Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

23
Set08

... prostituto!!!...

sherpas

… ajoujado em farpela de fino corte, altaneiro,

qual corcel jovem que s´empina,

sem dinheiro...

 

mostrando duras fibras como recorte, espelho de figura que se remira,

cabelos negros alinhados, como penteado...

repuxados em traços firmes, delineados, farturas com que deslumbra, da grana, o femeaço,

num desfilar de quem pretende um ideado,

 

ocupação de quem nasceu desocupado, considerando seu pecúlio como mina,

porte de quem se não julga ultrapassado...

mantendo rigor numa mostra que não desdenha, sendo garanhão de cobertura,

função que desempenha, não descura,

 

passo firme, apontamento que reluz no pensamento de donzela que deslumbra no ginásio,

na matrona que recorda imagem d´outrem já passado,

serviçal que rebusca qualquer bocado...

 

com regozijo intenso, como recado, cumprindo obrigação de quem escolheu

arte que se propôs, quando arremeteu...

 

prostituto lhe chamam, proventos de quem se vende,

algo lhe rende...

vida fácil de gigolo, assim s´entende,

 

mercadoria que se passeia por esplanadas de elevado extracto, recônditos paraísos do desperdício,

montes de criaturas belas, abonadas no que lhes sobra, físicos fartos, excessos na dinheirama,

gozos, loucuras na cama...

 

langorosas nos luxos que provam, fazem vida,

deusas insaciáveis no deboche que tomam...

tornam vício,

 

caprichos na querença, quando abordam,  porque desejam

objecto bem arreado que as cortejam...

mosca que volteia por ali, fatos de fino corte, d´acessório apropriado, bem fornido,

recôncavos devassos, preenchidos, quando solicitado, cumprindo,

 

fibras treinadas, bom recorte, faces esculpidas, cabelos negros, fartos, delineados,

passeando promessas, antevejos...

atiçando fogueiras, variados almejos,

 

infiltrado em redomas cintilantes, fazendo parte, orgânica que não trama, completa,

como montra andante se passeia como oferta...

poses de quem gosta, se mostra quando entende, no pecúlio q´ostenta, entre pernas,

garanhão que é cobiça para novas, para velhas,

 

prostituto lhe chamam... neste boneco que faço,

não sendo retrógrado, conservador escasso,

 

aberto à sociedade actual, nada complexo,  aceitando namorada como amante,

ligação diversa do mesmo sexo...

prostituta fina como acompanhante,

 

neste projecto q´avança, neste Mundo controverso que tudo vende

a quem tudo tem, quando pretende...

no “resort” de luxo onde “descansa”,

 

tipo com posses, mero farsante, mentecapto, quase ridículo no aspecto,

de vil metal, tão repleto...

com negociatas de por aí,  quando se desloca, sai daqui,

 

rodeado d´assessores, d´esbelta finura tão elegante,

fazendo parte sem ser loucura, extravagante...

respeitabilidade noutra, qualquer função, d´atributos físicos, ostentação,

 

compostura no verbo, na postura, conhecimentos, quanta cultura

como ocupação, pernas abertas, diversão,

arma de “trabalho”… ali à mão!!!... Sherpas!!!...

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub