Sexta-feira, 31 de Dezembro de 2004

... ele próprio... não se revê!!!...




…no telejornal da RTP, o da manhã… como sempre, na passagem de olhos sobre jornais e revistas… que os locutores fazem, destacando as notícias que mais se evidenciam, as de primeira página, as gordas… como dantes se dizia, chamou-me a atenção, num diário ou semanário económico, tanto faz, a exclamação escrita dum economista, velho conhecido, ligado ao laranjal, desde sempre!!!… Que se não revia no actual P(SD)/(PP)!!!... Não estranhei, não aprofundei, não sei… quais as razões dessa eminência parda, das finanças, claro… que o levaram a afirmar, com todas as letras, nesta altura de campanha, tais palavras!!!… São desfavoráveis ao referido partido, tão maltratado, ultimamente… por este molhinho de incompetentes, irresponsáveis, autistas profundos, adeptos da mentira, do avanço e do recuo, do resolver em cima do joelho, de rompante, com descaro, com laxismo, com incúria… tremenda injúria para o País, ao que puseram de rastos, sem cheta, simplesmente!!!...

…para mim, tal indivíduo, pelo facto de pensar, de equacionar quadros e posições, de fazer previsões… na ordem dos milhões, milhares deles, biliões, não tem a mínima importância, não deixa de ser mais um, como eu, como o Zé da esquina, como o João dos Anzóis… quiçá, culpado de muitas e tantas patranhas, enganos publicitados, até à exaustão, quando… por acaso, se revia no partido dele, o laranjal, afirmando, como afirmava, dizendo, como dizia… tal como tantos, da mesma espécie, economistas e gestores de gabarito, que a situação não estava assim tão mal, que estava a recuperar, que a retoma estava ali, ao virar da esquina, que a luzinha, a tal, a do túnel… já se via!!!... Outros tempos, tristes momentos… ao sabor da corrente, realmente!!!...

… temos sido levados por estes papalvos, políticos de pacotilha, profissionais de alforreca, de meia tigela, de pouca monta… que, encostados, bem protegidos, da mesma cor, se foram, aos poucos, alcandorando a posições de relevo, dentro do campo financeiro, tendo sido… como foram, excelências de primeira, como ministros, como caudilhozecos de treta, em tempos idos, tal como tantos!!!... Atolados, até ao pescoço, noutras atitudes, noutras andanças, sempre com maiorias… nos conduziram, como conduziram, dando origem ao que deram, fazendo e desfazendo… a seu belo prazer, reformando, como reformaram, deixando os resultados que se espelham, que se visionam, que se notam, que avultam, na presente sociedade, uma mentira… tão longe da verdade!!!...

… por não estar satisfeito, quiçá… com os desempregados, com os pobres e com os miseráveis, com as loas em barda, com os segredinhos de caca, com as negociatas aloucadas, com as imposições, aos montões, com os desequilíbrios profundos, com o descontentamento geral, com o estado calamitoso de tudo e de todos, com algumas excepções, 5% de riquinhos, mais outros tantos de desgovernantes e amigos… afirmou o que escreveram, no tal jornal de economia… que se não revia no actual P(SD)/(PP)!!!... Partindo de quem partiu… é caso para pensar!!!... É que, como ele, há muitos laranjas, que… se não revêem em tal coisa!!!... É absurda, é esquisita… é mentirosa e trapalhona!!!...

…em parte, compreendo-o, embora nunca tenha estado ligado a nenhum partido político da nossa praça… sou dos que, de entre todos, escolho o que mais me convém, o que mais nos convém, aos portugueses em geral, aos vulgares, aos que pagam sempre… tanto com este, como com aquele, os de vários quadrantes… os esmifrados à bruta ou, com luvinhas de lã, mansamente, como quem não quer a coisa!!!... Esta coisa que nos caiu em cima, vai para três anitos, sofridos, de penúria… não é partido, sequer, é PODER, e que PODER, dirão!!!... Governa de improviso, sem rumo, sem estratégia, contra tudo e contra todos… a favor deles próprios, somente!!!... Não se visualizam… improvisam!!!...

…aguardemos e verifiquemos, por nós e por eles… o que acontecerá, que Povo temos, afinal!!!... O tempo o dirá!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 08:00
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2004

...o que eu auguro... para 2 005!!!...

… o que eu auguro, num futuro que se aproxima… a passos largos, com muita rapidez, perante a insensatez dos que, porque culpados, porque incompetentes, porque irresponsáveis… não se visualizam, sequer, não serão, certamente, favas contadas… para os partidos políticos que se perspectivam como Poder, logo após as eleições, as legislativas de Fevereiro!!!... Uns, pelas asneiras cometidas, ainda há pouco, há poucochinho, com muito forrobodó, com muita jactância, extravagância bacoca e soturna, absurda… sem sentido, descurando todo um Povo, o que votaram ao abandono, tal como dantes, pavões e indiferentes, excelências de alto coturno… um dó de alma, quiçá!!!... Outros, porque… queiram, ou… não queiram, ainda estão bem presentes, nas tristes negociações do queijo limiano, ridículas, única saída… para orçamentos, dada a existência, na altura, dum revolucionário de treta, com políticas de terra queimada, quando fazia oposição, o que fugiu lá para Bruxelas, o que está bem de vida, pois… foi com essa intenção que virou costas, simplesmente!!!...

… continuo com a minha, como vulgar e anónimo escrevinhador que se debruça sobre estas coisas das políticas, sem interesse algum… como mais um, completamente liberto de amarras a partidos, livre-pensador, um sonhador!!!... Acho que seria a altura ideal para experimentar, a sério, com toda a ética e moral juntas, com carradas de dignidade, com amplas garantias e verdades absolutas, com o máximo de transparência, às claras… outra maioria absoluta, a do P.S.!!!... Está mais que provado que, só com maiorias confortáveis… se pode fazer alguma coisa, neste País, em Portugal!!!... Os socialistas nunca foram brindados com ela, seria tempo, o mais indicado!!!... Depois, bem… depois, logo se veria!!!... Penalizados e bem… os dos circos, os dos teatros, consoante auguro!!!... É justo… pelo que fizeram, pelo que não fizeram!!!...

… se, por acaso… não resultasse, a maioria socialista, seria tempo de repensarmos o sistema, de reinventarmos os políticos, de os afastar… aos imprestáveis, aos que, das políticas, fazem modo de vida, carreirismo, aos que, pelos vistos… pouco servem, se limitam a guerrear, entre si, enquanto se forram, enquanto desfrutam de amplas regalias, convencidos daquilo que não chegam a ser, sequer… homens de bem, dignos e credíveis!!!... Creio que, na nossa sociedade, ainda existem muitas pessoas de corpo inteiro, íntegras, verdadeiramente amigas da terra onde nasceram, onde vivem, imbuídos de qualidades extremas, válidas e capazes!!!... Seria tempo de… lhes darmos as rédeas do Poder, experimentarmos outros caminhos, outras soluções, em substituição dos que, por muitas tentativas falhadas… seriam postos de lado, como nos têm feito, como nos fazem!!!...

…auguro, com todas as forças do meu ser… uma maioria absoluta dum partido de centro, moderado, mais inclinado para a esquerda, claro, para se sanarem, de vez… as maleitas que se acumularam, se avolumaram, se tornaram incomportáveis, insuportáveis, nada amáveis para cerca de meio milhão de desempregados, para cerca de dois milhões de pobres e miseráveis, num País esfarrapado, desfalcado, vandalizado!!!... Basta de incompetência e irresponsabilidade, de papagaios que muito palram e… pouco ou nada fazem!!!... Afastemos essa gente… de todos, conhecida!!!... Vai sendo tempo de aprendermos com erros passados!!!... A memória… por muito que nos tentem induzir, nos tentem enganar, não é assim tão curta, como pensam!!!... Não há velhinhos, criancinhas, peixeiras e tendeiros que… vos valham!!!... A dose que nos propinaram… foi maciça, ainda por cima, com guerras impostas, com compras aloucadas, para as Forças Armadas, educação de rastos, saúde num caos, segurança social sem fundos!!!...

…já não falo dos Assessores, dos Directores, dos Presidentes, dos Gestores, dos Seguranças aos montes, das instalações de estadão, dos carrões, das reformas opíparas, das viagens de diversão, das brincadeiras desgovernadas… dos desgovernantes, pastilhando ou não, das negociatas em catadupa, dos compadrios, das corrupções, dos inquéritos esquecidos, arquivados, das imposições… em contra-ciclo, a trouxe-mouxe, num faz de conta irritante, aviltante, etc, etc, etc…. Águas passadas mas… não esquecidas, gravadas no espírito de todos e… de cada um!!!... Aberrações!!!...

…já agora, em 2 005, ano novo que se aproxima que… os nossos políticos ganhem juízo, governem efectivamente, com honestidade, tornando mais equilibrado este País, que se esqueçam egoísmos e jactâncias, que se acabe, de vez… com a corrupção, com o compadrio, com a promiscuidade, que a verdade… seja RAINHA, que se ponha de lado, a má moeda, a que apesta!!!... Bom ano novo, para todos!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 13:42
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 29 de Dezembro de 2004

...enigmático???...



…enigmático, pragmático, paradoxal…ridículo e caricato, por vezes!!!… Calimérico, pouco colérico, mediático, snob, amante do belo sexo... não é parvo, antes pelo contrário!!!... Pouco dado a trabalhos… enjeita-os, rejeita-os, ficam a meio, pelos vistos!!!... Embrulhador, trapalhão, nada competente, pouco sábio… embora já tivesse estado ligado à cultura, na altura do piano e do violino ou… vice-versa, exímio na conversa, digno homem de leis, advogado sem toga, desde sempre…ligado às más artes da política!!!... Em suma, com avanços e recuos… um combatente, um figurão, habituado ao Estadão!!!...

… desde que foi corrido, por justa causa… outra coisa não tem feito do que, perante os da mesma cor, penitenciar-se, vitimizar-se, por palavras, por encartes, por missivas… enigmáticas!!!... Pragmático, paradoxal… vai tentando passar a mensagem, como se a Nação, esta triste Pátria, tão maltratada ultimamente… o não conhecesse, de ginjeira!!!...

…afinal, quem é que é o enigmático… no escrever do dito, claro???... Afinal quem é que… deu tiros nos pés, uns atrás de outros, em quantidades incomensuráveis???... Afinal quem é que… foi trapalhão, incompetente e irresponsável, inclusive… mentiroso, no dizer do tal ministro, íntimo amigo, o que se demitiu passadas meia dúzia de horas, quiçá???... Fico confuso, com afirmações do arco-da-velha… as deste senhor Lopes, todo um artista, ridículo e caricato, com o devido respeito, é evidente!!!...

…figura ou… figurão???...

… está-lhe custando a situação, compreendo!!!... No lugar dele… também daria tiros para todos os lados, em todas as direcções???... Penso que não!!!... Aceitava… deixaria de me sentir o que não era, um combatente, calçaria as pantufas ou… ia para outra, que não esta!!!...

…figura ou… figurão???... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

...as coisas... estão, neste pé!!!...




… País de brincar, província espanhola, desgovernação incompetente, irresponsável, talvez… um faz de conta continuado, desleixo, incúria, laxismo, tudo é possível, admissível… de pensar, no contexto actual, em tempos de tragédia, acontecimento internacional, ferida grave, horrenda, marcante… reconhecimento total que… somos nada, insignificantes, perante factos como este, além do que somos, mal governados, desamparados!!!...

… em circunstâncias semelhantes, não sei como procederia, sendo o que não sou, o que não pretendo ser e… criticar, é fácil!!!... Mas, queira ou não… perante o que vejo, o que leio, o que oiço, sou levado a escrevinhar… o que me vai na alma, entristecido, pela pequenez, pela tacanhez, pela indiferença, pelo desperdício, pelo desenrascanço… das nossas gentes, as eleitas, as sucessoras, as que se queixam dos tabefes, das facadas, das ambulâncias, sei lá que mais!!!...

…na Tailândia, a embaixada… não funcionou, o responsável da dita, pelo que ouvi… estava em Portugal, é natural… a passar o Natal com a família!!!... Em resposta aos telefonemas, muitos e vários, aflitos, contristados, desgraçados, porque… abandonados, porque vítimas do horror, um pavor, uma simples gravação que apontava um outro número, sem resposta, sem solução… uma baralhação!!!... Números de envolvidos, ainda hoje, passados que são… meia dúzia de dias, há alguns feridos, alguns mortos e… muitos, incontactáveis!!!... Certamente que… não foram para o local da tragédia, à boleia, utilizaram agências de viagem, certamente, usaram o passaporte!!!... Que desnorte!!!... Que insegurança… a de qualquer, quando no estrangeiro, sendo português, natural de… um País de brincar, que leva estas coisas… com pouca seriedade, longe da verdade!!!...

…as ONG, como sempre… activas e práticas, prontas a socorrer, com presteza, com ligeireza, sem olhar para trás!!!... O meu reconhecimento… o meu profundo respeito!!!... Entretanto, por cá… gastaram-se uns biliões, em armamentos, em corvetas, em helicópteros, em aviões… em submarinos, inclusive, um despesão, uma dívida que se vai arrastar por uns anitos largos, uma talhada bem grande, a longo prazo… nos bolsos de cada um de nós, com negociatas mil, com loucuras tremendas!!!... Somos o que somos, pequenos e… pobres, muito pobres, por sinal!!!... São dois milhões deles, com mais quinhentos mil de desempregados, com vencimentos irrisórios, exceptuando as iluminadas, as excelências, as eleitas… com os amigos respectivos e… uma percentagem mínima de ricos… muito longe destas pequenas coisas, minudências, as pessoas vulgares, as esquecidas, as desprotegidas, tanto aqui, como lá… em qualquer canto do Mundo, quiçá!!!...

…e, como pequenos e desvalidos, sem cheta… porque a referida foi gasta em disparates, em dislates, em loucuras… como abandonados, ou quase, tal como fomos, penso… à boleia, de lá, viremos na mesma, nos aviões espanhóis, à boleia também!!!... Que País… este, o que se contradiz ou, simples província espanhola???... Ao que chegámos, Deus meu!!!... Não são só certos políticos que levam tabefes, facadas que andam aos trancos e barrancos… em ambulâncias e quejandas… os portugueses, também, os vulgares, os que ainda têm tempo, férias e algum ($) para se deslocarem, à aventura… tremenda loucura, por esse Mundo fora, desprotegidos, ao abandono, à boleia… numa de desenrascanço, como é habitual!!!... Assim é Portugal… tal e qual!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 09:21
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Dezembro de 2004

... a campanha... está aí!!!...


… estão a chegar… os combates???...

…está aí, ao virar da esquina, já esta semana…com toda a sanha, a dita, a chamada campanha, pois então!!!... Eleições à vista, ganâncias em perspectiva, exacerbâncias e autismos… em abundância!!!... Tempo de promessas, de logros e mentiras, fartura delas… de enganos!!!... Vão dizer tudo, prometer o que não dão, enganar… até fartar, convencer os papalvos!!!... Os tansos e os mansos, mais uma vez… vão cair no bote, vão acreditar, vão votar no que melhor mentir… um sentir, espécie de lotaria, espécie de aposta!!!... Há trinta e poucos anos que… nos levam à certa, com a conversa!!!... No concreto, evoluímos, dizem e apregoam, já esquecidos da carrada de asneiras que cometeram… os políticos, os das carreiras, das mordomias, das suas mais valias, em proveito próprio, um opróbrio!!!...

…enfim, é a democracia, funciona desta maneira… quer se queira, ou… não queira!!!... De todos os tipos de governação, ainda assim, é a melhor, a que dá a voz ao Povo… através das eleições, livres e conscientes, as de todas as gentes, desde que recenseadas, claro está!!!... Admito, aceito, participo… seria bom que todos, sem excepção… participassem também!!!... Seria sinal de maturidade democrática, seria sinal que tentaríamos ter aquilo com que sonhámos, uma sociedade mais equilibrada, mais sensata, mais transparente, mais justa!!!...

… no meio de tudo isto só há um senão… e como não, sempre os mesmos culpados, os que, de desacreditados, tentam emendar a mão!!!... É evidente, os políticos, todos eles, sem excepção… andam pelas horas da amargura, tiraram a máscara, mostraram o que não valem, o que não fazem, o que querem, o que não dão!!!... Quedam-se por promessas… que não cumprem, que rodeiam, que falseiam, que mistificam, pelo palavreado, mais que muito, numa de aldrabice continuada, insensata!!!... Nunca pensei que chegássemos a este ponto, ao da travessura, ao da esperteza saloia, ao da hipocrisia tamanha, ao faz de conta que sim e… depois, todo o contrário, por sistema, como estratagema!!!...

…quando, em plena campanha… os vejo, por praças, por avenidas, por feiras e por mercados, com sorrisos abertos, prometedores, confiantes, honestos, sinceros… beijando criancinhas e peixeiras, abraçando velhinhos e matronas, entusiasmando os menos crédulos, os mais jovens, adultos já formados, desconfiados, vociferando… em discursos preparados ou, de improviso, todos os males dos opositores, todas as qualidades e maravilhas deles próprios… quedo mais que pasmado, aparvalhado, muito mais quando… ainda agora, há poucochinho, por incompetência e irresponsabilidade, alguns dos que persistem, insistem… os que, foram despedidos, por justa causa!!!... Não coloco nos píncaros, nem rosas, nem laranjas… para mim, dá igual, tanto faz, é o que temos, em alternativa… são os únicos que, com plataforma, ou com fronteiras novas, nos aguardam nas urnas, serão a escolha, a última solução!!!... Está em nós… nas nossas mãos!!!...

…não nos podemos esquecer… dos partidos pequenos, emergentes, outras gentes!!!... Alguns, bem conhecidos… rejeitados, outros, prometedores (???...), opções, quiçá!!!... E, pelo meio de tudo isto, os milhares, os milhões… os que decidem, os das indecisões, os que, sem partido algum… inclinam para um, inclinam para outro, consoante o que pretendem, o que auguram… os que, ainda, acalentam esperanças, querem crer, mais uma vez!!!...

…duma coisa podem estar certos, (…os políticos… é evidente!!!...) duma coisa podem estar seguros… esta população, a portuguesa, à medida que o tempo passa, à medida que as trapalhadas se acumulam… vai ficando farta, vai ficando cheia, já não se condói, já se não vai… em futebóis!!!... Se, por acaso… nos cair mais do mesmo, por mim falo, não gostaria, nem um bocadinho, de me encontrar na pele dos eleitos!!!... As esperanças são muitas, não nos defraudem, mais uma vez, não nos enganem, não prometam o que não podem dar, não se limitem a apregoar que são bons, que são melhores que os outros… os contrários!!!... Que valem muito e, os ditos, nada, conversa fiada!!!... Os feitos, de um de outro bando, os de maior expressão, dos rosas e dos laranjas… estão à vista, estão presentes, bem frescos, por sinal!!!...

…não nos tomem por parvos… sejam decentes, digam-nos coisas válidas, concretas, deixem-se de fantasias, de magias!!!... Todos sabemos que tudo anda mal, que está bem pior do que no passado, com tendência para agravar!!!... Quais as soluções… a curto prazo, pois então???... Damo-vos os votos, oferecemo-vos o Poleiro, pois que… como recompensa, nos seja dada uma vida decente, se resolvam os graves problemas que nos afectam… a todos!!!... Não se deslumbrem, não se iludam… pode-vos sair o tiro, pela culatra!!!... Que a campanha seja elevada, sem mentiras nem patranhas, sem enganos nem promessas de treta… como deve!!!... Boa sorte… aos contendores, sem demagogias, nem populismos!!!... Deixem essas atitudes… para o Berlusconi, lá pela Itália, simplesmente!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 16:07
link do post | comentar | favorito
|

...choro... os mortos!!!...




…choro os mortos, os desaparecidos,
invoco os Deuses, com ânsia, desespero,
nuns míseros dias, tão sofridos,
catástrofe, por inteiro,
miséria espargida, no Paraíso,
corpos sem vida, espalhados,
lares destruídos, final… juízo (???...),
pagar pelo pecados,
os mais pobres, os escorraçados (???...),
está tudo ao contrário,
neste mundo, neste berçário,
para uns, terrível adversário,
para outros… doce remanso,
vida boa… grande descanso!!!...

…não entendo, não consigo,
tudo virado do avesso,
Natureza, morte, perigo,
Mundo esquisito, travesso,
cruel… muito perigoso,
no lugar mais formoso,
no Paraíso terrenal,
quanta destruição, quanto mal!!!...

… sem prévio aviso,
num instante, num momento,
foi-se a vida, o Paraíso,
quadro infernal… grande tormento,
imagens terríficas,
horrores, sem par,
naqueles pedaços, terras idílicas,
no areal, ao longo do mar!!!...

… será castigo, será aviso???...
será natural, tanto mal???...
Mundo cruel, gentes sem mente,
Vítimas sem conto, de espantar,
Castigo natural… pobre demente,
em guerras metido, com bombas,
rebentamentos… armamentos,
dono de tudo, calado e mudo,
indiferente,
superior… muito menor,
não é rei, não é senhor,
dono da guerra… destruidor,
insignificante, poluidor,
avassalador,
com sanha, com manha,
vazio,
estamos… por um fio,
tanto ali, como aqui,
no Paraíso,
em qualquer canto,
desencanto…
choro, raiva… pranto!!!...

…natural???... Causa posterior,
com tanta morte…
tanta dor!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:47
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 26 de Dezembro de 2004

...mesmo com... catástrofes naturais!!!...

… o tempo da caridadezinha… já passou!!!...

… a noite da consoada, na rua das cidades, das vilas…dos povoados, em geral, caracteriza-se pelo sossego, pela acalmia, pelo recolhimento, não se costuma ver quase ninguém!!!... Vezes por outras, um que outro retardatário, mais atrasado, com embrulhos, sacos e saquetas de plástico, nas mãos que, conflui, se direcciona para uma casa de habitação… onde se houve gente, rumores, um som, uma gargalhada, um cantar!!!... Todas as famílias comungam, em uníssono, em paz, em alegria… essa magia, esse bem-estar, tão próprio, tão íntimo, tão aconchegante!!!... A noite vai-se estendendo, vai-se alargando e, a dado momento… começam a sair vultos, uns mais abrigados que outros, por volta da meia-noite… que se encaminham para o largo da igreja!!!... É a missa do galo que… está quase a começar!!!... Curioso que, nessa missa se encontram… já em criança via, pessoas que não são tão praticantes como isso!!!... Pela época, pelo espírito… abrem uma excepção, mostram o que são!!!...

…no regresso…é a ufa ufa, o desembrulhar das prendas, os beijos, os abraços, os agradecimentos, uma confusão plena de emoção!!!... Depois… bem, depois, o terminar do dia, o regresso aos lares, o recolher ao leito, já tarde!!!... Mais um Natal se passou!!!... Para o ano… que seja melhor, todos esperam!!!...

…e, a magia… por uns tempos, alarga-se, permanece, nas mentes e nos espíritos, bem marcada, bem vincada!!!...

…pena que, com o passar dos dias, com o regresso à labuta pela sobrevivência, a de sempre, se vá desvanecendo toda essa plêiade de sentimentos, arrecademos bem fundo… todos os carinhos, os amores, o que sentimos pelos outros, família e toda a gente, por nós próprios, pelos que sofrem… o que mostrámos, por uns momentos, neste período, o do Natal!!!... Foi uma espécie de trégua… afinal!!!... Claro, por uma questão de hábitos adquiridos, para não se perder o jeito, simplesmente… um pouco por todo o lado, mesmo nesta altura… a do Natal, sempre se foram matando uma série de seres humanos, por estas, por aquelas razões!!!... Está em nós… temos de o admitir!!!... Somos o que somos… temos o que merecemos!!!... Claro que… a própria natureza não se condói, não respeita, sequer… o Natal, conforme nos apercebemos, consoante choramos… os milhares de mortos, pelo terramoto, o maremoto!!!... Quão pequenos, insignificantes… somos, pouco ou nada valemos!!!... Tenho pena!!!...

…voltaremos ao mesmo, com maior intensidade… ainda, como brutas feras, como irracionais, com conflitos, com guerras, com ódios, com raivas, com mentiras e hipocrisias, com tantas baixarias… ainda mais, quando está em jogo um objectivo, a meta final, o Poder que todos almejam, embora muitos não mereçam, pela incompetência e irresponsabilidade mostrada, tanto agora… como dantes!!!... Os tansos, os mansos… os que são chamados, os que têm esse direito, esse dever, espero que o cumpram, como deve, certeiramente, escolhendo o melhor porque… bem vistas as coisa, vai sendo tempo, merecem!!!... Seria a melhor prenda… já depois de passado o Natal, para eles, para todos, deixariam de ser tolos!!!...

…e, lembrem-se… Natal é todos os dias!!!... Nunca é tarde para tentarmos ser melhores, para nos aperfeiçoarmos, um pouco… mesmo com catástrofes naturais, com conflitos, com guerras, com mortes, mais que muitas!!!... Abraços do Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 16:36
link do post | comentar | favorito
|

...dos fracos, fortes... é que não!!!...

Santana: «Portugal sempre soube fazer das fraquezas forças»
A crise política marcou presença na mensagem de Natal do primeiro-ministro, Santana Lopes, emitida neste sábado à noite na RTP1. Um sinal de esperança para o País e alguma mágoa sobre o que sucedeu ao seu governo foram outros dos pontos em destaque no discurso.

As palavras foram de um modo geral de esperança e de recuperação do espírito natalício, com realce para alguns destinatários específicos, como os doentes, presos e pessoas que trabalham neste feriado.
Mas não deixaram de conter um teor político. Santana Lopes comentou o sentimento geral de crise que se vive no País, considerando que muitos portugueses se sentem preocupados, mas pediu aos cidadãos «esperança reforçada».
Traçou nesse sentido uma analogia com a função de primeiro-ministro: uma prova de tolerância, resistência e de entrega ao trabalho.
Não deixou, no entanto, de transparecer alguma mágoa pelos recentes acontecimentos políticos que abalaram o País.
«O Natal deve ser sobretudo um tempo em que nos viramos para dentro de nós e para os que porventura pior nos tenham feito», referiu.
«Não é fácil perdoar, não é fácil compreender quem tem atitudes que não tomaríamos. Mas o Natal é isso mesmo. Que a política seja mais bonita e que o futuro seja melhor para todos nós», sublinhou.
Apesar das dificuldades que Portugal atravessa, Santana deixou ainda a mensagem de esperança de que confia que os portugueses vão conseguir inverter o rumo dos acontecimentos: «Portugal sempre soube fazer das fraquezas forças», disse.

…diáriodigital!!!...

…dos fracos… fortes, é que não!!!... Tanta mágoa… como se não tivesse nada que ver, com os factos!!!... Quem fez a política feia… quem foi???... Dá que pensar… não dá???... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 11:45
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Dezembro de 2004

...sobre lixos e... outras coisas mais!!!...




Experiência de co-incineração aprovada

Governo autoriza queima de resíduos na cimenteira da Secil em Outão/Arrábida




O Ministério do Ambiente autorizou a cimenteira da SECIL/Outão (Setúbal) a co-incinerar em segredo resíduos poluentes não perigosos, como pneus e farinhas animais, noticiou hoje o semanário Expresso. De acordo com a notícia, a decisão que permitiu à Secil avançar com uma experiência de co-inceneração foi tomada em segredo pelo Instituto dos Resíduos, com a aprovação de outros organismos tutelados pelo Governo.

SIC



A Secil pretende queimar 200 mil toneladas de resíduos industriais banais na sua cimenteira no Outão. Entre esses resíduos estão farinhas da BSE e pneus de grande dimensão, que não são reciclados.

O Governo PSD/CDS-PP sempre se manifestou contra o método de co-incineração para tratamento de resíduos. O ministro do Ambiente, Luís Nobre Guedes, citado pelo Expresso, afirmou não existir qualquer recuo por parte do Governo nesta matéria, afirmando haver uma "divergência insanável com as soluções do PS".

"Este Governo é contra a co-incineração de resíduos industriais perigosos e é contra a incineração de resíduos sólidos urbanos", adiantou o ministro da tutela.

A cimenteira pediu autorização ao Instituto de Resíduos que deu luz verde aos testes, após autorização de outras entidades, nomeadamente da Direcção-Geral de Saúde. O processo foi feito com segredo mas o Expresso teve acesso aos documentos que o comprovam.

O processo está a ser seguido de perto pela comissão de acompanhamento da Secil que inclui representantes do poder local, de associações de defesa do ambiente, do Hospital do Outão e do Politécnico de Setúbal.

A comissão ainda não se pronunciou mas, segundo Francisco Ferreira da Quercus, o processo está a ser transparente. A Quercus considera, no entanto, que só devem ser co-incinerados resíduos industriais banais que não tenham outra solução ambientalmente mais adequada.

Os testes deverão arrancar em Fevereiro ou Março de 2005. Trata-se de utilizar como combustível resíduos não perigosos que vão substituir o carvão ou o coque de petróleo.


…SICOnline!!!...

…nós queimamos, coisas banais…não somos como os outros, somos mais!!!... Conversa fiada… de treta!!!... Ao que chegámos com… os secretismos, nisto e em outras coisa mais!!!... Resultado do inquérito no Ministério da Educação, sobre a barracada da colocação dos professores, em confusão, com manifestações díspares, em confronto, uns com os outros!!!... Não se entendem!!!... Seria público… o resultado, segundo alguns… confidencial, sigiloso, segundo outros!!!... Não dá para entender!!!... Uns figurões… sem rumo certo, com disparates e confusões, aos montões!!!...

…e entre incubadoras, facadas e ambulâncias, cá vamos… berlusconizados q.b., ao sabor do caricato do ridículo, como se nada!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 13:22
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2004

...figura ou... figurão???...





… há gentes destas, tanto aqui, como em qualquer parte do Mundo!!!... Basta estar atentos, basta olhar, com olhos de ver!!!... Serão figuras ou… figurões???...

…um…entre tantos, simplesmente!!!...

…retumbante, altissonante, inacreditável… de pasmar, ei-lo, a tempo inteiro, com cara de safado, mirabolante, extravagante no pensar, rato e perverso, nada de fiar, hipócrita a valer, praticante duma religião, a das confissões, favorável à vida, à que se inicia… tremenda contradição, quando… adepto das armas, das guerras, amigo das brutas feras, dos massacres, das mortandades, das calúnias, das injúrias, dos conflitos em geral, dá igual, vestido como um snob, um gentleman, com fatos de bom corte, tal e qual, adepto dos dinheiros, dos milhões, muitos… aos montões, com um sentido patriótico muito dele, inédito, lembrando os figurões do passado, partilhando a ideia de que… quem manda, manda bem e, todos os outros, nada mais têm… que obedecer, com disciplina, com rigor, com fervor!!!... É um retrato complicado para quem… se denomina, como ele se crê, como ele se vê, um DEMOCRATA!!!...

…em que democracia se poderá encontrar um espécime destes???... Nalguma República das bananas, figura retirada de alguma ficção… inexistente na Europa, nesta que, embora não pareça, também é nossa!!!... Fora da realidade, absurdo, confusão do que é e…do que não é, simplesmente!!!...

…enfim, de sorriso matreiro, olhar aguçado, vivo, acutilante… como quem espreita a presa, pronto a atacar, jogando à defesa… não é de fiar!!!... Calculista, materialista de primeira… quanto a religião, é outra coisa, uma extravagância, organização, comunhão de interesses, pois então porque, nestas coisas, nada melhor do que estar a bem com Deus e… com o Diabo, claro!!!... Religiões!!!... Quantas não apregoam bondades, não derramam lágrimas de crocodilo, não se persignam, quando rezam, quando confessam, quando mostram… um parece bem, nada mais, assentes em muitos e muitos capitais???... Pertence ao grupo, ao clã dos poderosos, sem vergonha… com o devido respeito, cada um, como cada qual, não leve a mal!!!... É excelência, pura excrescência, redundância… baseada na ganância, é evidente!!!...

… de nariz adunco, protuberante, exagerado… lembrando, quiçá, ascendência judaica, pelos dinheiros, pela cupidez… pelo gozo que mostra, quando se rebola no Poder, saltitante, inchado que nem pavão… uma contradição com o credo que professa!!!... Faz lembrar ave de rapina, falcão, dos pequeninos… uma simples amostra, de acordo com o tipo de País em que vivemos, somos… pequenos, minudências, quanto a ele… com complexos de superioridade, ficou-lhe o jeito, o hábito, pelas colónias, as do passado, imperialistas de meia tigela, lá pelas Africas, pela Ásia, pela Oceânia, pelas Américas, tempos de monarcas, de ditadores, de Estado Novo… o saudoso, o mais que ditoso, o da lavoura, o do cá vamos… cantando e rindo!!!...

…parece mentira mas, vezes por outras… surgem-nos pela frente, elementos destes!!!... Tantos que, por mais que tente… não consigo dilui-los do meu pensamento, como assombrações, pesadelos, lucubrações provocatórias de tais visões, aventesmas diáfanas, maléficas, ruins prenúncios de calamidades futuras… as que se avizinham, para nosso mal!!!...

…retumbante, altissonante, inacreditável… ei-lo, a tempo inteiro, com sorriso sacana, cara de safado, olhinhos de rato, nariz adunco, matreiro, amante da boa vida, do dinheiro… um gentleman, quanto ao vestir, somente!!!... No pensamento, no proceder… não é de fiar!!!...

…qualquer semelhança, com quer que seja… é pura coincidência!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 14:22
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2004

...vai sendo tempo de...




…vai sendo tempo de… construirmos um castelo, ou um palácio encantado, aqui no nosso cantinho, no nosso País, carregadinho de fadas boas, de cavaleiros andantes, de heróis… mais que muitos, sérios e dignos, honrados e credíveis, amigos de todos os velhinhos, de todas as criancinhas, dos desvalidos… de todos eles, com magia, ou não!!!...

…vai sendo tempo de enterrarmos o passado, de colocarmos de lado, de afastar… para bem longe, os fantasmas, os bruxos e as bruxas, os malvados, os pontos negros e carregados, destas estórias… as de tristes memórias!!!...

… vai sendo tempo de… começarmos a sorrir, de acreditarmos… no porvir!!!...

…não, pelo Natal… uma época que, de tão abastardada… se tornou, como outra qualquer, uma hipocrisia, fantasia de momento, com muitas luzes, com coisinhas bonitas, para os que têm, para todos, por meia dúzia de dias… afinal!!!...

…que o Natal, não seja conto!!!... Que o Natal… se prolongue!!!... Que se instale… que perdure!!!...

…está nas nossas mãos… outra vez!!!... Não nos deixemos arrastar… por palavreados de treta, por intenções, a longo prazo, por projectos… inexistentes, causadores do desemprego, do apego ao tacho e à mordomia!!!... É tempo de rejeitarmos o incompetente, o irresponsável!!!...

… o País não é um conto… não é uma vigarice pegada, continuada!!!... É uma realidade… muito triste, por sinal!!!...

… que o conto venha, para ficar… com castelos e palácios encantados, de norte a sul, de este a oeste, por todo o lado!!!... Vamos tentar ser… equilibrados, honestos e dignos, transparentes… outras gentes!!!...

…que o conto… se torne realidade!!!... Felizes… para sempre!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 21:30
link do post | comentar | favorito
|

...resposta a... uma confrade!!!...



… não pretendo irritar ninguém, cara confrade, nestas coisas dos Fóruns… com as minhas escrevinhadelas, sendo ou não, intelectual bacoco, como me intitulou, pesporrentemente, quando me veio colocar na testa, ideologias que… não professo!!!… Gosto de verter no papel, neste caso, no P.C. a minha revolta contra os causadores da tremenda calamidade em que nos encontramos, actualmente, bem pior… com o passar do tempo!!!...

… sou, como sempre afirmei… um espírito independente, mais inclinado para a esquerda, sem vinculação alguma, nem a bloco, nem a rosa, nem a laranja, nem a foices e martelos… muito menos com coroa na cabeça ou nessa amostra de partido, continuidade da extrema-direita, na essência!!!... Espero que, com estas palavras… fique tudo bem claro!!!...

… culpo, (…tal como eu, quase todos… a população portuguesa, em geral )… todos os que passaram pela governação, rosas e laranjas, mais aqueles que permaneceram no Poleiro, tempos intermináveis… carregados de incompetências e jactâncias, como estas amostras, as que se intitulam de reformistas e fizeram o que fizeram, com espectáculos demagógicos e populistas, com Durão, o que fugiu, mais ainda… com o Santana e companheiro, o das guerras, como se viu, como se vê, a cada passo… ainda ontem, um descalabro!!!...

… quanto ao Guterres, garanto… também não gostei, especialmente quando o Durão praticava oposição de… terra queimada, a mais baixa que vi, na minha vida!!!... Sou utópico no pensar, nas esperanças que acalento, no porvir que ambiciono!!!... Sei bem que, por vezes… me excedo, sem intenção de magoar, não fervo… escrevo, simplesmente!!!...

…como calejado por toda uma vida que vem desde a ditadura… vejo as coisas sem clubite alguma, com vontade de ver o meu País, sem corruptos, compadrios, promiscuidades, mais equilibrado, sem pobres e miseráveis, sem desempregados!!!... Entre o P(SD)/PP(D) e o PS… as alternativas que temos, com uns pontinhos insignificantes pelo meio, com os defeitos enormes que possuem, com culpas graves no cartório, as do passado… pode crer que, quanto a mim, ainda assim, prefiro o PS, com o Sócrates porque, bem vistas as coisas… nunca tiveram essa oportunidade, a de governar, em maioria!!!...

…se, mais tarde, cometerem erros grosseiros, como estes que se apearam… têm em mim, uma voz discordante, acusatória, independente!!!... Sou assim!!!... Ah!!!... É verdade!!!... A direita, extrema… segundo penso, pelo simples facto de ir a votos, não deixa de ser o que é, na essência!!!... A democracia sente-se, quando se vive!!!... Só vão a jogo, a eleições porque, no contexto actual, como Europeus… queiram ou não, têm de engolir!!!... São forçados a isso!!!... Caso contrário… não existiam!!!... Já agora, não se aborreça, não vale a pena!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:29
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Dezembro de 2004

...um conto... de Natal!!!...




…contos de… Natal???... Porque não!!!... Está na época, está na moda… fica bem!!!... Não há jornal, não há rádio… nem televisão que, não os publique, os edite!!!... Os contos sempre fizeram sonhar, miúdos e graúdos, sempre deram alguma ilusão, um sentir bem, tremenda satisfação!!!... Vai daí… entraram na berra, chegaram, a outras esferas, às mais elevadas… às do mundo das letras e das artes!!!... Não há elemento escrevinhador que se preze… neste nosso Portugal, e não só, por toda a parte que… levado pela emoção, pelo lado bom, se não ponha a inventar uma situação, um conto… com bruxas, com fadas, com demónios, com coitadinhos, situações complicadas e complexas, de arrebatar, de fazer chorar, desde o meio, quase… até ao fim, onde, por artes mágicas, por boas vontades, se consegue, afinal, naquele reino, naquele vale, naquela aldeiazinha, naquela cidade empedernida e dura, naquele tempo, noutra era, num Mundo muito diferente, longínquo… fazer justiça, acabar com o mal, levar a verdade de vencida, compensar os pobres coitados, terminar a estória com sorrisos e promessas… para sempre, felizes e contentes!!!...

…recordo, com saudade… os contos que ouvi, em criança, que me preencheram os sonhos, que me deram alento, que me ajudaram na formação pessoal, que me prenharam a imaginação, que me dotaram de aversão tamanha aos bruxos e às bruxas, aos demónios, aos malvados, aos prepotentes e calculistas, tal como… ao invés, embora… com uma quantidade razoável de anitos em cima, continue a acreditar na vitória do bem, contra o mal, em utopias, em fantasias, em fadas boas, em cavaleiros andantes, em heróis… no bom da vida, inocentemente, tal como dantes!!!...

…claro que não vou falar de cavalos azuis, de elefantes com asas… nas orelhas, voadores, de magias, de feiticeiros, de encantamentos em castelos, em palácios, de duendes, de gnomos… de zombies, criaturas medonhas, inverosímeis, inexistentes, para assustar, para espantar, para encantar, causar sonhos doces e bons, pesadelos de aterrorizar!!!... Claro que não!!!... Antes, pelo contrário, um conto normal, vulgar, de gentes como nós, sem mais, sem menos… com complicações, com vidas correntes, com sentimentos, com sofrimentos, com alegrias, com tristezas!!!...

… levado pela época, como mais um… coração de manteiga, não resisto, claro… tento acompanhar a leva, a marcha, tenho de a contar… uma estória, um conto, como outro qualquer, com malvados, com vítimas, com boa gente… com recompensa e castigo finais, respectivamente, é evidente!!!... Todos começam da mesma maneira:

- Era uma vez… numa terra pequenina, com poucas casas, com pouca gente… junto a um rio, formoso e belo, de águas mansas, quase paradas, languidamente esparsas, com barquinhos de vários tamanhos e feitios, uns que subiam, outros que desciam, coloridos, repletos de gentes, contentes, alegres, divertidas, fazendo adeus, quando passavam, para as populações das margens, dessa terrinha e doutras, parecidas… uma menina, pequenina que, tal como outros e outras, da mesma idade, por ali brincavam, regalavam suas vistas, agitavam suas mãos, correspondendo aos cumprimentos, pulando, saltitando, de satisfeitos!!!... Plena emoção… enorme contentamento!!!... O dia ia passando e… a criancinha, rodeada por altos montes, escarpados, verdejantes, tanto dum lado, como do outro… do dito rio, continuava brincando com os companheiros e amigos, fazendo adeus para os barcos que passavam, saltitando!!!...

… a referida, vivia com o pai e com a mãe… operários numa fábrica de calçado, afastada daquele sítio a quem, só via, logo pela madrugada e, no final do dia… quando a levavam, ainda adormecida, ao colo, para casa da avó, à beirinha daquele rio, encantado, maravilhoso, moldura enorme, pintura de sonho, enquadrado por aqueles montes com… degraus de gigantes, carregados de verdes, por vezes… mais escurecidos, acastanhados, consoante a altura do ano!!!... Já tinha reparado nisso, embora pequena, com pouco entendimento!!!... Ainda não andava à escola e… a sua mestra, senhora de idade avançada, mãe da sua mãe, era compreensiva, adorava a sua pequenina, fazia-lhe todas as vontades, enchia-a de mimos e carinhos!!!... Vivia feliz… ainda mais, com os companheiros de brincadeira, com o rio, com os barcos… que subiam ou desciam, aquele rio deslumbrante, com os saltitos que dava… enquanto gritava, fazia adeus àquelas pessoas, contentes e satisfeitas que… quando passavam, as saudavam!!!... No final da jornada, cansada, meio a dormir, meio acordada, ao colo… lá ia ela, de novo, de volta a casa dos pais, quando estes regressavam, cansados da tarefa, do trabalho que faziam, na tal fábrica de calçado, mais para o interior, mais afastada daquela maravilha, daquele espelho alongado e serpenteante, doirado… quando o sol lhe batia, mais acinzentado, quando chovia!!!...

…rendida, morta de cansaço, dormia… quando chegada ao lar!!!... No dia seguinte, como rotina… doce e bela, sem agitação alguma, sem intromissão, a estória… repetia-se, inalterada, dia após dia!!!... Vivia feliz e… contente, como gente pequena, merecedora!!!... Um encanto, uma maravilha!!!...

…houve um dia que, ficou pensativa, cabisbaixa, contristada mas, pelo sim, pelo não… não disse nada!!!... Foi estranho… foi diferente!!!... Os pais acordaram mais tarde, mal dispostos, deixaram-na deitada… falavam em surdina, um com o outro, sentados, de pé, saindo e entrando de casa, estavam diferentes!!!... Pareciam outros!!!... Ela, na sua santa inocência, quieta, no aconchego da cama… encolhida, pensava e tornava a pensar e, por mais que puxasse pela cabeça… não encontrava resposta às muitas perguntas que se fazia, a ela própria!!!... Porque razão, naquele dia… não ia, como sempre, para casa da avó, meio a dormir, meio acordada???... Porque razão não ia brincar com os seus amigos, os de todos os dias???... Porque razão não ia fazer adeus aos barcos que passavam???... Porque razão não ia para junto daquele amigo doirado e serpenteante, junto do qual brincava… o rio???... Porque razão não se ia deslumbrar com aqueles cabeços enormes, verdes e viçosos, degraus enormes de gigantes???... Porque razão os pais falavam, como falavam, estavam em casa, entravam e saíam… com ar de aborrecidos, quase zangados???...

…os dias foram passando e… aos poucos, foi-se apercebendo do que tinha acontecido!!!... A fábrica onde os pais trabalhavam, desde sempre… tinha falido, segundo tinha ouvido, pouco sabendo o que eles queriam dizer com isso, com o falido!!!... Certo, certinho… é que a sua vida, deu uma reviravolta grande!!!... Que saudades tinha das brincadeiras, das idas e das vindas, ainda, ou já… dormida, da casa da sua avó, do rio, das brincadeiras, dos adeus, dos companheiros, da alegria dos pais, agora… tristonhos, preocupados, em casa ou… entrando e saindo, por vezes, mal dispostos!!!... Quando pedia alguma coisa, tal como fazia antigamente… normalmente, ouvia um não rotundo e seco, dado pelo pai, dado pela mãe!!!... Estranhava mas… aceitava, como boa filha que era, pequena ainda!!!...

…o tempo foi passando e, lá em casa… foi reparando que, iam faltando coisas a que estava habituada, tanto em casa dela, aos fins-de-semana, como em casa da avó!!!... Que saudade tinha da avó, do rio, dos barcos, do adeus daquelas pessoas que passavam, quando subiam quando desciam, dentro dos barquinhos coloridos, contentes e satisfeitos… dos montes verdinhos e altos, dos amigos de brincadeiras!!!... Os pais tornaram-se mais irritadiços, pouco falavam, em casa ou… saindo e entrando, constantemente!!!... Tão diferentes que eles estavam!!!... Não pareciam os mesmos!!!...

…houve uma altura que… de repente, se encontrou em casa da avó, outra vez!!!... Segundo ouviu os pais, era para ficar uma temporada mais alargada!!!... Continuou vendo, enquanto brincava, junto ao rio… os barcos coloridos, quando passavam carregados de gentes que faziam adeus!!!... Ela olhava mas… já não correspondia!!!... Começou a andar preocupada!!!... Já não via os pais… há muito tempo e, a sua permanência em casa da avó, tornou-se efectiva, permanente!!!... Foi crescendo…foi pensando e… não encontrava resposta para aquela situação!!!... Entristecia… a olhos vistos!!!... A sua avó, a dos mimos, a dos carinhos… também preocupada, pouco falava!!!... Ela sentia-se triste!!!... Não sabia bem… porquê???... Vezes por outras… a avó, recebia umas cartas e, pelo rosto… perpassavam-lhe assomos de preocupação, de aflição!!!... Já a tinha encontrado, sentada a um canto, chorando… baixinho!!!... Quando a via aproximar-se, disfarçava… como se nada!!!...

… a vida da menina modificou-se, ensombrou-se!!!... Começou a surgir uma certa penúria, falta de coisas na casa… onde, outrora, nada ou pouco faltava, na da avó!!!... Nunca mais tinha ido para casa dos pais!!!... Tão pouco sabia… o que era feito deles!!!... Ela, sentia-se mal… brincava, pouco ou nada, com os amigos, já não achava graça nenhuma ao rio, aos campos altaneiros, os das margens carregadinhos de vinhas, de vinhedos, nem aos barcos, nem às pessoas que faziam adeus!!!... Começou a andar entristecida… também!!!...

…foi uma época muito difícil para todos, foi crescendo, foi endurecendo, foi achando pouca graça a coisas que… há uns tempos atrás, tanto a satisfaziam!!!... A avó, com os desgostos… foi envelhecendo, mais e mais!!!... Cartas que se enviavam, cartas que se recebiam… uma fartura de tristezas!!!... Até que…um dia, estando ela pertinho de casa da sua avó, a ouviu dar um grito, um Graças a Deus, um riso… plena satisfação!!!... Um chamamento, uma corridinha, uns braços sôfregos e fortes que a abraçaram, muitos beijos, uma imensidão deles… juntos, com lágrimas de emoção, um arrebatamento, um encanto!!!... Tão bem se sentiu… meu Deus!!!...

…mais tarde… tomei conhecimento, soube o que se tinha passado… mais crescida, já não criança!!!... Soube o que era uma falência, soube o que foram as horas aflitivas dos meus pais e da minha avó, as penúrias que passaram, os sacrifícios que fizeram, a procura intensa e aflitiva, por outras terras, bem longínquas da minha, daquele rio de encantamento… em busca do que tinham perdido, de trabalho!!!... Os desencantos foram muitos, as contradições… mais que abundantes, os sacrifícios… imensos, até que… se deu o esperado, o desejado!!!...

…e, logo agora… por alturas do Natal!!!... Ela até tinha pensado pedir, ao Pai Natal, um computador mas… não se atrevia, sequer!!!... Ficou compensada com a situação dos seus pais, já com emprego, mais normalizados… como antes!!!... E, como se fosse obra de milagre… não é que, com as suas actividades, as actuais, iam morar pertinho do tal rio, uns quilómetros mais para cima, o tal das águas doiradas, quando o sol se reflectia nelas, mais acinzentadas… em dias de chuva, emparedado, em ambos os lados, por vinhas… naqueles degraus gigantes, verdes ou acastanhadas, consoante a época do ano, claro!!!... Com que emotividade, tornaria a fazer adeus… como em tempos, quando mais nova, mais criança, às pessoas sorridentes e efusivas que… sobem ou descem o rio, naqueles barcos coloridos, cumprimentando os que estão, os que vivem nas terrinhas, pequenas ou grandes… nas margens deste rio encantado, colorido… amor dos seus amores, companheiro de toda uma vida, dos seus, dela… também!!!...

…e… foram felizes, para sempre!!!...

…teria sido, será… mais um conto de Natal???... Quiçá!!!... Abraços do Sherpas!!!...



publicado por sherpas às 07:26
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 20 de Dezembro de 2004

...em gestão???... Ná!!!...




…dois meses, apenas… em gestão, pois então!!!... Que corrida, que frenesim, que loucura, que desfasamento entre os ditos, que amor-próprio tardio, logo agora… quando estão de saída, cometendo os erros de sempre, fazendo por quem não precisa, dando nas vistas, fazendo cabeças, emitindo sentenças, esquecendo os mais pobres, marcando uma simples presença, fazendo mais uma promessa, no Vale do Ave, claro… pelo desemprego, o que provocaram, dando uns tostões, espargidos pelo interior, um dó de alma, uns cêntimos… pelo ano inteiro, tentando, de qualquer maneira e feitio… encerrar dossiers importantes, os que envolvem muitos milhões, com armas, com túneis, com casas, com tudo… até com aviões!!!... Não se vislumbram, sequer!!!... Fazem-me lembrar, salvo seja e desculpem a comparação… as imagens do último filme do Titanic, quando tudo estava perdido, quando iam, aos poucos, ao fundo, sem solução, sem saída!!!...

…dignos representantes duma certa facção de irresponsáveis que, para nosso mal, teimam em coexistir com os válidos deste País… casa roubada, trancas à porta!!!... Para Inglês ver, com repentes esquisitos, apressados, inconsequentes, frenéticos, aloucados… com tiradas disparatadas, com ditos e dichotes… estes quichotes, espantam-me!!!...

…o maior balão (…de pavões e… inchados!!!...) de incompetência, este grupinho de excelência, vazio, já morto… quando nado!!!... O nosso Presidente, quanto a mim… só errou, por tardio!!!... Há gentes que, por alguma razão… têm os votos que têm, a percentagem que ostentam, não interessam nem ao Menino Jesus que, do alto da sua grandeza de alma e benevolência… ainda os admite, um pouco!!!... Estão deslocados no País e… no tempo, restos perversos dum passado ultrajante, degradante, intitulando-se de democratas, bacocos e pataratas, actividade que não compreendem, que não praticam… com os outros, é evidente!!!... Quando os oiço falar de disciplina… fico com os poucos cabelos que tenho, em pé!!!... A disciplina da direita… é dura, trauliteira, caceteira!!!... Ela, a dita, não se vislumbra… deslumbra-se, com ela própria!!!... Sempre foi… continuará sendo, queiram ou não!!!... É a maneira deles estarem na vida, impondo… a bem ou a mal, tal e qual!!!...

…nestes últimos três anitos, tivemos um aperitivo, uma simples amostra!!!... Os que gostaram, os que apreciaram, democraticamente… têm um caminho, escolham-nos, outra vez!!!... Os que não… têm a possibilidade de os colocar no devido lugar!!!... Está nas nossas mãos… mais uma vez!!!... No dia 20FEV2004… aquando das eleições, logo se verá!!!... Até lá, todos eles, os partidos políticos em geral… vão-se desunhar!!!... Não se deixem arrastar por clubites tontas!!!... Deles, dos eleitos… depende a vida de cada um de nós, no futuro!!!... E, segundo os entendidos, nestas coisas dos dinheiros… porque deles depende o nosso bem-estar, nunca estivemos tão fundo, tão desvalidos!!!... Não há bicho careta, relacionado com a economia… banqueiros, gestores, economistas que não comunguem das mesmas ideias, presentemente!!!... Está mal, muito pior do que estava, em tempos de Guterres, por causas nossas conhecidas, as do trio, os do desvario… desde o que fugiu, tratando da sua vidinha, lá para Bruxelas, passando pelo guerreiro, a corpo inteiro, despesista confesso… com o dinheiro mal aplicado, nas guerras e… em outras tralhas, até ao sucessor, simples sonhador, não concretizador… um fracasso, simplesmente, pouca gente!!!...

…o que já se adivinhava, o que já se sentia, o que se ruminava, cochichava, falava, via, a cada passo, a cada canto, em qualquer lado… deu-se, basta ver, olhar com olhos de ver!!!... QUINHENTOS MIL DESEMPREGADOS, DOIS MILHÕES DE POBRES, EXTRAORDINARIAMENTE VENDIDOS, QUANTO A PATRIMÓNIO, FALÊNCIAS AOS BORBOTÕES, SAÚDE DE RASTOS, EDUCAÇÃO PELA HORA DA MORTE, INSEGURANÇA TOTAL!!!... Entretanto… há quem vá comprando Ferraris e casas de luxo!!!... Completamente desequilibrados, num País… com tantos, postos de lado!!!... Ainda há quem… se sinta com a consciência tranquila!!!... Tenho pena!!!... Tremendas aventesmas, autistas dos sete costados!!!... Gestão???... Ná!!!... As viagens continuam, como se nada, os dinheiros distribuem-se, aos milhões, a campanha, sendo governo, um espanto, as promessas… repetidas, até à exaustão, pois então!!!... Entretanto, volta a co-incineração em força, como discussão, sem solução…pelo menos à vista, um empata, como se nada!!!... Que há projectos, que há saída, por meio de palavras, claro… um contra o outro, mais nada!!!... De Bruxelas, não deixaram passar a estória do arrendamento, a longo prazo, dos imóveis do Estado!!!... O Bagão, o Santana, aflitos… lá vão, falar com Sua Excelência!!!... Outra trapalhada… em gestão, mais uma facada, estrangeirada, é evidente!!!... De mal a pior!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 18:35
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 18 de Dezembro de 2004

...aniversário!!!...

…embevecimento,

partilha da alegria,

doce momento,

em amizade, em família, …

um sentimento!!!...

 

…aniversário,

envelhecimento, aos poucos,

desfrutando, encantamento,

enquanto, a vida…se vai gozando!!!...

 

…em união,

em harmonia,

numa plêiade de sensações,

com champanhe,

com alegria, …

com amigos… os das ocasiões,

os dos momentos bons,

os dos maus momentos,

com gritos, cantares…,

sons, com choros, com dores,

com azares…,

com lamentos!!!... …

 

que os bons, se sucedam,

interminavelmente,

que escureçam,

quando se sentem,

maus momentos… que se esqueçam!!!... …

 

por muitos… com saúde,

brindo, brindamos… com euforia,

rimos, gargalhamos,… cantamos,

parabéns,

horas felizes… gratas,

presentes… futuras,

as maiores… boas venturas!!!... Sherpas!!!...

 

 {#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

 

 

 

publicado por sherpas às 14:51
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Dezembro de 2004

...com as... portas fechadas!!!...




… o ser humano é… um animal de hábitos, como tal, quando os adquire, é difícil de os perder, de os alterar!!!... Mas, convenhamos, desde que o intente… consegue, embora lhe custe e, aos trancos e barrancos, lá vai em frente, trilhando outros caminhos, com novos hábitos adquiridos!!!... Ao longo da minha vida tenho deparado com situações destas, com impedimentos de vária ordem, com mudanças de rumo, por interposição de terceiros, por alteração de trajectos… por tomadas de posição, atitudes pessoais ou…completamente alheio, por portagens que me colocam, por portas que se me fecham!!!... Confesso… já estava habituado, fazia parte do meu dia normal, entrar em determinado local, expor as minhas escrevinhadelas, sem intenção de protagonismos, dando gritos e berros… contra o que considero absurdo, irreal, tornando públicas… as minhas revoltas, tentando endireitar o Mundo, especialmente… o País em que vivo, tão repleto de figuras tão caricatas e ridículas, de há uns anitos para cá!!!...

…só essas, as referidas… me induziram a proceder, como procedo!!!... Até então, sempre fui mais para o apagado, para o reservado, mais moderado, condimentado na língua, no escrever… quando pensava, guardava e… não ligava, mansamente, indiferente, como se nada!!!... Depois… foi o que se viu, o que todos sabem, no lugar que encontro fechado, negado, aonde bato à porta e… não entro!!!... Tenho pena, não encontro explicação alguma!!!...

…é que, caramba… um homem não é de ferro e perante espectáculos tão abjectos e degradantes, lembrando os de antes, qualquer pessoa digna, tem de se indignar!!!... Juntaram-nos todos no mesmo lado, no mesmo sítio!!!... Em tempos não chegavam a tanto!!!... Eram mais moderados, identificavam-se com as populações!!!... Tornaram-se perversões… dum momento para o outro, num ápice!!!... Sim, refiro-me ao P(SD)/PP(D) e ao PP, representantes, a tempo inteiro da direita… até ao extremo, sem centro, o que calcaram… propositadamente, como quem mente!!!...

… raro é o dia em que não me espantam, raro é o momento em que não me quedo pasmado!!!... Os artistas, sempre os mesmos… dessas bandas, desses lados, tal e qual!!!... Ou é o líder dos insignificantes que vem com ditos do arco da velha… dizendo que mesmo que o P.S. ganhe as eleições, Sua Excelência deve, (… que autoridade tem a minudência???...) dar-lhes o Poder, desde que tenham a maioria, quando juntos, os tais, os da ex-coligação, os da triste figura!!!... É de bradar aos Céus!!!... Com as negociatas dos blindados, do armamento, dos submarinos… também há umas baralhadas, um fazer que fazia, um dizer que não fizeram!!!...Quanto a auto-elogios, um fartar!!!... Sempre ouvi dizer que coisa gabada, coisa c…..!!!... É que, por muito que tente, não consigo vislumbrar, nessas excelências, grandes feitos, óptimos desempenhos… nos ministérios que ocuparam!!!...

… a da justiça, a que se encontra bem instalada na João XXI, segundo afirmaram sempre, os entendidos… foi um fracasso completo!!!... O da defesa, o líder, um despesista, pelas guerras, pelos assessores… mais que muitos, pelas promessas, pelas coisas poucas, umas lápides, umas palavras de ocasião, mais pastilha elástica, mascada ou não, em plena parada, uns tostões aos ex-combatentes, umas lágrimas cínicas e hipócritas… na hora, pouco mais!!!... O do turismo foi a passeio até ao Algarve e… mandou distribuir, por revista e jornais, por rádios e televisões, uns dizeres, uns panfletos, com mais uma reunião ou outra, ocasional!!!... O dos dinheiros, com avanços e com recuos, com indecisões, extraordinariamente… está atolado, ainda mais do que a anterior, até ao pescoço, com dívidas, com gastos exacerbados, com contas muito baralhadas e confusas, difusas… com fundos de pensões, malabarismos mil, uma catervada de situações que nos dão que pensar!!!... O do ambiente, logo de início… por atitude menos própria, levou um puxão de orelhas, dum colega mais velho, claro… na Arrábida deu bronca, quanto a águas, meteu água, recolheu-se ao seu silêncio, achouchou e, por aí se ficou!!!... Que maravilha de ministros, neste grupinho… o dos pontinhos, é evidente!!!...

…no alaranjado, tão carregado de contradições… desde que o conheço, desde que me lembro, não há dia, sem festa, nem romaria!!!... Por parte dos mediáticos, dos menos mediáticos, um pouquinho… em todos os elementos que os compõem!!!... Agora, lá pelos bombeiros… abismei, com as palavras dum secretário de Estado que se envergonha, que é contra a luta partidária, o confronto de ideias, na corporação!!!... No Norte, com o Rio e com o Sarmento, os dois de acordo… consideram ingovernável, este cantinho, consideram-se diminuídos, reduzidos… dão mais Poder aos órgãos de Comunicação Social!!!... Ponho-me a pensar e concluo que, os ditos, tal como o têm demonstrado, especialmente o segundo… gostariam, com efeito, governar, impondo, orquestrando, sem contradição alguma!!!... Valentes democratas, estes!!!... Ah, direita, direita… que não te comportas, que não te portas!!!... Com a união, em Coligação… ficou-lhes o jeito, grande defeito, mazela abissal!!!... Ditadores de algibeira, de trazer por casa, simplesmente!!!... Bem… depois de escrito, com as portas fechadas, vou deixá-lo por aí e, nos meus blogs… por se acaso!!!... Outros hábitos… terei de adquirir, daqui para a frente, claro!!!... Abraços do Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:57
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2004

...centrão???...


…o grande interesse da questão reside aí mesmo… no centrão, meu caro!!!... O tal… que vocês, enquanto maioria, enquanto Coligação, espezinharam… carregaram com impostos, com multas, com perda de direitos adquiridos, com promessas… não cumpridas!!!... Esse centrão, sem ideologias, sem partidos… o que dá as maiorias, simplesmente!!!... Daí, meu amigo… a discursata, cordata, moderada, como quem não quer a COISA, respeitando e… despeitando Sua Excelência, vai sendo hábito, como sempre, como se nada!!!... Porque não admitem o que são… deixem-se de centrão, são de direitas e de direitas extremadas, mais nada, tal e qual!!!... Governaram mal, com autismos profundos, asneiras graves e rotundas… todos se aperceberam disso!!!... Quanto aos ministros bons e aos ministros maus, os do meu caro… e os do outro, grossa sensaboria, aleivosia!!!... Todos juntos, ao molho, contando com Sua Senhoria… não faziam um, sequer!!!... Vão ser julgados… em breve, como espero, como todos pensam!!!... Ainda acredito na sabedoria dos portugueses e… na boa memória, dos mesmos!!!... Até dia 20FEV 2 004!!!... Sherpas!!!...

publicado por sherpas às 14:55
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 15 de Dezembro de 2004

...políticos, Ferraris e... matemáticas!!!...




…os políticos fazem os partidos, dos ditos… é evidente, quando eleitos, são Poder, quando no Poleiro, legislam… é o que se chama governar, meu caro!!!... Até aqui, tudo bem, mais que normal!!!... O pior, tal como escreve… reside nisso mesmo, quando os industriais do norte compram Ferraris, não aplicando nas novas tecnologias, na formação dos operários, quando os nossos jovens… não gostam de Matemática, preparando, com o conhecimento, o amanhã, o futuro… resumindo, tal como o fez, sintetizando, claro!!!... Os políticos, quando governantes, como Poder, como cabeça legislativa… se não vêm os Ferraris, a falta de conhecimentos dos jovens, se não governam de acordo com estas discrepâncias, quanto a mim… estão a mais, não servem, sobram, são excesso!!!... Só há uma solução, a mais indicada, porta aberta e… rua!!!... Que venham outros, com maior visão… através de eleições!!!... Claro, como água cristalina… a curto, quando muito a médio prazo, no tempo duma legislatura!!!... O bem das democracias… reside nisso mesmo, de gritarmos nossas revoltas, de berrarmos nossos inconformismos, de exigirmos… que se decepem certos defeitos, que se emendem determinadas perversões, que se dê fim… ao laxismo, à indiferença total, aos autismos profundos e absurdos de certas excelências, incompetentes e irresponsáveis… políticos, quando partidos, quando eleitos, quando PODER!!!... Abraços do Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 14:59
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Terça-feira, 14 de Dezembro de 2004

...nunca... é tarde!!!...

…nunca é tarde,_______________, para qualquer ser humano…recomeçar!!!...


…nunca é tarde, a Primavera há-de chegar,
a esperança, o florir dos campos, os sorrisos,
o estar bem, o acalmar, o sossegar,
hão-de chegar…nos momentos precisos!!!…

…tempos de incertezas,
de mirabolantes indecisões,
de mentiras, vilanias…asperezas,
serão sonhos passados…ilusões,
simples miragens, pesadelos,
que nos têm pelos cabelos,
incrédulos, pasmados… inquietos,
quando tratados como objectos,
iludidos… mais que enganados,
por gentes que se não enxergam,
bacocos assumidos, presumidos,
calcando os que se não vergam!!!...

…com os carentes… oprimidos,
uma indiferença total, abissal,
birrentos… simples amostras,
sem ideias, num devaneio,
com culpas no cartório… às costas,
munidos de muito paleio,
insensíveis, nada solidários,
diluídos na incompetência,
perante adversários,
maior valia… temida valência,
diminuídos, como contrários,
com rezas, com terços, com…rosários,
com Virgens, com desvarios!!!...

…foram injustos, mais que falsários,
despedidos… já afastados,
extintos… mais que acabados!!!...

…a Primavera…há-de chegar,
ande ela…por onde andar!!!... Sherpas!!!...

publicado por sherpas às 16:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...farrapos... humanos!!!...




… farrapos humanos!!!...


…junto a uma estrada,
esparramado no chão,
alma triste, abandonada,
corpo rendido, sem ilusão,
cara sem rosto, desfigurada,
cabelos em desalinho,
do alto da cabeça até à barba,
degradação suprema dum ser,
pária, entre os seus,
triste modo de viver,
pobre Cristo, filho de Deus,
informe, caricato,
no corpo que ainda tem,
na roupa que é um farrapo,
no quase nada desse alguém,
vítima das circunstâncias,
duma dependência, dos iguais,
de tantas extravagâncias
deste Mundo de racionais
que olham de lado, por querer,
que vêm e… não querem ver,
escondidos na acomodação,
no próprio egoísmo,
sem um mínimo de perdão
por quem caiu no abismo,
por quem ainda é gente,
que vive, que sofre, que sente,
embora posto de lado,
esquecido, sem rosto, esfarrapado,
sofredor de tanta humilhação,
no corpo, no próprio espírito,
por vício, por tentação,
pela vida… como um Cristo!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:35
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2004

...entretanto... a palhaçada, continua!!!...




…temos de tentar separar as águas, temos de ser honestos connosco e com os que nos rodeiam, temos de ser claros e transparentes, respeitar as gentes, inclusive…as menos informadas!!!... Mentir propositadamente, com intenção… é perversão!!!... Não fica bem, reduz-nos, faz-nos parecer o que, muitas vezes… não queremos ser!!!... Não estou a falar por mim… prezo-me de não mentir, de tentar ser coerente e verdadeiro, no mais mínimo!!!... Generalizo e atribuo estas minhas primeiras palavras aos dois grandes partidos políticos portugueses, aos laranjas e aos rosas… afinal, os que têm tido o Poder, um com maiorias absolutas, outro, não tanto!!!... Seria justo, agora… em relação aos rosas, obtê-la, a fim de podermos comparar, em igualdade de circunstâncias!!!... Mas, voltando ao assunto, à mentira propositada, à honestidade que se não pratica, à perversão que utilizam… até à exaustão!!!... Vai sendo tempo, para bem deles, para bem de todos nós… de inverterem o modo de estar na política, na governação, com maioria ou… não!!!... O Povo tem sofrido bastante, continua penando… suando as estopinhas, enganado, aldrabado, sem confiança alguma por toda e qualquer espécie de político!!!... Deixem-se de mistificações, admitam os erros praticados, de todos conhecidos… não os tentem burilar, não se façam esquecidos!!!...

…uns erraram, em tempos… outros, fizeram o mesmo, ainda agora, há poucochinho!!!... Convenhamos que Durão e Santana… se portaram bem pior do que Guterres!!!... A economia do País, a situação miserável das famílias portuguesas, dois milhões de pobres… dá que pensar!!!... Algo vai mal… neste nosso Portugal, com o beneplácito dos autistas convictos e assumidos, artistas desbragados e sem consciência, mentirosos compulsivos que se intitulam de políticos!!!... Pobres deles que… se não enxergam!!!... Consciências carregadas de acções indignas, de satisfações pessoais, de ganâncias exacerbadas!!!...

…é tempo de pararem, é tempo de começarem a ser honestos, com eles próprios, com os que os rodeiam, para o bem comum, total!!!... Não nos venham envernizar com mais… do mesmo!!!... Agora, atacas tu… depois, ataco eu!!!... Um pouco de elevação, se impõe!!!... Vai sendo tempo!!!...


…entretanto… a palhaçada continua, como se nada!!!...

…se o baile, for igual ao do passado, arriscam-se a ir a votos…sozinhos, sem eleitorado!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 21:44
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...mendicidade!!!...

…boa pesquisa, __________… pelo que escreves, pelo que encontraste, é tal e qual, este grande mal, o da mendicidade, realidade, pura verdade!!!... Só não vê, quem não quer!!!... Com maiores pretextos, com vícios, com desemprego… agravou-se, estendeu-se a grupos etários mais baixos!!!... Calamidade, hecatombe… vergonhosa, sem decoro, com tantos milhões mal gastos, em prol da guerra, com blindados e tudo!!!... Palavra de honra!!!...

…estudos, gráficos, levantamentos, discursos, institutos carregadinhos de boas intenções, rastrilhos, voluntários, bancos contra a fome…ceias de Natal, bem compostas, com televisões, momentos, singelos e passageiros, sorrisos, meiguices, palmadinhas nas costas, aproveitamentos políticos, mais garfada, menos garfada, numa noite, numa jornada qualquer, religiões que… se lembram, do dia para a noite, que também lhes pertence, que é sua obrigação… ajudar o irmão desprotegido, o desvalido, o mendigo…hipocrisias de anos e anos, tamanhas!!!...

…no Natal, dá mais nas vistas… é de bom-tom, fica bem, especialmente, quando é notícia, praticar a caridadezinha, claro!!!... Depois, passa, esquece, viram costas… não resolvem o problema que, por desleixo, por laxismo… aumenta, agrava!!!...

… para o ano que vem, noutro Natal qualquer… repete-se a cena, com luzinhas, com fitinhas, com barretes, com prendas e tudo!!!... É bom, nessas alturas… não esquecer o bacalhau com couves e… batatas, é evidente!!!... Depois, fazem-se mais uns estudos, reúnem um congresso qualquer, contra a fome, contra a pobreza, contra a miséria!!!... Nomeiam-se mais uns figurões!!!... Faz-se de conta… como sempre!!!... O problema não fica resolvido…aumenta, agrava, fica esquecido!!!...

…fazem-se contas, apresentam-se números, fazem-se comparações… escrevem-se umas crónicas, publicam-se num jornal qualquer!!!... Alguém que lê, alguém que se condói… muita gente que sofre, que aguenta no corpo a maldição que lhe caiu em cima, que arrasta a sua própria miséria, pesada cruz, sofrimento atroz!!!... Culpados???... Todos nós, a sociedade em geral!!!... Além de nós, os maiores culpados… os da faca, do pão e do queijo, os que comem tudo e pouco… ou nada dão, aos que mais precisam… os eleitos, os dos jeitos, os dos amigos, os dos compadres!!!... Tenho pena!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 15:56
link do post | comentar | favorito
|

...blindados...contra a fome???...




…Panhards e Chaimites, os do passado, no total…cerca de 130, em plena guerra do Ultramar, em acção, como gostam de dizer os belicistas, os guerreiros de profissão, os que aplaudem as matanças, as guerras, as irracionalidades!!!... Já ultrapassados, com mais de quarenta anos… perorava o ministro das guerras, ainda há dias!!!... Era urgente a substituição!!!... Mãos largas, como sempre o foi, com o dinheiro dos outros, claro… não esteve com meias medidas, negociata valente…cerca de 260 carros blindados, cerca de 300 milhões de euros a pagar pelos portugueses, é evidente!!!... Valente herança deixa, só em carros de combate!!!... Mas, na sua maneira frenética de pensar e agir, não se esteve com meias tintas, em submarinos e fragatas… o dinheiro pouco importa, não é dele, sequer… mais 1 500 milhões de euros, com intuitos bélicos, pois então!!!...

…e… em maré de compras, modernização das forças de combate, diz e rediz, repete…até à exaustão, mais armamento, mais munição… perfeito estadão, num caco dum País, pacífico, sem pretensões… alucinação completa, repleta de fantasmas, de combates, de guerras, mente doentia, figura aloucada, pouca gente, quase nada!!!... Andamos em guerras de outros, ninguém nos ataca porque… somos parte dum todo, a U. E., profundo disparate, grandes negociatas!!!... As nossas guerras… a pobreza, a miséria, a demência, a sordidez, o desequilíbrio social, a insegurança, o ensino, a saúde, continuam perdidas, porque votadas ao abandono!!!... Todo esse dinheiro, mal entregue… a favor das guerras que não são as nossas, num disparate profundo, absurdo!!!... O jeito que nos fazia, se bem aplicado, no local certo, no indicado!!!... Bela herança, esta… a de Sua Excelência, pequena amostra, incompetência e irresponsabilidade breve, despesista, inconformista, contraditória… no falatório, favorável à vida, do lado da… MORTE!!!... Tenho pena!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 14:28
link do post | comentar | favorito
|

...caridadezinha...fica bem!!!...

…altura da caridadezinha, hora das boas vontades, momento da consciência… por todo o nosso Portugal, há sempre alguém que…dá a mão, oferece uma migalhinha, aos miseráveis deste País, aos mais carentes, aos sem nada, simplesmente!!!... Afinal…é quase Natal, já é época, fica bem perante nós, perante os outros, mais confortados… até!!!...

…madrugada fria, chuvosa, dia cinzento carregado se avizinha, poucas perspectivas se auguram, com este princípio!!!... Encolhidas, mais que aconchegadas nos bolsos…não se vislumbram mãos ao longo dos corpos, na ponta dos braços das poucas pessoas que se atreveram a sair, por obrigação…neste dia de Outono, quase no final!!!... O mês do Menino vem aí…forte e feio, nas suas características muito próprias, o mês do caramelo, dos nevoeiros densos, da neve fria e mansa, quando cai… dura e agreste, quando se sente, quando se está só, quando se não tem casa, quando se não é ninguém, quando se não é gente…embora sendo, é evidente!!!...

…vejo-o passar, arroupado, vestimentas muitas e gastas, esfarrapadas…pelo uso, umas sobre as outras, numa confusão, um autêntico embrulho, sem forma, sem gosto, sem estética alguma…de acordo consigo próprio, pobre mendigo, rapaz ainda novo, envelhecido pelas agruras, pelas penúrias, pela miséria que degrada, que avilta, situação maldita, indigna…por razões várias, não interessa, coisas da sua lavra, do seu foro íntimo, muito pessoal, com um molho de cartões debaixo do braço, olhar vago, meio morto, entristecido, mortiço, vazio, hesitante…de animal perseguido, acossado pela própria vida…uma vítima!!!...

…imagens que me marcam, figuras que me diminuem, seres sem haveres, sem teres…pessoais ou materiais, atirados para o fundo, caídos na desgraça, dramas profundos, tenebrosos…nas ruas, nas avenidas, nas praças, com ou sem razões, por vícios, por descontrole, por um ter de ser, um trajecto que se adivinhava, um projecto que se não realizou, uma fuga, um desinteresse, um acontecer, simplesmente!!!... Pobre gente!!!... Logo agora, com o Natal à porta…ali ao virar da esquina, com este tempo pouco agradável, duro e frio, sem sol, manta dos desprotegidos, dos mendigos, um desconforto, bem gravoso…para quem sofre, para quem se dói!!!...

…com uns cartões debaixo do braço, leito da amargura, manta do pária social que se arrasta, encolhido, numa confusão de roupas, umas sobre as outras, rosto carregado, sombrio, confusão de pelos, cabelos…numa mistura indefinida, numa sombra dum passado longínquo, perdido…esquecido, lá vai, rua abaixo, olhando cabisbaixo, como bicho perseguido, desconfiado…para um lado, para outro lado!!!... Vida que se arrasta, que se gasta, que se consome…quanta penúria, quanta fome, quanto vazio!!!... Logo agora, com o Natal à porta!!!...

…quando por mim passou, deixei-lhe umas moedas na mão desconforme, suja, meio coberta, meio fechada, meio aberta, enregelada!!!...Nada disse, não me olhou, sequer…seguiu em frente, com os cartões debaixo do braço, numa confusão de roupas, um embrulho, sem destino, sem futuro, perdido, esquecido…mais morto do que vivo!!!... Mendigo, ao Deus dará…tantos por cá, em cada canto, em cada rua, em cada avenida, em cada praça!!!... Será que os responsáveis não se apercebem destas coisas???... Que fazem muito…dizem, com acções, com atitudes, com palavreado, agora…com rastrillos à espanhola, para as crianças, para as carentes, tantas e tantas gentes, dependentes, sem eira nem beira, sem teres, sem haveres…pessoais ou materiais!!!...
…lamúrias de quem, segundo escrevem, segundo dizem, só vê o lado negro da vida!!!... Mas a vida tem destas coisas e…no nosso País, em grande quantidade, queiramos ou não, a cada passo, damos de caras com estes quadros, degradantes, baixos e sórdidos, fazendo parte duma certa maneira de estar, não ligando, fazendo de conta que se não vê, olhando para o lado, simplesmente!!!...

…ultimamente, com o desemprego…a miséria, sem vícios, sem azares descontrolados, aumentou a olhos vistos!!!... Porque será???... Profundos desequilíbrios provocados por políticas erradas e…erráticas, claro!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Domingo, 12 de Dezembro de 2004

...em gestão!!!...




…ontem, dia onze de Dezembro do ano de 2 004, pelas vinte e duas horas…estiveram todos, apareceram alinhados, contristados, apenados, ligeiramente atrás do primeiro, de entre eles… o que dá a cara nestas coisas, o que lê, o que mostra regozijo ou tristeza, com profundo sentido de Estado, tanto num, como noutro caso!!!... Entre a má e a boa moeda, alguns havia que…segundo escrevem, segundo escreveram, segundo escreviam…ainda se aproveitavam, escapavam, compungidos, consonantes…discordantes com Sua Excelência, manifestando, mais uma vez, o facto de não compreenderem as razões invocadas pelo dito, reiterando o grande respeito que sentem pelo mesmo, uma no cravo…outra na ferradura, vai sendo hábito, já não estranhamos!!!... Eles não compreendem e eu…tal como a maioria dos portugueses, também não os compreendemos!!!... Entre eles e nós algo se passa, haverá certamente compreensão lenta, amnésia, um grande coração, um liberalismo imenso… um salve-se quem puder, de qualquer maneira e feitio, um faz de conta, um deixa andar, desfasamentos gritantes, aviltantes, aberrantes!!!... Outros tempos, mais modernos, do século XXI, como costumo mencionar, quando escrevo, quando penso!!!... Tempos que nos caíram em cima, que tudo baralham, tudo confundem, tudo pervertem… numa autêntica República das Bananas, aplaudida por eles próprios, com a conivência do bananeiro, quiçá!!!...

…vieram falar aos portugueses e às portuguesas, pela ordem inversa, é evidente…as senhoras em primeiro lugar, é de bom-tom, fica bem!!!... O ambiente que se respirava era denso, pesado, quase fazia lembrar um filme de suspense, como os do Mestre, o Alfredo Hitchcok, o dos pássaros, entre outros, é evidente!!!... As palavras eram arrastadas, quando lidas…pausadas, num desfiar penoso, custoso, aparentemente, estudadinho ao pormenor!!!... Relembraram-se, com pintura nova, com outra capa, pela positiva… as grandes reformas em curso, as do Durão, as do Santana, corajosas, inventivas, imaginativas, com resultados previsíveis…a longo prazo, lá para 2 0016, 2020, talvez!!!... Segundo eles, é claro!!!... Tudo decorria, segundo o que leu, dentre eles…o primeiro, numa normalidade mais que comprovada!!!...

…enfim, aguardávamos algo de novo… tal como o Ambrósio, o do Ferrero Rocher, o dos chocolates…por alturas do Natal!!!... Afinal… não houve outra novidade, disse, aliás…leu, em voz alta, o que estava escrito, que o governo…o que foi despedido com justa causa, como apregoam os bloquistas, é com eles… ficava em gestão, tal como Sampaio, Sua Excelência, já o tinha dito, no dia anterior, contrariando o açoriano, na sua alocução, uma tempinho depois, logo a seguir ao Presidente!!!... Realmente…só visto!!!...

… saíram, satisfeitos com eles próprios, ufanos da obra que realizaram, de acordo com o que pensam… é um facto!!!... Lamento que, desde que começaram, com o Durão e…durante este curto período, o de Santana, tenham descurado… para não dizer desprezado, o essencial de qualquer País, a população em geral!!!... Não ligaram às manifestações que se avolumaram, estiveram-se nas tintas, pura e simplesmente, continuaram e continuam apartados de todos os sinais de descontentamento da sociedade que… depois de os sentir em gestão, começou a respirar fundo, de alívio, de contentamento, quiçá!!!... Basta ter olhos na cara, ouvidos bem abertos, saber ler o que se escreve, ouvir… o que dizem, não ser faccioso, nem clubístico, ter senso, pensar um pouco… para se chegar à conclusão de que… estavam a mais!!!... Erraram em muitas coisas, não governaram o Povo, esmifraram dinheiros com aumentos nos bens de consumo, inventaram multas, cometeram congelamentos, sonegaram direitos adquiridos, negaram outros tantos, deram barraca na educação, na saúde, na segurança social, nos meios de comunicação… foram autistas, belicistas, negociadores de gabarito, em proveito de alguns… deixaram arder o País, não pagaram o que deviam, continuam não pagando, prometeram uma caterva de medidas avulsas, com avanços e recuos…pouco mais, fingiram!!!... Foram soberbos, prepotentes, pavões…caudilhozecos de algibeira, cometeram erros aos montões, propagaram disparates, dislates, foram democratas com eles próprios, ditadores…com os outros!!!... A direita… não convenceu, morreu!!!... Já tinha morrido em 1974, quiseram ressuscitá-la, não deu!!!...

…é hora de mudança, ganhe quem ganhar… espero que se não repitam nos mesmos erros, os de sempre, lembrem-se da gente!!!... Portugal é…dos portugueses e não, de meia dúzia de palonços, bacocos e convencidos, arrivistas de meia leca!!!... O Povo, aos poucos… vai deixando de ser manso e tanso, está mais que farto de iluminados, deslumbrados com eles próprios!!!... Bom domingo!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 12:11
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 11 de Dezembro de 2004

...caudilho... imaturidade democrática???...




…caudilho… imaturidade democrática!!!... Palavra de honra, quando ouvi, não quis acreditar…no que ouvia, quando li, pus-me boquiaberto de espanto, completamente aparvalhado, pasmado!!!... São tiradas destas que nos fazem desconfiados, incrédulos… em relação aos políticos modernos, aos desfasados, aos deslocados, aqui e agora…desde há uns três anitos, para cá!!!... Não sei, nem tão pouco me diz respeito, estranho, simplesmente… onde os foram desencantar, onde os foram buscar!!!... O Durão, o de triste memória, o fujão… tinha companheiros esquisitos, este, já vinha dos tempos dele, com as estórias da televisão, do canal 2, a RTP 2, agora… 2, sem mais nada, tal e qual, com muita sociedade civil, numa salsada imposta, dita reforma, à maneira deste figurão… o da afirmação, com Caudilhos e imaturidades democráticas, grandes tiradas, de pasmar, entre outras, claro!!!...

…tem tido, aliás…teve, ao longo da sua passagem meteórica pelo desgoverno, uma acção altamente perniciosa para o laranjal, consequentemente, por vias de união, para a coligação, a santa aliança, agora…em fase de apartamento ou… de casamento, antes das eleições, as do Carnaval, lá para 20FEV2004… vamos ver, toda ela centrada, tendo como objectivo principal, na manipulação dos órgãos de comunicação, com pesporrência, como um reizinho de treta, como um caudilho de opereta, numa democracia, muito dele…imatura, q.b., género ditadura… pura e dura, é evidente!!!... O quero, posso e… mando, no seu melhor, no seu pior, consoante o ângulo, a perspectiva, pois então!!!...

…ele bem afirmava, há dias atrás, o expert das economias, o algarvio que… a boa moeda, deita fora, a má moeda!!!... Foi o que se deu!!!... Não vale a pena escrever, uma e outra vez…quais as razões, conhecidas, de sobra, por todos os portugueses, excepto pelos que…teimam em não querer ver!!!... Continuam afirmando que… não entendem, não compreendem, fazendo passar o papel de vítima, pondo para trás das costas as carradas de incompetências e irresponsabilidades, mais que muitas, vistas e comentadas, escritas e rescritas, um pouco… por todo o lado!!!...

…definitivamente, depois de consultada enciclopédia, verifiquei que capitão ou cabo-de-guerra, Sua Excelência… não é, certamente, chefe de facção política, pelos vistos, nunca foi e…ditador, longe vá o agoiro, antes pelo contrário, contra ele, o do passado, com todas as forças, um lutador!!!... Democrata imaturo, desde que o conheço…que o tenho em bom conceito, democrata dos sete costados, claro!!!... Democrata a preceito, Presidente de todos os portugueses… imparcial, respeitado, diminuído, enxovalhado por estas amostras de gente, caudilhozecos de trazer por casa, democratas… à maneira deles, é evidente, pouca gente!!!...

…enfim, casados ou não casados… mesmo agora, há poucochinho, acabei de saber que, vão unidos, mais que ligados, identificados nas ideologias, as de direita, a pura e dura, a que já conhecemos!!!... Tivemos uma amostra durante este período, o do Durão fujão e do Santana sucessor, mais o Portas!!!... Mantêm-se, concorrem de braço dado, mais que casados!!!... O P(SD)/PP(D), já era, já foi, perdeu o social, o democrata e, agora… só tem PPPPPPPPP,s com fartura, tremenda diabrura!!!... Nada melhor do que…clarificar as COISAS, direita, extremada ou não, centro moderado e esquerda, extremada ou não… está nas nossas mãos!!!... Deixaram-se de meias tintas, assumiram o que são!!!... Por alturas de eleições… escolham o que melhor for, para as populações!!!... Não se deixem arrastar por mentiras, promessas, demagogias, xico-espertismos!!!... Somos o que… somos!!!... Desde que queiramos, conseguimos ser melhores, mais equilibrados, mais equitativos, sem fossos enormes, entre ricos e… pobres!!!... Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 14:34
link do post | comentar | favorito
|

...ensopado de... borrego!!!...

…ensopado de… borrego!!!...

…mesa alongada, tosca,
bancos corridos, conversas,
ao lume, gato que se enrosca,
lugares vazios, tripeças,
petisquinhos vários,
queijos, paios, azeitonas,
copos, jarros, na mesa…nos armários,
pipas altas, enormes, matronas,
presenças de destaque, no lagar,
um sussurro, um cantar,
um sorriso, uma gargalhada,
um dito, uma fumarada,
cigarros que se acendem, se apagam,
copo que se entorna, que escorre,
ensopado que aparece, odores que se espalham,
tumulto que se acalma…que ocorre (???...),
tempo de degustação, sabores,
males que se afastam, olores,
momentos, silêncios, instantes,
barulhos, cantares… tanto agora, como dantes!!!...

…ensopado de borrego, na altura,
no tempo da erva fresca, na Primavera,
pelo Alentejo, bênção, gostosura,
com tinto da região, o que se espera,
sabor, cheiro, paladar, supremo manjar,
carnes tenras, saborosas, borregos jovens,
perdição dos Deuses, requinte dos homens,
um dos pratos apreciados, degustados,
neste recanto do Paraíso,
com sabor a cravinho, um cadinho,
com pão escuro…um aviso, alentejano,
batatinhas, aos bocados, bem quentinho,
uma lareira…bem à vista,
acesa, fulgurante…num recanto,
faz deslizar o vinho,
faz-nos sentir…um encanto,
um gozo no viver, no conviver,
partilhando nossos sentires,
nossas vidas, nossos prazeres,
surgindo, por vezes, o canto,
arrastado, pausado, em comunhão,
esquecendo o choro…o pranto,
em união,
por momentos, por instantes,
tal como antes,
numa fraterna almoçarada, num jantar,
num petisco,
numa adega, num lagar,
num pretexto, conjugação de vontades,
emoção… só visto,
amálgama de desejos, dores, sofrimentos… beijos,
encarnação de…tantas verdades,
sentados à mesa, com um copo,
com um canto,
com ensopado de borrego,
lareira… num recanto,
satisfação…enlevo!!!... Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 08:26
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 10 de Dezembro de 2004

...matança...do porco!!!...

…matança do porco, no Alentejo… quando era pequeno!!!...


…quando pequeno, por esta altura,
um pouco mais tarde, em Fevereiro,
no Alentejo da minha amargura,
terra da minha alma, por inteiro,
quantas vezes assisti,
quantas vezes, me emocionei,
quando via, o que vi,
como tradição…não sei,
como ritual…talvez,
por necessidade, pura verdade,
o que se fazia, o que se faz, o que se fez,
a matança do porco,
um quadro, pura realidade,
uma… outra vez!!!...

…quando crescido, bem gordo,
os guinchos que o bicho dava,
quando arrastado,
colocado em cima da banca,
bem seguro, amarrado,
perante murmúrios dos presentes,
ajudando, afastados…a um lado,
olhando, assistindo…inocentes,
pouco crescidos… alguns adultos, gentes,
com o artista principal, o carniceiro…o matador,
de facas bem afiadas, sibilantes,
aguçadas, desafiantes,
que… com passos firmes, seguros,
maxilares cerrados, olhos duros,
no sítio certo, na jugular,
enterrava, até ao fundo,
com intenção de matar,
de tirar deste mundo,
o pobre do javardo, imóvel,
guinchando, estremecendo,
dispensa do ano inteiro,
carnes fartas, abundantes,
destino predestinado…cruel,
enquanto foi…crescendo,
tanto agora…como dantes!!!...

…já morto, extinto…sem alento,
fogueira de tojos, preparada,
pele limpa, a preceito… chamuscada,
odores que se espalham… nos ares,
mulheres atarefadas…com esgares,
alguidares plenos, avermelhados,
sangues que se misturam… agitam,
movimentos repetidos… lentos,
chusma de homens arregaçados,
que levantam o bicho morto, enorme,
pés bem assentes, arrastados,
esforço, fúria, canseira… fome,
trave que se limpa… prepara,
corda que se amarra,
garrafão de vinho que se abre,
copos que se enchem,
que se passam de mão em mão,
porco morto…pendurado,
de cabeça…para o chão,
animal desmanchado,
aos poucos, por sabedores,
perante olhos escancarados,
de pequenos observadores,
espantados…mais que pasmados,
contristados!!!...

…quando pequeno, por esta altura,
mais tarde, talvez em Fevereiro,
numa matança qualquer, cruel… dura,
do bácoro, tradição, ritual… useiro,
depois, no momento… ali, no local,
orelha que se assa, febra que se esturrica,
cachola que se degusta, sangue do animal,
vinho que se entorna, que se beberica,
carne que se come… que mata a fome,
que se desmancha… se separa,
se condimenta,
se enche… se prepara,
se arrecada, depois de salgada,
numa azáfama,
num fumeiro… na profunda chaminé,
dum animal que…já foi, pois é,
sustento do ano, dispensa, arrecadação,
final, sustento…alimentação,
aqui… agora, tal como dantes,
nesta minha região,
quando pequeno, por esta altura,
mais tarde, quiçá… em Fevereiro!!!... Sherpas!!!...




publicado por sherpas às 11:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...resposta a... um fórista!!!...




…meu caro, sem assanhamentos, não é o meu jeito, com respeito… porque sempre assim foi o meu proceder, desde que me conheço, nestas andanças, por aqui, pelos fóruns, escrevendo e pensando, sobre o que vejo, sobre o que oiço, sobre o que leio…mais inclinado para o lado esquerdo, admito, nunca o escondi porque…mais solidários, assim penso, completamente liberto, sem estar preso a partidos!!!... Se, por acaso me identifico com os bloquistas, registo…partido político, como outro qualquer, que respeito, tanto à esquerda, como à direita, o mal é deles porque, sendo mais velho…são eles que se identificam comigo, é evidente!!!... Reafirmo a minha total independência em relação a partidos políticos, sou um livre-pensador, como dizia o outro!!!...

…vou escrevendo sobre as excelências, as que se arvoram, as que se não vislumbram, por vezes… pensando no meu País, nos meus conterrâneos, como mais um, anónimo, vulgar…tal e qual, sem mais!!!... Vazias, ocas e demagógicas…palavras que caem, que nem uma luva, sobre as últimas afirmações destas gentes, as que fazem parte das maiorias parlamentares e governativas, actuais!!!...

…sobre guerras e guerreiros tenho escrito, vou escrevendo e… é verdade, tudo o que com esse assunto se relaciona me transtorna, são coisas que abomino!!!... Tal como escrevi, da primeira vez que me abordou…repito, andamos em guerras que não são as nossas!!!... Claro que há compromissos, há alianças, há tomadas de posição, quanto a mim, por mim penso…arbitrárias, tomadas contra a vontade popular, de todo um País, mais de setenta por cento foram e são contra a guerra!!!... Bastaram-nos treze anos de guerras do Ultramar!!!... Passei por lá, em tempos!!!...

…há outras guerras, aqui ao lado, aqui à porta, a cada canto… onde os dinheiros dispendidos, profundos disparates…seriam muito mais bem entregues!!!... Para quê repeti-lo???... Não vale a pena!!!... Ah!!!... É verdade!!!... O facto de me identificar com um partido político combativo, como o Bloco… embora não sendo, não deixa de ser uma honra, com esse, com outro qualquer!!!... Respeito-os a todos, na essência… não me vinculo a nenhum, prezo muito a minha independência, no falar, no escrever… no agir!!!... Abraços do Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 08:33
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2004

...bem vistas as coisas...




…bem vistas as coisas, no meio de tudo isto…há uma série de mentiras, de contradições, de congeminações, de estratégias, como eles lhes chamam, quando tentam emendar a mão, quando tentam inverter a posição a que chegaram, por nulidade absoluta, ou quase…por líder de coisa nenhuma, quanto mais duma desgovernação sem rumo, sem nada, errática, aos baldões, com uma série de complicações, todas elas relacionadas com a boa imagem de quem a não tem, todas elas com a intenção de reprimirem os órgãos de comunicação social, de os segurarem, de os orientarem, ao jeito, a preceito, convenientemente!!!... Depois, os amigos, as ciumeiras, as birras, os quereres, a continuada atitude tomada, já em tempos de Durão… de fazerem oposição à oposição, colocando em segundo lugar, a longo prazo, como gostam de dizer, o interesse dos cidadãos!!!... Agora, em gestão, pelo que nos é dado assistir, ainda antes da palavra de Sua Excelência… já eles tentam manobrar a opinião de quem a tem, de quem já a formou, numa campanha absurda, sem sentido, fazendo toda a espécie de declaração, sempre no mesmo sentido, sempre com a mesma finalidade!!!... Uma mentira, muitas vezes repetida, aos poucos…vai parecendo verdade!!!... Quanto engano!!!... Quanto mais se atiçam contra Sampaio, quanto mais se vitimizam… mais se enterram, mais se emperram, mais se diluem!!!...

…não são tendências, embora reconheça gostar mais da esquerda porque…mais solidária!!!... Maneiras de pensar!!!... Eu, com a minha e vós…com as que queirais, é indiferente!!!... Com o que vou vendo, concluo… que um pseudo líder, como estes que ultimamente temos o pouco gosto de desfrutar, desde há três anos para cá, quando em vias de facto, quando com dificuldades, mete os pés com as mãos, numa baralhada total, confusão sem igual!!!... Já no último mandato de Guterres, em tempos de Limiano…tinha visto uma situação semelhante!!!... Que diferença abissal, comparando com o primeiro período da sua governação!!!... Os modernos, os do século XXI, quanto a mim, desde o início, por incompetências e irresponsabilidades, negociatas de treta, orgulhos exacerbados, autismos profundos… nunca nos mereceram muito crédito, diga-se a verdade, convenhamos que sim!!!...

…deram com os burros na água, desandaram cada vez mais, caíram mais baixo nas simpatias dos portugueses, continuam caindo, quando… do alto da posição que ocupam, embora em gestão…aproveitam o momento, a situação, para continuarem rufando o tambor, batendo na tecla de sempre, as melhores políticas, as melhores reformas, a injustiça tremenda de Sua Excelência, juntamente…com um profundo respeito, quando não respeitam nada!!!... Que contradição!!!...

…são os únicos que, por necessidade de sobrevivência de certos imprestáveis, fazem força e unem esforços para não verem o que todos vemos!!!... É evidente… a toda a gente!!!... Como eles…só o bocata da Madeira, o da terceira República e, na nossa praça, alguns…que falam em golpes de Estado, que falam em armas e armamentos, no Poder bélico que uma amostra de gente detém, na actualidade, porque…ministro da guerra, ou o diabo que o valha!!!... Só de loucos!!!... Inseridos, como estamos…na U. E., não passamos do que somos, uma simples parcela da dita e… esta, não está para revoluções, guerrilhas de pacotilha, birras de quem perdeu, por incompetência, os favores de que gozava!!!... Aliás, quando nasceu… nasceu morto, ou quase, encaminhado para uma incubadora, onde…indefeso, vulnerável, levava tabefe, atrás de tabefe, dados pelos próprios parentes!!!... Quem diz o que disse e…agora, de qualquer jeito, tanto ele, como os seus apaniguados, depois de tantas peripécias negativas, castigadoras, nada abonatórias, vem, tal como os seus capangas…com estórias ridículas e insensatas, cada uma pior do que a anterior, só vai, tem sido uma escalada… aumentando, mais e mais, a desconfiança, mais e mais, o descrédito…embora afirmem, a dado passo, com muito respeito por Sua Excelência!!!... Caricato, ridículo…aberrante!!!... Será que se não enxergam???... Tenho pena!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 21:42
link do post | comentar | favorito
|

...orçamento...de curta validade!!!...




…enfim, não sei até que ponto será benéfico, ou não…a aprovação deste orçamento, o de 2 005, pois então!!!... Toda a oposição é contra, vai pelo não!!!... A nível classes sociais, as de mais e…as de menos, pelo que concerne aos funcionários públicos, claro…sabe-lhes bem, um triste aumento, que não é aumento, face à inflação, uns míseros 2 e tal por cento!!!... Depois de dois anos e tal de congelamentos forçados…sempre é melhor do que nada!!!... A nível mais elevado, empresas e patrões…não lhe acham nenhuma piada, é mais uma burrada, maior do que as passadas, em tempos de contenção!!!... Quanto a sindicatos, são conformes e concordantes, nunca tal coisa se viu…o pior que já existiu!!!... Mas, com um parlamento em vias de dissolução, ainda em função, em acção, a meio gás…mais virado para campanha eleitoral, a que se avizinha, intenção de manutenção do que, pelos vistos, está mais que perdido…o Poder dos doces eflúvios, agradáveis sabores, lá vão desgovernando, como só eles sabem…dando uma triste imagem, quanto a coligação…agora, plataforma, mais aberta, mais plural, abrangente a toda a gente, simplesmente!!!... Deixem-me governar…pensa, furibundo e descontrolado, o primeiro-ministro apeado, o de mais curto mandato que, até hoje…já existiu!!!...

…ele cede tudo, ele dá tudo, ele abre mão de qualquer posição, não lhe importa, não lhe interessa… fazer figura morta, ser secundário, terciário, qualquer coisa, nessa coisa…a que apelidam de plataforma, outra norma, nomenclatura esquisita, arranjada…do pé para a mão, com uma intenção, de salvar o estadão, de ser governação a sério, legitimada, eleita…não sucedânea, delfim de coisa nenhuma, a valer, como deve ser!!!...

…o outro elemento, o insignificante, com estas trapalhadas todas…cresceu uns palminhos e…é vê-lo, rebolado de satisfação, numa de segredo, numa de se fazer valer, de se fazer caro, sorriso alarve, desplante completo, repleto, satisfeito com ele próprio, com o infortúnio do senhor Lopes (…in www.coiso.net!!!...) porque, quanto mais baixo este chegar, mais elevado se torna, mais necessário se posiciona, perante as asneiras repetitivas e constantes do laranjal, em geral, sem apelação alguma, sequer… vítimas, como tentam fazer-se passar, diabolizando Sampaio, a excelência maior, a que permitiu estes quatro meses de CIRCO completo, abjecto, indigno, reduzido…trapalhada, sem igual, nunca visto em Portugal!!!...

…nas oposições, com novas fronteiras, com estratégias consertadas, com programas em ebulição, com palavras contidas, com profundos sentidos de Estado, quanto a eles, claro…com algumas tiradas dos bloquistas, com golpes profundos e sem piedade, quanto a competência, a responsabilidade…que não existiram, os comunistas, não perdoam, deitam achas para a fogueira!!!... É o que se chama…bater no morto, no desgraçadinho, no que, a estrebuchar, ainda tem forças para clamar que…vai à luta, numa batalha já perdida, uma fera…este político de mentira, de brincar, sem obra feita, simples arremedo, um leão, quanto a futebol…laxista, indiferente, mole, quanto a governação!!!...

…assim nos encontramos, em decomposição, sustendo, periclitantemente…o que já não existe, o que persiste, por conveniência, derrubado, em gestão, com o apoio duma assembleia…em dissolução!!!... Quatro meses perdidos, para esquecer… sujeitos a palavras idiotas, sem jeito, por parte de quem… pelas circunstâncias, lhe custa, deixar o POLEIRO, em parte, por inteiro!!!... Tudo inventam, tudo dizem, contradizem, culpam, desculpam e…respeitam, Sua Excelência que, sabe-se lá porquê… os manteve durante este período de trapalhadas, mais que muitas, em sequência frenética, caricata, ridícula…um triste gozo, para quem não vai com eles!!!... Gozo caro…muito caro, por sinal, fomos nós que pagámos, aliás…como sempre, é evidente!!!... Até quando teremos de aguentar gentes destas???... Lá dizia Cavaco que, a boa moeda…deita fora a má moeda!!!... Que as suas sábias palavras, quanto a economias…se cumpram noutros sectores, também!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 09:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2004

...analfabetismo!!!...




…sim, _______…tens toda a razão, o analfabetismo é uma chaga, muito profunda e grave, em qualquer sociedade, muito mais quando a dita… (…por parte dos políticos eleitos, os grandes responsáveis!!!...) diz apostar na formação, em qualquer tipo de actividade, pois então!!!... Tal como tu, também eu, muitos mais…nos vamos apercebendo disso mesmo, no retrocesso, quanto a saberes, quanto a conhecimentos, quanto a profissionais, de corpo inteiro!!!... Tal como tu, também eu, muitos mais…nos vamos apercebendo que, a determinados, não interessa possuir uma população muito sabedora e informada, incómoda, é evidente!!!... Quanto mais analfabetos…mais fáceis de manipular, claro!!!... Já nos tempos do Botas…se pensava deste modo!!!... Ao fim de trinta anos de democracia, de várias governações, rosas, laranjas, vermelhas…coligadas ou não, deram em nada, neste aspecto, fundamental… para o desenvolvimento harmonioso de qualquer POVO!!!... Ficam-se por palavras e…quanto aos feitos, é o que nos vamos apercebendo!!!... Tal como dantes, sem conhecimentos, ignorantes…mais virados para o analfabetismo, tansos e mansos, conduzidos como rebanhos, com enganos tamanhos!!!... Onde está a evolução???... Pobre País, triste população…destino fatal!!!... Votados ao abandono, simplesmente!!!... Até quando???... Tenho pena!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 12:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...País do...garrafão!!!...


… e porque estamos na adega, respeitando…como é meu jeito, já tocado por algum tinto, que fui buscar à cave…veio-me a inspiração e escrevi sobre sardinhas, garrafões, vida boa, de ilusão, pleno de satisfação, tal como somos, como estamos, contentes mas…sem tostão!!!... Especial para ti, Animaleja… por parte do alentejano, com recomendações!!!...

…País das sardinhadas,
das excursões de garrafão,
das febras, entremeadas,
dos copos, do pifão,
das noitadas, em discotecas,
em pub´s, em snack`s,
dos arrufos, das poucas lecas,
das meninas, dos queques,
das virtualidades,
do estudo falho… falido,
das puras nulidades,
do que se sabe, esquecido,
da compulsiva mania
de se consumir tudo e todos,
na efémera fantasia
dos que são broncos e tolos,
País das facilidades,
no crédito à habitação,
no leasing que se utiliza
p´ró carro, para o cão,
que se vai, se volatiza,
até ao último tostão,
numa dependência enorme,
ao banco, ao banqueiro,
que nos fazem passar fome,
ficando sem dinheiro,
com satisfações concretizadas,
de carteiras bem vazias,
com mãos cheias de nadas,
nas festas e romarias,
no deixa andar constante,
no que importa na vida,
no sentir mais que gritante
da febre, já consumida,
do gastar, da consumição,
do arrastar uma situação
de dependência bancária,
qual agência funerária,
que nos vai arrastando,
com firmeza, com tesura,
pois tesos vamos ficando,
para a funda sepultura,
da dívida por pagar
a quem nos paga o pifão,
as sardinhadas, o carro,
os petiscos, mais o cão,
a casa… algum charro,
a vestimenta a preceito,
o PC… a televisão,
tudo o que compramos a eito,
mediante crédito bancário,
o leasing e pré-datados,
por meio do numerário,
dos dinheiros emprestados!!!... Sherpas!!!...







publicado por sherpas às 08:03
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2004

...tudo isto...existe!!!...




…dia de mercado na cidade, dia de movimento, dia de ida… das gentes das aldeias, à cidade, fazer umas compras, tratar de assuntos, receber a pensão nos CTT, colocar algum de parte, pouquíssimo, pelos vistos, na CGD, contando com percalços futuros, na saúde, na casa em que habitam, com algum familiar!!!... O futuro é incerto e, pelo sim, pelo não…com muito sacrifício, fugindo ao essencial, ainda há quem o faça…quem ponha algum, de lado!!!... Há quem aproveite para tratar da saúde, na ida ao médico, na compra de medicamentos, desde que o possa fazer, é evidente!!!... A cidade, nos dias de mercado, ganha vida, torna-se mais buliçosa, ruidosa, atarefada e, eu…por norma, tento fugir, tento não ir ao centro da dita!!!... Evito, claro!!!...

…há, no entanto, excepções…assuntos que tenho de tratar, inadiáveis, impretríveis e, volta que não volta, lá vou eu, lá me misturo no movimento, no bulício, nas bichas que se formam em determinados serviços públicos…aqui no Alentejo!!!... É verdade, em determinadas alturas, por aqui…a vidinha calma e sossegada, também se altera, por várias causas, inclusive, um mercado semanal!!!...

…depois de várias voltas, na compra do trivial, desloquei-me aos Correios, tirei a senha e…aguardei a minha vez, como todos, pacientemente!!!... Enquanto esperava, ia vendo, observando o meu entorno, com prazer, com gozo…deliciado, especado, de senha na mão e…o assunto em questão, o que ali me trazia!!!... As pessoas entravam e…aguardavam!!!... Outras havia que, aos poucos…eram atendidas, consoante iam sendo chamadas!!!... De um momento para o outro, entrou uma senhora, na casa dos sessenta e tantos anos, afogueada, mais para o anafado e…pela vestimenta e proceder, concluí ser pertença do grupo dos que, em dias de mercado…aproveitam para virem à cidade, a fim de tratarem de assuntos vários!!!... Dirigiu-se ao balcão, sem senha…por desconhecimento ou por estar com pressa e, em voz alta, disse que queria cortar o telefone, lá de casa!!!... A funcionária, jovem e…atenciosa, (…coisa estranha se vai vendo, este tipo de comportamento!!!... Porque será???...) lá a informou que deveria ligar para o 16200, chamada gratuita, inclusive, poderia fazer a chamada ali…na cabine número dois!!!... A senhora, por engano…quiçá, dirigiu-se para a cabine número um!!!... Como estava próximo, chamei-lhe a atenção e… esta, corrigiu o caminho, entrou na dois!!!... Levantou o auscultador, olhou para o telefone, para os dígitos, claro…olhou para mim, baixou o dito, saiu da cabine e veio pedir-me, dizendo que não sabia ler…se, por acaso, não me importava de fazer a ligação!!!...

…lá fui, fiz a marcação, entreguei-lhe o telefone e, delicadamente…saí!!!... Passado um instante, atrapalhada, confusa, mais uma vez se me dirigiu porque…não percebia, não entendia nada do que lhe diziam, do outro lado, com o carregue na tecla um, se…., na tecla dois, se…., na tecla três, se…. por aí fora!!!... Fiz-lhe a vontade, liguei e fui marcando as teclas respectivas até que me pediram o número do telefone que queria anular!!!... Perguntei-lhe e ela, coitada…não me foi capaz de informar!!!... Alma perdida no meio da baralhada dos números, das letras, das informações, das comunicações…sem meios, sem conhecimentos, totalmente apagada, pura nulidade, analfabeta, restos dum passado triste que, para nosso mal e, por incúria e laxismo dos governantes, persiste, existe!!!... O País real do interior, num dia de mercado…quando os habitantes das aldeias próximas, vêm à cidade…resolver problemas, solucionar situações!!!...

…concluindo e resumindo… pedi à funcionária dos CTT uma esferográfica, escrevi-lhe o número 16200 num pedaço de papel, expliquei-lhe o que havia de fazer em sua casa, escudada por alguém mais novo, sabedor destas complicações, que…era gratuito, que tudo se resolvia, para não se afligir!!!... Muito agradecida, lá foi…mais aliviada!!!...

…que País este, com tantos desequilíbrios, com carências exacerbantes, tal como dantes…no campo dos saberes, analfabetos com letras, analfabetos…sem letras nenhumas, perdidos, vegetando…ao abandono, simplesmente!!!... Nestas repartições públicas (…porque não???...) deveriam existir, para estes casos, para outros semelhantes, uma espécie de relações públicas, com a única missão de acompanhar estes filhos de Deus, restos dum passado que…teima em não se extinguir, existe!!!... Vivem muitas gentes, como esta… um pouco por todo o lado, basta estar atento, basta ver, com carradas de dificuldades!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 09:52
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 5 de Dezembro de 2004

...País do come e...bebe!!!...


…para os adegueiros, com simpatia e…amizade!!!...

…País do come e bebe,
do petisquinho, a preceito,
do empregado que serve
com pouca arte, algum jeito,
da cervejola, à tardinha,
do marisco com fartura,
da conversada, à noitinha,
do queijo de meia cura,
dos tintos do Alentejo,
do Vidigueira, do Alvarinho,
do Esporão que bebo e beijo,
do Verdelho, bem fresquinho,
de Chaves… com seu presunto,
como os de Barrancos… também,
os enchidos, tudo junto,
todos nos sabem bem,
de peixes diversos… raros,
sós… em caldeiradas,
alguns deliciosos, caros,
outros, em grandes fritadas,
cozidos… acompanhados
com legumes, com batatas,
País dos empanados,
pastéis de peixe ou de natas,
do bacalhau com todos,
cozido, grelhado… frito,
que se consome a rodos,
regado com branco, com tinto,
de bagacinho no remate,
cúmulo da aleivosia,
final do disparate,
que termina com a alegria,
numa estrada qualquer,
numa cama do hospital,
por se comer… por se beber,
p´ra nosso bem, p´ra nosso mal!!!...
Nas tasquinhas, nas adegas,
no conchego… nas conversas,
sem disparates, com contenção,
muita alegria…emoção,
entorno um copo, dou um VIVA,
a todos os que…estão!!!... Abraço do Sherpas!!!...









publicado por sherpas às 09:03
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Dezembro de 2004

...há alturas, que...




…há alturas que, por motivos vários… diversos, nos sentimos a mais, connosco, com os outros, em relação a muita coisa que nos rodeia, simplesmente!!!... Afinal, somos gente!!!... Ainda por cima, quando… expectantes, assistimos a posições esquisitas, a contradições de excelências, mediante evidências, as que não querem ver, as que não aceitam, de modo nenhum, tentando…com conjecturas mil, virar o bico ao prego, sem jeito nenhum, emendar a mão…como se fosse possível, admissível, sequer, gritando, vociferando, berrando, apregoando lutas e…mais lutas, as futuras, sem futuro algum, creio!!!... Foram quatro meses…para esquecer, para não falar dos outros dois anos, os anteriores, os do fujão, o da vidinha boa…lá para as bandas de Bruxelas que, quanto a mim, a tantos, plenos de enganos e trapalhadas…não foram melhores, bem piores, convenho!!!... Ainda por cima…com um fuga atabalhoada, como se nada!!!...

…têm sido estas coisas que… temos tido, com fartura, numa acumulação de casos, de enganos, de promessas, de penúria, de coisas, de imunidades e impunidades de tantos que prevaricaram, de compadrios, de fantochadas, de conluios, de amanhanços, de negociatas de alto gabarito, de laxismo profundo, de desfazer o feito…ao que chamam de reformas, num legislar frenético, ditatorial, arrogante…sei lá que mais!!!...

…não me sinto a mais, no Fórum do Parlamento, de outro qualquer…onde possa expor os meus pensamentos, as minhas reflexões, as minhas razões!!!... Sinto-me a mais, sinto-me mal, confesso… com estas amostras de gente, à frente do País que é meu, que é nosso, deles…também, de todos, quando os visualizo, indecisos, confusos, obtusos, num desnorte total, para nosso mal!!!... Depois, bem… depois, pergunto:

- Que mal fiz eu e… os meus conterrâneos, para merecermos estes cromos???...

…claro que…estavam a mais, é evidente que, com eles, me sinto a mais…também, tal como o País, tal como as populações, não merecedoras destas figuras…ridículas, caricatas!!!... Com novas fronteiras, com plataformas…é-me indiferente, apaguem-nos, de vez, ponham-nos na prateleira dos esquecidos!!!... Todos viremos a ganhar, um dia…quando tal acontecer!!!... Já chega de… fantochada!!!... Basta!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 15:10
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

...festas...Natal!!!...

…festas felizes, em PAZ e HARMONIA, dentro do possível, claro…para todos e…para mim, também!!!... Abraços!!!...

…mais um Natal se aproxima e, com ele…quantas discrepâncias, quantas extravagâncias, quantas minudências!!!...


…mais um Natal se aproxima,
uma época, uma tradição,
aqui, ali, até na China,
é um negócio, uma ilusão,
longe do espírito, da essência,
da harmonia, da paz,
da fraternidade, da alegria,
do que se devia mas, não se faz,
da união em família,
do que eu via, em rapaz,
da comunhão de sentimentos,
na ajuda aos necessitados,
no apaziguar os sofrimentos,
aos perseguidos, aos esfomeados,
aos doentes deste Mundo,
às vítimas da cruel ganância,
aos que estão bem no fundo,
calcados pela jactância,
pelas misérias passageiras,
destes seres tão hipócritas,
que rezam loas inteiras,
debaixo das altas criptas,
nos templos onde se confessam,
onde adoram as suas valias,
onde choram, onde professam,
onde escondem as vilanias,
onde erguem suas vaidades,
onde esquecem… as verdades,
onde festejam mais um Natal,
louvando o Bem, esquecendo o Mal (???...)
Natal sem tradição,
sujo negócio, triste ilusão!!!...Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:34
link do post | comentar | favorito
|

...estavam a mais...é evidente!!!...

…com mais umas migalhinhas aos velhinhos…tentaram iludir, fazer de conta, fingir, falando em percentagens…ena tanto, 3% a 9% que, convertidos em dinheiros, dão para uma bica diária, mais ou menos!!!... Claro que…estavam a mais, quando despendiam tão pouco dinheiro em prol da população e…uns biliões de euros, tamanhos…em submarinos, em armamento…em aviões!!!... Claro que…estavam a mais, tal como me sinto…em determinados lugares, em certas ocasiões!!!...

…que estão a mais, que sobram, que são excesso, que se tornam incómodos porque…desajustados, tanto aqui, como em todos os lados, inconvenientes… entre gentes, no local errado, incertos, tal como o destino, um desajuste, um desequilíbrio, um desafio, tremenda teimosia…mais que mania, obsessão, uma sem razão…em conclusão, a mais, como tantos, como os tais…os mais, sendo menos!!!... Há pessoas assim, muitas vezes me coloco essa posição, a de estar a mais, a de me sentir inconveniente, no lugar errado mas…teimo, insisto, persisto e, comigo próprio, em comunhão perfeita, na minha solidão…enquanto escrevo, sinto-me bem, sinto-me o mesmo, a preceito, a esmo e…continuo!!!...

…sei que me não vão dando troco, que me ignoram, que me passam ao lado mas, pelo sim pelo não…lá me vão lendo, pensando no que escrevo, como quem não quer a coisa, como um ter que ser, simples curiosidade, sem animosidade, num aceitar displicente, relaxante, laxista… num deixa andar, simplesmente!!!...

…e eu… ando, escrevo, penso!!!... Enquanto o faço, não me embaraço, antes pelo contrário…com mais vigor, com mais fervor, repetindo-me até à exaustão, como solução…para este meu mal (???...)!!!... Quem canta, seus males espanta!!!... Quem escreve o que sente, como gente…alivia, quebra o stress, aligeira a carga!!!... Há tanto que escrever, há tanto que dizer, há tanto que gritar…mesmo, estando a mais, tanto aqui, como em qualquer canto!!!...

…pode ser que tenha contribuído, de algum modo, para o agitar das águas, a quebra do que estava instituído…uma conversinha de comadres, de compadres, um arrastar longo e penoso…sobre qualquer coisa, numa confraternização banal, inconsequente, sem levar a lado nenhum, agitando bandeiras de partidos maioritários ou minoritários, defendendo a camisola…com unhas, com dentes, raivosamente, quiçá…com palmadinhas nas costas, numa parceirada fixe, selecta, num círculo muito restrito…fiel!!!... Fui abelhudo, meti o bedelho, tornei-me carraça, fixei-me obsessivamente, sem bandeira, nem clube, com ideias loucas, muito minhas, palavras em excesso ou…poucas, incomodei!!!... Gentes que…estão a mais, em tantos lados!!!...

…nem mais, nem menos…no sítio certo, no errado, dá igual, é indiferente!!!... Como gente que se sente bem, quando escreve o que sente… estou onde devo, quando escrevo!!!... Nem mais, nem menos…no sítio certo, no errado, não é igual…é diferente, para certa gente que nos fazia sentir mal, quando desgovernavam, quando incompetentes, indulgentes…indiferentes, num laxismo abissal, fenomenal…tal e qual!!!...

…estavam a mais…era evidente, poof… foram-se embora, aqui e agora!!!... Estarei eu…a mais, também???... É caso para pensar!!!... Um abraço do Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:10
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2004

...convenhamos que...




…convenhamos que, como ministros…até não ficavam mal, ficavam bonitos para a fotografia, nada mais!!!... Ser ministro de qualquer coisa, como se aperceberam…de supetão, não se fica por aí, pela fotografia, pelas reuniões, em conselho descentralizado, aqui e ali, numa passeata, desfasada, num regabofe de dinheiros mal gastos, por amizades, por conveniências das excelências, por conluios e negociatas escusas, por situacionismos irreflectidos, insensatos, por alapamentos a lugares, agarrados que nem carraças…ao Poder, fazendo e desfazendo em prol duns poucos, calcando em muitos, na maioria, com indiferença, com laxismo, com uma indiferença total…tal e qual!!!...

…e o jeito adquirido, a prosápia, a superioridade com que tratavam a ralé, com que impunham a seu belo prazer, como se nada???... Dava nas vistas…caía mal!!!... Não se vislumbravam, exageravam na pose, no apego, nos interesses pessoais, na incompetência, na irresponsabilidade!!!... A revolta aumentava, ia crescendo…em todos os sectores da sociedade civil, a tal!!!... Estávamos incomodados…porque, mal governados!!!... Casos e casos, mais que muitos…numa sucessão alucinante, extravagante!!!... Eu quero lá saber dessas coisas, dizia um!!!... Como um bebé na incubadora, levando tabefes por parte dos parentes mais chegados, dizia outro!!!... Não dou…nem mais nada, são 2,2% e está feito, porque sim, determinava outro!!!... Pontes e túneis, por cima e por baixo do rio…a longo prazo, perorava mais um!!!... Até 2 016, pelo menos…assegurava o primeiro!!!... Deixem-me trabalhar, tal como dizia a referência parda algarvia…repetia o do violino!!!... Galp, Edp, Diário de Notícias, Lusomundo, águas de Lisboa, Arrábida, rendas, telepac, Falagueira, planos poupança, IRS, IRC…IVA, fuga aos impostos, droga, scut,s, tabaco proibido, multas e mais multas, insegurança na saúde, no ensino, no trabalho, nos bens que são roubados, poucas ou nenhumas perspectivas em relação ao futuro, ao trabalho, ao vencimento…infinidade de avanços e recuos, um faz de conta permanente, ministros contra ministros, ciumeiras duns, desencanto doutros, competências e…incompetências, um fartar, com um sorrisinho hipócrita, com um encolher de ombros…só visto!!!... Deu…no que deu!!!...

…eles até ficavam bem na fotografia, bem inseridos na paisagem…tanto a norte, como a sul, nas suas deambulações constantes, nas suas reuniões!!!... Como ministros, simplesmente…não estavam mal!!!... O pior era o resto, não havia norte, não se conhecia um rumo, não se viam feitos…sem estratégia alguma, ao Deus dará!!!... E, o pior, quanto a mim…a atitude tomada, depois de enganos, de asneiras, de burradas, boca calada, como se nada, para trás das costas…deixar correr o tempo, sem ética alguma, sem um cadinho de moral, pouca dignidade, bem longe da verdade, num retomar de funções, num avançar na vidinha boa, ministeriável, impecável, como se nada!!!... Para mim…era o fim da picada!!!... Não me reconhecia com tal farsa desgovernativa…pura fantasia!!!...

…estavam a mais, claro!!!... Ainda por cima…sem terem sido eleitos, como simples sucessores dum que fugiu, lá para Bruxelas!!!... Culpados, no meio de tudo isto…quase todos, começando por eles próprios, Durão, Santana e Portas, pois então, artistas convictos e assumidos, populistas e demagógicos…dos sete costados, com a conivência de Sua Excelência, até ao presente passo dado, o acabado…no fim do mês, coincidindo, quase… com o aniversário da restauração, a de 1 640, num longínquo dia 1 de Dezembro, em tempos de monarquia, é evidente!!!... Sherpas!!!...


publicado por sherpas às 14:30
link do post | comentar | favorito
|

...1º de Dezembro de...2 004!!!...

…a história, por vezes, repete-se!!!... Faz anos, num dia 1 de Dezembro, nos idos de 1 640 que os portugueses se rebelaram e…deitaram fora os espanhóis, pessoalizados em Portugal por uma tal duquesa de Mântua e um Miguel de Vasconcelos, indignas figuras do passado, representantes do rei Filipe espanhol, último da trilogia filipina que, ao longo de sessenta anos, calcaram e destruíram tudo quanto era português!!!... Recuperámos a independência, após várias batalhas com os nuestros hermanos, colocando como rei o Duque de Bragança, João, de seu nome…o quarto, conhecido como restaurador, em tempos de monarquia!!!...

…desta, após tremendíssimas asneiras, convulsões continuadas, trapalhadas sem fim, sem rumo…numa caminhada incerta, com um sucessor não legitimado, começou agora, por coincidência… num dia 1 de Dezembro, a recuperação do que estávamos perdendo, aos poucos, o social e a democracia, deitando fora todos os P,s…absurdos, extremos direitistas, sem pés nem cabeça, num País desequilibrado, com desempregados aos montões, com dois milhões de pobres, com instabilidade…como norma, sem sentido!!!...

…espero ansiosamente que…nos reencontremos, que tenhamos o que buscamos, vai para trinta anos!!!... O País é o que é!!!... Não somos ricos, não somos guerreiros, não somos deslumbrados…temos muitas carências e, desta vez, recomeçamos muito pior do já alguma vez estivemos, ainda por cima, com encargos disparatados, como os dois submarinos encomendados!!!...

…já tivemos outras crises, quanto a políticas erradas, claro!!!... Vamos ver se acertamos…vamos ver se não nos enganamos!!!... Assim o espero!!!... Que venham os competentes e…honestos, que sejam patriotas!!!... Portugal precisa!!!... Sherpas!!!...
publicado por sherpas às 07:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Sherpas

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ... os mal amados!!!...

. ... antes que... a vida, ...

. ... são... como as cereja...

. ... inclita geração!!!...

. ... guarda-chuva... color...

. ... acrimônia!!!...

. ... pedras com... regras...

. ... cliente!!!...

. ... o cavalo do... LEONAR...

. ... memorização!!!...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.favorito

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds