Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

08
Out16

... modus!!!...

sherpas

... maneira de ser...

 

... respeito profundo por todos os gostos,

pelas ideias, pensamentos, acções,

pelas regras justas, injustas da comunidade,

gregário que se preza, diminuto entre milhões,

sentimentos, valores, alegrias, desgostos,

tristeza que me reduz, não seduz,

acalmia, entendimento, aceitação,

sorriso, agrado, supérrima afeição,

 

esquisito pensamento,

procedimento,

pensar distinto sobre isto, sobre aquilo,

não discuto, passo ao lado, mantenho,

atento como um esquilo,

alertado para tudo, para todos,

compreensivo,

não indolente, bastante activo,

 

poço sem fundo,

receptador voraz,

quilómetros andados por um objectivo,

quando alcançado, satisfação,

substituído,

sinto-me bem, sinto-me vivo,

 

... maneira d´estar...

 

apreciador da natureza,

qualquer ser, qualquer tipo,

obra que m´enleva, fico estático,

pensativo,

de bem que me sinto,

tão cativo,

 

ária melodiosa, música diversa,

moderna,

de rua, salão, mais interna,

sentido que s´aviva,

delícia que m´afaga,

pintura em parede velha,

exposição,

num museu, numa igreja,

no chão,

 

esbugalho os olhos, absorvo,

contemplação,

pedra bruta que se transforma,

linha harmoniosa,

estatuária q´encontro, escultura perfeita,

minha alma s´enleia,

 

quedo, absorto,

percorro curvas, entorno,

suaves, delicadas, trabalho,

contorno,

que satisfação,

quanta admiração,

 

talha dourada, madeira nobre,

peça única,

tentação,

pormenor sem mácula,

naquela modesta igreja, catedral,

sinagoga,

oferenda a um DEUS invisível,

preito,

q´arte, mão portentosa,

que jeito,

 

... maneira de ver...

 

nascer lento duma flor,

grânulo fecundo,

pequena semente, junção,

nascimento de TUDO,

 

somos incríveis, não superiores,

convencidos,

quando maiores,

erros cometidos,

ajuntamento, posição,

verborreia insensata,

nódoa se transforma,

somos nada,

 

humildade, honradez,

predicado,

aceitação, sentimento, nobreza,

tenho a certeza,

completamo-nos no que somos,

um, entre biliões,

simples pegada,

 

poeira do caminho que se sopra,

réstia insignificante,

grandezas, misérias,

normalidade que pretendo,

assim penso, assim entendo...

 

adoro redes sociais,

desde que sem mácula,

sem ofensa,

quando s´admira, quando se pensa,

oferenda geral,

união tão GLOBAL,

 

melhoria d´HUMANUS,

rejeição do imprestável,

denuncia incomensurável,

LIVRO IMENSO,

tudo se regista,

tudo se partilha,

 

aproximação,

embelezamento,

entrega total de quem tem,

encontro casual d´amigos,

fazem-me bem,

contorno atritos,

respeito pontos de vista,

aplaudo, entusiasticamente,

boa crónica, boa gente,

 

... maneira de pensar...

 

como visita a um MUSEU activo,

como os entendo,

bem na hora, bem vivo,

à disposição de todos,

sem obstáculos loucos,

transparentes,

às vezes, inocentes,

 

quanto s´aprende,

quanto se dá,

quanto se mostra,

quando se gosta,

 

nunca entendi a proibição,

certos locais,

de culto, de cultura,

exposição,

outros mais,

como amador da fotografia,

minha empatia,

gosto de reter na memória da maquineta,

fotos, pinturas, esculturas,

tirar “bonecos” os apelido,

sem intenção de os menorizar,

antes pelo contrário,

sinto pena,

dói-me bastante,

algumas fervuras,

momentâneas, que maldigo,

quando não me deixam tirar,

para mais tarde recordar,

para mostrar,

partilhar,

peças lustrosas de sacrário,

retenção no baú,

de todos os seres, o mais comum,

como pretexto discutível,

estropiar a obra,

reter fechada, inacessível,

o que me parece incrível,

 

quanto mais publicitadas,

mais conhecidas,

mais valiosas se tornam,

mais s´aprecia,

mais curiosidade geram,

mais nos aproximam,

incentivam,

evitando atitudes à sorrelfa,

socapadamente,

aproveitando distracção

de quem guarda,

vigia,

 

grossa toleima, triste mania... Sherpas!!!...

 

 

06
Out16

... chorões!!!...

sherpas

... quão viçosos,

derramando, como lágrimas, seus braços,

suas folhas, em profusão,

bem à beirinha do calçadão,

pr´ó chão,

 

eram três,

bem alinhados,

entre povoados

que se não distinguem,

d´irmanados,

 

 

continuidade de casario

que bordeja,

com gosto,

satisfação,

aquela pequena porção

no sapal do rio,

 

mirando seu rosto,

quando calmas, nas águas,

como espelho, recanto,

maré plena, doce encanto,

emoção,

 

quanto me delicio,

no pedacito de rio,

no pedacito de mar,

brisa fresca do norte,

no sopro, um calafrio,

minha, nossa baía,

no raiozito de SOL q´espreita,

que melhor a enfeita,

 

quando aquece,

sombra abençoada,

tão viçosos,

tão chorosos,

 

não me canso de os louvar,

beleza ímpar,

postura d´humildade,

braços caídos,

maneira d´estar,

perante sofridos,

 

mágoas de quem as tem,

que são NINGUÉM,

como quem entende,

compungidos,

 

quando ausente,

curto,

largo período em que não a veja,

pintura bela,

cores diversas,

quanto custo,

gentios,

casas dispersas,

pintura perfeita,

imensa tela,

 

pormenores,

a cada passo,

como aqueles chorões,

representativos

de sofrimento,

dores,

 

locais recônditos d´aflitos,

vale de lágrimas tão intenso,

algum abrigo,

tarde quente de Verão,

assim o penso...

 

quase os sinto chorar,

sem gritos, ais,

ou lamentos,

constante lacrimejar,

braços caídos,

roçando o solo,

desânimo,

desconsolo,

 

salgueiros de pequeno porte,

embelezamento,

ainda jovens,

pendentes,

com hastes q´imploram,

rendidos,

tronco forte,

 

choram,

vergam ramos plenos de folhas,

quando os olhas,

sentes lágrimas no rosto,

quadro composto,

 

manhã triste,

natureza rica,

sentida,

doce local, que bem fica,

algum encantamento,

paragem que m´obriga,

sombra amiga,

pensamento,

 

drama encoberto,

alegrias, festas,

romarias,

desenrolar de tantas vidas,

passam-se dias,

acontece por perto,

 

que raio de mania a minha,

cabeça que m´inquieta,

mudar o MUNDO,

tão complexo,

tão profundo,

quando m´aprofundo,

 

sentença, CASO, rinha,

guerra, hipocrisia, mentira,

desassossego permanente,

sombra promissora,

como abrigo,

verdura, lágrima,

chorão amigo

 

braços virados pr´ó chão,

imbuido de boa intenção,

introverto constantemente,

budista,

por afeição,

 

paragem, quase “yoga”

mera personalidade sem toga,

sem juízo castigador,

criatura débil,

coisita pouca,

que s´apena,

cabeça louca,

 

refrega constante,

digno,

vertical,

como tanto humano,

quando racional,

 

não m´afasto,

lembro sempre,

repito até à exaustão,

com fervor,

exaltação,

 

pela vida, pelo entorno,

quanto amor,

fazendo, sendo parte ínfima,

q´infirma, s´esgota,

enfraquece

quase chora,

não esquece!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D