Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

10
Set11

... sombras!!!...

sherpas

... sorrateiras, na aproximação, sombras baças, quase diluídas, manchas

escuras, cinzentas, tão frias, num silêncio sepulcral, tão imenso,

naquela noite, solidão,

meio dormido, acordado noutra dimensão,

entre lá e cá, coisa de fazer impressão...

mergulhado no íntimo, sobrenatural,

espírito que paira, volteia, apossa de qualquer terrenal,

 

necessidade imperiosa, quando recordamos com força,

batemos  a porta cerrada, desconhecido lugar,

inóspita paragem, espaço, quase esquecido, imagem retida,

envoltório...

ajuntamento, choroso velório,

 

face rígida, jaz, inerte, cova profunda, restos que se vão desfazendo,

esclarecimento que não temos, dúvida constante que nos persegue,

recordatório...

 

saudade que se avoluma, entes queridos, doces exemplos,

momentos...

 

partidas devidas, mais repentinas, despropositadas,

acontecimentos, tragédias que foram, doenças inesperadas...

 

espíritos, chamadas... almas penadas,

contas por arrumar, ventos que rugem,

 

não frequento sessões espiritistas... não invoco forças poderosas,

aceito normas,

aceito lógicas,

 

passar do tempo, inclemência que se abate, separação que custa, dói,

diminui...

naquilo que sou, naquilo que fui,

 

acredito em Marte, na Terra que cobre, consome,

na Lua que encobre...

na sombra da morte,

 

presença sem fome, desesperança, futuro incerto,

destino longínquo, aqui... tão perto,

 

nítidas as faces, corporizadas num instante, deixaram de ser sombras baças,

fizeram-se presenças...

num ajuntamento que foi conforto, quanta saudade,

quase realidade,

 

afagos, carinhos, familiares, origens,

conhecidos, amigos, estiveram comigo, falaram, tocaram, sentiram,

sorriram...

 

fizeram companhia, das cinzas, renasceram, sem magia,

sem milagre, sem alucinação... sem invocação,

 

não gosto de inquietar quem descansa, resultado que foi final,

acontece a qualquer animal... consciente, racional,

 

convencidos de tantos e tantos pergaminhos, tratados em pedestal,

na vida que se encurta, na eternidade que nos aguarda, nas sombras em que se transformam,

nos desejos que temos...

quando, por vezes, num ápice os vemos,

quando nos pertencem, recordamos com intensidade,

verdade,

 

sorrateiros, silêncio sepulcral, irmão com irmão, progenitor tão ausente,

conhecidos, amigos, pedaços que trago comigo...

que bem me sinto, que bem me sinto!!!   Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.smile} 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub