Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

23
Mai07

... lágrima!!!...

sherpas

... vão caindo, mansamente, pelo rosto, olhos vidrados por desgosto,

imolamento,

aflição que se deglute, permanência dum sofrimento,

 

traçam rasgos por onde passam, acentuam rugas existentes,

profundas...

deixam marcas por ausentes, saudade duma partida

na hora da despedida,

lágrimas como pérolas, brilhantes, redondas, belas,

manifestação que se tem...

oceano que se não contém,

 

sofrimento que alivia, dor que se não esquece,

dique que rebenta... por alegria incontida,

pequenas coisas da vida,

extravasar de sentimentos em alturas, em momentos,

 

cada lágrima, um universo, no âmago, no inverso,

contradição quando surge...

enormidade que ruge,

simples apontamento, detalhe que se posta

quando se abraça, se gosta,

 

aflição que nos agasta, nos reduz, nos arrasta,

induz alívio constante...

num mau pedaço de vida,

 

à chegada, à partida,

alegria na tristeza... dor que se sente

quando se recorda o ausente,

 

cada lágrima... um oceano

de verdade, de engano,

no ciúme, na paixão, no amor que se tem,

não está na nossa mão tudo q´ela contém!!!... Sherpas!!!...

 

23
Mai07

... regras!!!...

sherpas

... regras que se quebram, vontades que se apagam quando nos impõem,

pessoas que se vergam, alguns que dispõem,

 

regime dos embustes, dos convénios, dos ajustes, das aparências em borbotão...

da displicência, da ilusão, da excelência, do patrão,

são barreiras, obstáculos... são pregas em tecido fino,

vales profundos no caminho,

 

termos obscuros, não vernáculos, condicionamentos que nos dão,

leis dos homens que as têm...

impérvios, quando destinos de quem perde a razão,

perante quem julga alguém,

 

estado de direito, com o devido respeito, que se perverte quando engana,

quando calca, quando trama...

 

bocadinhos que nos dão, assim reza a Constituição,

resma que se ajeita, teima...

protegendo os da toleima,


ascensos protegidos, ignorando os mais esquecidos,

quando os fazem cumprir nas instâncias adequadas,

leis bem cozinhadas,

 

bem de alguns, bem da Nação,

jeitos que fazem sorrir...

 

palhaços que arremetem, gesticulam quando gritam,

que se tiram, que se metem...

que se juntam, que se irritam,

 

que convencem,  aborrecem,

que roubam, perseguem, matam...

que destroem, desbaratam, que se enchem, que se fartam,

 

falhos no palavreado, jungem na mesma canga

do joguinho, do recado...

da fluência que se encarga,

 

da influência que se tem, perante Mundo concertado,

nulo, quase ninguém...

mudo, quase acabado na globalidade, sem ninguém,

 

massa anónima, multidão, esbaforida, sem objectivo,

futuro indefinido, valia, coisa nenhuma,

se oprime, se arruma,

oligarquia que se ajeita...

 

ilusão com que se enfeita... democracia de brincar

quando se prende, manda parar,

se coarcta até fartar,

 

rugas na nossa frente, regras que obstaculizam

que julgam, envernizam...

consoante extracto, situação,

gente de trapo no pé, mais elevada, de estadão,

tal e qual... como é!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.confused}

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub