Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

25
Abr04

...tempos de...revolução!!!...

sherpas
…porque a esperança não morre, Péstinha…os tempos, os actuais, são de revolução!!!...Depois, virá…a evolução, equilibrada e justa!!!...


…tempos de revolução, tempos de paixão, tempos de exacerbados sentires, tempos de alguma evolução… pouca, pelos escolhos que defronta, pouca, pelos egoísmos que encara, pouca, pela ganância pessoal de certos autistas políticos, pouca, pelo convencimento doentio dos que se pensam donos do que lhes não pertence, porque minoria, pouca COISA!!!...

…tempos de revolução, tempos de solidariedade, tempos de verdade, tempos de mão na mão, tempos de olhar, ajudando, o irmão mais desprotegido, o relegado, o desprezado…o posto de lado!!!...Tempos de revolução, tempos de emendar, de reiniciar o caminho, tempos de fazer políticas sociais, abrangentes, racionais!!!...

…tempos de revolução, tempos de inflectir e reflectir, de consciências sãs e limpas, de bom senso…outros tempos!!!...Tempos de revolução, tempos de contenção, nas atitudes, nas palavras, nos actos…com intenção, ajudando os carentes, as outras gentes, tempos de esquecermos os egoísmos, as ganâncias mil, as perversões…os milhões, em negócios sórdidos ou não, as manipulações congeminadas, escondidas, as obsessões por défices que se cozinham, as que massacram todo um Povo, toda uma Nação!!!...

…tempos de revolução, tempos de mudança, nas políticas, nos políticos, nos que se deixam corromper, nos que são promíscuos, nos que abusam da mentira, nos que se perpetuam, sempre no poleiro, por interesses, por dinheiros!!!...Tempos de revolução, tempos de justiça, na igualdade de deveres e direitos, sem defeitos, castigando os que prevaricam, peneirando toda uma sociedade enferma, que se agasta, que se arrasta, de escândalo em escândalo, sem valores, sem referências, de pouca moral, triste mural, má pintura, pouca figura…nenhuma história, para o porvir!!!...

…tempos de revolução, tempos que não perdoam, o incompetente, o incapaz, revolução que nos apraz, que nos melhora, que nos aperfeiçoa, mesmo que nos doa, que nos fira, que nos magoe…outros tempos!!!...Tempos de revolução, tempos prometedores, outras auroras, esperanças múltiplas, sonhos que despertam, que nos aguardam, nos…fazem sorrir!!!...Tempos de revolução, tempos de Abril…o das águas mil, o dos cravos em profusão, de várias cores, em tantas mãos, nas janelas, no peito, espalhados pelo chão!!!...Tempos de revolução…em paz, em harmonia, suprema alegria, fantasia (???...), não, uma ambição, em união, num País…que se contradiz!!!...

…tempos de revolução, em busca do excelso, do mais que perfeito, a nosso jeito, tal como somos…neste cantinho, jardim florido…à beira-mar, único, diferente, de todo o Mundo, de toda a gente!!!...Tempos de deitar fora…o que não presta, de acabar com a fome, com a miséria, com o desemprego, com o compadrio, com o xico-espertismo, ridícula postura que…tem cura, com o desenrascado, pobre coitado, com o deslumbrado, com o aldrabão, pobre mentiroso…o indecoroso!!!...Sei lá…que mais, quiçá!!!...Abraço fraterno de quem assim escreve, de quem assim sente!!!...Sherpas!!!...
25
Abr04

...já vai sendo tempo de...exterminação!!!...

sherpas
…repito-o porque é dia 25 de Abril e ainda estamos a tempo de acabarmos com estas espécies, indignas num Estado democrático… estamos numa época em que nos confrontamos com corrupção e promiscuidade, aos montes!!!...É por eles que as COISAS estão como estão, que não houve evolução, a que se esperava, plena e equilibrada!!!...

…sempre gostei de banda desenhada e ainda hoje, todo eu tremo de emoção, com a anunciada estreia do Homem Aranha no nosso País, em Portugal... Figuras de ficção, todas elas, fruto da imaginação fértil do ser humano que nos embalaram a meninice, nos acompanharam a adolescência e nos irão fazer recordar o passado aquando da sua exibição nas salas de cinema... Mas, se pensarmos um pouco, no panorama político actual ainda encontramos, não na ficção, mas na realidade pura e concreta verdadeiros Super-Homens e autênticos Homens Aranha, nas variadas vidas profissionais (cargos ou funções), que desempenham ao mesmo tempo... Eles são Presidentes, Administradores, Directores, Deputados, Comentadores, Gestores Topo de Gama, eu sei lá, desempenham um tão significativo lote de actividades, simultaneamente, que me leva a catalogá-los de Super Homens... Perante este painel de tarefas atribuídas, muitas vezes, a uma só pessoa sou levado a pensar nas somas fabulosas que deverão auferir no fim de cada mês... Quanto ganhará um elemento destes, quantos vencimentos mínimos?... Como Super Homens que são, deverão certamente ter um Super Vencimento!... Logo a seguir me vem ao pensamento como é que uma individualidade destas consegue atingir esta situação de privilégio e estas regalias remuneratórias e, sem querer, recordo-me do Homem Aranha que com as suas teias atinge os seus objectivos, na luta contra o mal... Estes Super Homens devem possuir algo de Homens Aranha, devem ter teias, ligações espalhadas por tudo quanto é sítio a fim de obterem todos aqueles postos ou situações simultâneas que desempenham positiva ou negativamente... As teias deverão, certamente, estar bem espalhadas no sector político, no governamental, no privado... Depois é só uma questão de fazê-las mover, no momento exacto, como se faz com as marionetas e com os cordelinhos, para se puderem obter as tais compensações monetárias no fim de cada mês... Enfim, no nosso País, vai ser estreado o filme do Homem Aranha, tal como já exibiram muitos do Super- Homem, figuras de ficção levadas ao cinema mas no nosso País, no concreto, existem muitos políticos que são verdadeiros Super Homens, pelas actividades que desempenham ao mesmo tempo e pelos vencimentos que auferem, bem chorudos e pouco nomeados e autênticos Homens Aranha pelas ligações ou teias que utilizam para atingirem os seus objectivos (não da luta contra o mal), na escala social e no poderio material que obtêm, em detrimento dos outros, uma grande maioria que não passa da “cepa torta” e que pertencem à massa anónima chamada de POVO!... É a vida... A ficção faz-nos associar certas figuras com certos figurões da vida real!... Eles existem!...Estão entre nós!...Vivem à grande e à francesa!...Mas. quem sou eu???...Sherpas!!!...
25
Abr04

...viver!!!...

sherpas
Viver


Viver dos outros, a vida,
triste consolo, grande ilusão,
vida monótona, vida rotina,
vida sem mágoas, sem paixão,
viver sem sonhos, sem fantasia,
sem amores, sem ódios, amorfo,
vida de sonso, sem alegria,
vida sem vida, vida de morto,
viver enclausurado, no convento,
sem um estímulo, como um frade,
vida interior, viver para dentro,
vida sem vida, vida de padre,
viver sem compartilhar,
sem repartir, sem oferecer,
sem dividir sentimentos,
viver a vida, só por viver,
sem discórdias, sem contratempos,
sem satisfações, sem prazer,
viver bem, só por momentos,
viver por querer, sem crer,
viver, sem nunca acreditar,
viver sem fé, ateu até morrer,
vida vazia, dá que pensar,
viver, por viver, uma vida inteira,
sem amores, sem família,
viver sem outros à nossa beira,
vida isolada, vida em vigília,
vida pensada, muito fechada,
vida sem vida, vida sem nada!...

…Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub