Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

30
Mar19

... oh... DEUSES!!!...

sherpas

.... casquita de noz que balança,

ventos que se cruzam,

gélidos, do NORTE,

tormentosos, do OCIDENTE,

rigidez do mais forte,

dogmático, pela frente,

balbúrdia tempestuosa,

correntes, pressões, impressões,

pluviosidade, se adensa,

torrente que arrasta,

confunde, maltrata, mata,

DSC01852

na fímbria da vaga,

sem rumo definido,

douradinho d´emergentes,

formiguinhas diligentes,

paradigma que muda,

sistemas confusos,

mistela que s´aceita,

receita,

outros usos,

 

noutras bandas, noutros fusos,

ditatoriais ou não,

direitos HUMANUS difusos,

sem leme,

casquita de noz que não avança,

aterrada, com temor,

incerteza, se sente,

inerte, mais pr´ó inerme,

tendo gente, tendo verme,

 

barulhos intensos,

casquita de noz, repente,

gemidos constantes,

quase pára, balança,

não s´arruma, não se coloca,

não desloca,

quando s´apouca,

vozes inaudíveis, com berros,

penúria se sente,

gritaria que se percebe, por esgares,

por gestos,

 

descontrolados,

sem aprestos,

definição de situação dúbia,

quanta incúria,

tormenta que s´aguenta,

entre miséria,

tanta fome,

albergado em pequena barcaça,

 

não há gentio que não trema,

casquita de noz que não avança,

tristonha, se compõe face séria,

 

zanga-se um DEUS, desconforme,

Poseidon tão imponente,

chispas agrestes,

turbulência,

casquita de noz que não avança,

atemorizado, perante,

brama o inocente, tanto geme,

sem rumo, sem leme,

paragem inóspita,

excrescência,

 

agrura,

voragem inaudita,

de quem não acredita,

desconfiança,

quadro avassalador, temeroso,

nem Cronos lhes vale,

aflição,

intemperança, condição,

 

águas agitadas, apelação,

ZEUS maior, escondido,

densas nuvens,

turbilhão,

ventanias ciclónicas,

Hermes que se sublima,

interpõe,

harmonia que s´elimina,

casquita de noz que balança,

ajuste nos mares,

intempérie,

pavores,

dão-se ARES, superiores,

mais que DEUSES,

uns SENHORES,

 

divindades do equilíbrio, esquecidas,

das artes, da vida, dos amores,

Afrodite, Hera, Hefesto,

dura faina, manifesto,

consolo que s´usufruiu,

leme seguro, bem composto,

do que esteve, do que fugiu,

intensidade com que se navegava,

águas mansas, sol brilhante,

madrugadas intensas,

sol posto,

 

Apolo mais Atena, outras vidas,

antes de vil conluio,

sem flor, voar de ave,

gargalhar de criança,

porvir, esperança,

crua realidade,

odor de terra produtiva,

como tumba, suicida,

encontro com Hades,

música celestial, criatividades,

profundos entraves,

 

mar encapelado,

tormenta vasta,

tumultos tão continuados,

casquita de noz que não descansa,

sob jugo de DEUSES feros,

novos, velhos,

 

inerme, inerte,

não avança,

Odin, Thor, Aegir, Valquírias

como deslumbre,

compensação,

interregno, noutra versão,

acomodação,

 

entre vagas,

entre portentos,

entre DEUSES, entre MITOS,

entre LENDAS, entre luzes, entre trevas,

insignificância que tanto castiga,

quando instiga,

 

quando,

como DEUSES feros do NORTE,

te pervertes, te contorces,

colocando interesses enormes

sobre famintos, sobre pobres,

esquecendo DEUSES mais nobres,

enaltecendo Hermes,

DEUS dos ladrões,

como julgas,

como compões,

 

como na casquita de noz,

entre vagas,

grandes tormentas,

sob égide de Aegir ou Poseidon,

com Valquírias, Tágides, Afrodite,

no Egeu, no Jónico, Tejo meu,

vida sensata, com Apolo,

Atena que nos consola,

na TERRA que é OLIMPO,

quando protege,

não assola,

 

dia radiante, sem treva,

céu azul no alto,

ZEUS que conforta,

espaço LIMPO,

casquita de noz que DESCANSA,

gentio que acalma,

não grita,

água miraculosa, dom da vida... não se AGITA,

 

haja festim,

beba-se vinho,

honre-se Dionísio,

estamos por um FIO, nesta GAIA que nos desterra,

nos afasta, nos emperra,

casquita de noz que... BALANÇA,

não AVANÇA!!!...  Sherpas!!!...

 

30
Mar19

... me gusta mucho!!!...

sherpas

... necessidade premente de observar,

atentamente,

companheiro de todos os dias,

permanente,

logo pela madrugada,

bem cedinho,

entaramelado ainda,

confesso,

GENEVE 571

reconheço que ainda existo,

os tipos ainda não acabaram com isto,

observo,

gosto do que vejo,

reservo comentário,

insisto,

HISTÓRIA não se faz no desequilíbrio,

que fastio,

prossigo a caminhada,

desafio,

quanta satisfação,

almejo,

 

“mucho me gustas, me gustas tanto,

me gustas tu”

 

escuridão,

como moldura,

conhecido destino,

um clique num botão,

acontecimento,

fulano que foi em passeio,

como por milagre, fez-se luz,

tudo reluz,

 

ditador continua matando,

como recreio,

susto que prevalece,

esquecendo mortos,

não vendo despojos,

ruínas dos menos afectos,

 

materializam-se objectos,

sicrano que aventa atoarda,

ambiência,

vivência atordoada,

no mesmo sítio,

quanta envolvência,

 

neste pedaço, puro encanto,

num contraluz,

envergonhado, cambaleante,

meu confessionário,

quase diário,

anseio íntimo,

luta insana contra o escarro,

não paro,

cabeça fresca, depois de molhada,

na cara, na pelada,

na perinha que ostento,

contentamento,

quase descontente,

beltrano que doa património,

perante guerra, perante gente,

perante fera, perante abuso,

TUDO tão confuso,

pandemónio,

 

muito me enovelo,

muito me adentro,

companheiro tão próximo,

na minha frente,

quanto anelo,

 

momento mais sossegado,

de noite, ainda,

como uma criança,

ausculto a esperança,

o MUNDO avança,

 

“mucho me gustas, me gustas tanto,

me gustas tu”

 

quanto trambolhão,

quanta perversão,

sorriso tão cúmplice,

rebelde, na certa,

esgar que mantenho, sorriso brejeiro,

sendo tão último, sendo primeiro,

 

neste pedaço, quanto encanto,

num contraluz,

não me envaideço,

não me umbigo,

partilho o que trago comigo,

desmereço,

busco minha imagem,

reflexo,

paragem,

informal amplexo,

 

focagem recatada,

exame preciso,

mais, menos cabelo,

dente que falha,

sinal na pele,

no canto

do olho,

ruga,

por cima do sobrolho,

da idade, uma fuga,

 

testa alargada,

no leite tão branco,

no açúcar que misturo,

na torrada que como,

tão calmo, tão morno,

espaço que é meu,

noite escura, como breu,

 

consciência, religião,

valores que mantenho,

exemplo de pais,

idoso bastante,

caminhada,

ocasião,

trabalho forçado,

manutenção,

empenho,

entrega total,

 

descrença,

aceitação,

percurso tão longo,

quando lembro,

proponho,

não imponho,

 

mais um quinhão,

na enorme imensidão,

período que vivo com alegria,

os tipos ainda não acabaram com isto,

fulano, beltrano, sicrano,

na cobiça, no engano,

no PODER que se esfarela,

sob comando, indo pela trela,

vão sorrindo,

comendo bocados,

patrimónios que são dados,

rogados

por tantos lados,

vamos indo,

 

“mucho me gustas, me gustas tanto,

me gustas tu”

 

ainda existo,

alguma fantasia,

os tipos ainda não acabaram com isto,

na NAÇÃO que foi... um dia!!!... Sherpas!!!...

 

27
Mar19

... a ver navios!!!...

sherpas

... redondeios circunstanciais,

 
carrosséis delirantes,
no reino dos menos iguais,
comitiva que se aguarda,
reluzente no pavoneio,
espaço mais avançado,
tipo reserva,
folgança que se aprecia,
conserva,
vedada aos demais gentios,
vulgaridades,
aplaudindo desafios,
distinções,
disparidades,

DSC02529

palermóides em Cascais,

antanhos desajustados,
uns, com tantos criados,
regalias comezinhas,
vendo barquinhos passar,
com amigos, tão resguardados,

redil de enredado carapulo,
fina flor, outra origem,
afastada da fuligem,
telhado, sem chaminé,
sem cheirete, sem chulé,

escumalha de trapo no pé,
fazendo injusta diferença,
dando mostra, sendo cúmulo,
minha impressão, minha crença,
palermice, mais valia, avença,

procedimento de quem pouco vale,
se convence, quando se mostra
perante turba gigante,
usando o que não lhe pertence,
tão minguado,
quando cresce,
mal visto, rejeitado
pelos que são postos de lado,

dentro da mesma massa,
com, sem trapaça,
sangue vermelho na veia,
multidão que se incomoda,
alteia,
cantinho da discrepância,
mera atitude,
extravagância,
falta de decoro,
virtude
que não receito,
quando os choro,
carregados de defeito,
longe da pluralidade,

os deploro,
com veemência,
na decência que me concedo,
não entendo
tratamento de excelência,

por lugarzito de privilégio,
por requinte passageiro,
por palmadinha nas costas,
por conluios de auspício,
por presunção meditada,
por coisita de nada,
por vaticínio, adivinhação,
apartados da multidão,

com viatura tão linda,
porta aberta, com reverência,
chapeuzito na mão,
espinha dobrada,
inclinação,
sorrisos brejeiros,
trejeitos,
inclinações em carrossel,
derivação tão recente,
rejeição de quem os mantém,
triste ralé, pobre gente,

indo SEMPRE, mais além,
ficando bastante aquém,

redil tão protegido,
barquito que voga na onda,
ventinho de feição,
espaço que é um regalo,
grupinho tão pequenino
apartado da multidão,

palermóides em Cascais,
no reino dos menos iguais,
acasos circunstanciais,
reluzentes no pavoneio
num instante,
redondeio,

apontamento extravagante,
retrocesso,
tempus de antanho,
outro jeito,
outro processo,
indo SEMPRE mais além,
esquecendo quem os mantém!!!... Sherpas!!!...
 
27
Mar19

... são fins!!!...

sherpas

… a peçonha chegou à TERRA,
quanta gente desespera,
calca-se de novo,
esmaga-se um POVO,
persegue-se diminuto,
protege-se um VULTO,

DSC02648

esgarra-se compromisso,
enriça-se uma governança,
outra, descansa,
com feito, façanha,
tratado omisso,
acordo esquecido,

instituição que não conta,
quando desponta,
quando aponta,
quando disserta,
cabeça deserta,
solução incerta,
previsão que desvaloriza,
na vida que flui,
tropeça,

morte que avulta,
desvaloriza,
destruição permanente,
armas que não calam,
quando as acalmam,
tentam conter,
fazendo sofrer,

estilhaços,
fragmentos,
instantes, momentos,
noites escuras,
dias tão longos,
ribombantes estrondos na parte que somos,
naquilo que fomos,
não somos,

boa conta,
posição protegida,
massa informe,
desesperança que clama,
acumula-se a fome,
fogueira imensa, desvario,
mistela alquímica,
engenharia assombrosa,
insegura,
não formosa,

descrédito s´instala,
referência inexistente,
toma-se, como tolo,
um rei senil,
palavreado sem sentido
num presidente,
encolhido,
com medo,
sem graça, segredo,

calado no seu canto,
saltimbancos imaturos,
gestos,
cúmulos prematuros,
ganâncias, de facto,
arrazoados,
mentecaptos,
melancólicos, tristonhos,
na lama que se atira,
no dito,
recado,

quantos defeitos,
quando se tira,
não cumpre,
sem regra de ouro,
se rouba o tesouro,
se afaga o amigo,
se prenda companheiro,
raivoso, foleiro,
esganiçante, voraz,
replicante assumido,
dengoso incapaz,
fingido,

quando se enovela,
desconhecimento,
meu triste lamento,
peçonha que se expande,
diabo à solta
na TERRA de DEUS,
pesadelos que são meus,
num sonho maldito,
injusta pugna,
negro destino,

futuro longínquo,
amorfo, improfícuo,
sorriso tão doce,
regra impossível,
dá doce, dá mel,
dá mágoa a granel,
incapaz como um MAL,

distinção imerecida,
na morte que s´anuncia,
fim desta vida,
rede ineficaz, justiça tão reles,
iniquidade que aumenta,
e… o POVO lamenta,

jornais que não cumprem
instituições que não zelam,
MUNDO que s´afunda,
S´atola na lama,
não cativa,
não chama,

peçonha que s´estende,
incerteza, trambolhão,
amnistia,
estadão,
convulsos de medo,
são erros, segredos,
concluios, recatos,
são reis, presidentes,
são casos,
são factos,

senis, pela idade,
destemperança que avulta,
rodeios caricatos,
ridículos imaturos,
são custos, são juros,
são culpas alheias,
são velhos nas aldeias,
são mortes aos montes,
são armas,
negócios,
despesas, são ócios,

desequilíbrios pavorosos,
na TERRA de DEUS,
são sonhos ruins,
pesadelos que são meus,
são dias,
são fins… Sherpas!!!...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D