Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

26
Abr05

... escrever!!!... 2

sherpas

… escrever,

só por escrever,

sem ter nada que… dizer,

mostrar o que quer que seja,

do que pensa,

do que veja...

é pura idiotice,

grande patetice...

de quem não tem que fazer

e... acaba por… se aborrecer!!!... …

thumb_IMG_0950_1024

ter ideias,

pensamentos,

sobre tudo… sobre nada,

é possuir sentimentos,

é como uma escalada ao âmago da existência,

como uma funda experiência

que nos inebria,

enaltece,

nos eleva,

enobrece,

 

nos enche de empatia,

nos dá tristeza,

alegria,

num enorme desconcerto,

na certeza...… um desacerto,

 

p´lo incerto,

simpatia...

razão p´ra viver

no profundo do nosso ser!!!... …

 

entra em sintonia

com a pura… fantasia,

neste breve intervalo,

um saltinho de cavalo,

desde o nascer esperançoso,

até ao final choroso da linda sinfonia

que nos acompanha de dia,

até ao triste vendaval...

que nos arrasta… p´ró final!!!... …

 

é aproveitar e...… bem,

o Dom que Deus nos dá...

 

Feliz de quem o tem,

porque só... nunca está!!!... …

 

a solidão,

para quem tem que escrever,

é uma grande companhia

porque, ao coração, vamos rebuscar,

trazer o que nos deu alegria!!!... …

 

por vezes,

nas recordações,

encontramos… espinhos aguçados,

quebram-se ilusões,

tornamo-nos amargos,

desiludidos,

 

então... escrevemos com tanto fel,

que nos apetece ser cruel,

com tudo,

com todos que nos rodeiam,

como se apaziguássemos...

os demónios que… nos incendeiam!!!... …

 

escrever é um prazer...

difícil de descrever!!!...

 

Escrever sobre ideias,…

imagens,

torna-nos bons,

dá-nos vantagens...

sobre os outros,

mais infelizes,

porque nós,

os que escrevemos,

vivemos duas vezes...porque queremos!!!... Sherpas!!!...

 

26
Abr05

... não eram centenas... eram milhares!!!...

sherpas



… eram milhares, confesso,
muito largos, calculados,
por quem, como não professo,
mero participante, como tantos,
se viu naquele grito,
naquele ajuntamento gigante,
num hiato, nada restrito,
aberto, livre… emocionante,
tal como, há trinta anitos atrás,
quando a memória nos traz,
era eu, mais novo, rapaz!!!...

… os restos, os que pululam,
disfarçados, diminuídos,
que, pelos vistos, pouco avultam,
os enriquecidos,
de maneiras diversas, controversas,
com bolsas, com oportunidades,
promíscuas, obscuras,
mediante poucas verdades,
negociatas estranhas,
usando tramas e manhas,
donos da comunicação,
entre outras… a televisão,
a das novelas, das vaquinhas,
com atitudes mesquinhas,
no meio de grande perversão,
noticiam… umas centenas,
achincalham, fazem pequenas,
este tipo… de manifestação!!!...

… fazem palhaçadas, dão circo,
com risos amarelos, forçados,
controlo-me… não grito,
quando oiço os entrevistados,
gaiatos, inconscientes, arrevesados,
estupidificados,
pelos tempos, pelo dinheiro,
em parte ou… por inteiro,
satisfazendo apetites,
alargando logros, enganos,
mentiras… de todos os tamanhos,
figuras ridículas, bem tristes!!!...

… estamos nisto,
numa situação caricata,
não é para isto que existo,
País de treta, patarata,
quando espremido, não dá nada,
inculto, iliterado, apagado,
vilmente enganado,
onde está o serviço público( ???...)
tão falado, mencionado,
quiçá… posto de lado,
minha vergonha, meu repúdio,
atentado grave, danoso,
pelos patriotas de pacotilha,
escondido, como tesouro… numa ilha,
prometedor, maldoso,
enviesado… mais que abusado!!!...

… não quero acirrar ninguém,
longe de mim, tal intento,
não me aquieto, fico aquém,
de pé atrás, quando entendo,
manobras escabrosas,
mais que escandalosas,
notícias deturpadas,
manipuladas,
desfazendo no que se constrói,
pela inveja que… os rói,
coisinhas poucas,
cabeças loucas!!!...


… não eram centenas, eram milhares,
com sentimento, emoção,
um relembrar… outros ares,
novo sonho, ilusão,
bem portugueses, gentes jovens,
sabedores da portuguesa,
com valores, com muitos bens,
dignos, prometedores,
ainda tenros… já uns senhores,
com fibra, com inteireza,
conhecem bem… a PORTUGUESA!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub