Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

30
Mai05

... terras de... Espanha!!!...

sherpas



… a Nação dos retalhos,
terra… de tantas gentes,
por caminhos, por atalhos,
de países, tão diferentes,
que se pretendem unidos,
irmãos desavindos
debaixo duma só bandeira,
albergados por um monarca,
rei da Espanha inteira,
terra incerta, opaca,
de costumes medievais,
com guerrilhas bem tribais,
dos que não são Leoneses,
nem a Castela pertencem,
como os portugueses,
a liberdade pretendem
porque têm idioma próprio
que usam e mantêm!!!...


… tremendo é… o imbróglio,
para os que, na integridade
de todo o território,
apregoam a nacionalidade
daquela manta esquisita,
onde se revêem os milhões
dalguns, das muitas nações,
que se dizem espanhóis,
esquecendo os catalães,
bascos, muitos galegos
que, pelos pais, pelas mães,
são contra semelhantes apegos
com que os querem prender
na Espanha que… não podem ver!!!... Sherpas!!!...


30
Mai05

... torrentes de... palavras!!!...

sherpas



… torrente de palavras, de mim brota,
como nascente de água infinita,
remanescente, constante, contínua,
num bem estar que me inunda, avassala,
pensamento que se não cala,
espírito inquieto, que se não quita,
não aquieta… quando se solta,
antes me imolam,
me agastam, me reduzem
quando me conduzem,
porque, sempre atrás, me encontro,
quando me ponho
com elas, em confronto,
perante casos e factos,
feitos, refeitos, abstractos,
congeminados, com segredos,
simples escarros, remendos,
de graúdos… imundos,
doutros Mundos!!!...

… não sei calar, não sei parar, estendo-me,
comigo, em mim… enclausurado,
entendo-me,
discorro, discurso, envergonhado,
por demais, abismado,
perante o inevitável,
evitável, depois de pensado,
julgado, consciente… remanescente,
dum inferior, que se julga gente,
abusador, não senhor,
um qualquer pedante,
soberbo, indecente… extravagante!!!...

… não calo, não consinto,
quando sinto,
quando antevejo, quando vejo,
assim o sinto, não minto,
neste palavreado constante,
que me sai em torrente,
como água límpida e pura
da nascente,
que tudo limpa, tudo cura,
quando brota, lá do fundo, do seio materno,
do centro da Terra,
em prol do irmão, do fraterno,
contra quem… emperra,
a justiça, a harmonia, a sociedade perfeita,
a que se anseia,
se espera,
todos os dias, em cada dia,
ano após ano, de desilusão em desilusão,
utopia,
tremenda… perversão!!!... Sherpas!!!...


Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub