Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

01
Mai04

...às mães de...todo o Mundo!!!...

sherpas
…para as que o são, as presentes, para as ausentes…para as mães de todo o Mundo!!!...


…Mãe…presente!!!...


Numa noite de luxúria,
de prazer bem repartido,
num momento de incúria,
num pormenor esquecido,
por livre vontade do casal,
por um lapso bem casual,
por esta, por aquela razão,
resultado duma união
num fogacho de paixão,
numa intensa comunhão
dum querer bem consciente,
arranja-se, de repente,
uma continuidade, outro ser,
alguém, de nós, descendente
com uma ânsia de viver,
com ganas de ser gente,
um filho, uma ilusão,
um prolongamento, afinal,
a quem temos de dar a mão
porque é nosso, é natural,
mais da mãe, assumida,
que, ao dar outra vida,
entre gritos, entre prantos,
invocando todos os santos,
começou o seu sofrer,
o seu constante penar,
uma mistura de se ver,
dor de mãe, dor de amar,
dor de afastamento total
daquele que vai crescendo,
daquele que foi seu, seu igual,
que a deixa, a vê morrendo,
mãe de agora, mãe de sempre,
mãe de todas as horas,
mãe triste, mãe contente,
mãe dos genros, mãe das noras,
mulher prenha que pariste,
com toda a dor, a que sentiste,
mulher pouco consciente
do que é, do que sente,
mãe cruel, mãe egoísta,
mãe melosa, bem agastada,
servil, espezinhada,
mãe de todas as criaturas,
das presentes, das futuras,
mãe doçura, celestial,
doce olhar, bem maternal,
mãe maternidade,
fábrica de procriar,
mãe de tenra idade,
de gestão, de afilhar,
mulheres que dão, se entregam,
que, do mundo, tudo esperam,
que se prolongam, se esquecem,
que se alongam… fenecem!!!...


…Sherpas!!!...



…Mãe…ausente!!!...


Mãe ausente,
que não está presente,
que não se esquece,
porque se sente,
que não fenece,
porque ainda é gente,
que foi embora,
que nos deixou
numa má hora,
que se ausentou,
que já partiu,
que deixou amor
que repartiu,
que sentiu dor,
que se desvelou,
que se negou
na sua existência,
vida em falência,
mãe que se porta
como um carinho
que, já é morta,
se ouve baixinho,
bem de mansinho,
que ela sente,
por toda a gente!!!...

…um abraço, muito especial do…Sherpas!!!...
01
Mai04

...Tejo...passado!!!...

sherpas
Tejo passado


Há já muito tempo atrás,
nestes sapais do nosso Tejo,
viam-se tão poucas coisas más,
não como agora as vejo,
viam-se bandos de aves raras,
gaivotas, flamingos, patos,
as margens eram mais claras,
belas ostras para nossos pratos,
o marisco era muito, diversificado,
o peixe abundava, havia faina,
barcos de pequeno, de grande calado,
colhidas as velas, quando o vento amaina,
plenas, coloridas, com vento forte,
salpicavam as águas, como borboletas,
era um rio vivo, cheio de sorte,
um grande armário, muitas gavetas,
um despensário, pronto a servir,
corpos, almas, nas imediações,
natureza prenhe, sempre a sorrir,
fonte de inspiração, de ilusões,
escrito, cantado pelos poetas,
habitado por almas fortes, simples,
prenuncio de tantos profetas,
muito antes das descobertas,
porto de abrigo, acolhimento,
de partida, dos marinheiros,
navegantes do sentimento,
de comerciantes, de dinheiros,
especiarias, gentes estranhas,
espécies de muitos animais,
de manigâncias, artimanhas,
de andorinhas, pardais,
retumbante, poderoso,
no seu abraço com o mar,
de todos, o mais formoso,
neste cantinho…em Portugal!!!...


…Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub