Sexta-feira, 30 de Julho de 2010

... obverso!!!...

... carcomidos,

pejados de brilhantes latões,

inflantes peitos consagrados,

tantos milhões que não gastam,

dos que roubam, ostentam, fartam,

honoríficos nas prateleiras internacionais,

palcos,

cenas rotativas,

não recatadas,

instituições reputadas,

 

 

algumas togas praxísticas, fardamentas ridículas,

valias,

documentação apropriada, brasão, emblema a esmo,

papel, papelão, papiro ou imitação,

sem estudo,

mais um canudo que se oferenda,

benesse, prebenda,

 

negativas arritmias que não cativam,

morte repentina dum sonho,

variante mais tétrica que se aguenta,

enfrenta,

presença que se ausenta, póstuma figura,

dentre as mais notadas,

empatias,

 

hera que entrelaça, tentacular abraço sorridente,

mais que presidente, reinante nas fantasias,

obscura senhora que o ceifou,

ciume tão louco,

luta constante da vida contra a morte,

vence a mais forte,

inevitabilidade que nos cerca,

 

acerca,

retumbante na presença que desagrada,

palavras de ocasião, consoante o acto, a função,

foste tudo, vais ser nada,

sendo muito na memória de quem te guarda,

coragem indómita, fera gente

se apagou,

 

em contramão, prescindíveis,

convencidos de energias que esgotam,

esvoaçantes criaturas,

não tão puras,

discursos incríveis,

aproveitamentos,

aposteriorísticos agendamentos,

emoções ou sentimentos,

parcas figuras que se disfarçam,

aplaudem feitos tenebrosos,

se auto-elogiam,

doces momentos

que os inebriam,

 

insectos ofuscados que são, passagens espúrias,

não prevalecem,

esquecem,

degradação que ensombra maravilha,

no denodo, entrega,

são ambições, são fúrias,

 

cabalísticas sensações,

nas passagens, oferendas,

medalhísticas ocasiões,

irreverência que persiste

perante tanta excelência,

motivo de “gag” ou chacota,

se possível o reverso de evento,

triste acontecimento,

do que foi, não regressa,

nesta tão curta refrega,

 

calcando mundos que não foram,

de quantos se desfazem,

senhores de tudo, fantasmas de agora,

viúva que chora,

mãe que enlouquece,

filho que pouco cresce,

pequena oportunidade que teve,

bruta fera que permanece,

 

energia fugaz,

envelhecida,

corrida sobre tudo que não é vida,

matéria morta, ofuscante no brilho,

anverso do que nos rege,

quando refulgindo, sorrindo, gargalhando,

se entregava, num dito oportuno, sagaz,

matreiro,

criativo primeiro de antanho,

malandro, obreiro,

 

aquele que foi, já não é capaz,

na terra do tanto faz,

dispondo do que não lhe pertence,

desmatando o que não sente,

indiferente!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.cry}{#emotions_dlg.smile} 

publicado por sherpas às 20:41
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 19 de Julho de 2010

... mescla!!!...

… mucho me gusta, me gusta tanto,

aqui ao pé, mui cercano,

de madrugada, tan temprano,

quando me levanto, quando me apanho,

depois da fronteira, ali aduana,

hábito antigo, camarero amigo,

calles tan anchas, avenidas, espacio,

passeios que eu faço,

 

 

caminando por la ciudad, Badajoz à vista,

con gana, con gusto,

manera sencilla, perder de vista,

horita que pasa,

desayuno despois, esplanada de susto,

 

sombreado pejado por tantos hermanos,

 

tostadas enteras, mantequilla, mermelada,

montaditos tambien,

sabores diversos, conversas d´espanto,

mesclas d´encanto,

migas, se por acaso,

aceite d´oliva, jamon serrano,

 

que sae una catalana, apetite dobrado,

café con leche, zumo de naranja,

tudo s´arranja,

 

defrutando descanso, sentado,

fresquito que sopra en la Madruñera,

média o entera,

sorriso abierto, palavra d´amigo,

gente dispersa, fronteira, aduana,

más abajo, lo Guadiana,

 

arriba que faço, percurso tão grande,

repetição que m´agrada,

manhãzita, madrugada,

camiño de vida, vecinos que somos,

parlatórios q´arranham,

portuñol que se cruza,

lambidela de beiço, doçura que cai,

sabores no prato,

 

reparo, descarto,

 

diferença que s´esbate,

partilha do mesmo,

desayuno dobrado,

descansado, sentado,

aprazível local, Príncipe que é BAR,

parada, recarga, calorias que entram,

quantos se sentam,

 

tapilhas gostosas, aceite d´oliva, jamon serano,

tostadas tan buenas,

café q´escalda, com leche, bien dulce,

satisfacion, sin sobranceria,

na marcha, parada,

avenida que dá guesto,

partida, pretexto,

 

aqui ao lado, en ESPAÑA,

calentura q viene, por la tarde que tarda,

sombra q´encurta,

mesas repletas,

camarero  amigo,

hábito antigo,

 

conocidos de SIEMPRE,

rejeições que se sentem,

aproximações repentinas,

interesses que sustienem

dois povos, culturas,

errores q´escrevo, língua q´arranho,

mantengo mi guesto,

entero, apuesto,

 

música de antes, partitura que soa,

tiempo pasado, águilas que vuelan,

olvidados q´estan,

percursos que s´enrruelan,

regiones parecidas,

destinos unidos, tiempos,

antanhos,

comportamientos estraños,

raianos,

vecinos… hermanos???... Sherpas!!!...

 

 {#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

publicado por sherpas às 11:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sábado, 17 de Julho de 2010

... pesadelo!!!...

 

… pesadelo constante, pequeno GIGANTE…

 

evolução de quem mata,

de quem sujeita, de quem comanda, de quem trata,

de quem obtém, de quem prolonga, de quem protege,

de quem rege, de quem não sabe, desconhece,

 

aprende, começa, recomeça

no que receia,

não compreende, congrega, aumenta,

projecta, vai mais longe, arrecada,

resguarda,

já se veste, arremete,

domestica, cultiva, verdadeiro atleta,

 

quando mostra o que caça, quando mata,

pulinho de nada,

poeira das estrelas, Pandora, destino,

interrogativo

no que não entende,

 

medroso tão débil, semente,

voga, navega,

espaço sideral,

acontecido, mais qualquer coisa nova e tal…

 

foi o que fez, com custo, sem mágoa,

insistência,

deixou, enquanto foi, continuadores também foram,

passaram décadas, séculos, milénios,

espaços alargados,

mortes mais estudadas, estratégias de DIABOS.

DEUSES enlouquecidos,

mais dotados, tão esquecidos,

 

habilidades que os foram diferenciando doutros,

com outros,

fizeram mais,

já se distinguiam dos que consideravam animais, sons distintos, sinais,

 

ajustamentos, protecção, liderança,

enfrentamento, matança, sobreposição,

desevolução,

 

semente que germina, cresce,

desformoseia, dose menos cativa,

 

aviva,

não receia,

eleva, enleia,

levanta seus braços ao céu, pretende,

acomete,

dizima,

dizimado vai recuperando, erguendo,

fazendo, sendo,

matador que se arrepende,

 

perdão que lhe dão,

lengalenga, confissão,

tão convencido, absolvição,

fortaleza que sobressai

num levantar que cai, cai, cai!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.smile}

 

publicado por sherpas às 15:55
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

... buraco!!!...

 

… buraco negro que engole,

TUDO se reduz, dissolve,

viagem no tempo,

universos paralelos,

passagem fugaz, acontecimento,

milénios e milénios, milhões já passados,

são anos, são tempos,

recuos de quem pensa,

dom que nos deram, poeira ou avença,

 

evolução, experiência,

tão tosco, confuso,

perdido no MUNDO…

 

por cá ACONTECEU tudo, mais alguma coisa,

predestínio de quem provocou,

resultado desastroso de quem não sabia,

ajuste de contas, partida esquisita,

lição não sabida,

 

aperfeiçoamento de algum erro,

tentativa de quem busca,

mistura errada, alguma culpa…

 

doses avultadas, receptor menos indicado,

evolução que teria de passar por caminhadas agrestes,

suaves enganos,

dissensões, desavenças,

dádivas que envenenaram procedimentos,

caos, perdição,

portentosos, benévolos, malévolos,

enfrentamentos,

 

confrontos que nos empequenecem,

argonautas que nos vigiam,

não esquecem,

 

perguntas sem resposta,

estórias,

contos dum passado recente,

laudatórios públicos, enaltecimentos,

idade da razão, conhecimento,

 

vergonhas que afligem,

palavras, atitudes, gestos, restos,

vestígios sem brilho, sem honra,

temerosos, a um canto,

muito antes de serem o que são,

junção, vida que surge, que ruge, sacrifica,

se apossa, destrói, come, averigua, inscreve na pedra, na pele dum animal morto,

desconforto,

 

sinais que rareiam, encontram… Sherpas!!!...

 

 

publicado por sherpas às 21:57
link do post | comentar | favorito
|

... formosas!!!...

… tão belas, festival colorido que se adona de local,

brota por cima dum muro cerrado,

portão fechado,

mostra, a quem passa, sua graça, encanto tamanho,

espanejal berrante de odores que inebriam,

cores flamantes que cativam,

 

 

prendem olhares,

palavras soltas que não retemos,

tão poucas, tão pobres perante o que nos extasia,

delírio, fantasia,

 

débeis, tememos desmoronamento repentino,

fugaz passagem, pletórico rasgo que inunda o que nos cerca,

parede, lapada que refresca,

completa,

acerta,

toque final de artista mais alto, um sábio, um louco,

omnipotente na maravilha que concebeu,

mostrou, nos deu,

 

cadinho de Céu que ficou mais perto,

universo num todo majestoso,

tão lindo, formoso,

parado, olho, falo comigo,

sozinho,

quando reparo, quando passo,

 

figura de quem duvida de meu juízo,

quando cruza ali perto,

abanando cabeça, apenando meu prejuízo,

doente tão perto,

afasta,

quedo estático,

embevecido pelo que vejo, louvor tão GRANDE,

na cor, esparso perfume adocicado,

 

recanto maravilha, êxtase inebriante,

que pena que eu tenho,

não tenho,

não trouxe maquineta que tira foto,

retenho na memória,

escrevo,

não avanço, não consigo,

quase fulminado, sento por ali,

olho com gula tudo que completa aquele local,

tão simples, banal,

descomunal,

 

enaltecido por flor resplandecente,

auge da sua floração,

tão chama, tão cor, tão emoção,

entrega de quem vive curto momento,

portento,

 

combinação que clama,

sossega quem vê,

premeia, completa passeio,

tão cedo,

anseio!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

 

publicado por sherpas às 07:20
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 8 de Julho de 2010

... nautas!!!...

… viajantes no tempo, argonautas, passagens,

figuras diferentes,

inteligências superiores, quase DEUSES,

espíritos fugazes,

imateriais, contumazes,

de TUDO são capazes,

universos paralelos,

 

fraquíssimos acessos,

big bang, estardalhaço,

grande, pequeno pedaço,

 

alguns que brilham, muitos em chama,

desviados,

rolando por espaço,

compondo o destroçado,

rolando sempre,

movimento constante,

 

aconteceu num repente…

 

dotados de poderes inimagináveis,

viagem interminável em UNIVERSOS infinitos,

tamanhos de assombro,

SENHORES dum TODO,

magma que fluiu de recipientes excessivos,

 

pouco, amplo,

controverso conteúdo,

plasmado, comprimido,

pitada que me coube,

que bem me sabe, que bem me soube,

tão espesso, contido,

 

arca que falseia quem transporta,

caixa, ampulheta,

boião de Pandora,

segredos diversos, pedrinhas tão escassas,

tamanhos incríveis,

pequenez que entontece,

 

quem passa, quem deita, quem vai se esquece,

 

num grão que aparece,

sementeira  que deu fruto,

poeira que não resulta,

disso,

se não culpa,

 

dons que recrudescem,

recanto que cativa,

momento diminuto,

encanto que é MUNDO,

acasos que acontecem… 

 

argonautas, passagens,

de TUDO…

foram capazes!!!... Sherpas!!!...

 

 

publicado por sherpas às 20:50
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 4 de Julho de 2010

... quê pasa señora...

… quê pasa señora… tantos jóvenes en la calle, tan temprano?

- Ayer… dia de botellón…

Eis senão quando, sem qualquer engano,

me lembrei das festas do S. JUAN,

do que pica, do que bebe como qualquer borrachón,

do que passa noite acordado em grande animação,

seja homem, seja mulher, idade de experimentação,

de excessos sem limite, boa vai ela, com passinhas à mistura,

droga leve ou mais dura,

 

amizades tão profundas, realidades tão distintas,

numa abstracção que embala, danças, toques, sensações,

passagem dos dias, marcações,

quebra de ritmo normal, referência que é besteira,

modo de vida que fica,

que amolga, quando estica,

vida airada, vida de nada,

casa dos pais sem filhos, sejam caretas ou betinhos,

noite perdida, madrugada,

 

sons que aguçam espírito toldado, 

por ali, por tanto lado,

geração do desenrascado

conduzida por emprestados,

luzidios tão elevados,

 

hoje crianças com quereres,

hábitos, procederes,

crescidos tão amolgados,

bêbedos por gosto colectivo,

ruas plenas tão pletóricas,

bem pesadas, tão alcoólicas,

risos, gargalhadas, festa que se arrasta,

colorida,

tanto grito, tanta vida,

 

mergulho na insensatez,

foi-se a graça, era uma vez,

atolado de corpo inteiro numa fossa, num atoleiro,

respeitando liberdade de cada um,

fazendo o que bem entendem,

pretendem,

deixando nódoa no corpo, deixando nojo no chão,

vomito do que se ingere, copos arrumados a um canto,

ainda cheios, urinando pelas paredes,

garrafas partidas, despejadas,

lixo que choca quem passa,

declínio, alguma desgraça,

desconforto de quem se não comporta,

não importa,

descrença nos que não são,

homens, mulheres que brincam,

embebedam,

rabos sentados na praça, recinto de feira qualquer,

bar a céu aberto, ali ao lado, bem perto,

desacerto,

 

algum gozo, quebra de lei que se impõe,

destino que não é futuro,

escape, desajuste… rejeição,

numa noite de São João,

botellón,

jóvenes por la calle, tan temprano,

esquecimento meu, engano,

noite perdida,

borrachon!!!... Sherpas!!!...

 

publicado por sherpas às 15:25
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 2 de Julho de 2010

... movimento!!!...

… movimento inusitado,

bastante cedo, gente que não madruga,

excesso de garotada num grupo mais denso,

despassaranados,

uns de pé, outros sentados,

aos molhos,

intervalados, rompia o SOL num dia que já era dia,

adolescentes que se arrastavam, paravam, seguiam,

lá iam,

 

braços nos braços, mole confusa,

passando,

não me apercebendo,

estranha sensação,

manhã de Verão,

tão longe o pensamento,

repetição ao longo do trajecto,

quanta moleza, quanto afecto,

quanta entrega,

mais isolado, mesma quebra,

 

desengonçado,

apressado,

mas na mesma direcção,

fuga de sítio que foi ajuntamento,

diversão na certa,

tão desenquadrado, curioso vou seguindo,

observando movimentação,

cidade que se aproxima, correnteza de quem acaba, de quem começa,

remessa,

 

busca de sítio, regresso,

começo,

recomeço,

incerteza numa aposta em que não arrisco,

com a ideia me fico,

 

vou seguindo, vendo, pensando,

tão longe de mim associação de acontecimento,

são tantos, são tantas,

horas frescas e caras novas não jogam,

esqueço…

 

não cantam, não riem, não dançam,

não correm, não pulam, não jogam,

avançam,

amolengados, sentados, parados,

sossegados,

não é habitual tal indolência em corpos viçosos,

marcados nos gestos, amolgados, macerados,

repetidos, contidos,

arrastados,

 

lá vão pela madrugada de Verão,

braço no braço, mão na mão,

intervalados por tantos lados,

mais isolados,

tendência, a mesma,

num molho, numa resma,

 

cansaço que se nota, silêncio que se estranha,

gente que se entranha,

amalgama, converte num bloco,

quando passo, desloco,

não penso,

esqueço… Sherpas!!!...

 

 

publicado por sherpas às 20:41
link do post | comentar | favorito
|

.Sherpas

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ... os mal amados!!!...

. ... antes que... a vida, ...

. ... são... como as cereja...

. ... inclita geração!!!...

. ... guarda-chuva... color...

. ... acrimônia!!!...

. ... pedras com... regras...

. ... cliente!!!...

. ... o cavalo do... LEONAR...

. ... memorização!!!...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.favorito

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds