Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

08
Abr05

... eu, não sou... crente!!!...

sherpas


… não sou crente,
não professo credos ou… confissões,
acredito no homem, como identidade,
não me vou com promessas, com ilusões,
creio... na humanidade,
respeito a solidariedade, a verdade,
tento ser honesto comigo, com os outros,
renego os falsos, os monstros,
fico massacrado, profundamente tocado,
mais que chocado,
quando vejo, quando oiço, quando leio,
guerras, hecatombes, morticínios,
peço pela paz, anseio,
sem rezas… com sacrifícios,
com formação, com exemplo,
na minha singularidade,
coisa pouca, realidade,
um… entre biliões,
com tantas ideologias e religiões!!!...

… aprecio, admiro, elevo,
ponho nos píncaros, quase santifico,
quando antevejo,
homens bons, enlevos,
tão bem me sinto… como fico,
amplamente satisfeito, perfeitos,
sem ser, tão pouco… santeiro,
um, entre tantos,
normais, bem formados… não santos,
homens actuais, de corpo inteiro,
pelo dom, pela palavra,
pelo carisma,
sementes que espalham, quando lavram,
campos, quase estéreis,
pouco férteis,
que insistem, espalham, abraçam,
seu sentir, sem sofisma,
numa entrega, numa dádiva,
derramando, quando choram… uma lágrima,
de compreensão, de amor,
de união… com muita dor!!!...

… fiquei comovido, sem ser,
com a manifestação colectiva,
pelo Mundo inteiro, um querer,
um choro, uma paixão… aflitiva,
uma perda, uma lacuna, um vazio,
uma vida que se extinguiu,
um valor,
um senhor,
homem de paz , de amor,
já inerte, morto, acabado,
mais que idolatrado,
pelos ínvios, pelos perversos, controversos,
pelos crentes e… não crentes,
pelos apóstatas, pelos confessos,
profunda contradição,
um ensinamento, uma lição,
um exemplo,
dor sentida… em comunhão!!!...

… quanta hipocrisia,
quanta fantasia,
quanto engano,
tamanho,
ignaros e tresloucados,
vindos de todos os lados,
ali, de pé ou… prostrados,
reis e rainhas,
presidentes e ministros,
juntos… que nem pinhas,
aferrados, fechados… esquisitos,
embaixadores e conselheiros,
com sotaina, sem sotaina,
montes deles… os primeiros, timoneiros,
de curtas lembranças, socalco que se aplaina,
esquecimento,
passado vergonhoso, contristado,
um momento,
posto de lado,
tenebroso… cinzento!!!...

… é um fazer bem, um ter de ser,
puro sacrifício, uma maçada,
dar a entender,
no meio daquela mole de gente,
mais humilde… a que sente,
a que grita o seu desespero, o seu sofrer,
o crer, com força, com vontade,
aquela acalmia sentida, apregoada,
espalhada e… pregada,
com um sorriso, com amizade,
pelo morto, pelo que jaz,
peregrino da verdade,
indutor… da PAZ!!!...

…não sou crente,
não professo credos ou confissões
sou mais um, entre tanta gente,
não me vou…com promessas, com ilusões!!!... Sherpas!!!...
08
Abr05

... já trilhei... muito caminho!!!...

sherpas



… já trilhei muito caminho,
vi montes de coisas,
folheei resmas de livros,
pensei…imensidades,
sobre conhecimentos e loisas,
de olhos abertos, cabelos hirtos,
espantado me quedei,
perante tantas verdades,
calmo, condoído,
porque sabendo, o que sei,
pouca coisa, diminuído,
só sei… o que não sei,
neste Mundo de vaidades,
puras vacuidades,
julgamentos frouxos, espaços,
neste agigantar constante,
quando damos estes passos,
quando… nos sentimos distantes,
perante o incomensurável,
seres ridículos, extravagantes,
insustentáveis,
aberrantes,
mais que… descartáveis!!!...

… pequenos nadas, insignificâncias,
saberes curtos, reduzidos,
jactâncias,
comezinhos, diminuídos,
lá nos vamos rebolando,
convencendo do que não somos,
pobres imbecis, ignorando,
nossas falhas, nossos desmandos,
nossos desvarios,
simples desafios,
perante certezas absolutas,
noutras guerras, noutras lutas,
noutras mentes descontroladas,
noutras gentes… mais letradas!!!...

… só sei… o que não sei,
não sou Papa, não sou rei,
não sou sábio, cientista,
tão pouco, arrivista,
nem filósofo, técnico creditado,
nem médico ou advogado,
nem alto, tão pouco baixo e rechonchudo,
sou deste Mundo,
grãozinho de areia,
pedra rara… que escasseia,
igual a mim próprio,
tal e qual,
opróbrio???...
ser normal, mais que vulgar,
carente, solitário… como tantos,
com dores, alegrias e prantos,
prazeres, alguns dons, alguns saberes,
muitos quereres,
por convicção,
muito amor… adoração,
por este entorno, por toda a gente,
quando rio, quando falo… quando sinto,
na minha mente,
porque não minto,
indiferente,
normalidade passageira,
ridícula… brejeira,
vulnerável,
descartável,
fugaz, repentino…preplexo, já passou,
continuando sendo, como sou!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub