Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

29
Abr05

... estou dorido... adoentado!!!...

sherpas

… estou dorido, adoentado, mais calado,

menos produzido, um pouco, mais isolado,

não tenho escrito, vou rebuscar o guardado,

077

mau sinal, triste… meu fado, cabisbaixo,

vou arrastando, desconfortos, assomos, outros tempos,

vou cantando, com reduzidos arroubos, com menor imaginação,

cansaço… aflição!!!...

 

… momentos passageiros, já não canto a vida,

não irrito… os foleiros, quedo-me recatado,

perpasso os olhos pelo… alheio, não me rebelo, constato,

 

homem que sou, de pouco trato, amigo, de facto,

de corpo inteiro, quando me dou, me entrego,

não pedindo, porque não peço,

dando, quando arremesso,

 

minhas rimas, meus sentires,

meus augúrios, meus provires,

com denodo, satisfação, com pujança, ilusão,

quando… me sinto bem, não olhando a quem, numa revolta permanente, numa alegria constante,

pelo meio da minha gente, exultante… extravagante!!!...

 

… estou dorido, adoentado,

mais isolado,

sossegado, perdeu-se-me o pio, a criação, adormecida… a imaginação,

no meu recanto, já não canto, rebusco coisas velhas, vou juntando e… mando,

de casas arruinadas, as telhas, já escritas… já cantadas!!!...

 

… as musas, por vezes… falham, deixam-nos, vão embora,

não se condoem, esmagam,

pelo abandono de quem chora, pobre poeta, adoentado, triste…

bem isolado,

 

revolucionário de treta, fazedor de coisa pouca,

já não escreve, não inventa, foi-se-lhe calando… a boca!!!...

 

… são espaços, escassos, raros, avassaladores,

bem caros, constrangedores, provocam espasmos e… dores,

dias maus, sombrios, muitas linhas, poucos fios, numa meada emaranhada,

quando se buscam querelas, lios,

 

ficamos, por vezes, sem nada,

doridos, adoentados, menos produzidos, isolados,

quando não fazemos… escritos!!!... Sherpas!!!...

29
Abr05

... conformados... se apartam!!!...

sherpas



… há alturas, mais enfraquecidos,
já cansados… de ideias parcas,
reduzidos,
conformados, calados, quando se apartam,
quando se sentem soçobrar,
abandonados, sem inspiração,
sem musas, dizem, escrevem, clamam,
os que sentem esta emoção,
os que comungam, os que morrem,
um bocadinho… todos os dias,
solidários que são, quando têm,
dor, ansiedade, carinho amor, partilha,
pelos que sofrem, pelos que morrem,
pelo pai esquecido, pela mãe vilipendiada, pela filha,
pelo filho escarnecido, pelos que não comem,
por todo o Mundo que… sofre,
por todos aqueles que não podem,
pelos fracos, pelos débeis, miseráveis,
tratados, como se não fossem,
pelos execráveis,
excluídos, esquecidos… degradáveis!!!...

… morrem todos os dias,
mais e mais, de tanta maneira,
escrevendo fantasias,
chorando a triste rameira,
o drogado viciado,
o miserável sem tecto, nem beira,
o excluído, pela cor, pelo defeito, pelo fado,
inclinação desviante, sendo igual,
humano, inteiro… tal e qual,
o arrogante prepotente,
o que maltrata toda a gente,
insensato… imbecil,
o que mata com fuzil,
o que destrói com palavras,
corrosivas,
odientas, abusivas,
a que aborta, o que não nasce,
o injustiçado,
o usado,
o que não cresce, o que desaparece,
o que, aos poucos… desfalece,
misérias que se acumulam, que se disfarçam,
que se anulam,
choros avultados,
dores partilhadas,
grandes coisas… pequenos nadas!!!...

… são assim, solidários,
nada partidários,
isolados… muito crentes,
no que os rodeia, os incendeia,
conscientes,
metidos com eles, introvertidos,
chorosos, sentidos,
por vezes… parcos de ideias,
perante coisas feias,
quando se calam,
conformados… se apartam!!!... Sherpas!!!...


29
Abr05

... primeiro ... debate mensal!!!...

sherpas



… primeiro debate, aberto, sem peias… na A.R., entre o Governo e as oposições, confrontos, sem afrontas, com dignidade, apontando divergências, esclarecendo dúvidas, propondo soluções, contrapondo, convergindo, com pactos mais alargados, sem pactos, consoante pontos de vista, quando no Poder, quando na oposição, estreia de novos líderes, de primeiro-ministro… novo ciclo, nova era, assim se espera!!!... Estou delirante… pode ser que seja desta!!!... Há problemas graves, arrastados de outras legislaturas, bem mais duras e indiferentes, outras gentes, arrogantes, extravagantes, laxistas… com descuidos imensos, por vezes, vai para trinta anos, os que se arrastam, nossa amargura, nosso descrédito!!!... Tanta coisa por fazer, podem crer, na saúde, no ensino, na justiça, na segurança, nas finanças, na economia, pontos-chave dum País, algumas vezes… remendados, um ter de ser, quedando com os mesmos buracos, quiçá, mais alargados!!!...

… ouvi um pouco, já não sou louco… ao ponto de estar amarrado, frente a um televisor, nas bancadas destinadas ao Povo, no excelso hemiciclo, estando presente… mais simplesmente, ouvindo, através dum rádio do carro!!!... Tenho posto de lado, cada vez mais… não sei porquê!!!... Vou-me apercebendo, aos poucos, como convém, vou emitindo opinião, escrevendo a meu jeito, o que me dá na gana, com inteira liberdade, confesso… mais inclinado para o lado do coração, solidário e com sentimento!!!...

… enfim, os políticos são assim, tentam disfarçar, tentam emendar a mão, tentam cativar, tentam enterrar, bem fundo… os males de que os seus partidos, os respectivos, padeceram no passado, continuam padecendo, embora mais discretos, questão de evolução, de acordo com os tempos, com a sociedade que os rejeita, quando eram, como eram… que exige transparência e clareza, averiguação e castigo de tanto e tanto processo, inquérito, aberto e fechado, prescrito, logo a seguir, com o tempo, esteve mais que visto, nunca vendo nada, continuando na mesma, como a lesma, corrosiva e viscosa… um lamento, um engano, uma trama permanente, desejo e ânsia dos que teimam, dos que não largam, dos que continuam andando por aí, por aqui, como modo de vida, maneira de estar, cómoda, bem paga, com inteira imunidade, impunes… dos sete costados, bem largos, de habituados, acostumados!!!...

o primeiro dos ministros, o presente… já se apercebeu disso, quer ir por outro caminho, quer governar, segundo diz, segundo torna a dizer, em favor dos cidadãos, no concreto, como deve!!!... Há quem o tente descredibilizar, o tente denegrir, missão do maior partido da oposição, pequena coisa, por sinal, afirmando que não governa, que governa pouco, que não arrisca, que não faz, que se mantém passivo, quase inexistente, por intermédio do novo líder, o Marques, de seu nome… com Mendes, para o identificarmos ao completo que, por vezes, mente, esquecido do que foi, do que não fez, quando era governo, ainda há pouco!!!... Teve resposta acertada quando lhe replicaram que o dito não fez pouco, exerce as funções há pouco… tempo, claro!!!... É um facto e contra eles… não há argumentos!!!...

… sempre pugnei por um Estado forte e protector, tenho as minhas razões…. não sou liberal, muito menos a favor da lei da selva, das corrupções e compadrios, qualidades de certas direitas, adversas a todos os cidadãos, os que gostam de dar umas migalhinhas, praticar a caridadezinha do fica bem com eles, com a religião que dizem praticar, enquanto se fartam, até mais não, com exaustão, orgulhosos dos seus amplos aforros, ganâncias mil, regalias e mordomias de espantar, ganhos exuberantes… em bolsas e negociatas, pondo e dispondo de vidas alheias, a quem empregam, a conta-gotas, a quem desempregam, com desapego, com afinco, em quantidades assombrosas, por ganhos, por economias, com desassombro!!!... Homens, donos de empresas, de pequenos impérios de informação, com valias mais fortes do que o Estado… não lembra nem ao Diabo!!!... Penso assim, sou… como sou!!!... Gosto e sinto-me bem… com um Estado forte e protector, que tenha força suficiente para encarar corporações, defendendo as pessoas, sem distinção, como cidadãos iguais, numa democracia de facto… sem favores aos senhores!!!... Estou expectante!!!...


… pela frente, face aos parolos, exigente e rigoroso, por trás… o que se vê!!!... Incrédulo, transcrevo:

-
Dívidas do Totonegócio adiadas

Assuntos Fiscais do anterior Governo adiou pagamento até 2010




O Fisco não pode agir contra os clubes de futebol que não estejam a cumprir o Totonegócio até 2010, avança a edição de hoje do jornal Público. O diário adianta ainda que foram notificados pelo Fisco cerca de 70 clubes com dívidas fiscais até ao final de Julho de 1996 e não abrangidas pelo Totonegócio.


…in SICOnline!!!...

… não dá para entender, um descalabro, um favor, uma permissividade, profunda promiscuidade, falta de verdade!!!...

… depois, ainda falam em pactos, puros entretenimentos, os incríveis negociadores, fingidores, fazedores de coisas ininteligíveis, asneiras e trapalhadas… fartura delas!!!... Deu para ver, para nos apercebermos do que… não queremos, simplesmente!!!... Está na cara, não está???... Sherpas!!!...


29
Abr05

... bestas... letradas!!!...

sherpas
… não generalizo, para nosso bem… há muitas excepções!!!...

… bestas que eles são, os meninos,
mimados, malcriados, de pequeninos,
mal habituados, convencidos, os orgulhosos,
mal agradecidos pelo que possuem, os vaidosos!!!...

… lá em casa, muita birra, maluquice, num desequilíbrio,
fê-los medrar, como numa estufa, num arrepio,
mal formados, num ápice, os doutores,
muitos… com cursos superiores!!!...

… uns, em matemática, poliglotas,
em medicina, em farmácia,
pura falácia,
outros, em parafusos… cambotas,
canudos de engenharia,
novas tecnologias,
sonhos, venturas… fantasias,
mestres de alquimia
na mentira, na perfídia,
mudam a verdade… da noite para o dia,
vivem a triste realidade
com paizinhos, numa redoma,
orgulho e vaidade,
metendo a família numa fona
esquecendo os que, do sangue,
são, em estudos, inferiores,
naquelas mentes de, mentecaptos,
quando se julgam… superiores!!!...


… pobres bestas, coitadas,
que foram mal educadas,
por pais desequilibrados
que lhes deram, às carradas,
mimalhices assolapadas,
exemplos bem… caricatos!!!...



… de manias, têm montões
mal podem com elas
pois, são tantas as ilusões,
que se julgam umas estrelas,
na escuridão geral
onde, para seu grande mal,
se situam as alimárias!!!...


… já gerentes, directores,
empresários e gestores,
estes crânios, estes doutores,
qualificações várias
nos diversos… muitos sectores
onde eles, uns senhores,
perante gentes ordinárias
são os reis, indignos pendores!!!...


… gente fina, alaranjada,
que não se mistura bem
com vulgares, da pesada,
que, de títulos, pouco têm
saberes… não sabem nada,
porque, a sabedoria,
foi-lhes, a eles, ofertada,
o que lhes dá a mania
de se considerarem superiores,
excelsos, outros sabores,
viajantes endinheirados,
que vivem sós, isolados,
introspectivos… contristados!!!... Sherpas!!!...



Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub