Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

28
Abr08

... nevoeiro!!!...

sherpas

... nevoeiro cerrado naquele descampado,

DSC00530.JPG

silêncio de morte, imprecisão total,

tão só, desamparado,

mente fervilhante, atropelo de ideias disparatadas,

tantas pistas incertas me reduzem, confundem,

medos que surgem,

parado, contemplo aquela cortina espessa,

véu que me impede de ver seja o que for,

ligeiro tremor,

arrepio que me sobe pela espinha, cabelo que se eriça,

sinto vibrar todos os pedaços que me compõem,

comprimem numa amálgama densa,


 

informe,

deixo de ser homem,

faço parte daquele conjunto que se aglutinou,

quando parou,

caiu, massa geral

sem formas, sem cor, sem som,

inexistência momentânea que cala,

me chama,

enovela, acama,

sinto-me crisálida fechada,

transformação que sossobra, se esvai, morre,

lentamente,

ausente


 

o tempo escorre,

envolvimento em algodão doce,

sensação que sinto, me ocorre,

pela brancura, como se fosse

componente do fenómeno que ocorreu,

quando, naquele dia, se deu,


 

algumas pancadas surdas, interiores,

compassadas, agora leves, espaçadas,

ritmo alucinante, no início,

mais descansadas, quando me adentro, contenho,

coração que bate, aflição no desconhecido,

retenção do que não quero pensar,

rodeado por manto leitoso, perdido,

oceano infinito que se estende sobre náufrago com temores,


 

dou um passo, hesitante, regresso,

vou, venho

para o sítio que piso, que sinto, que tenho,

cambaleio, estendo os braços, tacteio, não avanço,

tentativa de insucesso,

aflito, não descanso,

escancaro os olhos cegos que não descortinam,

agudizo audição que não trespassa aquele silêncio,

ausência de odores,

imaterializo o que não corporizo,

associo, faço parte do que me enovela,

preenche, anela,


 

grande mole que me anula

naquele descampado com nevoeiro,

num lugar que deixa de ser, impreciso,

sem escapatória, qualquer saída, fuga,


 

vai clareando um pouco, menos pesado, cortina mais ligeira,

espécie de fumo que se evola, espalha,

alguns ruídos distantes me chegam,

contornos que vou lobrigando, esborratados, quase informes ainda,

sorrio, encontro-me com algum esforço, hesito,

passo as mãos por mim, sinto o que sou, olho, vejo,

quando me firmo,

pés bem assentes no chão,

que emoção,


 

mais controlado, reparo no que me rodeia,

anima, incendeia minha existência,

raio tímido de sol que rompe, ilumina o entorno,

quebra o momento, aquele transtorno,

manto que destapa anfiteatro de luxo onde me encontro,

natureza pletórica que recobra entorpecimento casual,

vida mais normal, cores de sonho,

quando em mim me ponho,


 

abrindo todas as janelas que possuo, tão dotado como outros pelo que sou,

grato pelo que me dão, pelo que dou,

personagem insignificante do que fizeram com arte,

minúsculo apêndice obliterado por nevoeiro denso,

quando penso

naquele intróito, curto espaço... num descampado, em qualquer parte!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D