Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

10
Mai05

... penso que sim... penso por mim!!!...

sherpas
…penso que sim,
julgo que não fica mal,
penso por mim,
dar cultura… a Portugal,
poeta é um esteta,
é um sentimento,
não é espavento,
é uma Presidência aberta,
constante, permanente,
olhando, de frente, toda a gente,
é um sentir,
digna representação,
sem estadão,
um querer, um sorrir,
sem aberração,
sem jogo escondido, pensado… fingido!!!...

… penso que sim,
não fica mal,
penso por mim,
dar cultura… a Portugal!!!...

… não queremos, Rainha de Inglaterra
presença altaneira… com estadão,
provocando divisão,
com séquito, que se espera,
uma espécie de travão,
muito alta… intocável,
sorriso matreiro, amável,
de ocasião, na altura,
queremos alma pura,
com ideologia, guardada,
culta, bem preparada,
amante da Pátria, muito amada,
por todos, sem distinção,
pondo de parte,
a manha, e a arte,
disparate,
seus devaneios, seus receios,
concretizando anseios,
unindo, não dividindo
não… fingindo!!!...

… penso que sim,
não fica mal,
dar cultura a Portugal,
penso… por mim!!!...

… figura séria, carrancuda,
de olhar enviesado,
entra calada, quando muda,
mais azougada, menos reservada,
numa postura… ininteligível,
dúbia, por vezes,
semiaberta, noutras,
estratégias concertadas,
muito pensadas… dão em nada,
simples tecnocrata!!!...

… dar cultura a Portugal,
não fica mal,
penso que sim,
penso… por mim!!!...


… vamos escrever poesia,
vamos sonhar… um pouco,
mostrar vontade, alegria,
construir outro País,
como quem diz,
pôr de lado o louco,
o sagaz, pavoneante,
o tratante… extravagante!!!...

… penso que sim,
penso… por mim!!!... Sherpas!!!...


10
Mai05

... ora... bolas!!!...

sherpas

vivemos numa bola enorme, mui complexa,

diversificada, onde muitos passam fome...

alguns, que não valem nada,

brincam com bolinhas dispersas,

em jogos tão variados, de coreografias diversas,

20100822(043).jpg

dando chutos, dando murros, pancadinhas com bastões,

dando gritos, dando urros,

correndo, aos empurrões!!!... …

 

fazendo girar as bolas metem-nas em cestas… em buracos,

em balizas doutros artolas...

por cima de redes, contra tacos, dão simples carambolas,

 

noutras bolas, noutros cacos, nesta bola imensa,

bela, onde vivemos,

como macacos, enjaulados, mas... sem trela!!!... …

 

num pedaço, o das bolinhas, ou no outro…

onde se gela, onde se morre, como galinhas, de horror,

miséria, fome, servindo como documentário,

porque não se vive, não se come,

 

à hora do noticiário, dos desportistas das bolas,

dos que, brincando… enriquecem,

se convertem em cartolas,

bem depressa esquecem os que só recebem esmolas!!!... …

 

os que não brincam com bolas,

de horror, vão gelando... porque o Mundo os vai matando,

naquele pedaço, sem bolinhas,

com homens, mulheres, crianças, noutro espaço, nas entrelinhas,

 

no ritual fúnebre das danças,

na dor, na doença, na morte,

apanágio dos desgraçados... dos que nasceram sem sorte!!!... …

 

noutras bandas, noutros lados, desta bola gigantesca,

com bolinhas, com abastados, com miséria tão dantesca,

consoante os dois bocados em que se viva… em que se cresça!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub