Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

30
Abr05

... Cinderela!!!...

sherpas

…espécie de Cinderela,  durante o dia, uma vergonha,

abuso, maus tratos… peçonha,

beleza disfarçada,

 

uma tela, perfeita,  sem mácula,  uma estrela… andrajosa,

está bom de ver... podem crer,

de tão formosa,

enteada, um ter de ser, escrava... bem escravizada,

bela e fogosa,  um trapo,

um desfazer,  mau bocado,

 

sempre a varrer,  a esfregar, a limpar,

a coser...

sempre a dar corpinho ao manifesto,

sem um queixume,  sem um protesto,

 

pobre da Cinderela,  tão fogosa,  sem mácula,

tão bela!!!... …

 

passam-se dias,  meses, anos,

com montes de enganos...

como uma Cinderela,  escravizados,

com maus bocados,

com Pátria… tão madrasta,  que contrasta,

 

entre filhos,  enteados, borra a pintura,

que amargura...

quando engana,  quando ludibria,

quando desafia,

 

num logro que continua,  à luz do Sol, à luz da Lua,

permanentemente,  como quem mente,

duma maneira… indecente,

 

pobre e bela… Cinderela,

nunca mais chegas,  com tua beleza,

formosa e casta, a princesa!!!... 

 

a do conto, a da estória,  durante o dia… abusada,

com madrinha dilecta,  diligente,

com toque de varinha de condão, revirava,

ia-se embora,  em carruagem apropriada,

 

outra gente,  com magia, com ilusão,  ao longo da noite, na escuridão,

era beleza, sem igual, com trapinhos adequados,

com sedas, com cetins,  com doirados,

com sapatinhos...  a condizer,  era um regalo ver,

 

num baile elegante,  um espanto, uma paixão, um encanto,

um sapato que se perde,

um achado, um repente,  a Lua que se vai,

o Sol que… se ergue,

quase, mau bocado, quem se levanta, também cai!!!... …

 

tão caídos que estamos,  pobres de nós, Cinderelas,

que mal nos encontramos,

sem Lua, sem estrelas...

 

desmandos,  sem sapatinhos ligeiros,  transformados em bananas,

com padrastos, com madrastas,

anos e anos… inteiros,

sem varinhas, sem magias, sem fadas,

 

tratados… com devaneios,  mal arroupados, uns frangalhos,

caminhando por atalhos,

 

longe da boa vida, a que nos foi prometida,  sem príncipe de encantar,

aqui, neste lugar!!!... …

 

é, falta-nos o sapatinho,  um pé delicado, a condizer,

um príncipe, uma promessa, uma harmonia,

um hino, um toque de varinha, um querer, uma procura que… não cessa,

para fazermos como a Cinderela,

tão fogosa, cândida e bela,

 

um trapo… posto de lado, um caminho aberto, amplo,

encontrado, magia, pura magia,

com planos, com tecnologia???... …

 

por enquanto somos… Cinderela, na Pátria formosa e bela,

com madrastas e padrastos,

com restos e... muitos cacos!!!... Sherpas!!!...

30
Abr05

... era uma vez!!!...

sherpas

… era uma vez, num cantinho de lazer,

uma figura que… se fez, um ter de ser,

não levava nada a mal, brincava, cantava, figura virtual,

não se vinculava, não o fazia por mal,

limitava-se, a escrever, para… se entreter!!!...

MUNIQUE 041.jpg

… era uma vez, uma sombra passageira,

misto de coisas, talvez, mui distintas, diversas, sem eira, nem beira,

tendo vias… mui dispersas, sem prisão,

sem fronteira, saltitante… com emoção,

 

tendo o Mundo na mão, pensava, prepotente,

triste ser… triste gente!!!...

 

… era uma vez, uma insignificância,

isolada, convencida, de tão pouco… jaez, com alguma jactância,

elevada, diminuída,

numa contradição perfeita, consoante a própria vida,

 

já perdida, de vencida, consolada… quando eleita,

vezes por outras, virtualidades loucas,

insensatas, ridículas, caricatas… partículas!!!...

 

… era uma vez, deixou de ser, talvez, entre tanta figura anónima,

mais uma, homónima,

na identidade escondida, pérfida, ínvia… temida, controversa,

adversa,

 

descontrolada, esfusiante,

pensativa, calma… insignificante,

quando se pára, repara, que não é coisa rara,

que é uma coisa qualquer, homem, mulher, quando escreve, prosando,

 

quando poetisa, escrevendo, pensando,

gozando, rindo, chorando… gemendo,

passageiro, afinal, coisa pouca… virtual!!!... Sherpas!!!...

30
Abr05

... medo, de tanta coisa... afinal!!!...

sherpas

… medo, impressão… pesadelo, assombração,

terror, mal profundo, ficar… pelos cabelos, com os males deste Mundo,

estado de alma, espíritos malignos, mau estar geral, confusão,

dentre os mais indignos, um ror de… maldição,

DSC04004

destino, praga, intenção,

provocação feroz, deturpação,

da vida perfeita, em ascensão, o inverso… do que se diz, em verso,

 

imerso, perverso, atolado em porcaria,

tão longe da elegia, antítese, oposição,

contrário… à boa formação!!!...

 

… guerras, destruições, bombas, massacres,

ataques, armas e… armamentos,

duros os corações, aplausos aos lamentos, insensíveis, basbaques,

almanaques…

 

por momentos, números sem alma, contas recontadas,

morte que se brinda, sem chama, que apaga, que extingue…

pequenos nadas, vítimas inocentes, montes e montes… de gentes!!!...

 

… medo, morte, agonia, terror, maldição,

fazem parte do dia-a-dia, deturpação,

vida, sem vida, perdida, esmagada,

ascensão do mal, tida… como normal, horror, pavor, aversão, apatia… depressão!!!...

 

… medo, de tanta coisa, afinal, pavor, terror, horror,

um afastamento… um final,

 

um ter de ser, seja o que for,

para nosso bem, para nosso mal, impressão, insatisfação… temor!!!... Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub