Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

15
Ago13

... miradouro!!!...

sherpas

... não, ainda não fui... hei-de ir, quando mais fresco,

água mansa do TEJO que flui, hei-de ficar extasiado, como sempre,

captar,

deliciado, como quem ingere refresco,

tarde calorosa de Verão, guardar, mostrar,

 

apresentar, assim me lembre, seduzido eternamente,

nos blogues, nas redes sociais,

para outros,

mais e mais, seus recantos, vários rostos,

secular, velhinha, mais moderna,

quando se explana, prosterna,

na humildade que não esconde, no monumento que ostenta,

na arte que patenteia, na voz doce que nos enleia,

 

cativa, bem viva, pequena e grande,

grande e pequena,

monumental, pintura linda,

moldura azul clara, telhados que me assombram,

alturas que me cativam,

 

urbanidade que muito me diz,

sol brilhante, claridade que ofusca,

facetado diamante, preciosidade que não descarto,

não me farto, enamorado,

 

... não, ainda não fui, hei-de ir, quando mais fresco,

arco vetusto, zona nobre, Augusta via, lá em baixo,

diversidade que lobrigo,

quando misturado com gentio, povo amigo,

 

bela, dotada, sempre na mesma, cosmopolita,

tão aberta, tão dada,

irmanada,

hospitaleira, reduto, última fronteira da sensatez,

assim nasceu, assim se fez,

 

castelo altaneiro, companheiro, refugo,

gente rica que se confronta,

aponta,

desenrasca nos meandros, sussurros, segredos,

cobiças, muitos medos,

 

recantos, encantos, moura de olhos amendoados

que cativas, inspiras,

aspiras,

 

grita teus pensamentos, nos pontos altos,

quando sobes, quando te delicias,

quando segredas, juntinho a ela,

és a mais bela,

continuas sendo, assim lembro,

 

alterações de pouco vulto, casa de tabuinhas,

recuperação de algumas, pombalinas,

eternas margens dum rio que é mar,

bairros que teimam, povo que canta, desfila,

quanto brilha,

 

dias altos, procissões, desfiles, escadinhas,

socalcos, becos, azinhagas,

avenidas apalaçadas,

jardins diversos, dispersos,

 

pracetas, detalhes,

reinam, miradouros,

olhos nos olhos,

 

velhinha, com colinas,

sete, bem contadas,

bem medidas, palmilhadas,

 

tão nossa, tão minha,

 

... não, ainda não fui... hei-de ir, quando mais fresco,

ter vista privilegiada,

por excelência, recesso desconhecido

cidade muito amada,

 

tanto lugar que conheço, mais querida se torna,

volta que não volta,

sua estória, sua memória,

tragédia colossal, tão trágica,

desapego social,

 

imenso absurdo, num MUNDO muito confuso,

actual situação,

desconforto que me avassala, incomodidade se torna,

temperatura agradável, mais morna,

fresquito, lá no cimo, impreparação se transforma,

 

retrocesso, como norma, intolerância no passado,

perseguição tão feroz,

desde tempos dos avós,

predecessores, não esquecidos, tão pequenos, quando grandes,

fomos anões, fomos gigantes,

 

contrastes que se renovam, mártires que evocamos,

quando distantes, emigrantes,

que amamos, saudade que têm dela,

no horizonte, uma vela,

 

abraços efusivos, porque cativos,

retornos, alagam-se-me, de lágrimas, os olhos,

quantos abrolhos,

AINDA, a ela se arrimam,

 

não a mimam,

fustigam,

 

marcam avenidas, praças, ruelas, pracetas,

gentes,

por mínguas, dores, chagas, quanto pagam, quando mentes,

não a sentes...

 

... não, ainda não fui... hei-de ir, quando mais fresco,

assim penso!!!... Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub