Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

20
Mai08

... não ligam!!!...

sherpas

 

muitos não ligam, viram costas, refulgem incandescências no firmamento,

já não se colocam de mãos postas...

ripostam faíscas de indignação, desistiram destas coisas das políticas, cintilam raivas contidas no lamento,

 

olham para o boneco, aplaudem futebol, perante tamanha estupefacção,

entregando a alma a Cristo, calaram críticas,

derribados por absurda alienação...

 

DSC02359

vão deslizando pela vida, de mansinho,

oh vil, ignóbil desinformação...

agitam corpos, resfolegam no estádio, mostram cachecol, grave pecado, enorme aviltação sem perdão,

falam de trivialidades, contam anedotas, vão rindo, baixinho,

cumprem rotina, deixam-se levar, como quem não quer, num deixa andar,

 

que se entendam uns com os outros, pensam, enclausurados em casulo cerrado, apartados,

aguentam, pouco ou nada tentam...

mundinho à toa, sem opinião, paralelos, sem fim comum, amedrontados,

 

engolem o que lhes dão,

não enfrentam os elevados, sujeitos passivos, uns bananas... com desilusão,

 

cativeiro permanente, sendo cativos, anuência de qualquer estafermo como excelência,

imbecilizados permanentes, amorfos...

violados por inerência, encolhem a vida, encolhem os ombros,

 

vassalos por gosto, afeição,

como reféns, papel puro de indigente, ficou-lhes o jeito de antigamente,

muitos anos de sujeição...

 

não gostam mas... comem, calam, consentem, não se inquietam,

pouco, nada manifestam,

indiferentes como tantas gentes, cansaram-se de berrar, mostrar indignação, aquietaram,

sossegaram, abafaram espírito contestatário, já não enfrentam adversário,

 

rendem-se perante força que se dimensiona,

quase impressiona...

nos média que iludem, envergonham, nas técnicas que não evolucionam,

 

rápidas mas, engasgadas, quase sempre aos solavancos, quase paradas,

porque não pensar que estão controladas...

no interior de cada um, livres de o fazer, não dá para entender,

 

calaram críticas, arrefeceram ânimos, no meio de tantos enganos, sociedade que se mistifica,

não realiza, não estica...

encolhe, porque não remedeia, quando nos tolhe!!!... Sherpas!!!...

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub