Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

06
Fev05

...começou... a campanha!!!...

sherpas
…primeiro dia de campanha para as legislativas, as de 20FEV2 005…após um período de irracionalidades, de criação de pobreza e miséria, numa continuidade aflitiva, gritante, indiferente, com petas e logros, com enganos fartos e bastos, mais que muitos, com perda de direitos, com congelados, com trapalhadas em profusão, para um lado, para o cantinho dos desprezados, dos perseguidos, dos que pagam e tornam a pagar… os de sempre!!!... Os políticos, afanosamente… como se duma festa se tratasse, correm para as ruas, com bandeiras, com tambores, com apitos, com arrufos, sorrisos abertos, beijos e abraços, com bandeiras, com palavreados prometedores, com fervores, como se nada, já esquecidos do que NÃO fizeram!!!... Para eles, mais uma campanha, para quase todos os portugueses, mais descrentes… pelo que têm visto, pelo que não ganham, pelo que não recebem, uma descrença, mais um engano!!!...

…é verdade, passam fome, não têm emprego, não têm casa, não têm dinheiro, não têm conhecimentos, a cultura é pouca, o ensino miserável, a saúde não abunda, é deficiente, inexistente, difícil de obter, uma confusão, a segurança social reduzida, umas migalhinhas, para quem a tem, o emprego não existe, a esperança foi-se… acabou, quase, as injustiças persistem, imunes e impunes, aos nossos olhos… os de sempre, com apitos, sem apitos, com dinheiros na Suiça, com Universidades mal geridas, com dinheiros desviados, com corrupções ao mais alto nível, com promiscuidades, veleidades absurdas!!!... O Estadão… causa aflição, nas reformas milionárias, nos assessores bem remunerados, nos carrões de serviço, nas viagens de luxo, de primeira, nas deslocações, como uns pavões, quando Poder… embevecidos, deslumbrados com eles próprios, opróbrios, loucuras, negação do que dizem!!!... O desequilíbrio social, nunca é demais dizê-lo… acentua-se, agrava-se!!!... Enfim… em maré de campanha, eles estão aí, na rua!!!... Ouçam os portugueses e… metam na cabeça, pensem, dêem rumo a este País!!!...

...há muito tempo atrás, se bem me lembro que, por aqui pelos Fóruns...ando a escrevinhar sobre essa triste realidade, a de todos os dias, com estórias com casos, com episódios vários, as de todos os dias, não só num bairro qualquer, um pouco por todo o País, em qualquer local onde nos encontremos, litoral ou interior!!!... Fui sempre apelidado do que não sou... um lamechas!!!... Têm perante vós, os políticos, agora... em tempo de campanha, na rua, nos cafés, nas praças, nos mercados, o resultado das políticas que praticaram, numa continuidade de trinta e poucos anos, de mordomias e benesses para os do Poder, lá no alto, bem refastelados, completamente apartados dos que puseram de lado!!!... Continuem e... pensem!!!...

…não se atrevam, sequer... a criticar o choradinho do pessimista de serviço, um, entre muitos...junto ao próximo, ao desgraçado, com os olhos abertos, não fechados, entristecido pelo desperdício, pela penúria, pela incúria, pelo laxismo!!!... Será que perante quadros de pobreza e miséria extrema, uma fartura... ainda se atreverão, num futuro muito próximo, apartar os olhos do concreto, perderem tempo com palhacices políticas, fazerem obras de estadão, prometerem o que não dão, usufruirem à grande e à francesa, insensíveis, duros e calculistas, de curtas vistas... os impostos do contribuinte, em proveito próprio???...

…os políticos, penso... de todos os quadrantes, devem ter coração!!!... O Povo, ao qual pertenço, como mais um... tem passado por muito, tem assistido aos deslumbramentos dos incompetentes e irresponsáveis, tem sido tratado abaixo de cão, tem sido injustiçado!!!... Basta, chegou a hora... como alguns dizem e escrevem, nos cartazes, de serem dignos, morais, éticos, ao serviço dos portugueses, como administradores da coisa pública, funcionários públicos de primeira, por uma legislatura, com proveito repartido, sem asneiras!!!... Continuo na minha senda, com o mesmo pensar, igual a mim próprio... restando-me, ainda, alguma esperança!!!... As ilusões vão sendo poucas!!!... Boa campanha para os políticos, seres elevados, quase excelências, sujeitos, agora... a todos os ódios e rancores, merecem-nos… que vos faça bom proveito!!!... Que invertam o caminho, que governem de verdade, que sejam verdadeiros, homens de corpo inteiro!!!...

…podem crer, meus caros políticos que… o que vão encontrar, é bem diferente dos gráficos, dos estudos, dos pareceres, das percentagens!!!... É a triste realidade, a vida… no concreto, no baixo, no abjecto, na carência, na tristeza, na doença, no desespero, na infelicidade, no desemprego, na descrença!!!... Escrevo-o mais uma vez, sem lamechices, sem pessimismos… com VERDADE!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub