Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

08
Set14

… falinhas… à toa!!!...

sherpas

... sinto-me estranho, no dia cinzento que começo,

indício de chuva, mais fresco, nuvens carregadas,

quanto mais velho, não mereço,

mais sinto,

 

amolengado, sem vontade, recomeço,

saio do prédio, lufada de fresquidão no rosto,

uma que outra pinga, pequeno salpico,

com ele me fico,

 

passada mais alargada, entro no carro,

meto a chave na ignição, 

barulho do motor, ronronante,

engreno a mudança, manobro,

inicio em certa direcção,

 

cumpro regras, olho para todos os lados,

ror de rotundas, piscas diversos,

destino conseguido, paro, entro, multidão,

 

festa por aqui, bem perto,

reforço na segurança do parqueamento,

proibição para os que não adquiriram entradas,

controle a sério, no supermercado

a vida segue,

 

amolengado, dia cinzento, carregamento,

nuvens que indiciam chuva, viração que se sente no corpo,

como parte dum todo,

 

manhã que se repete, compra de fruta, dum pão,

maquinal, sempre igual,

quase rotina, num parque, num centro de distribuição

 

não, amigo, já não vou à loja da esquina,

no bairro onde habito,

não faço conversa mole com o merceeiro, alterei tipo de vida,

convertido, como tantos, grandes superfícies,

preços mais acessíveis,

 

poupança, tudo e todos, num só, espaço amplo,

recreio, papéis, um sem fim,

é assim,

higienizado, sem pó, sem esforço, parque adequado,

lugar sombreado,

sem chuva, sem sol,

elevador, escada rolante,

 

todo e qualquer serviço congregado naqueles remansos,

logo de manhã, bem cedo, porque, deles, tenho medo,

em dias de grandes promoções,

horas mais tardias, multidões,

 

tenho saudade da conversa casual, do vizinho, do casal,

da bica no café, logo ali, ao lado,

dos passos que dava na rua, do banco do jardim, com saco de compras pejado,

do compromisso, do recado,

da trica inocente, parando, seguindo em frente,

um, entre tanta gente,

fervilhar que se sentia,

gargalhar, muita alegria, festa permanente,

alma plena, conforto, pombos e pássaros a debicar,

sem parar, sem parar,

 

mercearia, talho, peixaria, mercado com “mercadilho” no exterior,

um princípio, um favor,

roupas em profusão, gritaria, agitação,

dinheiro de mão em mão,

 

técnico d´ocasião,

arranjo que se adia, quase, quase confusão,

 

vida mais simples, sem pressa, na idade que s´arremessa,

miúdo pendurado do braço,

agarrado com afeição, gulodice habitual

num dia tão normal,

compras no bairro, indo a pé, sem carro,

terras do vizinho e da vizinha, evolução,

terra, por adopção, minha,

 

agora, habitual, mais cómodo, confortável,

diferente,

distribuição no super, no shopping,

alimentos e vestimenta, serviços,

tecnologias e afins, sem encontros, falinhas à toa,

como terra impessoal,

imediações de Lisboa!!!...  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

07
Set14

… era ou… não era!!!...

sherpas

... era ou não era, tremenda viração,

uma constante Primavera,

promessa d´estabilizar, cabelos escassos que tens,

certezas que quedam ocas,

quando ditas...

por certas bocas,

 

carteiras bem recheadas,  estrangeirada que s´amanha,

casinha de sonho, PARAÍSO,

sem compromisso, sem FISCO,

 

sol, a tempo inteiro, povo que é esmero,

sorriso pronto na face,

mesmo teso...

mesmo sem tusto,

vidinha com grande custo,

 

fardo que se torna pesado, tanto aqui, como no interior,

LISBOA menina e moça, carrinhos de brincar,

riquexós mais modernaços, voltinhas que são espanto,

subida até ao CASTELO, vistas de embriagar,

 

bate foto, bate estampa, combina com amigo distante,

tão pequeninos que somos

neste mundinho...

extravagante,

 

comendo o que nos dão à sombrinha do milhão,

amigo, fora de questão,

era ou não era,

tremenda viração, uma constante...

Primavera,

 

cabelos escassos que tens, País de festas distintas,

dos concertos que nos abrangem, das arribas e...

praias lindas,

ora vens cá ou não vens,

 

amigo, conta connosco, embora de pequena monta,

pouco no armazém, muito na montra,

certezas que quedam ocas,

quando ditas...

por certas bocas,

 

enlevo que me sustém, sorriso que baila comigo,

quando vejo algum ninguém,

bazofar o que não tem,

vestidinho a rigor, quase nos faz um favor,

tanto aqui, como na CHINA, reviravolta apressada,

negociata...

compromisso, tanto a SUL

como no NORTE d´ÁFRICA,

 

carreirista profissional, quanto avião, quanto local,

esquecimento que tem, para quando a “EPAL”

tudo se vende, pouco rende,

não faz mal...

dá igual,

dinheirama, puro desperdício,

dívida fenomenal,

 

é critério nacional, País e populaça,

quanto brio, quanta raça,

paga o que não tem, TUDO tem...

o que pouco PAGA,

 

amarração, pura desgraça, estagnada ou em deflação,

economia que é um estrondo,

quase sem eira nem beira,

não é ciência, é bronca, quase acredito...

que zomba,

 

economista q´aplaude, fita cola com que a cose,

mau caminho da EUROPA,

quando disserta, no momento, vendo tudo...

tão cinzento,

 

riquexós variagos,

coloridos, entretenimento do turista,

sejam remediados ou ricos,

barulheira infernal

pelas ruas estreitas do bairro, lá vai mais...

um casal,

 

sempre são euritos que caem,

que sejam muitos e bons, em cada canto do sítio,

uma brejeirice, um encanto,

um fadinho todo corrido, petisqueira d´apreciar,

cervejola que s´emborca,

calor a top, no pico, não é com esta que...

me fico,

 

nesta constante Primavera, era ou não era,

tremenda viração, sempre à sombra do milhão,

estagnados ou...

em deflação,

 

casinha de sonho, PARAÍSO, sem compromisso, sem FISCO,

para os q´estão uma tremenda...

confusão,

 

não deixando de ser o que sou, esteta,

pedrinha dentro do sapato, solitário ou camafeu

em delicado pescoço de dama jovem...

esbelta,

 

fazendo por esquecer encargos, sacrifícios,

podem crer,

benefícios, penúrias, oportunidades

nas mentiras...

que nos dão,

 

lá no alto, ostentação,

andam de mão em mão, no estado

ou no privado,

sempre com bom recado...

ocasião...  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D