Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

17
Mar05

...Ministro do Turismo???... Para quê???...

sherpas
…passeio…pelos Algarves!!!... Vá para fora… cá dentro???... Chiça!!!...

… já descrevi, no Fórum Viagens, as minhas atribulações por terras algarvias, mais umas peripécias a somar a outras tantas, continuando numa insensatez irracional de… servir mal, vezes por outras, castigando os nacionais que, quando faltam os de fora, mantêm o turismo algarvio a navegar, com menos custos, com alguns lucros!!!... Não vou repetir na totalidade… fico-me pelo final, porque pertinente, porque actual, quanto a Ministério, claro!!!... Há Ministérios que só se justificam pelos Ministros, não… pelos serviços prestados, como todos vamos sabendo, é evidente!!!... E, dizia eu, quando escrevi:

“ lamento ter de escrever estas linhas mas… continuamos como dantes, em termos de maus recebimentos, quanto a nacionais, tanto nos Algarves, como nas terras fronteiriças, um certo desinteresse, um certo laxismo, uma diferenciação que se nota, que se sente, por parte de certa gente!!!... Depois, bem… depois, ainda pretendem um Ministério para o Turismo, quando nos recebem desta maneira!!!... Uma Secretaria de Estado já é demais, pelos maus serviços praticados!!!... Em relação a espanhóis, a ingleses, alemães ou franceses, de outras nacionalidades, creio que serão todo mesuras, subservientes, de sorrisos abertos, rasgados!!!... Não compreendo, menos agora, com moeda idêntica!!!... Somos assim, um País pleno de reizinhos de caca, patarata, por vezes!!!...

…mudar comportamentos, alterar atitudes, sermos mais responsáveis com o que fazemos, tratarmo-nos melhor a nós próprios, acabar com certas tomadas de posição, inadequadas, desajustadas, incompetentes!!!... Mal vai o País quando usa e abusa dos seus cidadãos, os trata… abaixo de cão, com desconfiança!!!... Vemos nisto que vos relatei, nos cinemas com a publicidade forçada, por tempo indeterminado, antes da exibição dos filmes, nos velhos votados ao abandono, nas crianças mal protegidas, nos poucos cuidados que nos proporcionam em termos de saúde, na parca educação que nos dão, na segurança inexistente… em tantas outras coisas que, para nosso mal, persistem em coexistir, em nos acompanhar, em nos definir… como gostaria que não fôssemos!!!... É tempo de nos irmos modificando, aos poucos!!!...” Sherpas!!!...

17
Mar05

...ver!!!...

sherpas


… ir a um lugar, com olhos de ver,
abri-los, observar tudo e todos,
tentar acreditar, compreender,
abarcar o real, todos os logros,
aceitar o diferente, como valor,
guardar o estranho, como relíquia,
tentar descobrir… seja o que for,
gozar um defeito, uma mania,
consumir o que se gosta,
renegar o que nos é indiferente,
procurar sempre uma resposta!!!...

… num sítio, outra gente,
curtir uma língua, outro País,
aguçar o espírito, meter o nariz,
viver vidas diversas, imersas,
noutras terras, noutros lugares,
noutras casas, noutros lares,
noutros costumes, p´ra compreender,
para completar uma formação,
para se tentar uma solução,
para se viver, como ente, como ser,
com uma ideia, com uma razão!!!...

… noutro lugar que se visita,
que se espreita, que se hesita,
quando se nos nega, quando se nos fecha,
quando se nos tapa… uma simples brecha,
quando se não vê, porque se não quer,
porque se não tem olhos de ver,
porque se não vive, com intensidade,
o que se pretende, da realidade,
numa observação, com atenção,
bem cuidada, seguida, guiada,
depois de bem orientada,
nesse sentido… com devoção!!!... Sherpas!!!...






15
Mar05

...estradas e... caminhos!!!...

sherpas



…fita estreita, negra que… se alonga,
campos secos, sôfregos, ávidos,
sonhos, numa viagem que… se prolonga,
caminhos, afastamentos, impávidos,
vorazes, no que se aguarda,
caminhantes pertinentes, aventureiros,
seres que devoram uma estrada,
sendas e carreiros,
cansados, satisfeitos, preenchidos,
não encontrados, perdidos,
fortuna dos embevecidos,
contemplativos,
fugitivos!!!...

…quebra de amarras, fuga do sítio,
início, começo, princípio,
inconformados… com o desalento,
filhos da esperança, do vento,
buscadores de locais diversos, de encantos,
fugindo dos choros, dos prantos,
dos acomodamentos,
por instantes, por momentos,
aqui, ali, em variados cantos,
em lugares… longínquos,
mais próximos, aqui ao pé,
profícuos,
pormenores de rodapé,
insignificantes, recônditos,
esbeltos, completos!!!...

…no final da fita negra que se alonga,
que se estende, que se prolonga,
estrada estreita ou… alargada,
curvilínea, plasmada,
direccionada,
destino incerto,
longe… aqui tão perto,
outro lugar, noutra terra,
junto ao mar,
inóspita, que se cerra,
confusa, emaranhada,
beleza difusa, estragada,
adulterada!!!...

… de carro, a pé, como caminhante,
bem instalado, cansado, de bastão,
olhos cansados…pela atenção,
pés que se arrastam, na poeira do caminho,
com um fim, um destino,
longe do vulgo, do farsante,
do ignóbil, do vil, do hipócrita,
do tratante,
apóstata pertinente,
diferente… outra gente,
que nãopensa, que se aquieta,
alma dura… que se acomoda,
se não inquieta,
que não percebe, não tenta,
não inventa,
não sonha… não aposta,
não gosta… não intenta!!!...

… saída, caminhada, jornada preenchida,
outros sítios, outros locais,
aqui e agora,
como os mais… uma vida,
indo, cá dentro, lá para fora,
vezes por outras… impensadas,
pormenores, pequenos nadas,
coisas grandes, enormes,
vontades, liberdades… outras fomes,
vivências excelsas, soberbas,
sem regras… imensas!!!... Sherpas!!!...


15
Mar05

...proscritos e... prescritos!!!...

sherpas

 

…ouvi pela rádio, estava fora de casa, não vi, não quis ler… ando arredio aos jornais, não pretendo engolir comentários alheios, quero fazer juízos meus, depois de ver, de apreciar, criticando ou aplaudindo, conforme for o caso… se por acaso!!!... A postura tem sido diferente, com menos gente, com menos espectáculo, menos terceirismo, sem dar nas vistas!!!... O vedetismo, quanto a mim, tem os dias contados!!!... Está certo, era demais, uma voragem de casos e de coisas, tantas e tão diversas que nos punham os nervos em franja, paranóicos, nervosos… quase, quase, de cabelos em pé!!!... Gostei de saber o tipo de cerimónia, aquando do empossamento, tanto das excelências ministeriáveis, como dos respectivos secretários, o afastamento, propositado, dos órgãos de comunicação, as reduzidas comunicações às televisões, breves, precisas e… concisas!!!... … mais condimentados, mais no devido lugar, como deve!!!... O discurso das excelências fizeram-me augurar melhores dias… quanto ao enfrentamento aberto a um monopólio, o das farmácias, quanto ao referendo da Europa, englobado, juntamente com as eleições autárquicas!!!... São boas medidas!!!... O Sampaio, igual a ele próprio… já nos habituou, sempre igual, com profundo sentido de Estado, como lhe compete!!!... Que se faça um Estado forte e rico… providência, capaz de enfrentar tantos e tantos monopólios existentes, reizinhos de caca, que seja mais social, que se dedique, a tempo inteiro, à saúde, à educação, à segurança, à justiça, que torne este País… mais equilibrado!!!... São dois milhões de pobres, neste cantinho esquisito, com muitos Ferraris ao norte, quintinhas de luxo, pelos Alentejos, casarões de estadão para um punhado muito restrito da população, para alguns, e… muitos, imensos iates de grande porte, bastante vulto, espalhados pelas marinas do Algarve!!!... Há muita coisa errada, assim haja vontade política de alterar o quadro!!!... …o dia da Maratona, como hábito, continuidade… igual aos anteriores, a Presidência e o Primeiro da governação, não esquecendo o Carmona, distinto autarca de Lisboa, tapa buracos de Santana, provisório, como sempre, com pena minha, de tantos, simpatizo com o perfil, com a competência, com a prudência, com o saber estar, bem formado, me parece… com as vestimentas apropriadas, em forma, lá foram, no meio de outros milhares, andando, correndo, marchando!!!... Bonito de se ver!!!... …proliferam os proscritos, os excluídos, os de menos valias… continuam, os prescritos!!!... Alguns… já vão alteando a voz, como se nada!!!... Parece que tentam esquecer o passado… aqui tão perto, tão à tona, recuperando a confiança, fazendo alarde de hábitos antigos!!!... Vamos ver, quando os vejo temo… se vai dar no mesmo de sempre!!!... Como eu, muitos de nós, uma grande fatia do eleitorado… apostámos forte na mudança!!!... Espero não me ter enganado!!!... Leis controversas, as das rendas, injustiças abissais, fugas ao Fisco, descentralização de secretarias de Estado, demagogias passadas, banalização da seca que nos afecta, por parte dum Nobre, que desvalorizava… aos poucos, estão-se invertendo, corrigindo!!!... Ministério desnecessário, o do Turismo, insípido e mal direccionado, reduzido a uma secretaria de Estado, como penso, por enquanto, dado ser como é, não servir os nacionais, como sabemos!!!... Depois de devidamente conscientes e… profissionais, tratando todos como iguais, estrangeiros e… caseiros, será de pensar!!!... Por enquanto, é perversão, simples estadão!!!... …os princípios, confesso… por mim, têm sido bons!!!... Merecem o meu aplauso, não contesto!!!... Continuem e provem que podemos ser o que quisermos, sem pataratas, sem palhaços nem palhaçadas, sem circo!!!... Com responsabilidades acrescidas e competência, com o intuito de servirem Portugal e os portugueses, simplesmente!!!... Sherpas!!!...

 

 

11
Mar05

...trapos e... farrapos!!!...

sherpas

… farrapos e esparadrapos,

restos duma civilização,

vestida… com muitos fatos,

consoante a posição,

DSC01986.JPG

com marcas,

copiados,

segundo a sua origem,

não deixam de ser farrapos,

que nos mascaram,

nos fingem,

 

perante os olhos de mentecaptos,

perante a nossa imaginação,

nesta sucia de macacos,

nesta vida de mundo cão!!!... …

 

disparates tão marcantes,

de dislates tão controversos,

onde a moda,

pode ser rainha,

onde a fome… pode imperar,

onde se adora um fuinha,

onde se pode, até matar,

 

num Mundo de trapos garridos,

num Mundo de nus,

esquecidos,

num Mundo cruel e… trágico!!!... …

 

Mundo mais que fantástico,

numa panóplia avassaladora,

onde tudo se admite,

permite,

onde a felicidade é… sofredora,

por muito que ela se agite,

se tente manter em conserva,

se tente mascarar com trapos,

num local, numa reserva,

num país de esparadrapos,

que tapam feridas e chagas!!!... …

 

escondendo, em consciência,

ódios, dores e… mágoas,

que nos põem em falência,

nesta sociedade decadente,

onde morre tanta gente,

 

tanta gente que… também sente!!!... Sherpas!!!...

11
Mar05

...fulgores...fugazes!!!...

sherpas


… um calar de sentimentos,
um alhear de vontade,
longos… tristes contratempos,
várias fugas à realidade,
um esconder da verdade,
uma pantomina macabra,
um desconcerto incerto,
uma vida que se acaba,
um finalizar que está perto,
uma alegria esgotada,
muitos sonhos… pesadelos!!!...

… um estertor, numa noitada,
dum velho gasto, sem pelos,
dum alcoólico inveterado,
uma cortesã que se arrasta,
um drogado que se definha,
um mendigo que se afasta,
um sorriso duma menina,
um ligeiro tremelicar
duma esperança contida,
uma réstia de sentimentos
numa vida bem sofrida!!!...

… uns breves momentos,
ainda mexe, ainda existe,
ainda abafa o passado,
ainda ilumina, persiste,
neste velho… de triste fado
que, fugindo à realidade,
tapa a mentira, a verdade,
se alheia… com vontade!!!... Sherpas!!!...


10
Mar05

...criatura!!!...

sherpas


… dar-me a conhecer,
a todo o mundo,
a toda a gente,
sem ter nada que temer,
bem lá no fundo,
dizer… o que sinto!!!...

…gritar a plenos pulmões,
a toda a gente,
a todo o mundo,
que todos os corações
são… meus irmãos,
com eles, me confundo
porque sou gente, que sente,
que chora, que grita,
que não mente,
porque acredita
em si próprio,
Naquele, que me compreende,
porque…não minto!!!...


… que, numa hora bendita,
me criou,
me igualou
a Ele, como criador,
digno artista, sonhador,
que nos deu todo o amor,
que desprezámos,
que espezinhámos,
provocando mortes, dor,
por todo o lado,
por toda a parte,
com escárnio descarado,
pelos Deuses, pela arte,
como… sinto!!!...

… dar-me a conhecer
aos que me rodeiam,
sem ter que temer
os que me odeiam,
os que me olham,
com despeito,
sem senso, nem respeito,
obra, por Deuses… criada,
que, pela vida, foi modificada,
porque… não minto!!!...

… tentar guindar,
a um nível mais perfeito,
que me possa fazer amar
doutro modo, doutro jeito,
o semelhante,
que grita, atraiçoa,
a cada instante,
amaldiçoa
pelo que diz, pelo que faz,
por tudo, de que é capaz,
assim o sinto,
esquecido de que é igual,
quando menino, rapaz,
da vida toda inteira,
ao Ser celestial,
Deus ou Deuses,
nossos sonhos, nossos quereres,
que nos criaram,
criaturas perfeitas
...imperfeitas,
como sinto,
porque… não minto!!!... Sherpas!!!...


10
Mar05

...poemas... vários!!!...

sherpas


… tenho escrito, escrevo,
de muitos feitios, algum jeito,
poemas… sobre situações,
românticos, de ilusões,
satíricos, que fazem rir,
alguns cínicos, a zurzir
sobre os mui convencidos,
destes pobres mortos vivos!!!...


… afinal, todos somos,
nestes breves, curtos sonhos,
a que chamamos de vida,
período de chama, sentida,
que se apaga, de repente,
levando toda a gente
para a longa eternidade,
sítio escuro de verdade,
onde não há distinções
entre pobres e… figurões!!!...


… decerto, somos iguais,
nem de menos, nem de mais,
almas informes, difusas,
parecidas com as medusas
dos oceanos enormes,
vogando, disformes,
sem destino certo,
lá ao longe, mais perto,
à sombra do Criador,
um Deus ou um Senhor,
que permite, consente,
o que nos passa pela mente!!!...


… faz-nos baixos, cruéis,
hipócritas na fé, infiéis,
nos valores, nas crenças,
destruindo esperanças,
adorando o efémero,
a distante utopia,
imaginária fantasia
que nos torna bem ridículos,
nos poleiros… nos pulos,
nas funções desempenhadas!!!...


… invejas, palhaçadas
abundam aos montões,
por causa de vénias… tostões,
que alimentam o nosso ego,
vidas que… contesto, nego,
com dureza, sarcasmo,
nos poemas que escrevo, que faço,
nos meus momentos de lazer,
com satisfação e… prazer!!!... Sherpas!!!...

09
Mar05

...desculpas!!!...

sherpas


… uma inquietação,
uma tão grande confusão,
baralhamento de ideias
me assaltam, em profusão,
me tornam arisco… confuso,
falo com raiva, sem peias,
contradigo, recuso,
dos outros, as panaceias,
para meus males que… aprofundo
e, sem qualquer razão,
no meu íntimo, obtuso,
formo sonhos de ilusão
que transformo, que componho,
numa amálgama de paixão
que a mim próprio imponho!!!...


… transfiguração,
num ser tão abjecto
p´rós outros, pouco correcto,
que, por inspiração,
me coloca na prisão
do meu ego, meu sentimento,
coração aberto,
me dou, num momento,
ao papel, num acerto,
onde me debruço e… escrevo
o que, comigo… converso,
e que, no fundo, cá dentro,
trago, corrói e levo
sob a forma… de verso!!!...


… justificação,
de tamanho desacerto,
do humano, sem razão,
que magoa os de perto
que alivia… escrevendo,
usando mais o verbo,
enquanto vai vivendo,
do que a língua viperina
que, como tal… desatina
chega a ofender
os que, por tanto querer,
gostaria de não maltratar!!!...


… por tanto os amar,
preferiria morrer
sofrer… a bem sofrer!!!...

…só lhes peço compreensão,
para me entenderem.
verão que me dão,
sem tão pouco o quererem,
um pouquinho de solidão,
que me é um bem necessário,
é esse o meu calvário,
porque falo mais para dentro
onde guardo, enfrento
meus demónios… fantasmas,
das muitas e muitas almas,
que, comigo, coabitam,
me acompanham e… guiam,
nesta enorme agonia,
a vida do dia a dia,
com dor, morte… alegria,
numa tão grande panóplia,
que me confunde… inebria!!!... Sherpas!!!...

08
Mar05

...dia da mulher!!!...

sherpas
…homenagem minha… sentida!!!...


…dia feminino, dia da mulher,
dia igual, como outro qualquer,
homenagem, redenção,
desculpa…perdão,
olhar para trás,
reconciliação,
que bem… nos faz,
tudo, nos deu,
desde que… nos deslumbrou,
desde que nasceu,
ser que nos completa,
repleta,
nos iguala, nos supera,
que espera!!!...

… mulher de condição,
ventre conforto,
consolo,
habitação,
geradora de vida,
conseguida,
calcada… reduzida,
prostrada,
futuro… pouco risonho,
rosto fechado, tristonho,
contrastes,
quando me ponho,
pensando, chorando,
percursos, azares,
desfeitos…os lares,
relegadas,
desprotegidas…perseguidas!!!...

…mulher coragem,
destemida,
outra imagem,
actual… mais igual,
com tanto, por conseguir,
em Portugal,
ao fugir,
quando pretende,
na Turquia…mais valia,
acabando por cair,
mulher novelo,
sem zelo,
farrapo, escândalo,
desmando!!!...
…mulher com fome,
que morre, se esconde,
abusada,
sem brio, sem nada,
raivas surdas… bem mudas,
contidas,
lágrimas que se espargem,
sentidas,
pelos filhos que… falecem,
fenecem,
nos braços abertos,
desesperados,
incertos,
caídos… inquietos,
com medos!!!...

…dia feminino, da mulher,
como outro…qualquer!!!... Sherpas!!!...




08
Mar05

...mulher... doçura!!!...

sherpas




…mulher doçura,
beleza, frescura,
início… ventre fecundo,
mãe de agora, de sempre,
de todo o Mundo!!!...

…origem e dor,
sofrimento, amor,
Virgem… protesto,
quando contesta,
tratada como resto,
perseguida, acossada,
em fuga… maltratada,
no chão, caída,
incompreendida,
mãe perseguida,
mulher lágrima…mulher choro,
triste lamento,
quanto Te imploro,
no dia, no momento!!!...

…mãe de todos os filhos,
conchego dos nossos receios,
refúgio de tantos cadilhos,
dos medos, dos anseios,
sorriso… bem alargado,
corpo, alma, espírito,
ser ultrajado,
engrandecido, invicto,
eleito… amado!!!...

…mulher esquecida,
desempregada,
não igualada,
vítima,
superior, seja onde for,
linha paralela, por vezes,
nunca inferior,
choro, convulsão,
arrependimento,
agora… no momento,
perdão!!!... Sherpas!!!...









07
Mar05

... a vida... é um sopro!!!...

sherpas



…é um sopro, uma passagem,
um virar de página, uma viragem,
um capítulo que se cerra,
num livro que já se leu,
final da luta, numa guerra,
desde o momento em que se nasceu,
lá longe, no berço, na nossa terra,
pequeno, adorado, débil… inocente,
uma graça, um sorriso, um pingente,
uma promessa que se sente,
um sonho, para toda a gente,
uma ilusão, numa aposta conseguida,
uma continuidade na família!!!...


… aquele naco de vida,
noites de insónia, de vigília,
num tempo que passa depressa,
numa criança que corre, que fala,
num ser que aprende, se interessa,
que cresce, se liberta… abala,
que procura, com frenesim,
um futuro, um trabalho, uma mulher,
um conchego, um lar, um fim,
um começo, numa luta qualquer,
outra guerra, outra vida que se futura,
outro sonho, outra promessa,
nesta ilusão, que pouco dura!!!...


… outro pingente que começa,
numa roda macabra, quase sinistra,
que tem de belo, de funesto,
no que se sente, no que se avista,
no que se pensa, em tudo o resto,
numa vida que… é um sopro,
no que amo, no que sofro,
neste livro que quase se leu,
desde quando se nasceu!!!... Sherpas!!!...


07
Mar05

...desorientação... total!!!...

sherpas
… a desorientação é tal, _________ que… ainda não digeriram, ainda não se encontraram!!!... Já não sabem o que são!!!...

…há dias, na T.S.F., ouvi um pretenso indigitado para a liderança do PP com uns CDS disfarçados, partido esquisito, minoritário, migalhinha, não assumida, que insiste, mesmo com garotices à mistura, como aquela da fotografia do Freitas, entre outras, com humildades democráticas e tudo…dizer, com a boca cheia que, desde que eleito, vai assumir a DIREITA em Portugal, tipo conservadores ingleses, no mais perfeito tipo Gaulista, do passado, sem receios, assumindo, fugindo do centrão, onde TODOS se encontram, no momento!!!... PASMEI!!!...

… já não os entendo, cada vez menos!!!... Então o que tivemos, com estes neo-liberias, ao longo destes três anitos, o que temos, tanto no laranjal, como no Largo do Caldas, foram, porventura, políticos e políticas de centrão???... Ao que chegámos, quanta confusão!!!... Na minha fraca avaliação, sempre os considerei… como são!!!... Aos das cúpulas, pois então!!!... As bases continuam apoiando, como sempre apoiaram, tipo clube de futebol, agora ganho eu, agora ganhas tu, sem a mínima noção do que lhes fazem, do que são ou não!!!... Os do Caldas, sem rodeios… sempre foram de extrema-direita, com imposições, com orgulhos e soberbas, com garotices e birras, meninos destruidores (…reformadores se dizem!!!...), ofuscados pelo brilho do dinheiro, pelo Poder!!!... Os laranjas, de direita… pela família europeia, tal como o anterior, pelas políticas praticadas, embora disfarcem, por vezes!!!...

…concluindo, na essência, sempre de direita, pois então… com alguns desvios para o centro-direita, por conveniência, vezes por outras!!!... Sobre o tal indivíduo, o da T.S.F., quando o ouvi… sorri, não queria acreditar!!!... É de pasmar!!!... Sherpas!!!...
07
Mar05

...imaginações!!!...

sherpas



…pois, meu caro ___________, imaginas tudo isso, e depois???... Quanto a imaginação, quanto a industrialização, a desenvolvimento irracional, fontes extremas produtoras de riqueza, és um barra, imaginas bem, pois então!!!... Com esses Alentejos, meu amigo… também me ponho a imaginar a estação de resíduos, de sólidos e líquidos… as depuradoras, claro… em pleno centro de Lisboa!!!... Quiçá, nas serranias onde resides, que habitas, com todos os restos dum desenvolvimento assoberbado, completamente estupidificado, sem ponta por onde se lhe pegue, ficarias deslumbrado, satisfeito no teu ego!!!... Com montes e montes de sucata, como espelho, como montra… com casinha e tudo, bem moderna, tecnologicamente avançada, com chips e software barato, imagino também, com a sua bonita prol, mais que cansado, de tanto imaginar… um ________, sentado, contemplando, embevecido os canais das águas do Alqueiva, ou Alqueva, como queiras, ali ao pé, ali à beira…imensos pipelines abastecedores de toda essa industrialização, toda privada, mais que visto!!!... A costa do Alentejo… pelo que tu imaginas, tremenda aberração, quedaria pior do que o Algarve, do que o sul mediterrânico espanhol, zonas bem desenvolvidas, completamente destruídas!!!...

… quem é amigo… que é???... Sherpas!!!...
07
Mar05

...sem troca... de mimos!!!...

sherpas




…meu caro _____________, respeitando, sem troca de mimos, mútuos…dou-te razão nalgumas coisas, noutras, como é evidente, não!!!... Quando escrevo, quando me chamas desmiolado (…essa foi forte, magoou-me os pergaminhos, tenho-os, aos miolos, em boa conta, claro!!!...) e… eu te apelido com outros, soezes, sarcásticos, por vezes, simples picardias…faço-o sem intenção de denegrir, de diminuir!!!... Reconheço-te valores, ideias, por mim… só pecas, por te repetires, tal como eu, quiçá, puxando dos meus sentimentos, do fundo da carteira, ao invés das privatizações, as tuas, que guardas e manténs, insistes, irritantemente… anti Estado mastodontico, quando as apresentas, pois então!!!...

…tenho as minhas razões, tens a tuas, nem mais!!!... Quanto ao Alentejo, minha terra natal, bocadinho do coração, meu torrão… tem muitas valias, tanto no Baixo, como no Alto, na sua costa imensa, no aeroporto de Beja, nas pessoas, agora… poucas, cada vez mais desertificado, no Alqueiva, nas suas muitas águas, nas terras que o bordeiam, no turismo, rural e não só, na instalação de industrias relacionadas com produtos regionais… concordo, nos seus vinhos, os melhores do País, pelo menos quanto a tintos, ímpares, por sinal, na sua cozinha regional, nos seus enchidos, nos presuntos, nas aldeias, vilas e cidades, muito ricas e singulares, nos usos e costumes, que se mantêm, para não ir mais longe!!!...

… as terras são pobres, concordo, a falta de água é problema, a falta de produção (cerealífera, pecuária, leite e derivados) devido à subserviência do subsídio Europeu, é um facto!!!... Os incentivos têm sido poucos, quase inexistentes, limitam-se a bonitas palavras, a sonhos descabidos, como os do Barroso, bonitos, quando ditos… logo, logo, esquecidos!!!... As diferenças entre a Extremadura e a Andaluzia, regiões muito iguais aos Alentejos, quanto a solos, embora digas o contrário, são abissais!!!... A postura dos espanhóis dessas regiões é bem diferente da dos alentejanos, mais submissos, menos exigentes, para mal deles!!!... As circunstâncias completamente distintas!!!... Basta mencionar a auto-estrada de Lisboa/Elvas, muito bem paga, por sinal e… as auto-estradas dessas zonas extremenhas e andaluzas, gratuitas!!!... O nosso interior não é tratado de acordo com as suas menos valias, não é incentivado!!!... Os jovens não têm perspectivas futuras, fogem para Lisboa, para o litoral emigram… para o estrangeiro!!!... Terá que se fazer qualquer coisa, com urgência!!!...

… nisto, não concordamos, tu és pela privatização total, contra o Estado providência, eu… não!!!... O Estado tem de tomar em mãos as regiões do interior, tentar igualá-las às mais desenvolvidas, apostar nelas, claro!!!... Tem de ser providência, aliviar cargas fiscais, acabar com portagens a quem as não pode pagar, aplicar capitais próprios nos naturais, nas pessoas, nas mais débeis, economicamente, outra gente, segurá-las dando-lhes o melhor, quanto a saúde, a educação, a segurança… a futuro!!!... Tem de surgir o equilíbrio, colmatar o que está mal, desprezado… vai para trinta e poucos anos!!!...

…esperemos que o Eng. Sócrates inverta o caminho dos anteriores… quanto aos interiorizados, aos mais desprezados!!!... Esperemos que se não fique por palavras bonitas, vazias e ocas… gratuitas e sem sentido!!!... Não vivemos de sonhos, temos potencialidades, há que aproveitá-las!!!... Sherpas!!!...
06
Mar05

...que te parece???...

sherpas
…mais do pipo, ou da pipa, da qualidade da madeira com que são feitos, do tempo de repouso, da qualidade das castas, te digo… simples apreciador, não connaisseur!!!... Sei, pelo que me têm dito que… depois de devidamente envelhecidos, bem decantados, se tornam mais macios, apaladados, um verdadeiro hino aos sabores!!!... Não sou eu que o vou degustar, claro… não ao vinho, ao Diogo, é evidente!!!... Pelo que sei, me parece pessoa indicada, de valor, amadurecida, com inclinações, tal como eu… para o lado do coração, pois então!!!... As pessoas, com a idade, humanizam-se, perdem as suas asperezas, tornam-se mais sentimentais, ganham qualidades… tal como os vinhos, claro!!!... O benefício da dúvida… fica bem!!!... Que te parece, _______???... Abraços do Sherpas!!!...
06
Mar05

...linhas...paralelas!!!...

sherpas
… Ota e TGV, duas obras prometidas, desde há muito tempo atrás!!!... Ainda não passaram disso mesmo, simples promessas!!!... Desde que começadas, aposta conseguida, pela mão-de-obra, pelos serviços, por todas as consequências positivas… à volta das ditas, aplicação de dinheiros, muitos milhões em movimento, talvez se consiga, certamente, reavivar, aparentemente… esta economia que, fenece!!!... Solução para os graves problemas que os Coligados nos deixaram, a profunda crise, a recessão, a estagnação???... Claro que não!!!... Simples penso, numa ferida profunda!!!... As contas, os equilíbrios entre as despesas e as receitas… têm de ser outros!!!... Deixemos para os experts… os de gabarito, a resolução de tão aflitiva situação!!!... Pode ser que, com esta nova governação, com mais um apertão de cinto, com mais uma caçada conseguida, aos fujões, com maior justiça e imparcialidade, com muita honradez e dignidade, se possa colmatar o buraco, se consiga… vislumbrar a tal luz, ao fundo do túnel, duma vez, por todas!!!... Assim espero, assim auguro, por enquanto!!!...

…sim, por enquanto… como num sonho, vamos vendo duas linhas paralelas, que se prolongam e, não se encontram!!!... As do TGV???... Não, as dos muito ricos e… as dos muito pobres!!!...

…linhas paralelas na paisagem,
destinos incertos, longínquos,
comboios que partem, em viagem,
cheios dos que viajam, profícuos,
levam ilusões, aos montões,
nas cabeças, nas bagagens,
lá vão, aos trambolhões,
descansando nas paragens,
nos apeadeiros, nas estações,
onde se refazem das imagens
do que viram e… vão vendo,
quando, sentados, lá dentro,
olhando através das janelas!!!...

…uns, bem instalados,
carruagens de luxo, uma beleza,
outros, com caixotes e… galinhas,
risos, galhofas, pouca esperteza,
tal como em África ou… nas Antilhas,
amontoados, postos de lado,
num vagão, desconjuntado!!!...


…vão passando por casas, capelas,
por vilas, grandes cidades,
por campinas grandes… belas,
por sonhos, por realidades,
nos túneis das serranias,
nos vales verdes e mansos
que nos confortam os dias,
depois de tantos trancos,
dentro daqueles engenhos,
deslizando nas duas linhas,
paralelas, férreas, de empenos,
nas madeiras já carcomidas!!!...

…uns, bem instalados,
carruagens de luxo, uma beleza,
outros, com caixotes e… galinhas,
risos, galhofas, pouca esperteza,
tal como em África ou… nas Antilhas,
amontoados, postos de lado,
num vagão, desconjuntado!!!...



…com tantas idas e vindas,
nas viagens da imaginação,
no País da fantasia,
no apeadeiro… na estação,
tanto de noite, como de dia,
numa terna emoção,
num sonho, numa recordação???...

…deixemos de ser linhas paralelas, bem afastadas, as tais… que se prolongam, se não encontram, com profundo fosso, ao meio!!!... Com OTA, com TGV, aparentemente… ao princípio!!!... Bem embalados, depois, todos juntos… façamos a tal viagem, rumo ao futuro, num novo ciclo, com políticas e políticos que… sirvam Portugal e os portugueses, a tempo inteiro, como deve!!!... Assim o espero!!!... Abraços do Sherpas!!!...

05
Mar05

...pormenores!!!...

sherpas

…simples pormenores, curiosas insignificâncias,

detalhes menores, estilos...

extravagâncias,

 

modos de estar, de sentir,

curtição… duma boa vida... pensar no futuro,

no porvir,

vivê-la, gozada, sofrida, usufruir o que nos cerca,

ter paixão pelo ambiente,

respeitar... para que se não perca,

animais, vegetais,

 

toda a gente, com raças,… credos diferentes,

como um todo...

como sentes,

 

vendo em tudo e, em todos, a beleza,…

a perfeição!!!... …

 

mais dotados, mais tolos, miseráveis... sem coração,

atender às insignificâncias, desprezar as jactâncias,

a soberba, a ostentação,

 

as vaidades… como obsessão, aceitarmos o que nos toca,

darmos... sem ser por esmola,

carinho, amor, afeição!!!... …

 

como um professor, na escola, como um padre, no seu mister,

porque a vida se descola desta Terra,

deste ser...

 

deste corpo emprestado, velha carcaça cinzenta,

já gasto...

emperrado,

 

nos setenta, quase oitenta, anos de contemplação,

de sofrimento...

de solidão,

 

com alegrias, pelo meio, pormenores,

neste casulo, no seio...

de detalhes, bem menores,

 

insignificâncias,

estilos,...

extravagâncias!!!... Sherpas!!!...

 

05
Mar05

...vassalagem!!!...

sherpas


…profusão de pensamentos,
ideias díspares, constantes,
bem preenchidos, os momentos,
nos locais, nos instantes,
mais controversos… diferentes,
destes seres, destes mutantes,
senhores de tantas gentes,
do Universo, do Mundo inteiro,
das criaturas inocentes,
das vespas dum vespeiro,
dos rochedos altos… disformes,
das flores dos canteiros,
das plantas que dão os comes,
das manadas de carneiros,
dos bichos ferozes das selvas,
dos bois, das vacas, dos bezerros,
das plantas daninhas, das relvas!!!...


…dos que são menos que senhores,
dos indigentes, nas trevas,
dos estúpidos, dos estupores,
dos que pouco pensam, das levas,
dos recrutados, das multidões,
dos rebanhos, das presas,
dos que se enganam… aos montões,
da irracionalidade, sem defesas,
da matéria dura… pura,
dos que não se sentam nas mesas,
dos que, a vida, descura
e põe… na triste vassalagem,
como um escravo, simples pagem,
dos que são assolados, por momentos,
sempre… em qualquer altura!!!...


…catadupas de pensamentos,
numa ideia suja… impura,
que faz vergar os joelhos,
nas pernas… nos artelhos,
aos fracos, aos indefesos,
a toda, qualquer criatura,
feita de matéria dura e… pura!!!... Sherpas!!!...


04
Mar05

...seja no Céu ou... no Inferno!!!...

sherpas


…quantas vezes me ponho a pensar
num momento, num ideal,
num modo, repentino… de mudar,
num facto, num local,
numa vontade enorme de alterar,
numa esponja com que pudesse apagar
certos erros já cometidos,
pensamentos vãos, sem sentido,
porque, o que se viveu, está vivido,
o que se cometeu, se executou,
neste tempo que não pára, não parou,
nesta inclemência, nesta voragem,
nesta existência, curta viagem,
nesta experiência, aprendizagem!!!...


… curso que se vai tirando,
com erros e grandes feitos,
nesta vida que se vai gastando,
com mazelas, com defeitos,
com grandezas, mui aplaudidas,
imitadas, como exemplo,
postas de lado, esquecidas,
pelo tempo que vai passando
numa vertigem, numa voragem,
que não altera, nem pensando,
uma hora desta viagem!!!...


… caminhada programada,
no grande espírito, sempre eterno,
que, quando termina, acaba
seja no céu ou… no inferno!!!... Sherpas!!!...






Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub