Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

14
Out05

... cinzenta e... fria!!!...

sherpas

… está cinzento, faz um pouco de frio,
já choveu, parece que tem tendência para mais,
olho pela janela, lá fora, até me arrepio,
sinto o vento que passa, por detrás da vidraça,
interiorizo, entristeço, tempo que não mereço,
não oiço o chilreio dos pardais,
o Sol não brilha, escondido por densas nuvens,
castelos densos, imensos, outonais,
o tempo mudou, mostra outra cara,
a bolinha não para,
gira que gira, sem parar, assim penso,
na sua caminhada, apartada das tragédias, pequenas peças,
das alegrias, das festas,
destas criaturas, imaturas,
que se julgam donas dela,
quando não a tratam… com cautela!!!...


… não se desvia um milímetro da órbita,
cumprindo, na perfeição, sua tarefa,
ignorando quem a habita,
na elipse perfeita, fazendo vénia à estrela,
que a aquece, que a afaga, que a esquece,
fazendo parte, como as mais,
bolas maiores, menores, intensas,
neste conjunto mais próximo, sistema,
nosso Universo, o mais conhecido,
através de estudos, de pequenos saltos,
de vistas com lentes, com satélites artificiais,
simples… meros percalços!!!...


… reduzidos avanços tecnológicos,
ciências do ignorante convencido,
agarrado à Terra, nesta esfera, nesta bola,
que não pára, que gira, que rebola,
na trajectória que lhe está destinada,
albergando uma confusão de loucos ideológicos,
de sacros, santos teológicos,
que se amalgamam, que se massacram,
que se julgam, quando pensam, quando clamam,
donos do que não lhes pertence,
imbecis, imberbes, inocentes,
na tarde fria, cinzenta, lá fora,
sinto o vento que passa… por detrás da vidraça,
a minha alma sente comiseração… chora!!!... Sherpas!!!...

… sentires e pensares em… www.sherpas.blogspot.com
14
Out05

... quando se calca!!!...

sherpas



… quando se calca, se enterra,
se despreza, se descuida,
se manifesta indiferença,
total desapego, se não cuida,
se retém, se emperra,
aquela visão, a outra crença,
ideologia diversa,
religião ou política,
em que se não acredita,
considerando maldita,
por isto, por aquilo,
nervoso ou tranquilo,
com vera… intenção!!!...


… como aberração, negação,
diferente, absurdo,
segundo determinado padrão,
que considero,
menos digno, último recurso,
tão duro, tão fero,
não humano, pouco igualitário,
menos colectivo, não abrangente,
no meu imaginário,
massacrando o carente,
logo me paro,
me indigno, deveras,
quando reparo
em tão… brutas feras!!!...

… há que denunciar, reter,
conter,
fazer parar, de qualquer modo,
o que se torna espúrio,
falso, perverso,
insolúvel, tal telúrio,
indo ao contexto, controverso,
estável ao ar,
combinando com poucos,
egoístas, loucos,
não transparentes,
água cristalina,
a maioria das gentes,
que se adivinha,
pobre, doente,
solitária… carente!!!...

… metalizados, telúricos,
bem prateados,
alguns dos forrados, eufóricos,
reduzidos a recantos,
doces encantos,
não combinando,
arrecadando, salvaguardando,
teres, haveres,
espezinhando seres,
tão parcos, escassos,
que se avolumam,
quando se empurram,
quando se descuram,
por políticas diversas,
por credos, crenças,
tristes avenças,
contratos, guetos,
bem distantes, não afectos,
pouco abundantes,
ridículos, abjectos,
redundantes… extravagantes!!!... Sherpas!!!...


… política, em www.sherpas.blogspot.com

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub