Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

14
Set08

... pacto!!!...

sherpas

... dou piruetas sobre almofadão branco,

espessa nuvem cómoda,

algodão descaroçado, já preparado,

devidamente higienizado,

alvura que se prolonga neste vale imenso de barrancos,

compagino doce visão, sonho de quem sonha, com som mavioso que fica,

sensação que tenho, me persegue,

engrandece, maravilha, num agradável regozijo,

enorme pirâmide, amontoado numa pilha,

crente de algo que muda

quando se perdem alguns defeitos, se ganha algum juízo,

DSC02866

entre roubos, malefícios,

senda do disparate que se comete com arte,

mentira, que se torna norma,

em verdade se transforma,

na repetição com que se atira,

enormidade que mal me soa,

ária, canção ou loa, encantatória melodia,

resquícios que parecem música

brancura que se vai fazendo,

cambalhota com algum retorno

em qualquer recanto do sonho,


trato maléfico de Fausto,

mefistofólica criatura que sataniza,

indutora,

alucinada por sumptuosa magnificência,

sedutora,

fazendo mágica que virou tudo,

libido desgarrada, embevecimento,

satisfação de desejo que se enormiza,

gula desmesurada,

poderio sobre qualquer mortal,

massa informe que aceita, desculpabiliza,


cinzenta mole que s´imola, por parca esmola

s´utiliza,

fulano sem prática, que s´endinheira,

num pacto quase acabado,

acumulador da indecência,

reles criatura,

por tempo mais que aprazado,

encanto celestial, poderio, não da vida, da morte,

tendo um não termo, a sua sorte,


encarquilhamento do envoltório, velho corpo,

esganiçamento na voz,

manchas decrépitas que se vão espalhando,

incêndio que já se não propaga nas entranhas do obscuro,

sorriso que esboça, assassínio que se perdoa,

vingança, perfídia, nojo,

quase morto,

música macabra menos audível,

alma perdida, sem repouso,

revolta do que é efémero,

gozo, prazer não remível

se esvai, esbate sem esmero,

vontade prepotente d´algoz

que surge, num repente,


trato feito, tão fugaz,

natural em quem é feroz,

perante normal incapaz,

humano que se vendeu,

numa alma que se transforma,

diabólica essência que se desfaz, inclina,

repúdio, em tanta gente, insensatez

de quem demónio se fez,

na escura matéria s´albergou,

tudo teve, tudo s´esfumou,


paga inexorável

de quem colhe o que não lhe pertence,

num rebanho, fingimento,

parecença de quem não é,

homem de pouca fé

seccionando filhos de Deus,

tão cruel... inexistente!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub