Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

15
Abr09

... ventos... do Norte!!!...

sherpas

... acautelai do vento norte, companheiro,

gélido, insensível, quando presente,

calculista companhia que desaconselho,

mescla traiçoeira, por dinheiro,

bárbara passagem que tudo mata,

hordas doutros tempos, ódios, espólios,

frémitos de medo, quando lembro,

saqueio pertinaz, usurpação do alheio,

vidas agrestes, tão rudes,

sementeira que espalharam pelo mundo,

doutrina de valores tão contrária,

abismal separação do que é profundo,

posse violenta, usurpação,

carências cumulativas que os instigavam,

conduziam, quando desciam,

avassalavam por édens florescentes,

civilizações que, pelos excessos, se descuravam,

permissivas gentes,

tão cativas ao remanso, prazer terreno,

clima mais doce, ameno,


massacres constantes, sentimentos,

vagas tão densas se abatiam,

hercúleas criaturas, bestialidades

pragmáticas, cruéis no proceder,

objectivo determinado, portentos,

destruição do que arrasavam, fugiam,

dura realidade,

quando surgiam,


acautelai do vento norte, companheiro,

continua sendo o que sempre foi,

ávido distante, gélido na alma, no corpo,

terra que molda, clima inclemente,

sítio medonho, sentir amargo num Paraíso,

cobiçando local mais prazenteiro,

fazendo do vivo um resto, já morto,

arrostando obstáculo, quando preciso,

ultrajando espaço, destruindo gente,

impondo força sobre o engenho,

apossando virgem, em terra de sonho,

quando comparo, proponho,


alma rupestre, sentindo pouco,

abrigo constante, nuvens no céu,

vergastas que são ventos,

águas tão negras, profundezas,

agitadas que estão, sombrias certezas,

castigos imensos,

cautelas tão grandes,

terras distantes,


frias paragens,

eclodem blocos flutuantes,

sons cavos que se propagam,

anfiteatro contido entre gigantescas brancuras,

muitas procuras,

solidão que inunda,

demência que se adona, aprofunda,

outras imagens, nortadas de medo,

ressurgimento de encapuçado,

semente espalhada, mesmo veneno,

dependências, segredo,


acautelai, companheiro... do vento norte,

nosso destino, tua pouca sorte,

nos coube um desnorte,

destemperança que nos achaga,

te colapsa, nos mata,

violenta presença,

sendo pertença,


fazendo parte dum MUNDO cruel,

sem sol, sem paz,

simples papel,

curta intervenção de quem tem o “GRAAL”,

essência final,

redoma mais alta, definição total,

chacina, enfrentamento,

 

cuidado com o vento!!!... Sherpas!!!...

15
Abr09

... "porcos"... com "mortos"!!!...

sherpas

... linhagem de favor, contradança

d´interesses, caviares, canapés,

escabeches, barrosões, finos rojões,

lombos recheados,

mariscos frescos, aves delícia, caças, petiscos,

sem custos, vinhos próprios, brancos ou tintos,

aromas ao alcance da bolsa dos milhões,

tábua de queijos diversos, enchidos, afiambrados,

finas tiras de patas negras rosados,

reversos d´outros tempos, passados,

sempre presentes, actualizados,


inaudito q´ainda se não pense num morto,

género humano, não galinha nem porco,

tão pouco apagado parafuso,

deitado fora da máquina, sem uso,

mediante quem disso acumula,

progresse, fazendo fortuna,


rebentando c´as costuras nos banquetes que realiza,

na medalha q´ostenta, sorrindo,

enveredando, como antropófago convicto,

por caminho escabroso, horrendo,

senhor de chipes, de bites,

cometendo disparates,


consciência pouca de quem não pensa

sobre quem vegeta, quem não come,

simples pretexto, mero traste,

dando origem a grande contraste

do q´alivia a fome mediante simples canja,

num MUNDO que se não arranja,


sem afinação, não s´amanha,

vidinha d´abastança tanta,

perante quem nada tem,

continuando sendo ninguém,

incongruências

face a algumas excelências,


corpos deitados na rua

tendo como lençol a lua,

cobertor q´afaga, não jornal,

sol brilhante de Portugal,

banco de jardim duro,

recanto n´algum portal,

estático, sem quebra na postura, face impura,

cerimonial de quem inclui, esquecendo,

não repara nos que vão morrendo,

prometendo, prometendo,

incómodo poiso como cama,

quantas, quantas vidas s´arrastam na lama,

sem cor, sem luz, sem chama!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub