Domingo, 31 de Julho de 2011

... olh´ó... "PÁLITA"...

… entroncado,

mais para o baixo,

inexpressivo,

serviçal para todo o serviço,

entradote, na idade,

umas décadas,

calças largas a três quartos,

espécie de “piratas” passadas,

 

doação de filho mais velho do patrão,

mesmo físico,

aparência distinta, jovem ainda,

quando,

contristado pela suja figura,

lhe fez um aceno,

com displicência lhas deu,

 

desde então,

vestiu-as,

não agradeceu,

 

fazendo conjunto com camisa axadrezada,

quadradinhos brancos e azuis,

abas da frente, sem botão,

amarradas em nó cego,

por cima da barriga,

bem fornida,

 

com desvelo,

na hora da malga,

cuidava dela,

colher desembaraçada,

por entre outras tantas,

não esquecia,

não descurava,

mesa, bancos corridos,

gentios, ganhões, ajudas, criados em desvario,

quase desafio,

 

hora da comezaina,

pausa na faina,

curto momento,

heróis, broncos, brutos,

tal como ração a uma besta,

sem conversa,

sem festa,

sem sorrisos, sem gargalhares,

ritmadas colheradas,

arfares,

 

alguns esgares,

arrotos,

outros sons nada próprios,

de quem engole,

mastiga,

devora,

para ir embora,

 

retomar canseira de árdua tarefa,

depois da sorna,

sossega,

aconchegamento de alimento,

no celeiro,

na cocheira,

na carroça,

retempero provisório,

envoltório,

sempre o mesmo,

 

camisa axadrezada,

calça larga, apalhaçada,

a três quartos,

logo acima de pés enormes,

sem botas, sem pregas,

com calos,

deformados,

sustentáculos de corpo informe,

robusto,

 

inexpressivo rosto,

que recordo,

quando me sento,

me posto,

introverto,

quando lembro,

 

arengares desnecessários,

arrazoados,

excessos,

figura de moço de recados,

paquete de casa rica,

latifundiário lá da terra,

para todo o serviço,

abaixo de todos,

para tantos lados,

ida, vinda constante,

 

sempre ao dispor

do dono, senhor,

da dona, senhora,

dos filhos,

mais que muitos,

das aias,

dos criados habilitados,

 

a mercê dum assobio,

como fiel rafeiro,

diligente, por inteiro,

 

canseira, desafio,

da cozinheira, do cozinheiro,

do ganhão,

iniciante rapagão,

por uma lentilha,

malga de grão,

côdea dura de pão,

 

fava, ervilha,

ração,

diversão,

tal como era, tal como estavam

na hierarquia de então,

quase, quase abaixo de cão,

 

era isso, era,

quando o via passar,

numa curva, num arco, numa espera,

tratando do carrinho do menino,

pegando nas rédeas,

conduzindo, protegendo,

com carinho,

dispersando

eventual perigo,

ameaça,

 

na rua, na praça,

filhos da LUA,

gentalha, pé descalça,

ajuntamento,

séquito alvoroçado,

quase praga, mal amanhada,

mal comida, mal esgalhada,

 

carrocinha de luxo,

pónei de acordo,

com quanto custo,

com quanto zelo,

cara feia, rosto inexpressivo,

moço de recados,

paquete potestativo

 

perante canalha,

mais baixa,

cara de medo

que não encaixa,

 

não aceita,

rejeita quem não o sustenta,

protege,

como cão de fila,

faz de conta, enfeita,

pega na pedra,

atira,

não deita,

deixa cair,

 

um esgar, um sorrir,

repele, afugenta…

 

olh´ó PÁLITA, gritavam,

fugiam,

lá iam, com rinha, com graça,

gentalha descalça,

fominha da grande, dos filhos da LUA,

na praça,

na rua!!!…  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}  

publicado por sherpas às 17:17
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

... espectro!!!...

... mais uma vez, espectro com que deparo,

folha vazia, branco imenso,

quando introverto,

quando penso,

perseguição constante,

costumeira,

nesta vida que transporto,

tipo brincadeira,

porque não ligo,

não m´importo,

 

 

tento agarrar lembrança,

adequar situação, acaso que me surgiu,

repente,

desesperança,

olhar vago, arredio,

passada que me machuca,

medicação para mal enorme,

gente abandonada,

com frio,

alma desamparada,

tendo vida, não tendo nada,

 

pendente de esmola, vontade,

fora da realidade,

curva escura, ruela finita,

portas cerradas, muros vultosos,

não ridentes, não formosos,

calafrio, grande arrepio,

 

injusta separação,

longínquo elo,

ligação,

de irmão que não é irmão,

grande pedaço, ruim novelo,

massacre que me aflige,

insegurança do desvalido,

agravo que se amontoa,

loa, desengano,

remendo

em parco pano,

ladainha que não entendo,

 

como formiga em carreiro,

cigarra que se desmanda,

cansaço que se não nota,

som que esvoaça,

encanta,

 

armazenamento constante,

fadiga de quem não sente,

díspar posicionamento,

entorno,

grande lamento,

atmosfera densa que se confronta,

comportamento

 

quem impele, esforça tanto,

quem acumula, fazendo canto,

gente abandonada, com frio,

tendo nada, tendo vida,

voragem, tsunami global,

sistema que freme,

derruba,

abrindo cova, cavando tumba,

 

som sinistro, ensurdecedor,

abandonado que tanto teme,

raivoso que crispa,

mata,

tendo tudo, tendo nada,

 

folhita seca numa floresta,

dando o que não tem, o que lhe resta,

sopro escasso,

quase gasto,

tão sozinho, tão esparso,

 

esquecido, com muita dor,

luz que se vai extinguindo,

num encolher, tanto faz,

indiferença que o corporiza,

quando pensa,

interioriza,

 

sendo homem, mulher ou rapaz,

valia que ostenta, bem quer,

juventude que o arrebata,

chama intensa que esmorece,

tendo frio,

calor intenso,

algaraviada que entontece,

canto de cigarra permanente,

formiga que já não sente,

tarefa que é canseira,

chuva global, grande torneira,

secura que nos agasta,

desvario que já não pinga,

mesmo que se teime,

se finja,

 

não há mal que não nos atinja,

nesta brincadeira de medo,

inertes, em grande lixeira,

quase sem eira, nem beira,

abandonados, num desvario,

secreto desafio,

orquestração monstruosa,

não ridente, não formosa!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

publicado por sherpas às 07:17
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 18 de Julho de 2011

... maltese!!!...

... como HUMANUS, diferenças abissais,

não somos iguais,

entre os menos, entre os mais,

projectos de vida íntima, mais aberta,

ocultações, mais perversas,

não confessas,

consoante, conforme protagonistas,

dando ou não dando nas vistas,

 

 

habilidade de cada um,

entre o que se desunha,

não passa da “cepa” torta,

vegetando, não importa,

o que avança, que pula,

estrelato impensável,

lá nas alturas,

noutras buscas,

 

procuras, de viés, de travesso, arremedo,

dentro de grande segredo,

 

transparências que são faladas,

claras sem gema, ovos de galinha,

tão escuras, mais negras do que breu,

sabes tu, sei eu,

povoléu que não adivinha,

 

caminhada no centro da rua,

feiras de gente simples,

arrazoados misturados com beijos,

abraços,

sentimentos que são pedaços,

 

afastado de vários requintes,

luxos incomensuráveis,

sacrifício de quem intenta,

episódio de aventura complexa,

arte de quem é capaz,

tão nobre, tão diversa,

num afã, tanto faz,

 

vida que desmanda

perante quem comanda,

dinheiro que é pesadelo,

enredo mais que novelo,

peripécias que acumulam,

juntam, desfazem, arrumam,

 

fã indesmentível,

banda desenhada,

aventureiro que é navegador,

traço rígido, faces notáveis,

corpos fortes, belos torsos,

pernas, músculos, rostos,

paragens dantescas, paradisíacas,

façanhas dos que confrontam

 sonhos improváveis, incríveis,

imaginação de quem compõe,

mistifica, burila, compõe,

 

pululam seguidores fiéis,

lutas, guerras, quartéis,

desertos, agruras, contendas,

regresso a ilha de origem,

limpinho, sem pisca, nem fuligem,

cara impenetrável, esfíngica,

como foi, assim fica,

 

impoluto, noutro capítulo,

deslizante, postura conhecida,

salões, tramóias passadas,

cetins, sedas, damascos,

acumulação de OCASOS arrumados,

 

amigos com muitos reflexos,

afectos, agarrações, amplexos,

segredos profundos, desnorte,

desvario de quem me não fio,

DEUS maior, abjuração,

tendo, na confissão, perdão,

 

repenicados em bochechas saloias,

pivete de peixe que exala,

aventura repleta de socalcos,

sorriso de quem não sente,

tendo objectivo na mente,

rastos conhecidos percalços,

 

como HUMANUS, diferenças abissais,

tão diferentes, não iguais,

referências que não me consolam,

quando pedem, quando esmolam,

 

quando disfarçam desejos,

quando altos, esquecidos,

reviranço, reviravolta,

salões de espanto,

espavento,

esvoaçar frenético,

solução,

retórica gasta, rarefeita,

grito, não passa de lamento,

palavras atiradas ao vento,

brumosa comoção,

 

densa manhã,

nevoeiro,

caminhante errante,

sendeiro,

loucura temporã,

mais ou menos milhão,

solução,

são “levadas” de dinheiros,

tudo e todos

patriotas, patrioteiros,

unidos, numa só função,

será pr´ó bem da NAÇÃO???... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}  

publicado por sherpas às 17:34
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 6 de Julho de 2011

... memória!!!...

... recuando no tempo,

lembro,

quando, de mim, me aparto, distancio, preso por simples pavio,

luzita que me aconchega, volta, não volta,

reviravolta, quando me assola,

arrecadado no meu canto, preso a pensamento,

 

saltitante ou de rompante, que, isto da memória,

na idade que se acumula, umas vezes, simples preâmbulo,

ligação a um pormenor, ocorrência que avassala e pula,

ostenta tanta beleza,

mantendo tanta certeza,

queda como directriz, quando se aponta, se diz,

 

dá colorido a conversa, completa situação,

quase como um alerta, risota que provoca,

esgar que contorce rosto,

de vinho de rica colheita, resquícios espezinhados no lagar,

simples mosto,

 

acompanhamento que seduz, quando se atira, reduz,

se recebe, contraluz,

biombo que separa o que sentes, credos, ideologias diferentes,

são apontamentos, repentes,

posicionamento d´outras gentes,

 

vidas diversas, tão raras, ajuntamentos díspares,

vidas caras,

afrontamentos que me inundam, confrontos que não entendo,

recordações doutro tempo,

estórias que gosto, mostro,

 

relembro vezes sem conta, porque na idade que tenho,

sem me aperceber, sequer,

levado por isolamento, num canto mais sossegado,

saltitante ou de rompante, sorrio embevecido,

convencido,

 

falando comigo próprio, com os botões que transporto,

nos revirados dum casaco, na farpela de momento,

não ligando, não fazendo caso,

doce visão que me acompanha, que partilho,

quando a mostro,

 

vinhaça de fraca colheita, resto de lagar, simples mosto,

espezinhado, apontamento, isolamento,

insignificância, ocultamento,

 

com outros que me são estranhos, aproximados de ocasião,

levado pela emoção,

triste celeuma, sensação, vai-se-me da boca, quando a escrevo,

quando a recordo, quando a lembro,

 

início dum disparate, espécie de intróito na peça que se desenrola,

cena que tanto me choca,

moedita que cai, quase esmola,

pantomina que desafina,

coisa à toa, desatina,

 

algaraviada sem nada, alvoroço sem rebuço,

contracção de ventre, defensiva,

no estômago, dado em nenhures,

algures,

pancadaria da grossa, estória,

 

recalque dum incapaz,

no conchego onde me encontro,

sai-me da boca, num repente,

 

escrevendo, fala adorada, com os botões que ostento,

farpela caseira, revirados, prosaico ostentatório,

sururu, falatório,

teatro inconcebível, ópera bufa, planta de estufa,

invencível cavaleiro,

no saque, sempre o primeiro,

desfazendo com pertinácia, derrocada, ineficácia,

desbarato que me confunde,

ofertando, quase de graça, etapa que se torna tão trágica,

amontoado débil de imbecis, laudatório, genuflexão, cerviz,

quando criança, petiz!!!...  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile} 

publicado por sherpas às 17:03
link do post | comentar | favorito
|

.Sherpas

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


.posts recentes

. ... cântico negro!!!...

. ... notas soltas!!!...

. ... estadia!!!...

. ... a velhice é... uma ch...

. ... os mal amados!!!...

. ... antes que... a vida, ...

. ... são... como as cereja...

. ... inclita geração!!!...

. ... guarda-chuva... color...

. ... acrimônia!!!...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.favorito

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds