Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

26
Fev11

... rainha!!!...

sherpas

… podia ser,

depois de tantos passos andados,

experiências diversas que tivemos,

história que conta,

nos mostra,

aponta,

discernimento que “não” temos,

tememos,

 

quando nos persegue,

atormenta,

 

quantos caminhos errados,

quantos enredamentos,

complexidades que nos afastam,

disfarçam,

confundem,

admitem,

não rejeitam,

falsa charneira q´existe,

 

dominada, como sempre,

pelos mal-amados do costume,

voragem que subjuga,

capanga, ditador, tiranete,

que s´aferra, que s´aferra,

qual rainha d´Inglaterra,

mantendo ostentação,

fazendo guerra,

 

intolerância que m´atormenta,

não permite,

intenta,

desaproximação constante,

não introverte, não pactua,

insinua,

 

incita quando comunga,

violência desatada,

mortandade,

como tormenta,

 

peões que subiram tanto,

donos de tudo,

de nada,

consciência tão pesada,

falsos exemplos,

aparências,

inconsistências,

 

situação que nos separa,

quando admite,

não compara,

bestas informes que foram,

bestialidades enormes que são,

consoante interesses,

situação,

 

podia ser,

aprendizagem tão grande,

 

caminhada nas veredas da vida,

curtas, sinuosas,

precisas,

violência sobre tantos seres,

 

por quereres,

 

insubmissão dos que não admitem,

mais abertos,

sinais doutros iguais,

quando conversando… progridem… Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

 

09
Fev11

... dia!!!...

sherpas

... alguma dificuldade na articulação,

dobradiça que range, dor que sinto,

algum receio,

idade sem retrocesso, contrato feito,

devolução por defeito,

achaque próprio, carrada que se vai acumulando,

num entretanto,

não gostando,

traste velho,

artefacto posto de lado,

seria bom, se possível, dedução por ter usado,

já gasto,

já farto,

 

remedeio,

de por meio, substituição na hora, local,

pondo fim a um calvário que se agudiza,

avoluma,

não expurga,

alivia através de droga indicada,

 

vai doendo,

vai rangendo,

qual porta velha que irrita,

quando se abre, quando grita,

dobradiça,

 

ferrugem, onde tudo estava lubrificado,

num passado que foi ontem,

ainda há pouco,

 

mundo louco,

tão depressa,

quanta remessa,

quanta acumulação,

quanta dispersão,

quanta desilusão,

quanta impressão,

sem remissão,

 

com desagrado,

sem cuidado,

 

algum alivio na dor,

encaminhamento aparente para doçura que se procura,

acalmia paradisíaca, suspiro profundo,

ilusão do que não tem remissão,

agravo que calculo,

não anulo,

 

entendo causas e efeitos,

carcaça que usufruo desde há muito,

peças que se recusam,

na composição dum TODO,

neste corpo,

nesta mente, nestes membros articulados,

passos dados,

 

quanta gesta, quanta festa, quanta estrada,

caminhada

que se prolonga, consequência de muita usança,

mui afastado da pujança,

 

dobradiça que causa dor,

porta rangente de casa velha,

quando alteia, quando berra,

quando irrita,

com ela se fica!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}

06
Fev11

... sem FÉ... com respeito!!!...

sherpas

 

… longe de igreja, do padre,

fui crescendo, admirando,

conhecendo,

visitando, enquanto lia,

andando, de viagem em viagem,

apreciando amplos monumentos, religiões diversas,

mantendo tantas conversas,

 

 

recordando passados,

passagens,

comparando procedimentos,

auscultando choros, lamentos,

detestando mortes violentas,

tantos CASOS, tantas cenas

 

vergonhas de que me envergonho,

quando me ponho, me disponho

distanciando de todas elas,

promessas são como velas,

 

queimando, quando acesas, estiolam,

apagam,

vidas que se vão gastando,

quando nos prometem paradisíacos celestes,

já mortinhos, enterrados,

tão esquecidos, tão calcados

na TERRA de todos os INFERNOS,

 

ainda sem opinião,

fui sagrado cristão,

neste rumo, caminhada, busca em evolução,

 

agora que não sou NADA,

ateu, agnóstico, apostático,

sendo apenas CONSCIÊNCIA,

continuando sendo EU,

 

respeitando,

como gosto,

detestando o que não posso,

morte matada, perseguição, roubo em toda a sua extensão,

fariseu,

 

perversão, num abuso imundo,

mais me sinto confuso,

 

tão distante,

indiferente,

no meio de toda esta GENTE,

sentindo o que todos sentem,

HUMANIDADE,

grossa toleima,

VERDADE,

 

estando na TERRA, para estes, reino dos CÉUS,

abutres, vampiros, camelos,

fundo de agulha que não passam,

é vê-los,  é vê-los,

 

imbuídos de tantas graças,

outras RAÇAS que…

nos ultrapassam,

DISFARÇAM,

quando se dizem, MASCARAM!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}

 

03
Fev11

... sem FÉ... nem apego!!!...

sherpas

… caminhos insondáveis da “fé”

na terra de todos os milagres,

não rejeitando meninice,

quase como momice,

progenitores que ma impuseram,

 

 

bem reácio, quando ma deram,

dizem mais velhos que viram, rabujice, berraria,

infernal gritaria, na sacristia,

bem juntinhos à “pia”

 

oferta sempre se recebe, mesmo com água mais que bendita,

ladainha nos conformes, velinha acesa na mão,

padrinho de ocasião,

 

quando, ainda bebé,

passado não esquece, não apaga, deixa marcas,

tanto doces, como amargas,

entrecruzar de sabores,

difíceis de engolir, pouco dócil, tantos amores,

 

centro de tanta atenção, esperneando, confuso,

olhando para tanto lado,

num colinho aconchegado, bem forçado,

sem opinião,

fui sagrado cristão,

 

desconfiado com Paraíso,

tão distante,

 

ainda em formação,

rechonchudo,

quase pelado, sem pisca de dentição,

nos mesitos que albergava

olhando para todo o MUNDO,

 

saboreando vida exterior, sem perdão, nem pendor,

sermão dito por prior,

ricas vestes, ataviado, um primor,

de corpo inteiro,

voz de DEUS nas alturas, espécie de embaixador,

 

contacto muito directo, quando deixei de ser objecto,

mais crescido, rapazote,

que fartote, que fartote,

reviranço dum garrote,

fuga, como projecto,

nada feito, não afecto,

interrogativo, não cativo, bem desperto, curioso,

distinto, bastante airoso,

de passagem,

sem vassalagem!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.smile} 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D