Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

29
Mar12

... só sabia???...

sherpas

 

 

... só sabia... que não sabia, que contraía, que descia

que ia até ao fundo, que batia,

casuístico, tão vazio, robótico,

tão sem vontade própria, um cómico,

 

crente tamanho, sem chama,

não vela, simples pavio,

sem vento, motor, amorfo,

tão curto, tão torto, entorno,

esmorecido, sem motivação alguma,

energia própria, circunstancial,

consoante vento de momento, casual,

 

madeira rugosa,

sem forma, artífice pouco normal,

 

rendido a asneiras d´outros, não prometedor,

como norma,

sem ideia, palavra morna,

 

não sabia o que fazia, coisita sonsa, parafuso que por ali se pôs,

distribuidor oficial de destruição, contrapôs,

encaminhador desajeitado de maquia,

 

só sabia que não sabia, visão pouco elevada,

pendência total de mercado,

olhado como bom, azarado,

 

relatório exterior, parecer, opinião do mais além,

do que vai e vem,

do que lhe dá, do que tem, não sendo ninguém,

morrer,

 

não é vendedor de ilusão, contradição,

não é o que parece,

enquanto se vai morrendo, falece,

 

esmorece, um toque, um gesto, recreio,

simples devaneio,

 

aconteceu, vai descendo,

bate que não bate, desceu,

estagna, congela, pára, não repara,

 

continua insensível, com fúria, canídeo sem postura,

compostura,

rabito a dar a dar, lá vai, lá vamos,

paramos,

olhar absorto, perante, choramos,

 

sem projecto, afecto, campo sem horizonte,

deserto, não jura, acredita no prazo, abjura,

compõe o que não dispõe,

diz, desdiz, contrapõe,

 

quebra esperança, quebra sonho, revisa,

desliza,

deixando, ocupa lugar, azar,

 

desfeia antecessor,

um senhor,

 

congela, premeditado pranto, morte anunciada,

nada,

vazio, não sabe, desencanto,

 

descia, batia no fundo, crescendo o que se não quer,

rotundo tão preso, desfeito, desejo,

vendendo,

não tendo,

desfazendo qualquer, morrendo,

 

não prometia, não sabia, só vendo, não crendo,

em baixo, descendo,

só pode crescer, enterrado, já morto,

amorfo,

 

desfeito, seu jeito, lacaio pequeno,

tão firme, ameno com dono,

abono,

 

contraste com grupo, apupo, é luxo,

é roubo imenso, colosso,

recanto sem canto, no osso,

 

sem gente, com BANCO, miséria tão grande,

desmando,

robótico a mando, comando,

 

motor, sem chave, parado,

achado,

não sendo, morrendo, morrendo,

não tendo...  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.sad}{#emotions_dlg.cry} 

21
Mar12

... trôpego!!!...

sherpas

... encarquilhado, pela idade que carrega,

trôpego, no andar, auxílio de bengalas,

ligeiramente confuso, nas falas,

quadro tétrico que nos mostra, caixa das reportagens que não sossega,

contentor onde vive, vegeta,

esclarece, quanto desgosta,

denúncia que, de tão repetida,

se torna normal, quase sentida,

 

visão que nos diminui, passagem que deixa marca ténue,

quase não flui,

por entre densas brumas, s´esvai a estória, indelével recordação,

bênção, maldição,

 

dias seguintes, quanto te aprumas,

mostras, quando finges, te enalteces com outra HISTÓRIA,

injustiça dos homens, aversão,

negra contradição,

 

berram almas no Céu, mais puras,

anjos na TERRA desesperam, provocam escarcéu,

mártires que são, cruzes sofridas,

arrastamento de vidas,

diabólica criatura, ensurdece, aborrece,

 

enovela situação, não repara, não atende,

quase ofende

simples grão de areia no asfalto, não infere a desgraça,

quando pisa, quando calca,

 

mandante com revezes, nos meandros dum ENGANO,

quase americano,

 

vendido a CHINESES, entre GUERRAS absurdas,

mortandades de vulto,

somas que acumulam, dinheiros que reluzem,

DEUS dinheiro, como culto,

 

emudece, não fala, consente, acata,

encarquilha outros tantos, desmembra identidade,

produz raridade,

 

encosta, vai embora,

descola, voa por aí, esmola,

 

lambuza entretantos, quantos e quantos enganos,

vítimas, como escolhos, empecilhos andrajosos,

escória, sem estória, estoicismo forçado,

imposto como sacrifício, castigo, recompensa eterna,

quando morto, enterrado,

panegírico adequado,

tão sozinho, tão amorfo, tão agastado,

tão usado, tão em baixo,

 

pobre do... encarquilhado, tão sem nada,

tão coitado, prosterna perante omnipotente,

outra gente... Sherpas!!!...

 

 {#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

14
Mar12

... mistela!!!...

sherpas

 

 

... propala PALAVRA, paladino do VERBO, da FÉ, humilde SERVO,

 caminho da VERDADE, incute espírito soberbo,

lauto, poderoso acervo,

levanta TEMPLO de pedra, comercializa oração, intermediação que dá proveito,

ocultação, grande defeito,

 

adora material vil, imensa acumulação,

desprestigia nobre missão,

sendo parceiro, sendo servil, aponta exemplo de então, tendo BANCA, pois então,

ÉDEN na TERRA, profanação,

 

proclama SALVAÇÃO, repete estória do HOMEM, mostrando cravejamento,

colossal sofrimento,

tosco lenho, rude cepo,

 

milénios, consagração, tanto século, quanto momento,

rendibilidade no que lhe dão,

parca distribuição, usando martírio, consolação,

 

carne chagada, na fogueira,

redimento,

repartindo pequena parte,

com dolorosa, chorosa arte,

na confissão, arrependimento,

 

céptico,

na aceitação,

afastado, graves culpas, quantas e quantas custas,

quantas e quantas justas,

vítimas que foram, são,

 

por causa duma religião, multidão amorfa,

que se acoberta, não desgosta,

promessa tão longínqua,

quanto eterna, depois da morte,

frincha estreita, porta aberta,

 

essa a sua sorte, vida sofrida, humilhação,

dela, simples bocado, oração,

reduzida, tão profícua,

para quem sustenta,

com sua crença,

para quem utiliza magnificência, quanto abuso, indecência,

 

a César o que é de César,

quando comenta, pensa, assim o diz,

contradiz,

é tão bom, é tão bom, pecar, depois PERDOAR,

 

rodeado de PREBENDAS, mordomias, bons confortos

no meio de tantos tolos,

 

acabam por concordar, dinheiro que arrasta TODOS,

PODER que se faz sentir, BANCA que nos faz sorrir,

quando abre mão do que lhe dão,

quando entra em contramão,

dizendo a TODOS que NÃO,

fazendo pagar COMISSÃO a quem tem,

lhe pede um pouco,

cometendo acto bem LOUCO,

 

divindade que se firma, mistifica, quando afirma,

se junta, na TERRA,

à GUERRA,

instituição que tudo decide,

contradição a que se cinge,

 

entre destruição gananciosa, palavra de consolo,

formosa, provocando morte, quanto dolo,

PODER que se não entende, entre DEUS consolador

que provoca tanta dor,

em DIABO se converte, quando, dele, seu pendor,

 

emprateleirando mais velhos, atendendo em corredores,

sendo injustos, como senhores, sem substância, predadores,

 

vai ao cimo, vai ao CENTRO, emborca, vai para dentro,

barrigas fartas, de medo, acumulando em SEGREDO,

religião, seus seguidores, mais do peito, mais afeitos,

carregadinhos de defeitos,

hipócritas, com trejeitos, finórios, costas direitas,

na BATALHA, são IMPERFEITAS,

 

chuva que teima, não cai,  quanta reza, quanta aflição,

sabedoria que se esvai,

uma pinga, um trovão,

Bárbara, santa tão surda,

apesar de procissão, fé de ocasião, imensa culpa,

 

ignorância que prevalece,

TERRA que roda, que aquece, desequilíbrio, débil mandante,

esvaído, extravagante,

continuando rumo catastrófico,

rezas, guerras, dinheiros, prefácio ridículo, tão cómico,

 

lá no assento etéreo onde subiste,

mediante trancos, barrancos, enganos, nunca tal COISA... viste,

junção do que ainda resiste,

clero que junta dinheiro, BANCA que negoceia,

ministro que se encolhe, receia, mezinha, ruim panaceia,

 

nesta tão estranha união, nesta abissal mistela,

neste gosto tão insano,

nesta sangria de medo, vampiresco, total engano,

nesta acalmia, segredo,

 

tal como arroz de cabidela, lampreia, no tempo dela,

escura aparência, sabor enorme de quem come,

muita penúria, quanta fome,

 

carniça, como festim, sem projecto, rumo incerto,

petisqueira momentânea,

voracidade, triste FIM!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad}

09
Mar12

... velhos e velhas €€€ ACTIVUS... INVICTUS???...

sherpas

 ... guardado  está o bocado,

como diz o ditado,

quanta certeza, quanto acerto,

nesta altura de aperto,

 

bem forrado, embora envelhecido,

bem diferente de quando nascido,

bairro modesto dos pais,

filho desenrascado, como outros mais,

 

posição bem agarrada,

calculada,

não sendo, não tendo NADA,

logo após a queda,

revolução,

soldados com armas na mão,

cravos, beijos, abraços,

libertação,

ocasião,

 

nascimento doutra realidade,

discursos continuados, embates,

grandes fúrias, dislates,

azáfama de quem quer,

não sendo,

encostado a grupo, quando num ímpeto,

num pulo,

 

FAMÍLIA conseguida, dinheiro a rodos,

influência de e, para TODOS,

repartição de grossa fatia de bolos,

DEMOCRACIA que se fazia, e ele... ia, ia, ia, ia,

 

foi sendo o que melhor havia, empresário, garantido de sucesso,

de progresso em progresso,

sempre arrimado a partido, desenrascado, esse o seu feitio,

sua sina,

pessoa sem mérito mas que, não desatina,

 

lustroso na copa,  mais pr´ó TOPO,

fatiota,

contradança que se firma, arco dos que podem,

dos que comem,

 

arrima que arrima, governança,

abastança, consciência esquisita,

no meio de tanta gente aflita, vendo passar o TEMPUS,

INVICTUS,

ACTIVUS,

 

com idade provecta, escassos tão curtos,

princípios,

desenrascanço continuado, grandes objectivos,

inícios,

décadas e décadas, mentiras ou inverdades,

oportunidades,

 

amealhou distinções, posições, muitos milhões,

acumulações, comendas de vulto,

faixas no peito, atravessamentos, condecorações,

quanto defeito, imérito o seu jeito, balofo, reboludo,

 

um pouco pançudo, voracidade no olhar,

um não saber estar, sorriso a preceito,

um não saber calar,

enjeitar constante, enfeitar o pecúlio,

sem descanso, repúdio,

umbiguista de primeira, velho, já gasto,

não farto,

assessora, dá parecer, conselheiro d´estalo,

forte empurrão,

abalo,

passado de mão, em contra-mão, yen, euro ou CIFRÃO...

 

combustível indicado,

influência, recado, companheirismo tão bom,

senilidade de lado,

imbecilidade ao alto,

convencimento, percalço,

 

precipitação que se avizinha,

TEMPUS que passa não cala a DESGRAÇA,

sem SALVAÇÃO, apesar do MILHÃO,

caducos que são,

 

estórias de MEDO,

mantidas em SEGREDO,

se julgam INVICTUS,

defeitos que comungam, manipulação que se gasta,

apesar de ACTIVUS,

perecíveis tão débeis, memória que não esquece,

TEMPUS falece,

voragem esmorece... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.sad} 

06
Mar12

... brinca... que brinca!!!...

sherpas

... deram-lhe um brinquedo,

menino irrequieto,

mantido quase em segredo,

espremido, dá pouco sumo,

experimenta receita gasta de gentinha que se farta,

tudo transforma em fumo,

balbucia alguns gracejos,

entre abraços, beijos,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

entorno que teve seu turno,

familiares de tanto proveito,

recanto do desencanto,

redoma de grande engano,

preâmbulo da fantasia,

num conto rocambolesco,

igual a si próprio, o mesmo,

quanto fartote do pote,

quanta incúria, desnorte,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

juntinho aos que o rodeiam,

tanta mosca,

enxameiam,

casacas, reviralhos,

congelado que não  trabalha,

promessa em desconcerto,

doença grave s´espalha,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

desesperança que aumenta,

num dito inoportuno,

magia,

esquizofrenia,

afastado deste MUNDO,

doença grave, sem cura,

numa bolita de cristal

assim vai PORTUGAL,

 

menos mal, menos mal,

desequilíbrio,

desigual,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

bom proveito de gatuno,

d´aforado,

protegido,

do que só foi arguido,

comedor de bom bocado,

arrecadado, arrecadado,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

fazemos de conta que somos,

fazemos de conta que fazemos,

fazemos de conta que dizemos,

fazemos de conta,

 

quando nos pomos,

 

fazemos de conta, fazemos de conta,

fazemos de conta...

 

 vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

representativos de nada,

farsantes, tragédia espantosa,

mal comida,

não formosa,

empenhada,

tão medrosa,

indo ao jeito de patarata,

verbo imberbe,

tão curto,

nem feiticeiro, nem aprendiz,

aparência de mero “puto”

quando atira,

quando desdiz,

jogatana que faz mossa,

quando imola,

quando faz troça,

 

vai acima, vai ao centro,

calca,

emborca, vai para dentro...

 

estamos nisto, brincadeira,

com aforos colossais,

neste recanto de anormais,

não me considerando diferente,

um, entre iguais,

sendo menos, sendo mais,

 

desiludido comigo,

com outros,

os que se consideram muito,

sendo poucos, sendo poucos,

deslumbrados, quase LOUCOS,

esbanjadores do que é de TODOS!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.confused}{#emotions_dlg.mad}{#emotions_dlg.smile}

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D