Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

31
Jul04

...numa mulher...nem com uma flor!!!...

sherpas



…numa mulher, nem com uma flor,
sempre ouvi dizer, sempre partilhei,
quanto a agressões físicas, as de dor,
em tempos, não pensava…agora, sei!!!...

…há outras dores, loucuras momentâneas,
palavras que magoam, sentimentos calcados,
atitudes repentinas, instantâneas,
desatinos, incompreensões…graves pecados!!!...

…por mim, confesso, já pequei,
não agredi, não feri, não magoei,
quanto a agressões físicas…as de dor,
as que causam mais vergonha…pudor!!!...

…como humano, tenho falhas, como qualquer,
sem pensar, sem sentir, quase, sem querer,
como egoísta, impensadamente, fui maldoso,
proferi frases agrestes, com intenção,
pelo que fiz, pelo que disse, peço perdão,
reconheço…fui vergonhoso!!!...

…a mulher…é como uma flor,
delicada, bem formada, uma perfeição,
necessita de sentimentos, de amor,
de compreensão, de ajuda…de afeição!!!...

…como igual, em deveres, em direitos,
sem discriminação, como capaz, inteligente,
merecedora de…todos os respeitos,
companheira, irmã, filha, mãe…boa gente!!!...

…quantos de nós…ao nos introvertermos,
sem falsidades, com verdade e transparência,
não encontramos falhas, as que cometemos,
sobre a nossa companheira…suprema excelência,
por autismos abruptos, confusos, complexos,
por egoísmos tontos, atitudes, anexos!!!...Sherpas!!!...
30
Jul04

...quero rir...quero cantar!!!...

sherpas



…quero rir, quero cantar,
quero sentir… muito prazer,
quero iludir-me, quero sonhar,
ter gozo, sem raiva, sem sofrer,
ver o meu jardim florido,
pleno de canteiros multicores,
apreciar gentes simples, comovido,
verdadeiros cravos, raras flores,
neste cantinho, à beira-mar,
tão diverso, tão único, ímpar,
num colectivo que se achega,
que se transforma numa pinha,
por vezes…às vezes!!!...

…não há mal que lhe não venha,
nem revolta, reviravolta, simples rinha,
tudo lhe descamba…em cima,
queira… ou não,
parece maldição, assombração,
com mistelas, com trapalhadas,
com interesses, com benesses,
terras e terras, incendiadas,
mãos vazias, cheias de nadas,
das vítimas, dos que vegetam,
dos que sofrem…se não completam!!!...

…flores perdidas, murchas, mortas,
amplo desnorte, enfoque das televisões,
animais queimados, sem hortas,
casas destruídas, arruinadas, visões,
serras cinzentas, enegrecidas,
sem medronhos, sem mel,
sobreiros, sem cortiças,
amargura de vida…puro fel!!!...

…quero rir…quero cantar,
quero sentir…muito prazer,
tenho vontade de…chorar,
por ver…tanto sofrer!!!...Sherpas!!!...
30
Jul04

...depressão???...

sherpas
…cantemos alegremente, proclamemos aleluias, elogiemos a incompetência e o arbítrio!!!...Gritemos, a uma só voz, embargados pela emoção…com uma intenção, a de sermos felizes, ao invés da depressão, do descalabro, da penúria, da infelicidade dos outros, da incúria na desgovernação!!!...Comunguemos, em união, das glórias dos das honras mil, dos indigitados, não sufragados, dos esperançosos num objectivo que se não alcança, numa retoma que se não vislumbra, excepto lá nos altos, nas alturas, esquecendo, como deve…os milhares de desempregados, os pobres, os miseráveis, coisas menores, coisas poucas!!!...Caminhemos, todos juntos, numa viagem atribulada, para o profundo abismo…este, aqui ao pé!!!...

Uma viagem pelo imaginário,
pelas sombras da escuridão,
pelo cruel mundo solitário,
pelo aviltante, pela podridão,

pelo mais baixo, pelo miserável,
pelo sórdido, pela desolação,
pelo podre, pelo execrável,
pelo reles da multidão,

pelas sobras do consumismo,
pelo irreal, pelo que escondemos,
pelo rasteiro miserabilismo

que pensamos, mas não queremos,
existir no mais fundo abismo,
da existência que tememos!!!...

…façamos negociatas mil, dilapidemos à tripa forra, rebentemos com o público e…pelo sim, pelo não, porque não (???...), mais submarino, menos submarino, fica bem, tanto faz!!!...Viva la muerte, como os belicistas do passado, em plena guerra civil, da Espanha, aqui à porta… vociferavam, quando destruíam, quando matavam, convencidos do que diziam, convencidos do que…faziam!!!..Abaixo os deprimidos, bem ao alto os alegres, os patetas que se orgulham de tudo quanto vêem, através das televisões, das rádios que também ouvem, dos jornais que vão lendo, repositórios de depressões…sem jeito!!!...Sherpas!!!...
28
Jul04

...emoções!!!...

sherpas
…sentirmos orgulho, sentirmo-nos honrados por gentes poucas…é loucura, são coisas loucas!!!...Que proventos aportaram ao País e aos portugueses, aos carentes, às outras gentes, aos postos de lado…certos líderes, determinados ídolos, pobres coitados, bacocos autistas???...Tristes lucubrações, tenebrosos pensamentos…me assolam, quando oiço, quando vejo, quando leio…certas afirmações!!!...Sinto pena…tenho dó!!!...

Num Mundo de sensações,
de histerias apocalípticas,
de coléricas emoções,
de líderes, de políticas,
de ídolos de pés de barro,
de campeões passageiros,
seja em casa, no carro,
adulamos sempre os primeiros,
que pomos num pedestal,
nas corridas, no futebol,
nos congressos, na canção,
nas religiões, no andebol,
em qualquer competição,
manias de clubismo,
adoração da camisola,
espécie de fanatismo
desde que se sai da escola,
torcemos, discutimos,
fazemos gestos vários,
descontrolamos, aplaudimos,
damos urros, comentários,
somos heróis do falatório,
gastamos massa, inutilmente,
seja-se humilde, finório,
porque nos dói o que se sente,
pela emoção, pela histeria,
pela paixão por um clube,
pela sensação, pela alegria.
pelo líder que se adule,
pelos que nos fazem tresloucar,
que consideramos os maiores
desta amálgama de encantar,
desta mania dos melhores,
gente pouca, pouca gente,
que se esforça, alcança,
que nos torna fanático, doente,
porque se distancia, avança,
se torna o melhor de todos,
o primeiro, entre os primeiros,
neste Mundo de tantos loucos,
que gastam sentires, dinheiros,
numa histeria colectiva,
política, melódica… desportiva!!!...


…há figuras e…figuras, há loucuras e…loucuras, há casos e… coisas, há coisas e…casos!!!...Tantas manigâncias, tantas porcarias!!!...Tantas hipocrisias…disfarçadas de políticas!!!...Tantos interesses…tantas benesses!!!...Tanta pobreza…tanta miséria!!!...Há factos e…factos!!!...As evidências…são mais que muitas!!!...Que tristeza!!!...Sherpas!!!...
28
Jul04

...sacrifícios!!!...

sherpas

…a vida, sem sacrifícios, é profunda aberração, uma lástima, um horror, pura negação…no que, a ela, se refere!!!...Se ao nascer… se tiver tudo, quebra-se, em nós…logo de início, o fundamental, o preciso, o objectivo a atingir, uma finalidade na existência, começa-se…com falência, anunciada!!!...Vida vaga, sem nada…tendo tudo, às carradas!!!...


A vida, toda ela, um esforço
desde o começo, à partida,
quando, menino, moço,
sequer, logo em seguida,
crescer, logo amadurecer,
encará-la, como vencida,
com tanto por perceber,
vamos crescendo, aos poucos,
em alturas, como loucos,
tudo queremos, desenfreados,
os bons, maus bocados,
com ânsia, muita vontade,
só para nós, exclusividade,
quando homens, já maduros,
com ideias bem assentes,
percorridos caminhos duros,
olhamos para outras gentes,
pensamos, consideramos,
com altruísmo, amizade,
no meio de tantos humanos,
com carradas de verdade,
que, teremos de nos esforçar,
para nos mantermos sãos,
nesta corrida, sem parar,
neste Mundo de cristãos,
no meio de tantos irmãos,
nossos iguais, diferentes,
pelos quais também tu sentes,
suas chagas, misérias,
suas desgraças, desventuras,
menos quando estás de férias,
com os quais tanto te apuras,
te esforças, abnegas,
com mezinhas, achegas,
com palavras, atenções,
fora das amargas paixões,
próprias dos indivíduos,
sejam normais, prodígios,
gordos, magros, escanzelados,
atletas… ginasticados!!!...

…para apreciarmos o que a vida nos oferece, devidamente, como é normal…temos de nos esforçar, temos de nos sacrificar!!!...Ganharás o pão…com o suor do teu rosto!!!...De bandeja…nada nos chega, tudo nos sobeja!!!...Não presta…apesta!!!...

…Sherpas!!!...





28
Jul04

...triste quadro...amargo de boca!!!...

sherpas
…triste quadro…amargo de boca!!!...


…o cheiro, o fumo, o aspecto,
o calor, a aflição, o inferno,
o desvario, o descontrole, o respeito,
o medo, o pavor, o interno,
um não acabar, um continuado,
sofrido, gritado, de mãos caídas,
caras rasgadas por esgares,
bens queimados, sonhos desfeitos, idos,
vidas destruídas, pobres lares,
choros repetidos, berros de revolta,
esforços inumanos, velhos de muitos anos!!!...

…dor que se espalha pelos ares,
carregada, sufocante, que se solta,
vida perdida, vida de enganos,
juntos, gesticulam, aos pares,
sombras que passam, sombras queimadas,
terras cinzentas, mortas, paradas,
fardas avermelhadas, poucas, mangueiras,
sons confusos, lá pelos ares,
um ronco mais estrondoso,
jorros de água, díspares,
insuficientes, escassos,
espargidos, lá de vez em quando,
alívios mito ligeiros, raros!!!...


…gemendo, gritando, chorando,
caricatos, ridículos, obscuros,
incompetências, as das excelências,
os não eleitos, pobres sujeitos,
jactâncias, excrescências,
apocalipse de horrores,
muito longe dos senhores,
cá pelas bases, as calcadas,
esquecidas…mais que abusadas,
postas de lado, tétricas,
carentes, reduzidas, frenéticas!!!...


…máscara de sofrimento,
triste, compungida…com lamento!!!...Sherpas!!!...


26
Jul04

...creio!!!...

sherpas
…creio na inevitabilidade das…COISAS!!!...

…gostaria que todos entendessem o primordial da existência…vulgar ou excelência, sem arbítrios, sem fingimentos, sem medos, sem hipocrisias, sem falsas religiões…as dos figurões, os que todos os dias comungam, os que se confessam ao Prior…os que se esquecem do Senhor, do Filho d´Ele, o que se sacrificou, consoante as suas rezas, as que nelas professam, as que tomam como referências…certas eminências, excelsas, sabedoras…que, nos semelhantes não vêem o Filho do Criador!!!...Creio naquele mendigo, naquele desempregado, naquele miserável, naquele drogado, no que foi obrigado a prostituir-se, pelas carências em demasia, no que rouba…porque não tem trabalho e…tem fome, como qualquer ser, como qualquer homem, no que não creio, quando…do alto da sua valia, triste bacoco, coitado, faz tremenda razia, sem pensar, sem cuidar, sem avaliar um pouco…sequer, no que arruína, no que sacrifica, no que destrói, feito autista convicto, arrivista assumido, deslumbrado…confuso, mais que obtuso!!!...

Por pouco que saiba dizer
sobre tudo que nos rege a vida,
sempre quero, faço crer
que, para quem nela acredita,
ela é doce, amarga, esquisita,
é bela, harmoniosa, bendita,
bem custosa, horrível, sofrida,
é tantas coisas, ao mesmo tempo,
tão diversa, tão complexa,
tão falha, vazia de sentimento,
um sonho real que se anexa
à existência, que se esvai,
de qualquer ser existente,
seja bicho, planta, gente,
dotado daquele toque,
daquela magia suprema,
daquela chispa, daquele acorde,
daquela centelha eterna
que nos incorporou a todos,
que nos igualou, no respeito,
na plural simpatia
pela natureza, a preceito,
pelo ambiente, pela alegria,
pelo doce remanso,
pela agradável harmonia,
pelo entendimento, pelo descanso,
pela paz, na totalidade,
desta vida em que acredito,
toda ela, uma verdade,
um Dom que nos foi prescrito
por Algo mui superior,
pelo Eterno, em quem acredito,
nosso Dono, nosso Senhor!!!...

Quero acreditar num Mundo Melhor,
desse Senhor, o Eterno,
sem excelência, sem senhor,
mais equilibrado, fraterno,
com nenhuma miséria,
sem guerra,
melhor repartido, mais unido,
sem falsos profetas,
mentirosos, vigaristas,
autistas excelsos,
pouco credíveis, traiçoeiros,
que se vendem…por dinheiros!!!...


…este é o meu credo, porque, queiramos ou não…é inevitável!!!...O Mundo está a modificar, aos poucos e…os loucos, vão-se gastando, agastando, definhando, como se nada!!!...


…todas se vão acumulando, as nossas culpas, pois então e…creio, embora não praticante de qualquer tipo de religião, quando penso, quando ponho a mão na consciência que…mais tarde, as contas se acertam, no bom sentido, claro!!!...Recebemos…pelo que fazemos!!!...Tudo isto funciona como um simples computador, no que respeita a tratos, bons e maus, no que respeita a utilizações…sofridas, abusivas, fica tudo registado, claro!!!...Depois…vem o pior, seja de que maneira for!!!...Tenho visto tanta COISA!!!...Lá diz o ditado que…cá se fazem, cá se pagam!!!...Sherpas!!!...
25
Jul04

...amor!!!...

sherpas
…amor é coisa boa, o melhor do Mundo, a faceta mais bonita do ser humano!!!...Amor é uma casa cheia de alegria, são carradas de solidariedade, são montões de boas vontades!!!...Amor é uma quebra de qualquer tipo de egoísmo, é uma partilha constante, com o nosso semelhante, com gosto, com dádiva permanente!!!...Amor é doçura, é maravilha, é espanto connosco próprios, quando damos, quando nos entregamos!!!...Amor é tudo isso… e, muito mais!!!...

Quero escrever, com doçura,
sobre tudo que me agrada,
sem ódio nem amargura,
sem um pingo de rancor
por quem me causa dor,
sem maldade, sarcasmo
para os que, em meu redor,
surpresos, com algum pasmo
me ofertam, por favor,
suas magnânimas vontades,
escurecidas pelas intenções
das pouco claras bondades,
nas suas fracas razões,
que me dão, logo a seguir,
aos punhados, aos montões,
vontade de regredir,
de retroceder, parar,
de alterar, fingir
a minha forma de amar,
de me tentar modificar,
na minha crueza, maldade,
de assumir o sarcasmo
com que oriento a verdade,
a mentira, o marasmo
desta vida de interesses,
de cobiças, benesses,
do indivíduo em geral
que, para o bem, para o mal,
trata todos por igual,
sem separar ninguém,
olhando doutra maneira,
somente esse Alguém,
duma família inteira,
que, por falta, asneira,
teima em ser bem diferente
de todos, de tanta gente
que, olhando só para o umbigo,
esquecem o parente, o amigo,
falam com eles, só consigo,
numa de introversão
que cria rumores, confusão,
nos espíritos francos, abertos,
puros corações, confessos,
baralhados nos sentimentos,
empurrados pelos ventos
da discórdia, da vilania
que surgem, da noite p´ró dia,
quebrando a plácida harmonia,
a agradável, vã alegria,
de todo um lar… duma família!!!...

Quero modificar o meu sentir
viver com todos, de verdade,
de coração aberto, sem fingir,
com todo o amor, com bondade,
ser esse Alguém, tão diferente,
que esquece, perdoa,
todo o Mundo, toda a gente,
embora lhe custe… lhe doa!!!...

…que bem nos sentimos quando nos entregamos, recebendo…pelo que demos, pelo que somos!!!...Amor é continuidade de valores, é construção de referências, é um acumular de excelências!!!...Amor é o antípoda do desamor, do egoísmo, do autismo profundo e irracional!!!...Ter ambição por amar…é sentir amor pelo melhor da vida, pelo melhor que somos!!!...Sherpas!!!...






25
Jul04

...basta ver...com olhos de ver!!!...

sherpas
…este era, ainda há pouco tempo, um dos muitos casos reais que, nas minhas deambulações diárias… encontro, tal e qual!!!...O caso era aviltante, gritante, indigno e só…há pouquíssimo tempo, como já o afirmei, foi debelado, resolvido!!!...A casota, agora vazia, meio queimada, arruinada, ainda lá está, ainda existe, como testemunho mudo duma situação que se arrastou!!!...Para encontrar casos como este…não é preciso muito, basta dar uma voltinha pelos arredores de Lisboa ou… mesmo no seu interior, no coração da capital deste País, o que se pretende moderno, do século XXI!!!...Com os olhos abertos, com as mentes abertas, não podemos fazer de conta que…não existem situações como esta, no País real, o nosso:

- Quando por ali passo,
na baía do Seixal,
numa nesga de pouco espaço,
tugúrio dum animal,
numa amostra de habitação,
no casario da Arrentela,
junto à estrada, como um cão,
só com porta, sem janela,
vislumbro a silhueta
dum idoso, já agastado,
que, pela meia porta, espreita
o movimento, ali ao lado,
antes de ir à deita,
numa enxerga, apertado,
naquele cubículo, naquele canto,
sozinho, escorraçado,
olhos secos, sem pranto,
numa casota, como um cão,
com os trastes ali à porta,
naquele pequeno chão,
onde dorme, não se importa
com o Mundo que o defronta,
com a vil, baixa afronta
a que se está sujeitando,
pobre velho rejeitado,
o tempo vai-se passando
ali perto, mesmo ao lado,
da casota de pouco espaço
que eu vejo, quando passo,
com a silhueta agastada
duma pessoa, já cansada,
na meia porta que se cerra,
bem no centro desta terra,
freguesia da Arrentela,
junto à estrada, na baía,
durante a noite, em pleno dia!!!...


…os bem instalados, os forrados, os que vivem em redomas de vidro, em condomínios fechados, os que fazem a sua vidinha, coabitando sempre com os mesmos, os do mesmo extracto social, claro…não se apercebem destas COISAS, tantas que…até chateiam!!!...Vão-se preocupando com as suas aplicações, com os seus títulos, com as suas obrigações, com os fundos em que investem, com os ganhos que acumulam, com as viagens de recreio, com os carrões, as vivendas de espantar, vendo uns futebóis, ouvindo uns faduchos, aplaudindo touros e toureiros, assistindo a uns concertos, empinando uns copos e…pouco mais, tudo numa boa, enquanto vão rezando à Virgem, para que os mantenha…através dos anos, das décadas, dos séculos, incólumes, lá nas alturas!!!...A vida, meu caro…é uma roda e o que se encontra no cimo, dum momento para o outro, vem parar cá abaixo!!!...É inevitável!!!...Vivemos num País desequilibrado, queiramos ou não… admiti-lo!!!...Ver com olhos de ver…basta querer!!!...Sherpas!!!...
23
Jul04

...mediocridade!!!...

sherpas


…meu caro, pelas suas palavras escritas, presumo… ser gente de bem, com formação moral, digna, equilibrada!!!...Penso que compreende as minhas razões, quando escrevinho sobre a…mediocridade, a mesquinhez, a má formação…defeitos absurdos e sem razão, os que abundam na sociedade actual…em Portugal…toda um série delas, as que poderia invocar, que me justificam, na minha existência…no que escrevo, no que afirmo, sem descanso, com amargura, com devoção, por uma missão isolada, sem ligação a partidos…todos, com telhados de vidro!!!...Não sou melhor, não sou pior, sou um tipo de pouca monta, com uns anitos em cima que…para meu mal, como alívio, perante o que vejo e oiço, me dá para isto…colocar nos Fóruns, tudo aquilo que sinto!!!...Para meu bem???...

…em termos de consciência, que a tenho, não a arvoro, não a uso, como bandeira, descarada e…sem vergonha, como lugar comum, simples maneira de dizer, de mostrar, sem fazer, no meu caso, mui pessoal… depois de o fazer, escrevendo… delatando, apontando, criticando, sinto-me melhor, pois então!!!...

…quantos não gostariam de gritar suas queixas, de mostrar suas desventuras, suas amarguras???...Por causas, mais que evidentes, os de baixa condição, os simples, os humildes, no seu colectivo anónimo…encolhem os ombros, quiçá, deixam andar, simplesmente e…obtêm os resultados que têm, uma mão cheia de nada!!!...

…é por eles, pelos sem voz, pelos que aguentam todas as arbitrariedades e malfeitorias dos que….com legitimidade ou sem ela, usam e abusam das mordomias, das mais valias que o Estado lhes proporciona, forrando-os, enquanto os colocam de lado, aos ditos, enquanto os espezinham, os aviltam, os ignoram…os desgovernam, claro, que o faço, para bem de todos…os que estão mal e…vão de mal a pior!!!...Talvez me considerem um ser utópico, sonhador, sem valor mas, que querem…sou assim, desde que me conheço!!!...Sherpas!!!...


23
Jul04

...deslocalização de...ministérios!!!...

sherpas



…deslocalização de Ministérios, boa ideia (???...), não deixa de ter o seu interesse, aproximar do cerne dos problemas, os órgãos competentes e assim vemos, tal como dizem já, para entreter claro está, numa política de continuidade, de reformas destruidoras, sistemáticas, o do Turismo, a banhos, lá para os Algarves, o da agricultura, no meio da feira de Santarém, à maneira e o da economia, para cima, para o Norte, no Porto, juntinho a alguma empresa ou incluído nalguma…um descanso, uma formosura, um charme, um espanto!!!...Profunda reforma esta…a das deslocalizações!!!...Políticas modernas, as do século XXI, pois então!!!...

…já agora, porque razão, ficar por aqui???...Se pertencesse ao grupo das excelências continuava com o disparate e…propunha, o do interior, para o interior, para o profundo, no meio duma mata qualquer, com o staf completo, polícias, guardas Republicanas, bombeiros, com fartura, ali à mão, onde ainda houvesse alguma coisa para arder, na serra de S. Mamede…ou noutra qualquer!!!...Sempre estariam mais vigiadas e…em cima dos acontecimentos!!!...O do ambiente, no sítio mais indicado, juntinho… à ribeira dos Milagres!!!...O da Defesa, sempre teriam algum proveito, mesmo a jeito, os submarinos, claro…espaços apropriados para o Ministro, para os assessores mil, para os secretários…em profundidade, com políticas de verdade, lá nas profundezas!!!...O das Finanças, com as mãos cheias de dinheiros, ao dispor, em pleno Funchal, na ilha da Madeira…de portas abertas para o Alberto das bananas, se servir…sem entraves, sem pudor!!!...O da saúde, de doente que está…internado em hospício apropriado!!!...

…com o primeiro-ministro, não nos preocupávamos, deixávamo-lo em Lisboa, com os bares, com as discotecas, com os charmes, hotéis, evidentemente, com as boas companhias e…o futuro Casino, um desatino, na sua vidinha predilecta, a mais dilecta, a preferida, verdadeiro artista da noite!!!...

…com os outros, os que não menciono, seria uma questão de tempo, uma questão de espírito reformista, numa política autista, moderna, do século XXI…um espanto!!!...Sherpas!!!...
22
Jul04

...animal!!!...

sherpas
…meu caro, por vezes…vejo-os assim, aos que se deslumbram e se não visualizam na sua insignificância, puras extravagâncias!!!...

Que fanfarrão, pretensioso
te consideras, animal,
vil homúnculo, vaidoso,
tão reles, para teu mal,
nos actos que praticas,
nos seres que eliminas,
p`ra alimentares tuas taras,
satisfazeres coisas raras,
ignóbil, pérfida criatura
que destrói, torna impura
toda a beleza que o cerca,
mesmo que, com isso, perca
o equilíbrio físico natural
do que, para seu grande mal,
lhe é útil, preciso,
pois não lhe entra no juízo
que a sua nobre missão,
como a de qualquer irmão,
dos muitos, muitos animais
a ele parecidos, quase iguais,
é a da real sobrevivência,
sem nenhuma outra valência,
com respeito pelos demais
sem ganâncias vãs, venais,
sem soberbas, hipocrisias,
sem excessos, fantasias,
simplesmente parecido
mesmo nada convencido
que foi feito à imagem
dum Pai que fica à margem
dos seus muitos pecadilhos
que passam de pais para filhos
vão ensombrando o Mundo
calando alto, bem fundo
nas profundas cicatrizes,
de vários tamanhos, matizes,
deixadas por todo o lado,
trucidando o que nos foi dado,
malbaratando o harmonioso,
estragando o que, de formoso,
se torna bem asqueroso
pela perniciosa acção,
nem d`um gato, nem d`um cão,
mas dum abjecto ser
que não ouve, não quer ver,
o mal que vai espalhando,
destruindo, matando
tudo que apanha à mão,
tenha, não tenha razão,
criando chagas… confusão!!!...

…males maiores que, com as suas ganâncias exacerbadas, prejudicam todo um País, do qual se servem, com inteira e tamanha impunidade e imunidade…esquecendo o que são, simples, embora superiores, funcionários públicos, muitos deles, sem o aval do Povo, o que escolhe, o que decide…ao arrepio!!!...

…Sherpas!!!...


21
Jul04

...governar melhor...governar pior!!!...

sherpas
…simples considerandos meus…caro JB, como complemento, como resposta!!!...Um abraço!!!...


…governar melhor, governar pior, triste dilema em que nos debatemos desde que, em Abril74, se implantou a democracia!!!...Certo, mais que evidente, é que…nos encontramos entre dois amores, um rosa, outro, alaranjado, mais para o desmaiado, já não engana, mostrou a sua verdadeira face, a da direita extremada, desapiedada, decepcionando muitos, não eu…nunca me fiei de gente que se serve, da política, para ascender, tanto nos rosas, como nos laranjas, dá igual!!!...Já pouco se vai vendo o tipo de governante que despe a camisa…em proveito do seu País, dos sues conterrâneos!!!...Foram águas passadas, poucas…mas, ainda as vislumbrei, tanto num, como noutro lado!!!...As modernices, com os modernos, os imunes, com os impunes…estragaram tudo!!!...Perderam a vergonha e…vemo-los, bem instalados, com sorrisos sacanas, matreiros…com todo o sentido de Estado, como se nada!!!...

…têm problemas de consciência, quando afirmam que a têm tranquila!!!...Sentem-se culpados, embora tentem esconder, quando se servem do que é de todos, com desfaçatez, com ganâncias exacerbadas!!!...Quando, compungidos…se encostam a credos religiosos, desde há muito, que as suas penas, as suas nódoas…ardem na fogueira dos infernos!!!...Cá se fazem, cá se pagam, diz o Povo!!!...Creio que, não muito tarde…tudo se esclarecerá!!!...

…creio que…a grande massa anónima dos que são usados e abusados, algum dia…acordará da pasmaceira em que se encontra!!!...O tempo é um cavalo…rápido, veloz e…os que se pavoneiam, malbaratando milhões, de qualquer jeito, em breve…ajustarão contas com…os que não esquecem!!!...Governar melhor, governar pior…não é a melhor questão, antes…os que governam e os que se governam, como todos sabemos!!!...

…basta lembrar os inquéritos, os processos levantados a tantos, de ambos os lados, aos que se colaram uns milhões largos, desviados, roubados, simplesmente!!!...Os tais inquéritos, os tais processos que dão em nada, os que prescrevem, como sempre, alguns, com mortes à mistura, uma fartura!!!...Intensa e gravosa vergonha esta!!!...A canalhada é resguardada, a desonestidade é recompensada, a mentira é norma corrente e…aceite!!!...Tempos modernos, com políticas do séc. XXI, pois então!!!...Sherpas!!!...
20
Jul04

...máquina fiscal...sem peça!!!...

sherpas



…incertezas, as que nos diminuem, as que, por cima das nossas cabeças, nos reduzem, as que se perspectivam, as que…não nos dão esperanças, as que, quase todos os dias, ouvimos, por parte de Suas Excelências, sempre as mesmas, desde a mais elevada, passando pela mais endinheirada, pela folclórica populista…com sorriso matreiro, complacente…quando promete, como o outro prometia, imbuído de puro e verdadeiro, sentido de Estado, mui sério, mui compenetrado, em qualquer local, sombrio e de pêsames, eremitério, cemitério…junto de campas, vindo duma, a de sua referência, a do defunto, pois então… fica bem!!!...

…não critico… tal situação, somos livres de chorar…os mortos das nossas devoções, em privado, recolhidos…sem câmaras de televisões, fantasias, ilusões, circos, teatros…confusões!!!...Quem nunca pecou…que atire a primeira pedra!!!...Palavras santas do relicário, do livro dos livros, o mais santo, sacrário dos que…nela nasceram, nela se fizeram, pelo sacramento do baptismo, nela permaneceram, por conveniência, a de tanta excelência…religião que perdoa, que desculpa, que abençoa, todos sem excepção, seja mentiroso, seja canalha, seja ladrão, assassino, inclusive, com uma simples confissão, com arrependimento verdadeiro ou simples…fingimento!!!... Estou-me referindo, claro…à religião que, quando pequeno, me foi imposta, a que não pratico… a católica, apostólica, romana e aos quatro Evangelhos, reunidos num só, a Bíblia Sagrada, pois então!!!...

…com palavras sensatas, cordatas, pesadas, contidas, mais uma vez…já são tantas, no bom caminho, diz, com a retoma ali ao canto, pertinho…a um salto duma cobra, embora se não sinta, embora se não veja, com aquele ar sério que se lhe conhece, profundo conhecedor de tudo quanto é finança, economia, dinheiro, dá no mesmo…aconselha sensatez, o rumo a seguir, nada de aumentos ou…alguns, poucos, sem tocar no que nos é imposto, o que nos toca nos bolsos, dos que pagam, sempre os mesmos, claro!!!...Nada de desvarios, de eleitoralismos, de desatinos, de populismos, de desvios…de loucuras, quanto a gastos, evidentemente!!!...No entanto, não entendo, quanto a governo, se tinha muitos ministros, mais alguns se criaram…por questão de amizades, as tais, as de verdade!!!...O Poder???...Ah!!!...O Poder!!!...

…défice, o maldito, com tal desgovernação…persiste, tem tendência em aumentar, para nosso mal!!!...Lá se dará mais uma facada ao Património…o que se vai reduzindo, aos poucos, como se nada, para se concretizarem as tais receitas, as extraordinárias!!!...O que se venderá, desta vez???...Temo pelo Mosteiro dos Jerónimos, pela Torre de Belém…por outros monumentos que, ao invés de se degradarem…sempre renderão algum capital, para o equilibrar, o tal, o maldito…o que teima em nos perseguir!!!...

…enfim, dentro das suas competências, imponências…as excelências, rebolam-se de satisfação, nas suas extravagâncias, próprias de quem gosta, de quem se deslumbra, de quem se completa, com competências…ou não, dá igual, tanto faz!!!...

…a ralé, a posta de lado, vai-se entretendo, ao jeito dos que, na altura…estão, com… ou sem razão!!!...

…entretanto, no que respeita à máquina, a fiscal, a desequilibrada, a que cobra…sempre para o mesmo lado…ouvi e pasmei que, por questão de racionamento, de poupança, creio ter ouvido… dessa, da dita…se retirou uma peça, segundo muitos, fundamental, segundo outros, não tanto…puro despesismo!!!...Será que…a referida, irá funcionar melhor???...Será que ficará…mais equilibrada???...Será desta que…os fujões, os que escapam, os que fogem às suas obrigações, irão começar a pagar???...Bem quero acreditar!!!...Veremos!!!...É que, se todos pagarem, como deve…os que são massacrados com pagamentos excessivos…sempre terão alternativa de respirarem um pouco, de não pagarem tanto!!!...Sherpas!!!...
20
Jul04

...o amor é...uma borboleta!!!...

sherpas
...frágil, como uma borboleta, o amor esvoaça, vem, poisa, permanece…quando alimentado, quando cimentado, aos poucos, neste Mundo de loucos!!!...


Borboleta branca, frágil,
efémera vida, passagem,
ligeira no voar, ágil,
começo, fim duma viagem,
forma perfeita dum ser
que se mata, se esconde,
para depois renascer
neste espanto de viver,
forma branca, multicor,
leve, tal qual uma flor,
estética graciosa, pura,
doce canto à formosura,
inspiração maior, divina
do supremo criador
que nos dá, nos ensina,
a alegria, o amor,
numa borboleta, numa flor,
numa leveza passageira,
numa lufada de graça,
num ser que se abeira,
que voa, que esvoaça,
num turbilhão de beleza,
num momento tão colorido,
numa forma que se escapa,
num minuto já vivido,
que nos foge, que se tapa,
que se forma noutro ser,
que está quase a morrer
para, depois, renascer!!!...


…como uma lufada, plena de graça, singela, bela, veio, ficou!!!...Num repente…pode partir, deixar de existir, ser de curta duração!!!...Num minuto…se esvai, desde que…não alimentado!!!...


…Sherpas!!!...

17
Jul04

...grande Repórter!!!...

sherpas


Rui Costa Pinto é Grande Repórter da VISÃO…tens toda a razão em o considerares um grande repórter, ___________!!!...Quando, mediante o que vamos vendo, mediante as jogadas descaradas…da direita, a mais extremada, os alapamentos mais que mostrados, tremenda sede de Poder, por quem não o conquistou, por quem, aos poucos, se vai instalando, como se nada…inclusive, com a conivência de Sua Excelência, como todos tivemos a decepção de verificar…escreve o que escreve, só pode ser, efectivamente…um grande repórter!!!...

…penso como ele, penso como muitos milhões de portugueses que…se quedaram incrédulos, perante o que ouviram, partindo de quem partiu!!!...Deu, de um só golpe, tremenda machadada nos dois pés, Sua Excelência!!!...No seu grande pé esquerdo, o que o apoiou, o que o colocou…onde está, vai para dois mandatos, quase no fim e, como não podia deixar de ser, um outro golpe profundo naquele pé direito, não tão extremado, o que se revia nas políticas do P(SD), o que os desiludiu, quando se aperceberam, aos poucos, das políticas que praticava, com o Durão fugitivo, coligado com o Portas, agora com o Santana, junto com o da Amostra, numa COISA esquisita, esta, a que nos caiu em cima, por obra e graça de Sua Excelência que, segundo disse, apostou…na continuidade!!!...

…esta COISA, não interessa aos portugueses, na sua grande maioria, razão pela qual temeram as eleições, as antecipadas e o P.R., foi-lhes ao jeito!!!...Portugal não é País de mentiras, não é Pais de interesses fortuitos, passageiros, ganâncias exacerbadas…é País com muitas carências, como todos sabem!!!...A continuidade, além de não ser legítima, não é credível…não interessa a Portugal!!!...Foi-nos imposta por Sua Excelência, temerosa, quiçá…do contra golpe do bananeiro, dos interesses instalados, da família do P(SD), o PP direitista, o da Europa…sei lá!!!...

…que me desiludiu, não tenho dúvidas nenhumas!!!...Tenho pena, mas quem sou eu, quem somos nós, perante tanta excelência???...Sherpas!!!...
16
Jul04

...seria difícil...mudar!!!...

sherpas

…seria difícil mudar de ideias, meu caro, mediante palavras tuas ou…de outro qualquer!!!...Tenho idade e experiências suficientes para saber o que quero…para o País onde vivo, para os meus conterrâneos, especialmente para os que, por mais que tentem, não saem da cepa torta!!!...

…ser mais restritivo, em termos de dinheiros, dizes tu… que as políticas de esquerda, neste aspecto, não se distinguiriam das políticas de direitas!!!...Erro grave e crasso, quanto a mim, quanto a todos que vão ficando apalermados, perante as negociatas, as privatizações em proveito de determinados grupos económicos, sempre os mesmos, os fazedores de milionários…os que aumentaram, em detrimento dos que empobreceram, viram diminuído o seu poder de compra, face aos congelados e…outras coisas mais!!!...

…disparate, não leves a mal…é opinião minha, quando com estas políticas de direitas extremadas, se castiga furiosamente toda uma classe média, com impostos em catadupa, não se combatendo a fraude, a fuga ao fisco, desempregando anormalmente…consentindo, como se nada!!!...

…se não há graveto, como afirmas…porque razão se vão adquirir submarinos, aplicar muitos milhões em armamento sofisticado, um disparate, um despesismo, sem sentido???...Continuo afirmando que…embora tente, não os consigo compreender, aos de direita, a extremada, pois então!!!...Sherpas!!!...
10
Jul04

...nasce torto...nasce morto!!!...

sherpas


…sempre foi meu lema, quando não compreendia… ouvir, ler, reler, tentar perceber…até entender!!!...Quando não, dizia para mim mesmo…bem tento mas, não consigo!!!...O que se passou, no dia nove de Julho do ano de 2004, deixou-me estupefacto, completamente desiludido, pasmado…espantado, deveras!!!...Ora se, perante factos, os evidentes, tão comentados, badalados, por Sua Excelência…em público, mais de uma vez, com ar sisudo, compenetrado, quando falava da depressão, dos carentes abandonados, da grande falta de SOCIAL…desta Coligação, não esta, a outra, a que ficou sem cabeça, a que provocava instabilidade, até ser coisa pouca, depois da fuga do… das honras mil, claro, até culminar com o agravamento, da citada situação, que o fez, durante tantos dias, auscultar muita gente, dando quase a entender, o que se esperava, o que era…mais que certo, claro!!!...

…mas, não!!!...Por causa da estabilidade, a que nunca existiu, desde há dois anos para cá, como todos sabemos, não vale a pena repetir…Sua Excelência decidiu, sendo por isso, responsável, fazendo a política deles, dos que, por mim falo, sem legitimidade, não credíveis, sucessores, não escolhidos…mais que impostos, virando costas ao Povo, garante da DEMOCRACIA, numa AUTOCRACIA TOTAL, espécie de DITADURA, tal como a do passado, a do BOTAS, sem ligar peva a ninguém, à ralé, claro, a do trapo no pé…determina, congemina, mantém, sustém…quem, logo à partida, nasce torto…nasce morto!!!...

…bem, há pouco tempo atrás, tentava, com esforço e empenho…teimava, em compreendê-los, não conseguindo, como é evidente!!!...Agora, por mim, por todos os portugueses, em geral, na sua grande maioria, ficamos de boca aberta, perante gentes não sufragadas, sem perfil, duvidosas…colocadas, como por obra de magia, nos mais elevados cargos da Governação!!!...Onde estão as referências, dos que…por eleições, ficavam mais que legitimados, credibilizados???...Voltámos ao passado!!!...Estou estupefacto!!!...Tenho pena…por termos regredido tanto!!!...Sherpas!!!...
09
Jul04

...um casamento, com banquete...o tal!!!...

sherpas
…não, ainda não é desta que, para desilusão de alguns, claro, vou escrever sobre o… tão badalado, vou comprar o leite (???...), como alguém, deste Fórum, para desgosto do dito, me propôs, mas…não perde, pela demora, pode crer!!!...

…em tempos de profunda crise, de recessão, direi…para aliviar, para descomprimir, claro, faz parte da nossa maneira de ser, esquecendo o fugitivo, as antecipadas, ou não…as políticas exacerbadas, dum e doutro lado, vou-vos contar, como acabou, em festa, o casamento, o tal!!!...Para fazer recordar, para animar a…malta!!!...

…vou continuar um thread que, em tempos, escrevi, sobre um acontecimento, importante para mim, como parte interveniente… para os que se casaram, para os familiares de ambas as partes, os que assistiram, os que se regozijaram, os que se banquetearam, no final, em harmonia plena, com alegria, a conveniente, a desejada, num começo de vida…a dois, os noivos, pois então!!!...

…a minha intervenção seria mas, não foi, por circunstâncias alheias, terceiras, por um acidente, no percurso, de viação, que interrompeu o cortejo, quando nos dirigíamos para a igreja, onde o noivo, impaciente…aguardava, com algum nervosismo, com ansiedade, própria do evento, do enlace!!!...Peço aos Deuses que o acidentado, numa das muitas viaturas, que naquela altura, circulavam na famosa IC 19, a caminho de Sintra, partindo de Lisboa, teve um mau encontro, uma fatalidade, um desastre, que recupere…que tenha sorte!!!...

…como estava descrevendo, por motivos já justificados, cheguei atrasado à igreja, lá ao fundo, dum caminho estreito, pedregoso, ladeado por casas ajardinadas, com quintas, mais que muitas, belíssimas, no interior… com acessos, quando o tráfico é muito, difíceis, tenebrosos, por mim falo!!!...Adoro Sintra, acho-a formosa, única, excelsa mas, com os inconvenientes, fujo dela, quando posso…a sete pés!!!...Quedo-me, satisfeito…com a dita, no pensamento!!!...

…o caminho era estreito, pedregoso, com poucos espaços para aparcar, os convidados eram muitos, como em qualquer casamento!!!...Cheguei, já atrasado, pelos acasos… e o padre, ou diácono, não sei bem, era esquisito, não esteve para aguardar, queria despachar a obra, (???...) pois tinha mais que fazer, outros casamentos, quiçá!!!...Fiquei, tal como a noiva, sobrinha minha, defraudados mas, enfim, a cerimónia deu-se, o diácono pronunciou-se, com rezas, as costumeiras, os conselhos, neste caso, quanto a mim, quanto a muitos…esquisitos, despropositados!!!...

…abordou o assunto do aborto, a seu ver, com vistas curtas, fazendo render o peixe, aproveitando a assistência…muito ele falou!!!...Ainda estive para intervir mas, a custo contive-me, limitei-me a sorrir!!!...Depois, valha-o Deus, fez uns considerandos sobre sexo, sobre prazeres, descurando os seus afazeres, metendo a foice…em seara alheia, desfasado dos tempos, das mentalidades, das vidas mais abertas…com verdades, sem tabus!!!...Foi…para esquecer!!!...Ainda, mal comparando, passou-se, quando se baralhou, confundindo pessoas com cães, com cadelas, com intenções, com aberrações!!!...Coitado, pobre bacoco, numa igreja, em Sintra, ao fundo dum caminho estreito, repleto de carros, de pessoas…pedregoso!!!...O positivo, na cerimónia religiosa, foi a canção, musicada, a preceito, bem entoada, dizendo tudo…comovente!!!...Foram abençoados, devidamente apadrinhados, aplaudidos, com beijos, abraços, sorrisos!!!...Quedei-me com a falta…o não acompanhamento da noiva, ao altar, como estava previsto!!!...Acontece!!!...

…mais umas voltas, peripécias mil, Sintra para mim, embora bela, é um verdadeiro calvário!!!...Chegámos à Quinta, algures, ali ao lado…local paradisíaco, com sombras refrescantes, com carpas, (…tendas grandes, enormes, agora, na moda, muito usadas… não peixes, me parece, claro!!!...) já montadas, junto a lagos, com relvas, com cantos, com recantos, com mesas devidamente preenchidas, com bebidas, alcoólicas e outras, com tapas variadas, canapés, acepipes, sei lá…um pouco, muito, de tudo!!!...Os noivos, enquanto os convidados se iam refrescando, bebericando, mordiscando, comendo, aos poucos, sem gula…começaram o sacrifício, o das fotografias mil!!!...Todos quiseram e eu, tal como os outros, também quis!!!...Lá fiquei, com minha mulher, imortalizados, ladeando os noivos, meus sobrinhos, agora… a noiva, mais o noivo!!!...No final desta sessão, esgotados, com sorrisos bonitos, os da juventude, perante familiares e amigos…entraram, ao som da música, a mais adequada, no local do banquete, onde todos aguardávamos, com palmas, com sorrisos, com ditos…felizes!!!...

…a decoração das mesas, o seu entorno, os arranjos florais, a pista de dança, o grupo musical, os…que nos receberam, os que nos serviram, perfilados, nas suas fardas, comandados por um Chefe, sabedor…muito senhor, afável, simpático, como todos, um espanto, um encanto!!!...

…houve de tudo, um serviço impecável, profissionais de corpo inteiro, atenciosos, prestáveis, como deve, num almoço, cerca das 18 horas…já tarde, onde nada faltou, antes pelo contrário!!!...Houve pancadinhas nos copos, nos pratos, com talheres, por parte dos e das amigas, (…mais novos, claro!!!...) dos que se tinham já casado, pedindo, como habitual, um beijo público, aplaudido!!!...Uma vez, duas ou três e…depois parou, para não aborrecer!!!...O conjunto musical…foi bom, cumpriu, deliciou-nos com boa música, com boas canções, durante todo o repasto!!!...Havia satisfação geral, em ambas as famílias!!!...

…as referidas, geralmente, encontram-se, nestas ocasiões, as das amplas alegrias e…nos funerais, os das amplas tristezas!!!...Contrastes, disparidades, verdades do que é, afinal…a vida, a que se não condói!!!...Depois do almoço, que se alongou, quebraram-se os protocolos e, tanto os noivos, como os convidados, começaram a cirandar, de mesa em mesa, de grupo, em grupo, falando, sorrindo, recordando, afagando, cumprindo missão, agradecendo, recebendo com mais intensidade, amando mais os seres queridos, criando amizades, novas, fortalecendo laços, os já existentes, os que se criaram!!!...O amor circulava, livremente, aos jorros, quiçá…por influência dos nubentes!!!...

…e houve buffet, houve tábuas várias, de queijos, de carnes, de doces, de frutos…um espanto, uma fartura!!!...Não é todos os dias que acontece…um casamento, um banquete do dito!!!...Dias…não são dias!!!...Tudo bem servido… os meus parabéns, aos organizadores, aos profissionais!!!...Pouco bebidos, o suficiente porque, nestas coisas, pelas multas, pelo balão…há sempre contenção!!!...Num rompante, música de dança, baile assumido e…foi uma animação!!!...Os noivos, abriram o baile…ao som de valsa!!!...Logo, logo acompanhados…por muitos dos convidados!!!...Há muito que não me dedicava a essas práticas mas, mais a minha mulher…não resistiu e, vi-me, sorrindo, rindo, dançando, numa loucura total, com compostura, com prazer, com alegria, minha e dos meus mais próximos, dançando músicas atrás de músicas, como quando mais jovem…noutras festas, noutras danças!!!...Paragens, conversas mais sérias, meiguices, mimos, dados com prazer, aos parentes mais idosos, recordações do passado!!!...O bom da vida, vivida, com verdade, fora de balbúrdias, de hipocrisias, de falsidades, de ganâncias exacerbadas ou não, longe de políticas sórdidas, sujas… baixas!!!...Um Mundo novo, outro, diferente…todos, boa gente!!!...O tempo, foi-se arrastando, aos poucos, com gosto, com risos, com danças, com abraços, com quereres, com comeres, com beberes…satisfação plena, banquete superior, conseguido, com charutos oferecidos, com lembranças dos noivos, impecáveis, os dois!!!...Mereceram-no!!!...Que sejam felizes!!!...Já avançada, a noite, uma mariscada variada, em grande, com cerveja, com espumante, com verde fresco, com branco maduro, um creme do referido, extrema consolação!!!...E, no momento próprio, eis que, com os parabéns a vocês, todos em coro, com o grupo musical, com bater de palmas, aos noivos, o partir do bolo… a distribuição dos bolos, um por cada mesa, uma originalidade!!!...Aproximava-se o fim, dum dia inolvidável, como tantos, como muitos, como os dias de casamentos dos que se casam, consoante as normas, as posses, as que escolheram, as que optaram…os que se casaram!!!... Ainda falei sobre política, com um alentejano, como eu, coisa leve, coisa pouca…não era o local, não era a hora mais indicada, estava desajustado, o tema!!!...

…cerca da uma hora da manhã, preenchido de sensações belas, confortado, com beijos, com abraços, com risos, com sorrisos, regressei a casa, com a minha mulher, deixando Sintra para trás, cidade bela, com as suas quintas, com os seus caminhos estreitos, empedrados, calvário para muitos, como nós…que a adoram, mas que gostam mais de a recordar, em pensamento, por vezes, tormento difícil, custoso!!!...Foi só, para…completar, um thread, mais atrasado, sobre um casamento, muito especial!!!...Há os que podem e…o fazem, há os que não o fazem…porque não!!!...Como seria, bem diferente se…todos, ou a maioria, o pudessem fazer!!!...Enfim…é a vida!!!...Para eles, para os noivos, nestes tempos conturbados, de crise, de recessão…de pessimismo, de insegurança no emprego, pois então, começa a luta, tal como para todos, os da sua idade, claro…a real, a da sobrevivência, a do trabalho a dois, a sério, como deve!!!...Melhores tempos para os jovens…homens de amanhã, é o que mais desejo!!!...O futuro…é deles, pois então!!!...Abraço do Sherpas!!!...


09
Jul04

...meu caro!!!...

sherpas


…meu caro, sobre políticas e políticos…tenho os meus pontos de vista, os que se formaram, aos poucos, consoante tenho observado a actuação dos que as praticam, dos que o são, efectivamente!!!...Não posso deixar de reconhecer que, sendo cidadão deste País, embora não vinculado, nesta democracia que é a nossa…queira ou não, tenho opções, como o tenho demonstrado, quando escrevinho, a meu jeito, influenciado, mais por estes, menos por aqueles, tanto faz, é indiferente…faço por pensar, por discernir!!!...

…já vivi nos tempos da ditadura, fui governado na altura do Gonçalvismo, orientado por ideias, as dele, mais para o comunismo radical, direi…era com ele, respeitava e aceitava, fui orientado pelas políticas rosas, do Mário Soares, pelas do Bloco Central, pelas do Cavaco, pelas de Guterres e, ultimamente, pelas destes modernos, os do pelotão da frente, segundo apregoavam, os do choque fiscal, segundo prometiam!!!...A todos me submeti, depois de ver… sempre critiquei!!!...Vivo num País, mais para o terceiro Mundo do que…para a Europa, a que conheço, tenho esse privilégio!!!...De todos os nossos parceiros somos os últimos, em tudo…mais, nos tempos recentes!!!...Existe uma tremenda discrepância entre os ricos, agora milionários e os pobres, agora…miseráveis, a classe média, à qual pertenço, está a ser sugada, com desfaçatez, temendo-se que, com o tempo, se extinga e…fiquemos como o Brasil, com muitíssimo ricos e muitíssimo pobres, uma desgraça!!!...

…houve políticos que fugiram, tanto o Guterres, como o Durão!!!...Um fê-lo com dignidade…o outro, não!!!...A Nação está, como está, graças à acção perniciosa dos laranjas e dos rosas… desenvolveu, um pouco, graças a eles, também!!!...Maior intervenção, pela negativa, com algo de positivo…os laranjas, com maiorias, com reformas profundas, segundo entoam, a todo o instante!!!...Esta recente maioria foi, quanto a mim…uma calamidade, com excessos de mentiras, com promessas por cumprir, falando do que nunca se viu, nem vê…foi-se adiando, de ano para ano, com destruição profunda do público, em proveito do privado, claro…nas grandes reformas, pois então!!!...

…sobre os rosas, tiveram coisas boas, como a do RMG, claro…com algumas deficiências, é evidente!!!...Dedicaram-se mais ao SOCIAL…o que estes, pura e simplesmente, desprezaram, viraram costas, como se nada!!!...Sobre as figuras que comentas, não deixam de ser o que são, pessoas, com os seus quês e os seus porquês, tanto num bando, como no outro, claro!!!...Quanto a populismos, os que eu detesto, fazem parte dos jogos sujos, da política…com o intuito de cativar, de ganharem o Poder!!!...Admitem-se ou contestam-se, está em nós, pois então!!!...Sobre competências ou incompetências…é um assunto mais gravoso, delas dependem as nossas vidas!!!...E, quanto a isso, estes dois anos foram um fracasso, de todo o tamanho!!!...Como os herdeiros…do que fugiu…querem continuidade, penso ser um grande disparate!!!...As políticas praticadas, além de erradas, foram erráticas, daí o Estado que temos!!!...

…governaram os de cima, abandonaram os de baixo, inclusive as bases do P(SD), como já se aperceberam, os ditos!!!...Como já tiveram, vezes sem conta, a maioria e…nada fizeram em prol dos carentes, ao invés deles próprios, dos seus apaniguados e amigos, julgo ser o momento de os mandarmos… a passeio!!!...Daí o receio deles, porque sabem as asneiras que fizeram e…temem ser afastados!!!...Quanto a despesismos, tanto rosas, como laranjas, por umas coisas, por outras…estão um para o outro, com uma diferença, enorme, quanto a mim!!!...Os laranjas dão a quem muito tem, forram, os já forrados e…distribuem, como se nada, umas migalhinhas, poucas…pela ralé, a do trapo no pé!!!...Daí o ressurgimento de milionários…em catadupa, e… de miseráveis, de pobres, por cada canto, consoante, vejo, me apercebo!!!...Uns, avultam…outros, diminuem, quase que desaparecem!!!...Isto numa realidade absurda, os que se forram, cerca de 15% da população, os que vão fenecendo, aos poucos, todos os outros…mais de 70% e…há os tontos, os que se vão em cantigas, os que não ligam, os do deixa andar…os outros 15%, mansos e brandos, como se nada!!!...

…despesas insensatas com submarinos, com assessorias várias, com vencimentos brutais, com pareceres pagos a peso de oiro, com desvarios, com mordomias e benesses…pensando em greens, em charmes, em casinos, numa irracionalidade, tão longe da realidade, tão longe da verdade…é o que vemos!!!...Porque não…eleições antecipadas, para acabar com esta continuidade, tremenda barbaridade???...E, já agora…só para comparar, porque não…uma maioria confortável ao P.S.???...Depois, bem…depois, logo se via e…consoante as políticas, os resultados, seria tempo, então de reconverter todos os quadrantes políticos, fazendo limpeza geral, afastando os incompetentes, rosas ou laranjas, tanto fazia, com tristeza mas…com firmeza porque, por mim falo…o que interessa, é o interesse Nacional, é Portugal e os portugueses!!!...Tudo o resto…não deixam de ser…o que são, tretas!!!...Deixemo-nos de partidarites bacocas e…sem fundamento, vai sendo tempo!!!...Sherpas!!!...

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D