, com a claridade, ao longo da noite…que se mantinha, como uma fresca e clara madrugada, como já escrevi, anteriormente!!!... Balestrand à beira do Sognefjord, o fiorde mais comprido e profundo do mundo, com quase 1300 metros de profundidade, é outra visita imperdível, na Noruega. É lá que fica a Igreja Viking de Hopperstad, construída em madeira, por volta de 1150, mesclando a influência viking com estilos celta, gótico e romano.No nosso regresso de Bergen, pelo cimo das montanhas, passámos por inúmeros túneis, em cadeia, uma enormidade deles e…lembro, sempre, o mais comprido, muito maior do que o do Monte Branco, para cima de vinte e tal quilómetros, bem medidos, uma obra de pasmar, com zonas de aparcamento, de descanso, de resolução de problemas…para assistência, espaçosas, iluminadas, de tantos em tantos quilómetros, com bom arejamento!!!...

…depois de, bem embriagados, com tanta beleza Noruega fomos em busca da Suécia, em direcção a Estocolmo, já com hotel reservado, ainda assim, não nos acontecesse o que já nos tinha acontecido!!!...Cidade linda, maravilha das maravilhas, imensidade de mar, veleiros de espantar, barcos de vário calado, um avanço, outro Mundo, turística, a cem por cento, edifícios de espantar, vida com qualidade!!!...Não ficámos desiludidos, antes pelo contrário!!!...Visitar o arquipélago de Estocolmo, em barco …é sensação única, profunda emoção!!!... (...continua...é evidente!!!...)

...Sherpas!!!...

publicado por sherpas às 06:45
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2004

...Países nórdicos e...outros!!!... 2

2)-
compatriotas!!!...Fomos matar saudades da nossa comida porque nisto, das viagens, o pior, quanto a mim, são as refeições!!!... Disseram-nos que, no dia



seguinte, era o que se dedicava, naquele restaurante, ao leitão da Bairrada!!!...Pois,
deliciámo-nos com o dito, num restaurante português, repleto, a rebentar pelas costuras, de portugueses, com mesas compostas de bons vinhos espumantes, acompanhantes do referido leitão!!!...Os meus amigos, não resistiram e, à noite, foram a uma festa convívio de emigrantes portugueses!!!...Eu e minha mulher, de cansados…não comparecemos!!!...

…no dia seguinte fizemo-nos à estrada e encaminhámo-nos para a Bélgica, ali ao lado!!!...Mais uma vez me deslumbrei com a Grand Place, sorri com o Manneken-pis, com as suas vestimentas variadas, as suas cores, as suas muitas raças, o chichi constante e contínuo, perante a multidão de turistas, as muitas e muitas fotografias que lhe tiram, uma espécie de Estátua da Liberdade…para Nova York, de Torre Eiffel para Paris…um bonequinho, emblemático!!!...Almoçámos num restaurante dum português, na Grand Place, no mesmo de há vinte e tantos anos atrás, com o dono, o que se mantinha, mais velho, e…recordámos, contámos o que nos propúnhamos fazer, ir à Escandinávia e…regressar!!!...Dormimos em Bruxelas, numa zona de mercado, ao ar livre, num hotel regular, com boas condições, depois de termos passeado por esta bonita cidade, já conhecida, doutros tempos, como tantas!!!...

…continuámos viagem, entrámos na Holanda, passámos por Roterdão, debaixo de autêntico dilúvio, chovia a potes, não deu para sair!!!...Tal como entrámos, assim saímos, rumo a Amesterdão…onde chegámos!!!...Nunca me canso, tal como os meus companheiros de viagens, a minha mulher e o casal amigo, de percorrermos, de carro e a pé, esta Veneza do Norte, com os seus imensos canais!!!...Prometemos voltar, para permanecer, a tempo inteiro, pelo menos uma semana!!!... Este ano, há uns meses atrás, cumprimos a promessa e, lá estivemos, a nível casal, como já contei!!!... Quando saímos da Holanda, fizemo-lo pelo Grande Dique do Mar do Norte, com água a perder de vista, dos dois lados!!!...Obra portentosa, magnífica, de esforço sobre-humano, autêntica proeza de todo um Povo, duma Nação!!!... A meio do referido, na auto-estrada, há um restaurante, com um pequeno bar, uma esplanada diminuta, abrigada, junto a uma estátua dum trabalhador, dum operário daquela façanha, dobrado, esforçado, colocando pedra sobre pedra…um tributo!!!...

…entrámos na Alemanha, nossa velha conhecida, a das boas auto-estradas de borla, grande economia de mercado, pulsar do coração económico de toda a Europa, pois então!!!...Belas e grandes cidades, um elevado nível de vida, não tanto agora, desde a queda do muro!!!...Tem sido um duro fardo, tentar equilibrar o barco!!!...Conheci a democrática e a federal, quando separadas…ia vê-las, agora, já unidas, num grande País!!!...Parámos e pernoitámos em Hamburgo!!!...Foi um gosto renovar as minhas recordações, doutros tempos mais atrasados!!!...No dia seguinte fomos em direcção à Dinamarca!!!...Passámos por Odessa, nome de tristes memórias, dos tempos da segunda guerra mundial, a do louco alemão!!!...Depois (...continua, pois então!!!...)

...Sherpas!!!...

publicado por sherpas às 06:12
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Agosto de 2004

...Países nórdicos e...outros!!!...

1)- Escandinávia…de sonho!!!...Outro Mundo, quiçá!!!...Europa do Centro, a mais forrada!!!...Outros Países…libertos, da cortina e afins, nossos parceiros, mais recentes, nesta Europa, a que se alarga, quanto a mercados, quanto a moeda, quanto a valores democráticos, mais aberta!!!...


…e passados que foram cerca de duas dezenas de anos e…piques, da primeira grande viagem com um casal amigo, num dia qualquer, por acaso, numa conversa de momento, eis que, veio à baila, o tema das viagens de carro, entre mim e esse capanga, companheiro de aventuras, dessas, das que se concertam, das que se arranjam, das que se combinam, das que se fazem…com espírito e sacrifício, tirando prazer, está bom de ver!!!... Porque não, repetir???...Perguntava-me ele, convicto!!!...Pensei pouco, diga-se de passagem!!!...Falei com a minha mulher, concordámos!!!...Entrámos em contacto, uns com os outros e…combinámos o trajecto, para o efeito!!!...

…desta vez, mais bem instalados de vida, não seria sob a modalidade de campismo e…o destino, seria diferente, como foi!!!...Iríamos percorrer os Países nórdicos, de automóvel, com uma grande volta, cá por baixo, locais mais que conhecidos, a Europa Central, um bocado da mais oriental, até onde quiséssemos e pudéssemos, consoante a disposição, o cansaço!!!...Estudei o mapa, o Michelin da ordem, tracei o caminho, dividi o percurso, de 500 a mil quilómetros, por dia, muitas vezes, menos, quase nada…tínhamos tempo!!!...Foi há cerca de quatro anos atrás, já com alguma idade, todos, claro… com certas reservas, alguns receios!!!...

…e, partimos, fizemos a Espanha, até Barcelona, num dia!!!...Instalámos, para dormir!!!...Tínhamos encontro combinado com um casal amigo, da dita cidade, numa casa de campo, em plenos Pirinéus, pertença deles, pois então!!!...No dia seguinte lá fomos!!!...Encontrámo-los e instalámo-nos!!!... Fomos recebidos com todas as honras!!!...Tinham sido companheiros, doutras viagens, dos meus amigos!!!...Cirandámos, durante esse dia, por montes, vales e riachos, vegetação escassa ou abundante, consoante, desfrutámos!!!...Deitámos cedo, descansámos e, no dia seguinte, de madrugada, partimos a caminho de França!!!...Desta vez, até ao Luxemburgo, utilizámos estradas normais e… ficámos com perspectiva diferente da que tínhamos, passámos por terras pequenas, tomámos refeições em restaurantes encantadores, dormimos em bons hotéis!!!...Foi uma deslumbração rural, bucólica, encantadora, longe dos barulhos, das confusões das auto-estradas!!!...Passámos por Estrasburgo, no vale do Rin, fizemos uma volta de barco, passámos pelo Parlamento Europeu, visitámos e ficámos encantados!!!...Elevado nível de vida, conservadora do antigo, tradicional!!!...

…dali, fomos para o Luxemburgo, entrámos, atravessando o rio Mosela, zona de vinhas e de vinhos, uma beleza, Gran Ducado destino de muitos emigrantes portugueses, encravado entre a França, a Alemanha e a Bélgica, País neutro!!!...Instalámos no centro da capital, a cidade de Luxemburgo, claro e… logo nos chamaram a atenção, as vacas coloridas, pintadas com todas as cores, com desenhos, os mais diversos, espalhadas por todo o lado!!!...Bebemos um café, passeámos e informámo-nos sobre as nossas gentes, os portugueses!!!...Lá nos indicaram um restaurante, com café, ponto de encontro habitual dos nossos (...continua, claro!!!...)

...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 15:00
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 24 de Agosto de 2004

...abortar ou não...eis a questão!!!...

…a igreja está em nós, na consciência de cada um, casa nossa, casa de todos…formação de tantos, embevecimento de muitos, auxílios e compreensões, longe de ilusões, de enganos, de amanhos, de hipocrisias mil, de pecados, confessados, mais que perdoados, cometidos, uma e outra vez, com soberba, com arrogância, sob pretextos falsos, a ganância, a avidez o autismo profundo e desconforme…enquanto, muitos morrem, com fome!!!...

…igreja dos padres, dos bispos, dos Papas,
das ladainhas, das rezas, orações,
das mesas ricas, bem fartas,
das romarias, das procissões,
das imagens de tantos santos
arrumados pelos cantos,
dos sacrifícios, dos pecados
esquecidos, perdoados,
dos meninos, na sacristia,
vítimas da utopia,
da bondade disfarçada,
da riqueza assoberbada,
da caridade negociada
que é tão maltratada,
de tanta hipocrisia
que só, a eles, beneficia
na sombra do pobre Cristo
esgarrado, esquecido, morto,
tristemente apresentado,
como símbolo incontestado,
duma discutível religião
que, com muita ou pouca razão,
se vai desprestigiando,
enquanto o tempo vai passando,
desde a triste inquisição
das bruxas, dos medos, do papão,
da idade média atrasada,
sempre presente, comentada,
até aos factos mais actuais,
apresentados nos jornais
noutros meios de comunicação,
na rádio, na televisão,
que nos fazem desacreditar
no que teimam em pregar,
os Papas, os bispos, os padres,
nos sermões da sua igreja,
semeando uma religião
que não vai tendo oração,
uma reza, que seja
um alívio ao coração
uma ligeira ilusão
para qualquer mártir… cristão
que, no Cristo, acredita
Nele se redime e confessa
albergando alguma esperança
no juízo, na temperança
dos seus apóstolos confessos,
que descuram suas obrigações,
nos luxos, nos excessos,
tal como os bíblicos vendilhões
doutros tempos já passados!!!...

…porque não???...Passar um atestado de maioridade, de absoluta liberdade, de igualdade plena, em direitos, tanto como… em deveres, em teres, como seres únicos, um pouco diferentes, a gentes dignas, donas de si, livres de optarem, por aceitarem ou não, o que lhes pertence, primeiro, o que, em si, deve ser gerado, aceite, rejeitado, sem a tola intervenção de beatos, de padres, de santarrões, de políticos, de charlatães que, por eles, não sentem, não são, mas…decidem!!!... O aborto, quanto a mim, não deve ser negado, não deve ser imposto…uma decisão muito própria, realidade tão individual, deve ser livre, responsabilidade completa…dos pais, nada mais!!!...Tudo o resto é treta, é atraso…uma santa hipocrisia, pura fantasia, dos que matam, por dá cá aquela palha, que se aviltam, que gritam, quanto ao dito!!!...

…por mais que tente, não os entendo!!!... Não os aceito porque, não os compreendo!!!... A igreja, os seus emissários, os seus praticantes, os que a formam, no todo…têm uma obrigação, para com os humildes, para com os usados, para com os abusados, simplesmente!!!...

…Sherpas!!!...





publicado por sherpas às 18:07
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...dor!!!...

…quando se possuem sentimentos, quando se sente o coração, quando é mais nobre o altruísmo, quando nos encharcam com sofrimentos, com esgares dos que sofrem, dos que querem comer e…não comem, dos que querem viver e…não vivem, dos que querem partilhar e…não podem, dos que nada têm, dos que sofrem…sentimos dor, uma dor gritante, avassaladora, que nos entristece, que nos apouca, que nos torna negros…no pensamento, no momento…um lamento!!!...

Uma dor profunda, surda,
sentida, não partilhada,
gritante, interior, muda,
dor de tudo, dor de nada,
junção de tristeza passada
com más vivências presentes,
dor sofrida, acumulada,
pelos que estão, pelos ausentes,
sofrimento que se sente,
cá no fundo, bem no íntimo,
por mim, por ti, por toda a gente,
pelo grande, pelo médio, pelo ínfimo,
mas que dor tão avassaladora,
tão tremenda, tão desgarrada,
que não grita, que não chora,
por tanta coisa, por nada,
é uma dor, num sentimento,
num recôndito da minha alma,
é uma hecatombe de momento,
uma ferida que não se cala,
que me tem já dominado,
no físico, no abstracto,
virtualmente esfarrapado,
como uma dor, de facto,
um pormenor, na minha vida,
bem negativo, por sinal,
nesta curta vida, assumida,
tanto no bem, como no mal,
dor profunda, surda,
gritante, interior…muda!!!...

…quando, no lugar do coração, a tempo inteiro, como residente, permanente…passamos a ter uma carteira, recheada, avultada, não passa nada, tornamo-nos egoístas, tremendamente autistas, de curtas vistas, de amplas ganâncias, vómitos, extravagâncias, aberrações…mutantes, anões de sentimentos, gigantes de perversões!!!...Excrescências…simplesmente!!!...


…Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 06:58
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Agosto de 2004

...loucura!!!...

…vivemos num Mundo de profundas contradições!!!...Vivemos num Mundo de supremos egoísmos, laxismos!!!...Vivemos num Mundo de imensas hipocrisias!!!...Mentiras aviltantes…mais do que nunca, o dia-a-dia, infelizmente!!!...Loucura, absoluta…quiçá!!!...

No limiar da loucura,
na periferia da verdade,
na sombra, na procura,
a um passo da liberdade,
preso por um débil fio,
amarrado à realidade,
é uma luta, é um desafio,
é a vida, a obscuridade,
o dramatismo constante,
a selvajaria sem igual,
a agonia lenta, gritante,
de quem vive, que é mortal,
de quem ouve, que escuta,
de quem vê, que é visual,
de qualquer filho da p…,
dum bicho, dum irracional,
dum demente psicopata,
dum assassino confesso,
dum débil patarata,
dum crente tonto, professo,
dum capitalista prepotente,
dum miserável desgarrado,
de qualquer tipo de gente,
aqui, em qualquer lado,
neste mundo tão confuso,
nesta normalidade esquisita,
onde o normal, é obtuso
na loucura, com que se fica,
abençoada… maldita???...

…contradições, confusões, ilusões, tudo isso e…muito mais, COISAS virtuais, com coração, é evidente!!!...


…Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 21:45
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 22 de Agosto de 2004

...perfil???...Quiçá!!!...




…quando a esmola avulta, o pobre, desconfia, claro!!!... Não é o caso, evidentemente!!!... Nem recebo esmola, (…bolas!!!... Antes pelo contrário!!!...Passível, no entanto, de a vir a receber, qualquer dia, quiçá!!!...Que o Diabo seja cego, surdo e mudo!!!...Abrenúncio, que te arrenego!!!...), tão pouco sou pobre mas, que…desconfio, é um facto!!!... Aliás, com a idade, as pessoas aprendem, aos poucos, a procederem, com alguma reserva, em relação aos outros, especialmente aos que…só, virtualmente, se conhecem, mal, quase nada e, muito mais, através dum pseudónimo que, não nos diz nada ou…quase, sequer!!!...
Tenho o defeito, para mim qualidade, de ter nascido no Alentejo, ser um paz de alma, um tipo, com o coração nas mãos, (…não tanto como o coitado do Zé Maria, pobre vítima da fama, das televisões, com perversões, dos efeitos negativos da grandes cidades, claro…atirado às feras, simplesmente!!!...) sem malícia, embora, segundo alguns…negro de pensamento, a preto e branco, melhor dito!!!...Entrego-me facilmente, contacto com estranhos, através do PC, com relativo à vontade, ponho, em pratos limpos, o que me vai na alma, ferindo, quiçá, susceptilidades, maneiras de pensar, diferentes das minhas, com mais ou menos inclinação, para uma ou outra banda, consoante o ângulo, consoante a interpretação de quem me lê!!!...

…desconfio, quando deparo com indivíduos, que muito prezo e respeito, está em mim, é instintivo, com alguns conhecimentos, aparentes, claro…porque, com Internet sempre à mão, qualquer um, pode passar pelo que não é…evidente, basta procurar, fazer arranjos, retoques aqui, retoques ali e…sai perfeito, com muito jeito, com citações, com conclusões, com frases bombásticas, copiadas ou não, com pensamentos profundos, filosóficos até… do camano, pois é!!!...

…muito mais me coloco de pé atrás quando, determinados, se dão ao trabalho, digo trabalho… porque implica canseira, pôr os neurónios a funcionar, direccionalmente, em função dum alvo, como objectivo a atingir, denegrindo, dando no cravo, dando na ferradura, aplaudindo, diminuindo, pura estratégia de quem, por hábito, o faz por sistema, como profissional destas artes, as de desfazer, com crueza, nos que não aceita, nos que não entende…pouca gente, traçando o meu perfil psicológico, não encomendado, não fui visto, nem achado…para o facto, com certezas, tão incertas e absurdas, que me fazem rir, sorrir, como se nada!!!...

…pois é, quando a esmola avulta, o pobre, desconfia!!!...Há alguns elementos que, do alto das suas aparentes mais valias, se dignam, por vezes…prestar um pouco de mais atenção, a quem, não recordo, pouco ou nada ligaram, em tempos, recuados ou não!!!...Dá que pensar e…penso que, com os meus escritos, sem pretensões de espécie alguma, vou esclarecendo muitos… sobre o País, que é o nosso, este em que vivemos, uns bem de mais, outros, não tanto…puro desencanto, incomodando outros tantos, os dos encantos e maravilhas, os coloridos!!!...

…com estes escritos ou escrevinhadelas, mais não faço do que aquilo que gosto…escrever, sem tentar pessoalizar, é feio, não quadra, navegando em solitário, como gosto…se for ao fundo, é comigo, não atinjo mais ninguém, sou a única vítima, da minha escrita, é evidente!!!...Sem ódios, sem rancores, sem jogadas, sem pretensões, sem utopias, sem ilusões…para todos, simplesmente!!!...Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 13:53
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Agosto de 2004

...resposta a um...iluminado, colorido!!!...

…depois de, detalhadamente, avaliar as suas conclusões sobre o que lhe escrevi, meu caro…continuo na minha, pode crer!!!...É virtuoso nas análises com que me brinda, escrevendo, arte de quem, por ofício ou benefício, está mais que habituado, tanto aqui, como em qualquer lado!!!...Aplaudo!!!...Não concordo, não contesto, limitei-me a ler, sorrindo!!!...Quanto a êxtases e orgias, retiro o bestial mas…mantenho, tal o desvario, neste corrupio de milhões e milhões, em negociatas mil, em assessorias e outros tachos…não me compete mencioná-lo, de tão badalado, assunto mais que estafado!!!...

…quanto a Mundos coloridos, ao invés do preto e branco, apanágio meu, pelo que diz, há uns poucos que o desfrutam, que o gozam à bruta, sem arrastarem grilhetas, em duras vidas, em duras penas, na realidade deste País…o que se contradiz!!!...

…sermos crescidos, o suficiente, para tratarmos de nós, simplesmente, sem paternalismos bacocos, nada mais, nada menos!!!...Então para que servem as excelências, qual o papel delas???...Não entendo!!!...Podíamos prescindir do mau serviço deles!!!...Sempre nos fazia mais jeito…em termos económicos, claro!!!...Dá que pensar, não dá???...

…e, não pelo mau desempenho da Selecção Olímpica de Futebol, a portuguesa, é evidente, lá para as bandas da Grécia, em Atenas, País rico em Deuses, mais que muitos, os do passado, os do Olimpo, os da Mitologia, tratado que deles fala, que tanto esclarece, ajuda e, como não, (???...) vêem a propósito, de vez em quando, como bem sabem, como bem mencionam, vezes por outras…oportunamente, vou falar, ao meu jeito, da doce Pandora, a Eva dos Gregos, a quem lhe tinham sido feito, todas as dádivas, pelos seus iguais, pelos do topo, pois então!!!...

…Mui prendada, bem dotada, logo à partida cativou Epimeteu, irmão de Prometeu, pouco agraciado pelos dotes da inteligência, era tanso, curto de intelecto!!!...Ficou babado perante tanta beleza, tanta fartura de qualidades, não só de formosura…logo que pôde, desposou-a!!!...Em breve se arrependeu do passo cometido porque a dita, por curiosidade, abriu uma boceta, espécie de caixa, a tal, a das surpresas…onde tinham sido guardados todos os males que afligiam a humanidade e…soltou-os!!!...Foi uma desgraça!!!...Menos mal que, na referida caixa, bem longe, a longo prazo, lá para diante, num futuro mui distante, havia uma COISA boa, a ESPERANÇA!!!...

…nada melhor dito, nada melhor escrito, nada que melhor se adeqúe à presente situação, do que a CAIXA de Pandora…comparando a presente situação com a já descrita, a da Eva Grega, claro!!!...Havia um partido que, logo à partida, tinha todas as condições para governar, era social, era democrata, tinha muitos simpatizantes, tal como dantes!!!...Cativava, como a Deusa, afinal!!!...O eleitorado, convenceu-se e casou-se com ele, tornando-o eleito!!!...A boceta, veio depois, tal caixinha das surpresas, tal aliança desconforme, asneira enorme, numa santa (???...) aliança com uma Amostra!!!...E, todas as calamidades do Mundo, se desencadearam sobre este pobre jardim, à beira-mar, plantado…como desgraças, como maldições, que se arrastam, que parece, não terem fim!!!...

…bem nos falam, a longo prazo, lá para diante, num futuro que se não vislumbra, por enquanto…numa ténue e pouco visível ESPERANÇA, a que se não sente, a que teima, em se não concretizar, para mal dos que, desde há muito, tal como Epimeteu, já se arrependeram do mau passo dado, na altura!!!...Que fartura!!!...

…é, a mitologia grega, tão antiga…é um manancial de ensinamentos, pena que, alguns, quiçá, como eu, a utilizem só…em proveito próprio, de acordo com os seus interesses e objectivos!!!...Desde já, garanto…quanto a mim, por mim falo e escrevo, os interesses são nulos, os objectivos, simplesmente… os de escrevinhar, quando me dá jeito, a meu modo, quando posso!!!...

…só mais um apêndice, meu caro, não odeio ninguém, a minha boa formação…não mo permite, admito toda a opinião alheia, por mais diversa da minha, que seja e…debater-me nas convulsões hormonais da puberdade, não lembra… nem ao Diabo!!!...Deixa-me rir!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 09:38
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Agosto de 2004

...impávidos e...serenos!!!...




…impávidos e serenos, continuam nos seus lugares, acabadinhos de ganhar, como Excelências, num País de escassas valências…em férias, logo de seguida, com intervenções pautadas, pelo palavreado, pelo verbo fácil, pela energia mostrada, quando se repetem, até à exaustão…nos inquéritos, mais uma quantidade deles, rigorosos e até…às últimas consequências!!!...Minudências, entre muitas, mais algumas, para entreter!!!...Este País não existe, escrevia há pouco tempo atrás, um comentador nosso, deste Parlamento, onde me lamento…em maior quantidade, valha-nos a verdade, do que o contrário, um desvario, um desatino, uma maneira de estar, como qualquer outra!!!...Tenho razões, de sobra, para me dar a ler como dou e, quanto a ambiente…é um não acabar, um sem fim de COISAS más que, por muito que tente, não consigo calar!!!...Desleixos, irresponsabilidades, abusos, para não falar doutros contributos…são a causa de tantas más notícias, as que nos afligem, as que nos entristecem, as que se não esquecem!!!...Pontes que caem e…matam, balizas que caem e…matam ou incapacitam, estradas que causam acidentes…onde morre tanta gente, leis que se fazem, que se não respeitam, e…matam, instituições que não cumprem os seus deveres porque, por faltas calamitosas de pessoal, pura e simplesmente, não funcionam, rios que se conspurcam e…matam, casas que se arruínam e…matam, esgotos que correm a céu aberto, para os mares e…matam, porque conspurcam, terrenos contaminados, com elevados índices de radioactividade que…matam, fogos que se ateiam e…matam, acidentes de obra (…ou não???...) que contaminam ares e águas e…matam, gentes que abusaram, martirizaram, outras gentes, mais débeis e que, aos poucos, vão matando!!!...Tudo, dentro da maior das impunidades, com promessas de inquéritos rigorosos, outros tantos, para arrumar, para esquecer!!!...Injustiças gravosas e aviltantes, num País que se pretende levar a sério!!!...Como é isso possível???... Impávidos e…serenos, mantêm-se nos seus postos, acabadinhos de ganhar, como se nada!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 08:37
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Agosto de 2004

...lixo...por todo o lado!!!...




…margem sul, terras de encantos tamanhos, abandonadas, ao seu destino…por parte do Poder Central, por ideias diferentes, por cores que se não quadram com as que detêm o Poleiro, desde a revolução dos cravos, do Abril de 74, a que incomoda, ainda, muita gente!!!...De Almada até Setúbal, derivando para um e para outro lado, Caparica, Corroios, Laranjeiro, Fogueteiro, até mais longe, ao Barreiro, Moita, Montijo, Sesimbra, Azeitão, passando pelo concelho do Seixal, imenso, ligado num sem fim de povoações, que se não distinguem, umas das outras, Torre, Arrentela, Paio Pires, Amora, Cruz de Pau…eu sei lá, uma vastidão, de prédios, de gentes, de sentires, de desvarios, sujeitos a duas portagens, tal como fronteira que se pague, nas duas pontes que ligam, esta margem… a Lisboa, do outro lado, na outra banda!!!...

…dormitórios, larga faixa, mais barata, agora, nem tanto, quase…ao mesmo nível, quanto a preços, quanto a carestia de vida!!!...A zona, considerada vermelha, pelos que dela, têm medo, rejeitando-a…com incúria, com desfaçatez, sem razão!!!...É Portugal também!!!...Com as melhores praias do País, quanto a mim, mui superiores aos Algarves, quanto a vastidão de areais, quilómetros e quilómetros, a perder de vista!!!...Pena, os entornos das ditas…que tristeza, que atentado ao ambiente, aos olhos, quando vêem!!!...Tal como na baía do Seixal, nas praias também, nestas, as da Costa… que se estendem até ao Meco, um deixa andar, um não fazer nada, um desmazelo, um lixo que se acumula, que se agiganta, que nos espanta, que nos diminui, que nos revolta!!!...

…e, vamos vendo, queiram ou não, digam o que disserem, sentimos e temos razões para o dizer, para o escrever, quanto a ambiente, certa gente…não passa daquilo que é, simplesmente, incompetente, desde sempre!!!...Apostam, palram aos sete ventos, no voluntariado!!!...É vê-las, crianças de pouca idade, com luvas, ou sem elas, nas praias do norte, na serra da Estrela, apanhando garrafas de plástico, papéis velhos, amarrotados, toda a espécie de imundice, mostradas nas televisões, como exemplo, para os mais velhos!!!...Valha-me Deus…Santa hipocrisia!!!...Então, o que estão fazendo, crianças voluntárias, pois então, não é…o que, na realidade, não deixa de ser, TRABALHO INFANTIL???...Claro, o voluntariado, sempre fica mais barato, aos cofres do Estado!!!...Num País, com tanto desemprego, porque não…acabar com tantas assessorias, com ministros, que estão a mais, com secretários de Estado, em profusão, com maus gestores de topo, aos consultores, quiçá… fazê-los verdadeiros patriotas, em regime de voluntariado, abdicando dos vencimentos, para o Bem da Nação???...Voluntariado, a partir das cúpulas, gostaria de ver, claro!!!...Estes trabalhos menores, seriam postos de trabalho, remunerados, é evidente…para prevenir fogos, para tapar buracos, para consertar o destruído, para limpar o lixo…em qualquer sítio, dariam mais proveito do que as excelências dos pareceres, dos cálculos errados, dos tachos arranjados!!!...

…dá que pensar, não dá???...Talvez, com esta inversão de valores, pagando a quem trabalha, aceitando o voluntariado dos que estão a mais e…pouco fazem, lá nos elevados postos, onde os colocam, dando o exemplo, mostrando o seu patriotismo, o real, o desinteresse, pelo dinheiro, ainda, certamente, iríamos a algum lado, claro!!!...Caso contrário, continuamos com…o que temos, para nosso mal!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 13:41
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 14 de Agosto de 2004

...outros tempos...os da lavoura, claro!!!...




…outros tempos…os da lavoura, alturas em que nos impingiam bombásticas como aquelas, se soubesses o que custa governar…preferirias ser governado, durante décadas, como aconteceu nos tempos do Botas/…pobrete mas…alegrete.../…discussões e ralhos, maus ambientes…em casa de ricos, enquanto, mesmo com fome de tresandar, em casa do sapateiro, era uma alegria, constante, com cantorias.../…estórias como a da carochinha trabalhadora, incansável e…a cigarra, a da vida airada, sempre a cantar, no Verão… morrendo de fome, no Inverno!!!...Tantas outras, como estas, desde os bancos de escola primária, com livros únicos, com as lengalengas do costume, viradas para a submissão, para a aceitação, para o conformismo, verdadeiras lavagens ao cérebro dos menos dotados monetariamente, dos que se quedavam por um ou dois anos de escola oficial, analfabetos, em tudo, a tempo inteiro, fáceis de manobrar!!!...

…graves problemas de consciência dos que, presentemente, aplaudem essas gentes, todas elas ferozes, verdadeiros algozes, figuras ridículas e caricatas dum passado…para esquecer, cinzentões, dos sete costados!!!...Falo do Alentejo que conheci, quando criança mas, pelo País, de Norte a Sul, de Este a Oeste, os da minha idade, desde que pensem um pouco…recordam, certamente, cenas destas, das que contei e…bem piores!!!...Estivemos parados, orgulhosamente sós, sob as ordens de uma série de bacocos, panacas, por opção, aviltantes, degradantes…de toda uma Nação, por quererem!!!...

…fico-me por aqui, quanto ao Alentejo…ao da minha infância, já longe, distante, com muita tristeza, com muita penúria, com algum encanto, com muita saudade, era novo…não pensava, sequer, acorrentado, como os mais, já crescido, pouco sabido, quanto a leituras, (…quantas leituras não fiz, quantas não tive ao meu alcance, quantas perguntas, sem resposta, no massacre em que vivi, a opressão, a repressão, a falta de liberdade, presos, física e mentalmente, numa grande cadeia, todo o País, este…o que se contradiz!!!...) as censuradas, quanto ao exterior, vedado… nas fronteiras, por cães de fila, os da tal polícia, a política, a PIDE, a de triste memória, quanto ao Império, o do Ultramar, cemitério de tantos portugueses, por um querer irracional, deste pequeno País que, desde que o conheço…nunca se enxergou, como devia!!!...Como se pode justificar uma esmola de trinta contos, por ano, em prol dos que, por ele, pelas guerras, perderam o melhor, incapacitados físicos e mentais para o resto da vida…uma escassa migalhinha, tal como aos das reformas miseráveis, quando lhes aumentam as ditas, com um macinho de cigarros por mês!!!...Regressão???...Quiçá!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 14:14
link do post | comentar | favorito
|

...margem sul!!!...




…tenho um apartamento numa zona dormitório da grande Lisboa, onde passo a maior parte do ano, depois de reformado!!!...Nesta margem, a sul, ainda com alguma qualidade de vida, quanto a movimento de automóveis, quanto a liberdade de movimentos, a construção de prédios para habitação tem sido, de há uns anos para cá, feroz, incontrolada, direi!!!...É com ânsia, com gula que, no espaço de poucos meses, se levantam torres e mais torres, vivendas e mais vivendas, residências espampanantes…dos que se forram, quiçá, dos construtores!!!...Como tenho escrito, pela idade, por questões de saúde, minha e da minha mulher, é usual, fazermos grandes caminhadas, darmos demorados passeios a pé!!!...Quando o fazemos, escolhemos, por norma, trajectos com bons passeios, sem obstáculos, amplos, se possível!!!...Em suma, utilizamos muito o percurso da baía do Seixal, tal como tantos outros que pensam…do mesmo modo!!!...Quando vejo, quando cheiro, quando estendo minhas vistas pelo que me rodeia, quedo penalizado, chocado, muitas das vezes, quando o faço e…penso!!!...

…este concelho, dos maiores do País, sob a alçada do Partido Comunista, desde que o conheço, tem desenvolvido, um pouco, mas…tanta mazela ainda ostenta que não resisto, falar, escrevendo, claro…do dito!!!...As obras de beneficiação à volta da baía, de há muito prometidas, avançam aos soluços, aos poucos, como costumo afirmar quando andam devagar, como se nada!!!...No papel há muita COISA em projecto mas, os anos vão passando e…não passam disso, o que é pena!!!...Claro que as autarquias estão desfalcadas, sem grana e que o mal, em relação a esta margem, sempre foi do Poder Central!!!...Zona de operariado, no antigamente, considerada vermelha pelos bem instalados, sempre foi olhada com alguma indiferença, de lado, sem interesse, especialmente pelos alaranjados, aquando no Poleiro!!!...Densamente povoada, por gentes que trabalham em Lisboa, um simples dormitório, como tantos à volta da capital, com comércio e serviços próprios, residência a tempo inteiro duma grande percentagem da população, ultimamente, continua ostentando falhas graves, vultosas, que me apenam, que me doem!!!...

…ontem, para variar, fomos dar a voltinha por outro lado, escolhemos uma das muitas azinhagas que, por aqui, proliferam, pelo meio de antigas hortas, de antigas quintas, agora urbanizadas…ou quase, em via disso!!!...E o que vimos, mais uma vez me espantou!!!...É normal, neste País que se quer Europeu, no pelotão da frente, sem se visualizar, sequer!!!...Temos tido maus políticos no Poder, desde sempre, no Central e no Autárquico, para nosso mal!!!...Só pensam nas pessoas, quando delas precisam…por alturas dos votos, em tempo de eleições e, pouco mais!!!...Que raio de País este…que se não cuida, como deve!!!...A quanto chega o egoísmo exacerbado dos governantes, autistas profundos, sem um pingo de vergonha pelos tristes quadros que se observam no dia-a-dia, em qualquer lado, dormitórios ou não, interiores desertificados ou centros urbanos, indiscriminadamente, incluindo, claro…a capital e seus arredores!!!...

…passávamos nós, em ar de marcha, pela dita azinhaga e, íamo-nos admirando pelo que víamos, enquanto íamos passando!!!...Aqui, uma barraca com tábuas, com folhas de zinco, uma corrente com cadeado, com tabuleta pendurada, avisando dos cães, nada bonzinhos, antes pelo contrário, quiçá, mais além uma sebe de silvas e cactos com picos de dimensões exageradas, perigosos, para os incautos, o chão, de terra batida, autêntica lixeira, de tudo quanto é lixo, é evidente, um início de alcatrão que…logo se finda, sem razão, de passeios laterais, nada, claro…mais à frente, de repente, uma nova urbanização, uma fileira de vivendas de primeiro andar, em construção, com arruamentos, postes de iluminação, na via pública, empedrado, para passeios futuros, curtos, para poupar terreno, como sempre!!!...Uma ilha isolada porque, logo a seguir, por obra de magia, mais barraca, menos barraca, mais quinta mal vedada, com arames, com latas, com silvas, mais buraco menos buraco, lixo, com fartura…um desconforto!!!...Não sou esquisito mas, por princípios muito meus, prezo o asseio, o ambiente, desde que me conheço e, queira ou não, sou incapaz de aceitar tamanha incúria, tanta penúria, num País que se diz…Europeu!!!...Valha-me Deus, terceiro mundistas, com pretensões… sonhos, ilusões!!!...Enfim, aos trancos e barrancos, mais buraco, menos buraco, com passeio descambado, meio arrumado…lá fomos!!!...

…avistámos zona mais alinhada, povoação por perto e…respirámos!!!...Ainda antes, uma deslumbração, no meio de tanta, aparente, miséria, de tanta, evidente, pobreza, de tanto desleixo, de tanto deixa andar…uma vila, vivenda maior, bem grande, por sinal, com exteriores de grande estadão, em fase de acabamentos…um encanto, com estátuas de bronze, como base de candeeiros de jardim, em profusão, espaço para futura piscina e…a casa, a vila, um encanto de construção!!!...Cá fora, na estrada, porque de estrada já se tratava, pelos lados, os passeios, como sempre, esburacados, desaparecidos, descambados, desconchavados, como escreve a amiga Graça Maciel…quando disserta, escrevendo, claro!!!...Desta maneira, aos poucos, de desilusão em desilusão, com alguns pontinhos de satisfação…lá nos fomos apercebendo, mais uma vez, do País que temos, o real, o que nos dão, aos vulgares e anónimos cidadãos, aos que não vivem em condomínios fechados, em redomas de vidro, não vendo porque…simplesmente, olham para o lado, porque querem, não lhes interessa ver!!!...

…e assim vamos indo, quanto a entornos, quanto a lugares desprezados, quanto a País votado ao abandono, nas cidades, nos arredores, nos interiores isolados, quanto a terrenos, paisagens idílicas, agora, carbonizadas, quanto a pontes que caem, que estão em vias disso, quanto a monumentos arruinados, descuidados, quanto a prédios que se esboroam, pelos anos, pela incúria, pela incompetência, pela irresponsabilidade dos que, não nos governam, com VERDADE!!!... Não educam as populações porque…lhes não interessa, escudados nos seus egoísmos, nas suas vaidadezinhas de caca, nos seus autismos parolos, verdadeiros bacocos, negociantes de treta, feirantes passageiros e de má memória, quando se marchem, quando nos aliviem da sua presença…porque afastados, porque imprestáveis, vendedores de banha da cobra, simplesmente, com poucos ou nenhuns feitos!!!...Portugal merecia mais e melhor, sim senhor!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 06:17
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 13 de Agosto de 2004

...tempos da...lavoura, com caça!!!...




…quando me ponho a recordar, o Alentejo da minha infância…dou comigo a pensar, no que era, no que foi, no que não alterou, no que pouco… ou nada, mudou!!!...Foi terra de abusos, só de alguns, dos mais forrados, de muitos costumes, de muitos usos, de tradições em festas e romarias, pagãs e religiosas, de boas gentes, as mais humildes, de respeitos profundos, pelos mais velhos…um posto!!!...Ainda me recordo do hábito dos mais novos, quando passavam pelos tios, pelos padrinhos, pelos parentes mais idosos…pedindo, respeitosamente, a bênção!!!...Estás abençoado, rapaz, atiravam benevolentes…aos catraios, inocentes!!!...E, quando tinha de cortar o cabelo, na barbearia, centro de conversa, de tertúlia, de encontro de amigos, de conversas sobre caças, sobre fados, a do Mestre ______________ exímio tocador de guitarra, tal como o filho, seguidor do pai, na arte e na inclinação musical, pela dita, quando o fazia, encolhido na minha pequenez, ouvia!!!...

…tinham de me pôr uma banqueta, na cadeira do barbeiro onde, com toalha branca, imaculada, atada ao pescoço…me sujeitava àquele sacrifício, a de cortar a guedelha, já comprida!!!...Olhava para o espelho, olhava para o alto, para a parede, onde se destacavam duas imagens com cenas de caçaria, aos coelhos e aos patos, respectivamente e, como se nada, ia ouvindo!!!...Ouvia musica dedilhada na guitarra, acompanhando um que outro fado, dum cliente amigo, cantor por diversão, tal como peripécias mil, dos caçadores alentejanos, gentes pobres, que nos seus tempos livres, poucos, por sinal, com a respectiva espingarda, comprada a muito custo, com poupanças mirabolantes, em qualquer campo, ali ao pé, a um passeio…com meia dúzia de tiros, apanhavam lebres, coelhos ou perdizes, para alimento da família e vender…aos liberais, comerciantes, carpinteiros, mecânicos, farmacêuticos, engrossando assim…os seus proventos, que eram poucos, mui reduzidos!!!...Essas caçarias, ouvia-as eu…quando miúdo, no barbeiro, onde ia cortar o cabelo!!!...

…o barbeiro, o mestre, assim lhe chamávamos, caçador e tocador de guitarra, tinha a sua barbearia, mesmo ao pé de dois ou três cafés, frequentados por lavradores de pouca monta que, ao longo do dia, por ali permaneciam, bebendo e jogando, petiscando e confraternizando, uns com os outros, ora dentro, ora fora, na esplanada, consoante as condições climatéricas, desde o dia um de Janeiro até ao dia 31 de Dezembro, quer dizer…ao longo de todo o ano!!!...Intervalavam para irem a casa, por vezes, almoçar ou dormir…pouco mais!!!...Eram do tipo macho latino, com alguns criados, os que amanhavam as terras… não viviam em palacetes, eram mais modestos mas…com pretensões!!!...No respeitante ao trabalho…faziam gazeta!!!...Quando muito uma caçada, uma passeata pelas terras, um falar com os pastores ou ganadeiros que tinham sob a sua alçada, às suas ordens!!!...

…recordo três irmãos que, assim viveram, enquanto durou a herança do pai falecido, que deram estudos aos filhos, que rebentaram com tudo…não fazendo nada, nem sequer, mantendo o que tinham recebido!!!...Com a vida que tinham, no café, ora dentro, ora fora, na esplanada…numa de preguiça assumida, ainda se davam ao luxo de criticarem os que labutavam, os que, dum lado para o outro, preocupados, ocupados, por vezes, por ali…passavam!!!... Vidas sem préstimo, estas e outras, naqueles tempos, os da lavoura, quando nos campos, verdes e viçosos do Alentejo, o do Alto, em qualquer recanto, a olho nu, ali ao pé, víamos bandos de coelhos, perdigotos, nas searas, atrás da mãe, lebres, com fartura e…a caça, não tinha limites, nem fronteiras, como agora!!!...Quadros, daqueles tempos, os do passado, os de triste memória, os de penúria, para alguns…mais famosas, boas, quiçá, para os das grandes regalias, meia dúzia de outros, imprestáveis, lânguidos e preguiçosos, não grandes senhores, simplesmente herdeiros, com algumas terras, com algum gado, para não falar, como já falei, dos…latifundiários, pois então!!!...

…além da caça… que vendiam, para engrossar a economia caseira, os mais pobres também tinham um pedaço de terra emprestada pelos patrões, o brejo ou vergel, terra de pouco préstimo, escassa… um quintal, lá em casa, onde plantavam algumas batatas, alguns vegetais, alguns legumes, uma que outra árvore de fruta, uma oliveira e…pouco mais!!!...Iam vivendo, no patamar de baixo, no limiar da pobreza!!!...E, os que não se iam pelas tascas, não gostavam de copos, não bebiam, para dar à língua, para falarem um pouco, quando podiam…faziam-no no barbeiro, na loja do sapateiro, numa que outra carpintaria, na loja do comerciante mais próximo, nos bancos do adro da igreja, sei lá!!!...Estava tudo,
devidamente, compartimentado, em sectores bem delineados, os superiores, donos e senhores de tudo e mais alguma coisa, os que afloravam na agricultura e no gado, aos poucos, os da mediania, os de profissões liberais e os dos trabalhos braçais, os campónios, mão-de-obra barata, os do sol a sol, os que vegetavam, é evidente!!!...Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 10 de Agosto de 2004

...Roma!!!...




…pondo de relevo, a mais importante, a Basílica por excelência, a do Vaticano, Estado, dentro doutro Estado…a de S. Pedro, Roma é, certamente, uma cidade diferente, no que concerne a igrejas, basílicas, catedrais, capelas e…outras mais, um sem fim de construções votadas ao culto religioso, à cristandade, a apostólica, românica…tão perseguida, nos tempos dos imperadores, uns loucos, como aquele que cantava e tocava cítara, iluminado pelas chamas da cidade que tinha mandado incendiar, para gozo pessoal, muito particular, o Nero…o perverso, o tarado, como tantos que Roma teve de aguentar, capital do Mundo civilizado de então, todos os outros eram bárbaros ou…escravos, destes senhores, os romanos guerreiros, invencíveis, ferozes, algozes que, quando as coisas não iam bem, no Coliseu, para entreterem a população…punham gladiadores em luta, lutas de morte ou, à falta de melhor, agarravam numa chusma de cristãos, perseguidos e presos, quando… não escondidos, nas catacumbas e, lançavam-nos às feras, tigres e leões, como se nada, para serem comidos, depois de… estraçalhados!!!...Pura diversão!!!...A alguns empalavam…vivos, como era norma, a outros, crucificavam!!!...Tudo isto debaixo de muitos urros, de muitos berros, de muitos aplausos e gargalhadas…um fartar, enquanto mordiscavam uns pedaços de pão, devidamente distribuídos pelos assistentes, sob ordens expressamente dadas pela excelência máxima, o Imperador!!!...A religião cristã era nova, era ameaça, confrontava a série de Deuses que eram adorados por estes elementos, os conquistadores, os do Maré Nostrum, os que, para cada coisa tinham um Deus… muito particular, uma abundância, tal como os Gregos!!!...As mitologias romana, tal como a grega… são enciclopédias cheias de nomes, de fés, de rezas, de crenças, de protecções, de gozos, de regozijos, de invejas, de ciúmes, de ódios, de guerras, de mortos, de vivos, de paz, de amores, de bebedeiras…tudo interligado, entre o Olimpo, lá nas alturas e os terrenais, gentes de vulto ou…mais normais!!!...Foram ambiciosos, espalharam-se por toda a Europa, pelo norte de África, tiveram o seu apogeu máximo, decresceram e… caíram, a queda do Império Romano!!!...Enquanto estiveram, levaram os seus conhecimentos, as suas construções, os Deuses e as Deusas, a língua, as estradas, calçada romana, até diziam, naquela altura que…todos os caminhos iam dar…a Roma, os circos e os teatros, perversões e cultura!!!...Não há bem que sempre dure, nem mal que se não acabe!!!...Acabou…simplesmente!!!...Na religião, claudicaram!!!...Abraçaram o cristianismo, com unhas e… com dentes, puseram de parte…as figuras mitológicas, as do passado!!!...Nunca vi tanta igreja na minha vida, numa só cidade, tal como a enorme quantidade de fontes, por todo o lado, com água potável e…fresquíssima, cada uma, mais bela do que a anterior, culminando na celebérrima Fontana di Trevi, um monumento que…é poema, classicismo e barroco, em harmonia, obra do arquitecto Salvi, no ano de 1735!!!...

…derivações, sou assim, quando me ponho a escrever sobre o que vi, sobre o que gostei, sobre o que apreciei, aos poucos, instalado num hotel de três estrelas, normal, central…por um período de sete dias, com intenção de vasculhar, tudo e mais alguma coisa, duma cidade já conhecida, doutros tempos, já passados, vagueando, com mapa na mão, a pé, de autocarro, de metropolitano, com mochila às costas, como os mais jovens, com câmara digital, guardando para, mais tarde, rever…recordar!!!...No hotel, como sempre o fazemos, eu e minha mulher, claro…dormimos, tomamos uns duches, o pequeno-almoço e…pouco mais!!!...É a base e… dali, derivamos, almoçando ou jantando…onde calhar, já é normal!!!...Quando chegámos, vindos do aeroporto Leonardo da Vinci, depois de arrumadas as roupas, dum duche ligeiro, com o imprescindível…partimos, lá fomos, passámos pelo Termini, estação central de todos os transportes da cidade, muito perto do local onde ficámos, dirigimo-nos à praça da República, onde, por mero acaso, deparámos com um casamento dum nobre, da família dos Sabóia, de Itália…parámos, demos uma vista de olhos, indagámos e… fomos descendo a avenida principal da cidade, a Nacional!!!...Muito comércio, muitas carretas com bebidas frescas, com gelados, com fruta, com sandes diversas, um dinheirão…para turista, como é evidente, bom pronto-a-vestir, restaurantes, casas de recordações italianas, com pasta, muita pasta, de todas as formas, feitios e cores, pizzarias variadas, bem gostosas, apaladadas, casas imponentes, palácios, sempre descendo até à coluna de Trajano, logo após termos passado pelo antigo Fórum Imperial!!!...

…estávamos na Roma antiga, no que resta dela, vestígios de colunas, calçadas, ruínas do que foi, em tempos, fabuloso… mais além o Coliseu, a via do Imperador, com o arco de Constantino, uma via que se calcorreia, a Ápia, um Arco que se mantém, imponente, o de Adriano!!!...O tempo não perdoa, tudo vai destruindo, quedando restos, vestígios, daquele Império grandioso, o romano!!!...É bom de ver, de fotografar, de recordar…estudos do passado, quando… ainda no liceu, a história antiga, a mitologia, o poderio dos Césares, dos que foram dignos, como referências, dos loucos, dos que usaram e abusaram, carniceiros, doidos, tarados, dos que, aos poucos, todos, se desfizeram em cinzas, deixando recordações aberrantes, extravagâncias tremendas, banquetes faustosos, bacanais desregrados, perseguições, guerras, batalhas, lutas, morticínios sangrentos, ambições desmedidas, agora…sonhos, quase lendas, ao invés dos que engrandeceram…o Império!!!...

…numa colina, bem situado, altaneiro…o monumento a Victor Emanuel II, na praça de Veneza!!!...Digno de se visitar, de apreciar a vasta estatuária, o relicário de uma história rica, prenhe de redundâncias!!!...Dá para passar um dia em pleno, com descanso, por vezes…sentado, no exterior, numa sombra…olhando, parado, para o Fórum Imperial, para o Coliseu, para o vale do dito, para as colunas, para os Arcos em profusão, mais em baixo, explanando-se, agarrados, não desfeitos, perdurando…através dos tempos!!!...Percorremos a via do Corso, derivámos, à direita, para a fontana di Trevi, repetimos a tradição, de costas, uma moeda que se deitou nas águas da referida, mais uma…entre milhares e milhares dos que as deitam, todos os dias, com o firme propósito de lá voltarem…um dia!!!...Connosco…aconteceu!!!...E, à medida que íamos andando, uma outra igreja, outro espanto, um nunca acabar de exclamações, esta…mais bonita do que a anterior…tantas!!!...

…via del Corso abaixo, sempre em frente, mais adiante, à direita, rua de costureiros famosos, boutiques de luxo, desembocando num largo, encimado por ampla escadaria, local de vários desfiles de moda… a Praça de Espanha, com igreja formosa, lá em cima…com pintores, com caricaturistas, com carretas de bebidas, de comidas, de gelados…um primor!!!...Indo pelo parque, ou continuando pela via, a do Corso…fomos até à Piazza del Popolo, com obelisco, com a porta Flamínia, com Fontana, no lado sul da praça, duas igrejas Gémeas, a de S. Maria em Monte Santo e a de S. Maria do Milagre, no sopé do Pincio, miradouro soberbo, donde se alargam nossas vistas pela imensa vastidão, desde o monumento a Victor Emanuel II, passando pela cúpula de S.Pedro, no Vaticano e alargando, alargando, sempre!!!...

…e, para abreviar, sintetizando, porque já me vou estendendo, mais do que queria…terei de mencionar a Via Veneto, com o seu café Paris, próximo da embaixada americana, muito in, em épocas passadas, a Piazza Benini, a Piazza Navona, Campo di Fiori, Piazza della Republica, a via de las quatro Fontanas, além de outras…já mencionadas!!!...

…quanto a igrejas, a de S. Pedro, no Vaticano, a de S. Maria Maior, a de S. João de Latrão, de S. Paulo, de S. Lourenço, sei lá que mais…tantas, visitámos a capela Sistina, deslumbrámo-nos com Miguel Ângelo, com os frescos do tecto e outras obras, do genial pintor e escultor, quedámo-nos, uns momentos, perante a Piedade, (la Pietá) do dito, escultura singela, bela, de sofrimento, na descida da cruz, no colo da mãe, um Cristo morto, depois de massacrado, sofrido!!!...Estivemos em frente do Palácio do Quirinal, residência do Presidente italiano… na praça da Coluna, juntinho à residência oficial de Berlusconni, mesmo ao pé do Parlamento, percorremos aquelas ruínhas, estreitas, próprias de vespas, de motos e…pouco mais!!!...Passámos pelo teatro, arruinado, de Marcelo, visitámos uma sinagoga, por curiosidade…a de Roma, curiosámos a parte judia, atravessámos, pela ponte, o Rio Tiber…el fiume, fomos, a pé até…ao Vaticano!!!...Comemos pizzas, lazagnas e muita pasta, com molho de tomate, com queijo parmesão, bebemos birras, frescas, água das fontes…um deleite!!!...

…fomos prestar homenagem, salvo seja, aos reis italianos, o Victor Emanuel e o Umberto, no Panteão Nacional!!!..Andámos no metropolitano, um grande X que, para nosso mal…não abarcava todos os pontos interessantes de Roma, visitámos o castelo de S. Ângelo, juntinho ao fiume, o Tibre!!!...Pagámos tudo, caro… porque, segundo os italianos, o centro, as igrejas, as piazzas, os restaurantes, as esplanadas, as comidas e as bebidas, bem como os gelados, nas carretas…estrategicamente semeadas pela cidade, são para os turistas, com preços à medida!!!...A outra vida, a dos italianos, a mais barata…fica nos arredores, mais afastada!!!...Não foi mau…gostámos e aconselhamos!!!...BOAS VIAGENS!!!...Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 14:54
link do post | comentar | favorito
|

...infelizmente!!!...




…temos, infelizmente, sido desgovernados por gentes que se preocupam, simplesmente, pela carreira pessoal, pelas amplas mordomias que usufruem, no momento, pelos interesses de algumas famílias poderosas que lhes tolhem o pensamento e a acção, os amedrontam, os tornam lambe botas, por assim dizer!!!...Políticos que ascendem ao Poder, ou que ascenderam, de qualquer maneira, não têm passado do que são, uma série de novos-ricos, deslumbrados com o que, no passado, não tinham!!!...São de vistas curtas e de discursos alargados, com convencimentos do arco-da-velha, para tentarem e, parece mentira, conseguem, uma e outra vez, para nosso mal…levar a água ao seu moinho!!!...Quantas desilusões tenho tido pelos que, se estiveram marimbando para o patriotismo e…se quedaram pela carreira pessoal, arvorando honrarias mil, maiores interesses para Portugal???...Penso, por mim, única e exclusivamente que, enquanto tivermos elementos desses, pouco honestos com os outros…não vamos a lado nenhum, em nenhum sector da vida nacional!!!...A qualidade de vida dos portugueses andará sempre para trás, quanto a justiça, quanto a segurança social, quanto a ambiente, quanto a saúde, quanto a cultura, quanto a ensino, quanto a ciência, quanto a trabalho, quanto a vencimentos…desde que entregues, a gentes dessas!!!...Vai sendo tempo de acordarmos, de aprendermos a exigir o que, por direito, nos pertence!!!...Os nossos impostos, dos que pagam, claro…devem ser encaminhados nesse sentido, melhoria de vida dos cidadãos!!!...Tudo o resto não passam do que são…TRETAS!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 14:04
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Agosto de 2004

...regressão???...Quiçá!!!...




…ouço-os e…rebelo-me, quando, no dia-a-dia, confronto, todos os dias, situações aviltantes, degradantes, de pobreza, de miséria…tal como dantes, sem diferença alguma!!!...Basta contactar, descer um pouco, baixar, deixar de ser o que…sempre se foi, por descendência, por sucessão, pura excelência, por riquezas que se acumularam, que se acumulam, a olhos vistos, perante os incautos, os mansos, os tansos, os que continuam sendo…brandos!!!...

…olhando para trás, quando ainda rapaz, recordo, (…ai que saudade, Deus meu!!!...) o meu pai, já falecido, comerciante de terra pequena, de vila alentejana, nos tempos da outra senhora, os tais…os da lavoura, como diz aquela Amostra, o que se não enxerga!!!...Eram tempos de ganhões, de capatazes, de maiorais, de latifúndios, de outras coisas mais, nos Alentejos esquecidos, os do passado, tempos de penúrias, de aviltamentos, de injúrias, de paquetes, de amas, de criadagem, mais que muita, barata, a troco dum chavo, de dez réis de mel coado, a maior parte das vezes, a troco dumas sopas, dum naco de pão com conduto, (…um cheirinho de chouriço, de queijo…uma azeitona qualquer!!!...) e…abrigo, uma enxerga para esticar o corpo cansado das agruras do dia de trabalho, geralmente, pesado!!!...Eram outros tempos…quase, quase…de ficção!!!...Não dá para entender como há gentes…que os recordem, com saudade, com vontade de regressão!!!...

…eu, antes pelo contrário, com tremenda aversão, pelo que vi, pelo que senti, em relação aos meus amigos de pés descalços e… com fome, dos seus pais, mais que espezinhados, trabalhando de sol a sol, ganhando quase nada, o que não dava para o sustento, sequer!!!...Muitos, dos bem instalados, agora…são descendentes, directos ou quase, dessas gentes, pobres gentes que, quando faziam as suas compras em lojas, (…comércios polivalentes, vendiam de tudo, um pouco!!!...) não podiam pagar e…iam para os fiados, livro de dívidas que existiam em quantidade, nesses locais!!!...O meu pai, na altura, não foi excepção, era mais um… dos que sustentavam as misérias dos rurais!!!...Tanto que, quando se deu a volta, a evolução, (…deixa-me rir!!!...), melhor dito, a revolução, a do 25Abril74…um pouco mais tarde, na altura da reforma agrária, com a ocupação de terras, as do meu saudoso pai, uns olivais e alguma coisa mais, houve quem se lembrasse de ocupá-las, as do senhor _____________, o comerciante mas, em uníssono, logo se levantaram vozes de protesto e lembraram, por eles próprios, os trabalhadores rurais, quem…nos tempos de miséria, lhes matava a fome, com os fiados, a perder de vista, no tal livrinho que, era norma, nos tempos da lavoura, claro!!!...

…mas, voltando mais atrás, para não me perder e…continuando!!!...Vem isto a propósito dos fiados, da pobreza, da miséria, dos que apregoam e cantam loas, dos que se não enxergam, dos que se dizem urbanos, dos que comentam a retoma, como uma realidade, pequenina mas…enfim, que está aí!!!...Palavra de honra, onde chega a desfaçatez!!!...Haja decência…a nível da excelência!!!...Acabe-se de vez…com a excrescência verbal!!!...Deixemos de ser…hipócritas!!!...Encaremos a realidade das COISAS!!!...Não fantasiemos!!!...

…é que, para mal dos que se apercebem disso, dos urbanos normais, dos vulgares, dos que contactam com todas as gentes, na mercearia, no minimercado, nas grandes superfícies, o livrinho, o dos fiados…voltou a surgir, apareceu, como maldição, como ultraje, como denunciador da situação, tristemente encapotada, vigente, existente…entre muita gente, a carente!!!...Nas grandes superfícies, os carrinhos já não vão tão cheios, vão meio despejados, em número reduzido, consoante conversas, consoante observação directa de quem, lá próximo, trabalha!!!...O resto, tudo o resto, queiram ou não, sem depressão da minha parte, como realidade de quem sente…são tretas, conversas para entreter, para fazer ver, o que não é!!!...Retoma nos bancos, nas seguradoras, nos graúdos da Comunicação, deixem-me rir…eles, nunca entraram em crise, nem em depressão, jogaram à parte, simplesmente e, agora, estão a ganhar… mais do que há dois anos e piques atrás, claro!!!...

…quanto aos demagogos e aos populistas, por causa dos submarinos…eu, sou por eles, pois então!!!...A nossa guerra… é outra!!!...Submarinos para quê???...Grandes feiras, grandes negócios…o equivalente a cerca de quarenta estádios de futebol, é obra, bolas!!!...Para que irão servir???...Para vigiar as águas territoriais que, cada vez, são menos, ( …de duzentas milhas, passarão para cem!!!...) quase não dá para os ditos fazerem manobras, irem ao fundo, virem ao cimo, nos treinos, para gáudio…dos marinheiros, das bases, das chefias…evidentemente!!!...Enfim, habilidades destes artistas, arrivistas dos sete costados, deslumbrados, irresponsáveis, incompetentes…outras gentes, lá no astral, lá no alto, tal como…nos tempos da lavoura!!!...Regredimos…uns anitos bem bons!!!...Dá que pensar, não dá???...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 10:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 3 de Agosto de 2004

...enquanto houver...miseráveis!!!...




…ser-se, como se é,
dá igual, tanto faz,
é diferente, pois é,
foge-se à normalidade,
deita-se fora…a mentira,
avilta-se a hipocrisia,
grita-se, berra-se, com ira,
contra a falsidade, a ignominia!!!...

…não se aceita a falcatrua,
o amanhanço, o compadrio,
nem a minha, nem a dele, nem a tua,
a desonestidade, o arbítrio,
a falsa promessa, o engano,
a ganância…de todo o tamanho,
a imposição, sem crença,
sem dom, sem excelência!!!...

…falsos profetas, charlatães,
fazedores de cabeças, nada mais,
falam, palram…ladram, como cães,
iludem, enovelam…como os mais!!!...
Ser-se diferente, pois não,
ser igual…como os tais,
alinhar pelos que estão,
dentro ou…fora da razão,
como…iguais???...

…não está em mim,
é contra natura, é fartura,
é excesso, porque sim,
é tristeza, é amargura!!!...
Delatar, agitar as águas,
quando mortas, quando paradas,
com intenção, dentro de mim,
procedendo, como procedo…assim!!!...

…enquanto houver um miserável,
faminto, abandonado, sem sorte,
despojo, negação, abjecto, execrável,
realidade, pior do que a morte,
terei, não uma palavra, antes…montões,
arrumadas a preceito, com jeito,
invectivando, como trovões,
o incompetente, o imperfeito,
não desculpando, como isento,
eu próprio, quando… me apresento!!!...Sherpas!!!...





publicado por sherpas às 07:26
link do post | comentar | favorito
|

.Sherpas

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ... os mal amados!!!...

. ... antes que... a vida, ...

. ... são... como as cereja...

. ... inclita geração!!!...

. ... guarda-chuva... color...

. ... acrimônia!!!...

. ... pedras com... regras...

. ... cliente!!!...

. ... o cavalo do... LEONAR...

. ... memorização!!!...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.favorito

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds