Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

31
Ago04

...o P(SD)/PP(D)...só com P,s!!!...

sherpas
…simples…retrato, duma figura, claro!!!...

Incoerente, abrupto,
pretensioso seguidor
do Sá Carneiro, defunto,
nas ideias, fiel defensor
do PPD/PSD moribundo,
ex-cavaquista, no poder,
conhecimentos, de pouco vulto,
das artes, do saber,
percebendo pouco do assunto,
que, por querer ou sem querer,
confundiu, como eu confundo,
pianos com violinos,
dando ao Chopin, no outro Mundo,
outras árias, outros hinos,
em tom de valsa dançada,
como dum Straus se tratasse,
esquecendo a pianada
pondo, bem de realce,
as suas inclinações lúdicas
que são pícaras, não pudicas
no que, ao femeaço, se refere
a quem adora, bem quer
para as suas atracções,
sexuais… naturais,
sem outras mistificações
que, nas revistas, nos jornais,
mostram aos montões,
o fazem pensar… corar,
quando pensa nas paixões
que, com amor, ilusão,
fez penar os corações
das que amou, em união,
séria, respeitada,
fazendo-lhes, em comunhão,
uma resma de pequenada
que irá perpetuar
a sua cara descarada,
de líder, para falar,
num sector da laranjada
que tem presente, no ar,
aquela sigla, abençoada,
para sempre se respeitar
ao Sá Carneiro, se associar
como uma eterna homenagem,
a um nobre, pelo seu pajem,
paladino da descredibilidade,
fantasista, sem maldade,
um snobista inveterado,
às saias, sempre agarrado,
detentor dos bons e caros costumes,
do sexo, dos corpos, perfumes,
na real governação
dum País, duma Nação,
pouco dado, podem crer,
às letras, às artes, aos saberes,
com pretensões, como quer,
em todos os teres, haveres
nas fêmeas, nas mulheres,
nos violinos do Chopin
que, como o piano, nos dão,
alguma leve confusão,
não o fazendo calar,
quando está a falar,
sem nenhuma coerência,
cheio de total irreverência,
para o Zé, para o Povão
na rádio… na televisão!!!...


…há certas figuras que…nunca as pensei, consoante as vejo agora!!!... Liberais, de extrema direita, pouco democratas, nada sociais!!!... O P(SD)/PP(D), só com P,s…quanto a mim, vai por maus caminhos, com tristes e más companhias, claro!!!...

…sem menosprezar ninguém, sem intenção de…magoar!!!...Factos, realidades…apenas!!!...Sherpas!!!...

31
Ago04

...a Terra...vista do Céu!!!...

sherpas



…fui a Lisboa, como gosto de fazer aos domingos, quando frescos, agradáveis…durante as tardes longas de Agosto, sem muitas gentes, com turistas aos montes, com animação de rua, com bares e restaurantes montados e…respectivas esplanadas, em plena praça, um chamariz!!!...

…no Rossio, rancho folclórico, a preceito… chamava o Povo, em profusão!!!...Era um gosto, íntegra satisfação!!!... Na Praça da Figueira, junto à estátua do rei, música doutras paragens, lá da Ucrânia, pelos vistos, pela assistência, pela animação, com baile e tudo…um gozo, o daqueles emigrantes!!!...

…desci a rua Augusta, em direcção ao rio e…na Praça do Comércio, deparei com uma exposição que, não sei onde…já tinha visto, algures, por aí, numa outra cidade europeia, quiçá!!!... Várias fotografias de grande tamanho, com respectivas legendas, em idiomas diversos, o nosso, o inglês e, salvo erro, o francês!!!... Muitas frases, em letras bem visíveis, bem à vista, retumbantes, chamativas…sobre o mísero estado a que chegou o nosso pobre planeta, a nossa casa, a de todos, sem distinção, é evidente!!!...A exposição, patrocinada pela Sony, me parece, mostrava-nos a Terra, vista do Céu!!!...Fotografias belas, coloridas, sofridas, chocantes, aberrantes, contrastes profundos neste nosso Mundo, entre os desenvolvidos e…os esquecidos, terceiros, vítimas da voragem, da insensatez do homem, o tal, o que se considera…civilizado, (???...) o das ganâncias exacerbadas, o que, por dinheiros, de tudo é capaz, voraz!!!...

…eram belas, coloridas…com interiores carregados, a preto e branco, de misérias, de desaforos, de abusos…atentados mil, contra o ambiente, contra todos nós!!!...Profundos desequilíbrios, num Mundo que se não vislumbra, numa exposição fixa, em pleno Terreiro do Paço, na Praça do Comércio, pertinho de…muitos ministérios, para Povo ver, para Povo pensar!!!...Povo que…lavas, no rio, em regressão, tão próximo de tantos, dos que te estão mostrando!!!...

…enfim, sentei-me numa daquelas esplanadas, bebi duas imperiais, com umas azeitonas, meia dúzia delas, negras e…verdes, sensaboronas!!!... A minha mulher bebeu uma água fresca!!!... Desfrutámos, encantados com a ideia, saboreámos as bebidas, o ar fresco que corria, a sombra do guarda-sol, olhámos para os frequentadores, estrangeiros, na maioria…turistas e, não é que, quando a conta chegou, pagámos como tal, como se nos encontrássemos na cidade de Londres ou…talvez mais, como os ditos, no nosso próprio País!!!...Realmente, as coisas cá…não estão caras, comparativamente, claro, com a Europa a que pertencemos!!!...Nós, portugueses…é que estamos muito mal pagos, mal governados porque, quem o faz, pensa a governação, à medida do que aufere…nas assessorias, como gestores, como secretários de Estado, como Ministros…paga como um forreta, dando migalhinhas que, não dão para certos estadões, perto de exposições, onde tentam sensibilizar…quem não precisa, dada a realidade em que vive, claro!!!...

…quanto à referida exposição, pena que não seja itinerante, passando por onde deve, de ministério, em ministério, perante os olhos dos que se forram, dos que se governam, dos que se devem penitenciar, perante os atentados ao Mundo, ao País, aos cidadãos…em geral!!!...Já agora, resta-me mencionar, mais uma vez…a entrada miserável na cidade, vindo da ponte vinte e cinco de Abril, ao longo da imensa obra deixada pelo que ascendeu ao Poder, por sucessão, os escombros que se vão alongando, até ao Marquês, rodeando o homem e o leão, numa de entranhas de terra revolvida, separada com blocos de cimento, com redes enfeitadas com cartazes, da anterior governação da autarquia lisboeta, aos molhos, por todos os cantos…gritando que é um gozo, viver em Lisboa, que ainda vai ser melhor, que dá prazer!!!...Podem crer…parece que andam a gozar connosco, quando dizem, quando escrevem, a nível de Mundo, a nível de País, a nível de capital…de Lisboa que, o quadro, é bem mais colorido, quando, na realidade… o vejo, a preto e branco, com tons muito carregados!!!...Terei de tirar os óculos, para ver melhor???... Parece-me bem que não, para nosso mal!!!...Sherpas!!!...
31
Ago04

...povo que...lavas no rio!!!...Regredimos!!!...

sherpas

População dum País, povo, com direitos e deveres iguais, claro, sem distinção… absolutamente concreto, sem diferenças perante o Estado, perante a Justiça, consoante reza a Constituição, numa República laica, sem religião estatal, sem privilégios, nem em relação aos governantes, responsáveis e competentes, nem a determinados grupos sociais, do partido eleito ou… dos mais endinheirados!!!...

DSC09761

Tal como escrevo, assim o penso!!!...Tal como o penso, não o vejo, actualmente!!!... Há governos que, quando eleitos, não se enxergam, limitam-se a legislar, a administrar uns milhões, que cobram de maneiras mil, sem contestação, aos tansos, aos que pagam e... lá vão, numa vidinha boa,

sem grandes preocupações, com as suas mordomias, com as suas mais valias, em termos de benesses, de interesses próprios, com o apoio da maioria, que lhes proporciona uma doce viagem, sem grandes trambolhões, com competência ou não, responsáveis... tão pouco!!!...

Aos contrários, olham-nos com sobranceria …como coisa pouca!!!... Ao povo, ao mais fraco, tratam-no como algozes, bem ferozes, claro!!!...

Ao povo, ao mais rico, tratam-no com subserviência, como excelência!!!... A uns, os de extracto inferior, só lhes ligam… quando precisam, em tempo de eleições!!!...

Dão-lhes pouco, quase nada, tiram-lhes tudo ou... quase, desde que possam!!!... A outros, os de extracto superior, ligam-lhes sempre, como conveniente, perdoam-lhes certas faltas, como fugas aos impostos e outras falcatruas, como todos sabem,

 

Não lhes tiram nada, são impotentes, com essas gentes, por querer ou… por não terem agaias para isso!!!... E... andamos nisto, numa população que, quanto a mim, deveria ser, independentemente da carteira, dos teres e haveres, absolutamente igual, em direitos, em deveres, sem distinção, como POVO concreto … perante o Estado, seguindo a Constituição, numa República laica, sem religião estatal, sem privilégios, com governantes responsáveis e competentes!!!... Sem circos, sem teatros, não criminalizando mulheres, por problemas delas, em consciência... é tempo de encararmos o problema, de revogar a lei, a vigente, de elaborar uma nova, mais sensível, mais abrangente, igualando, protegendo todos, por igual, numa sociedade perfeita, equilibrada, civilizada… moderna, claro!!!... Os problemas de saúde, para a população são... quase inexistentes!!!... A soberania não está em causa, nunca esteve!!!...Tem havido excepções, não sei se estão lembrados!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub