Terça-feira, 24 de Setembro de 2013

... epitáfio... antes da morte!!!...

... olho para ti, prostrada,

décadas de vida, progenitora,

velhinha, mui amada,

tremelicante vela que s´apaga,

albergue d´encanto, amor,

grande senhor,

já ausente,

tão presente,

tão presente,

 

ramitos que de ti descendem,

árvore da vida que foste,

vergastadas cruéis, agruras fortes,

inclementes tormentas,

ainda lembras,

 

calas, consentes, tão no íntimo,

estou contigo,

olhos abertos,

palavras soltas, discurso confuso,

tanto te quero, tanto te dou,

como sinto, como sou,

prestimoso,

 

inútil,

vida prossegue,

vontade que s´esfuma perante a morte,

quase ninguém,

destino, futuro, término, nossa sorte,

sozinha, debilitada,

ainda vida,

restinho de nada,

 

rabisco num longo documento,

simples apontamento,

sombra que se vai alongando,

inevitável acontecimento,

meu pranto, meu tanto,

meu querer,

meu manto,

 

choro sincero que calo,

desespero de quem sente,

na tua frente,

no teu olhar,

no teu gesto, sem protesto,

vida que se debilita,

que deste,

tua partida, reencontro,

naquele TODO donde viemos,

interrogação constante,

entretanto,

 

custa menos quando s´aceita,

lancinante partida,

separação,

outro projecto,

corpo que separa, chama que s´apaga,

réstia que fica,

presença que se lamenta,

vista que não encontra,

afago que se não tem,

minha mãe,

 

não vale,

não resolve,

dar gritos ao que muito dói,

incógnita que nos dissolve,

que nos machuca, que nos mói,

dor profunda,

ausência que não desvanece,

enquanto memória,

permanece,

 

nossa valia,

companhia,

origem que foste, outra origem,

teu regresso,

reencontro com os que foram,

já partiram,

 

sempre lembraste,

quando juntos, ainda pequeno,

meu berço, meu lar, minha família,

meu exemplo, ensinamento,

uma pinha,

entretanto,

 

curta passagem,

fronteira tão ténue, filamento,

um bocadinho,

momento,

quando surge, quando aparece,

quando se desenvolve, quando cresce,

quando acumula,

envaidece,

 

nos convence,

inebria,

prazeres fugazes, acontecimentos,

quanta alegria,

quanta tristeza,

vida sofrida, aspereza,

trabalho q´enobrece,

 

nos torna melhores,

nos torna piores,

solavancos que surgem,

barreiras que rugem,

alivio, sofrimento,

vida lhe chamam,

 

quando proclamam,

quando aclamam,

quando desfrutam,

lutam,

 

epitáfio, antes da morte,

sua, nossa sorte,

que permanecerá, para sempre,

na minha mente,

 

enquanto for... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.cry}

publicado por sherpas às 12:57
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 23 de Setembro de 2013

"CATEDRAIS"

... não, não é conto, aconteceu numa grande superfície,

catedral de consumo,

como dizem, assim presumo,

inaudito, porque inédito, tão original como isto,

 

 

quedei hirto, pensativo, entrei, sentei, procedi,

mais próprio da velhice,

na que me encontro, aceito, não contradigo,

vou indo, agora, indico...

 

“pare, pense na vida,

coloque uma moeda para quem precisa”

 

simples, preciso, conciso,

espaço adequado, mesas, cadeiras, grande sofá corrido,

letreiro, logo no início,

caixinha, com ranhura, lugar afastado do bulício,

 

 

não estava escondido,

bem aberto, de tudo, de todos, bem perto,

pessoas que se atropelavam,

afã das compras, satisfação dum desejo,

como lobrigo, assim o vejo,

 

idas, vindas constantes, movimento que se ia adensando,

barulho que se dissipava,

quando embebido em pensamentos próprios, sentado,

 

dos outros, da vida, comigo, satisfazendo o preceito,

este o meu jeito...

 

“pare, pense na vida,

coloque uma moeda para quem precisa”

 

... pensei, pensei, pensei, quando entrei, quando sentei,

absorto, senti-me mais novo,

recuei, revivi momentos tristes, mais alegres,

contei anos, lembrei casos, 

envergonhei-me com atitudes, indignidades tantas,

palavras insensatas,

devaneios de alguns,

 

como o tempo passa, quanta desgraça, quanto intento,

lamento,

ajuda desinteressada, recato numa catedral de consumo,

com uma caixa, com um letreiro, com uma ranhura,

 

quando perto, quanta lonjura,

pensamento incrível, velocidade vertiginosa,

gente bonita, gente formosa, humanus,

que páram, pensam na vida, tamanhus,

 

“pare, pense na vida,

coloque uma moeda para quem precisa”

 

já tenho entrado noutras catedrais,

bem  diferentes dos kapitais,

direccionadas para a fé, para a esperança,

para o recolhimento, para a oração,

aqui ao pé, lá longe, noutras capitais,

 

sem pensar no mais ou menos milhão, conversando comigo,

CONTIGO,

só, como gosto, bem posto,

longe da miséria, do desgosto,

olhando em volta, imagens sagradas,

para quem pratica, talhas doiradas,

 

santos e santas, imagens do martírio,

sacrifício do filho MAIOR de DEUS,

segundo apregoam padres e bispos, feito à imagem e SEMELHANÇA,

pobre entre os POBRES,

julgado pelos homens,

trocado por um ladrão, pregado numa CRUZ,

ainda vivo, olhar comiserado, revoltos os elementos,

momentus,

jogatana sobre as vestes, lanças e cravos, rei do REIS,

rei dos JUDEUS,

filhos teus, filhos meus, ricos, plebeus,

FARISEUS,

perdoadas as faltas, não cumprindo regras,

quando confessas,

quando apelas, pecas,

pecas,

pecas...

 

“pare, pense na vida,

coloque uma moeda para quem precisa”

 

... tal como na catedral de consumo, ali ao lado, sem letreiro,

caixinha das esmolas,

caridade oficializada,

dando um pouquinho, não dando nada,

 

acumulando, através da fé,

usando a ralé, ignorância de vulto, na reza, no culto,

na venda de tudo,

no recanto “imaginário”

espaço vazio, mesas, cadeiras,

sofá corrido, com letreiro apenso,

assim o penso...

 

“pare, pense na vida,

coloque uma moeda para quem precisa”

 

descrédito tamanho, quanto engano,

enviesados caminhos, que não são pergaminhos,

nódoas tão grandes, entretantos seculares,

longe dos homens, dos lares,

 

fazendo cúmulos imensos, fugindo ao FISCO,

catedrais dos KAPITAIS,

lembra-te disto, amigo dos MAIS,

 

CATEDRAIS da ESPERANÇA,

melhor não seria parar um bocado, tão IGUAIS,

LAICA GOVERNANÇA,

de pé, de joelhos, sentado, com caixinha de ranhura,

sobrancelhas,

nas vistas, perante LETREIRO,

contornando a dor, a agrura, a tempo inteiro,

 

olhar para a vida, para os que, dela, pouco ou nada têm,

fazendo-os ALGUÉM,

nova atitude, outra FARPELA???... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

publicado por sherpas às 15:25
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Setembro de 2013

... piegas!!!...

... queixume tão débil, som prolongado, inaudível,

foi voz, não é,

deixou de ser, perdeu a fé,

 

grito, revolta indelével,

sorvo de café sofrível,

logo após...

 

 

ajuntamento efervescente,

luta custosa, rio d´água viscosa, torrente,

 

túnel negro que s´alonga, quanta gente,

padecimento inerente,

 

fez-se ver,

cadinho de loucos, ao sul, ocidente,

tratante sorridente,

 

 

palavra que solta,

subserviente imundo, absorto,

cantinho tão torto, fecundo,

quanta força, debilitado, o que lhe custa,

posto de lado, assusta,

 

enforcado, metido num buraco, nódoa, farrapo, cerceado

em directo, projecto, final encimado,

assunto encerrado,

disfarça,

quando passa o que passa,

 

foi o que foi, deixou de ser, lágrima q´esconde,

condição q´obriga, lá longe, compõe, decompõe,

descompõe,

satisfaz, carrega no botão,

pobre rapaz, caído no chão,

incapaz,  esventrado, resto desfigurado,

 

laivos de sangue, pedaços de carne, horror, sem som,

lá longe, estanque, temor, sem cheiro, dinheiro, imoralidade maior,

pormenor,

 

negritude avassaladora, buraco tão fundo, miséria tão densa,

quando se pensa, chorando este MUNDO, irmanando com todos,

espertos, doutos contra tão poucos,

parcos haveres, sofreres, com estes, que a TERRA há-de comer,

cidades inteiras, explosões tão grandes, podem crer,

mortandades de monta, quase, sem ver,

 

fecha olhos, com vergonha, apaga o que vê,

mas não esquece, devastação cruel,

imagem medonha, derrocada final, crueldade, sevícias, gozos,

quantas dores, quantos dolos,

 

estrebuchares, estertores,

ind´agora, há instantes, quanta pena, quando se lamenta miséria dum POVO,

nada de novo,

 

visão q´afasto, velho, já gasto,

sem força, desprezado, pedaço de vida, vencida, tão curta,

momento que s´encurta,

 

sem força,

persegue, com sanha,

perfídia, manha, tormento!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

publicado por sherpas às 11:56
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 19 de Setembro de 2013

... confiança???...

... vivia dentro de certo esquema, não s´apercebia,

enquanto vivia, com companhia,

 

som isolado, fonema, quando dizia, na mesma,

grossa toleima,

 

quando fazia, deslizante, figura errante,

sempre para diante, degradante

caminhada, tendo tudo, não tendo nada,

pelo MUNDO, pouco arrecadada,

 

vidinha boa,

quando em LISBOA,

 

enterrada, embora viva,

coisíssima nenhuma,

matéria morta, ali foi posta,

 

lugar impróprio, fastio, sorriso subtil,

tirada sem sumo, imbecil,

preso por um fio, não sendo exemplo, ror d´excelências,

não pesando consequências,

som isolado, fonema,

 

ind´agora, na barbearia, mesmo na hora,

que bem sabia falar, por falar,

isto está mal, tem d´acabar,

quanta hipocrisia, quanta mentira, mau exemplo, do mesmo que dizia,

enquanto sorria, antipatia,

 

desgosto profundo, pelo MUNDO, tão fundo,

buraco existente, desesperança

de tanta gente, VINGANÇA,

proveito d´alguns, uns poucos, tão loucos,

 

pastelaria, gente chiquérrima, conversa de treta, passagem de novela,

enredo,

família com primos, cunhados cruzados,

padrastos, com filhos, com cornos, com ombros,

enganos, sem sonhos, escombros,

segredo, escândalo restrito, agora rico,

 

paupérrima, ali à porta, olhar de soslaio,

mãe com catraio, não s´olha, não importa,

mão estendida, caridade que s´encima preenche consciência,

campanha da fome, badalação enorme, ostentação,

também, fica bem, fica bem,

 

esplanada, gente irada, filósofo, na certa,

conversa q´atiça, menciona BUIÇA, compara VASCONCELOS,

históricos novelos, emborca um copo, encosta barriga,

pica que pica,

conversa desbragada, entoa, bem alto, situação que não aceita,

quando se levanta, quando se deita,

 

vozeirão avinhado, democrata descuidado, inconformado,

com sovas, pancadaria, resolvia,

resolvia,

só à estalada,

numa curva, passagem, tipo emboscada,

 

contra velhos, contra novos, reformas e tal, complementos,

escassez, com miséria se fez, requalificado, esmoriz,

como quem diz,

esquecido desempregado, subsídio menor,

reforma de fome, mentor,

 

pai de muitos, avô de tantos, rebelde na gíria, desenrascado,

um pouco embriagado

ou louco,

 

patrocinador da pancada, segurança d´então,

coisita de nada, representação,

 

quando fazia, deslizante,

figura errante, sempre para diante, degradante,

 

democracia q´é nossa, falar a contento, apologia do que temos,

realidade tão crua,

quanto a tememos, a minha, a tua,

a vossa,

 

a que s´esconde, meandros confusos, labirintos, usos,

tansos e mansos, escassos

compromissos tão ralos,

esquisitos, sorriso subtil, tirada sem sumo, imbecil,

preso por um fio!!!... Sherpas!!!...

 

 {#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

publicado por sherpas às 06:18
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 6 de Setembro de 2013

... arrumação!!!...

... dar um jeito, quando, com defeito, camafeu precioso,

luxo tão caro, pedraria faiscante, rubi, esmeralda,

isolado diamante, raro, custoso,

 

 

amontoado, tralha s´acumula, algum trabalho,

debandada, tresmalho, tarefa doméstica,

alguma estética,

colocar no lugar, arrumar, desfazer o que vai sobrando, tempo desliza,

tanta coisa que se não precisa,

 

já deu conforto, útil, na altura, pouca dura, despercebido,

arrumada a um canto,

desencanto, na alma, um grito,

menor quantidade, já lá vai idade do guardar, juntando

qual Diógenes, aumentando,

 

torna-se sem jeito, cria poeira,

na despensa, disfarçada, albergando uma teia, mantendo no sítio,

desperdício,

 

lembramos, asseia, arruma, deita fora, quanta sobra,

consumo desnecessário,

impreciso relicário,

saudade de local, sensação tão boa, recordação,

quando s´entoa, canção do bandido,

sacado, espremido,

 

conforto, sensação que já não é, descambado, até,

sapato no pé,

passado, já morto, usado com deleite,

quanto passeio, quanto baile, roteirando, seu uso, deslizamento,

cidade calcorreada, por tudo q´é canto, por tudo q´é MUNDO, enfeite,

símbolo tão ténue, pintura que cansa, s´arrecada,

uma que outra lembrança, boneco “naif” colorido,

engraçado, bonito,

 

bem garrido, desperdício, pr´ó lixo, há quanto tempo o não via,

sorriso adequado,

alguma mágoa, despejado, e, a coisa, vai com bonomia,

alguma canseira, desagrado, tão desgovernado,

 

limpeza aprofundada, reparação numa falha, desfasamento,

tanta tralha, que o dito me valha,

fazendo sacrifício, cerceando pela raiz, tumor,

laudatório desvanecedor,

encómio, que nada me diz, algum temor,

 

vanglória absurda, modifica, muda, relatório, inquérito do descrédito,

desdito,

não s´acredita,

falta d´espaço, recanto onde guardo pedacitos de vida,

 

evito objectos mais dilectos, livros que muito me dizem,

continuam dizendo, amigos, tão lidos, tão queridos,

 

aparelhagens que ainda funcionam, contra opinião q´insiste,

pouco lhe diz, mais para trapos, muito me custa,

mulheres, farrapos, sempre dondocas, sempre formosas,

 

contrárias a outras coisas, parafernálias várias, coisas menores,

coisas maiores,

que m´assusta pensar, sequer,

deixar de ter, deixar de ser,

dispensar senhores, quero sentir, tocar, gosto de ver,

 

componentes adequados, não usados,

ultrapassados, bem guardados, primórdios, envoltórios, anelos,

basta vê-los,

 

observatórios sem viço, segurança,

segurança,

brandos costumes, fartos volumes, querê-los, não querê-los

tê-los, não tê-los,

 

tanta coisa que se não precisa,

ajuíza, conclui, ao fim e ao cabo,

cuidando do telhado com tanto cuidado, assinatura, somente,

quanto demente,

 

a COISA dura, despesão tremendo,

quanto trabalho, intui,

 

tarefa de casa, arrecadação imensa,

quando se pensa, imprestáveis que são,

 

cuida dos gastos, senhor parasita,

desconquista vitalícias, excessos, também,

arrumando tralha, ficava bem,

quantos processos,

 

prescindindo, decidindo, com custo, sem custo,

lá... vai...

instituição sem usança, tanta GOVERNANÇA,

sobressai despesa, a casa cai, dispensa, na hora,

deita fora,

 

disparates, antipatias, basto no trato, barrigas vazias,

malévolas artes, contraste que s´arruma,

avoluma,

não resguarda mais fraco,

fundação impercebível gasto incrível,

 

maquinetas tão lindas, sem uso aparente,

especialista do quê, assessor,

companhia, quanta razia,

nas idas, nas vindas,

não sei para quê???... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile} 

publicado por sherpas às 08:56
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Setembro de 2013

... salvador???...

... olhar tão doce, corpo franzino,

vida pequenina, sofrimento,

lamento,

sorriso tão amplo, farrapo que tapa,

fome, desgraça, sem pai, sem mãe,

não tendo ninguém,

 

perdido no espaço, reduzido,

tão escasso, tão curto, diminuto,

ainda miúdo,

 

estrada sem fim, pó, descaminho,

tão só, escaninho,

 

esgoto do MUNDO, tão fundo me sinto,

acabrunhado, também, sorriso de momento,

na frente, nas costas,

nas mãos q´estão postas,

 

reza indefinida, vida perdida,

modéstia infinita,

franzino, farrapo no corpo, tão dor, tão dó,

tão pequenino, tão só,

sem pai, sem mãe,

não tendo ninguém,

 

recorda, vagamente, clarões imensos,

barulhos ensurdecedores, fugas,

gritos, corpos chagados,

prédios derrubados,

bocas tão mudas, feridos,

 

pandemónio horroroso, encolhido numa porta,

num escombro qualquer, tão nu, tão só,

sem pai, sem mãe,

não tendo ninguém,

tão sujo de pó,

farrapo encontrado,

agasalho tão parco,

 

menino de todas as guerras,

vítima de todas as terras,

filho de todas as mães,

filho de todos os pais,

sem nada, ninguém, tão triste, sem ais,

 

endurecido, sofredor,

todo um senhor,

pequenino, tão doce,

como se fosse, não sendo, um SALVADOR,

 

quanto nos consola, entristece,

nos envergonha, até,

homem de pouca FÉ,

falece, mulher voluntária,

na igreja, plegária,

 

conformação, perdido olhar num SANTO,

lágrimas, pranto,

dolorosa via SACRA, q´esgarra, emudece as vozes,

algozes,

ferozes, ferozes,

 

esperança na TERRA, destruição,

tanta GUERRA,

tão doce, sorriso tão só,

sem veste, nuinho,

emoção, num espaço qualquer,

sem ter,

 

não sendo,

segredo, num gesto, meneio,

num esgar, um sorrir, sem medo,

 

não dando culpa, aceitando

o que lhe veio, sabendo estar, ambiente desgraçado,

culpado

por existir???... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.cry}

 

publicado por sherpas às 11:41
link do post | comentar | favorito
|

.Sherpas

.pesquisar

 

.Junho 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. ... os mal amados!!!...

. ... antes que... a vida, ...

. ... são... como as cereja...

. ... inclita geração!!!...

. ... guarda-chuva... color...

. ... acrimônia!!!...

. ... pedras com... regras...

. ... cliente!!!...

. ... o cavalo do... LEONAR...

. ... memorização!!!...

.arquivos

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Outubro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

.favorito

. ... antes que... a vida, ...

.links

.as minhas fotos

blogs SAPO

.subscrever feeds