Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

05
Dez08

... mumbai!!!...

sherpas

... incomodado, numa permanência que m´aflige,

peso enorme que tolhe, entristece,

ausência que limita, contrai todo, qualquer pensamento,

não descortino, não adivinho, quase pressinto,

alheado do que me forma,

fazendo parte disto tudo, pedacinho da engrenagem,

falha grave que m´atinge,


olhar que s´anuvia, enegrece dia após dia,

não encontrando razão no deleite, satisfação,

prazer passageiro nesta vida q´é momento,

naco que me foi dado a provar,

acabando por gostar do imprevisto em que m´encontro,

não sendo figura, não sendo monstro,

raiva que diminui perante desgaste que sinto,

doce provir que desejo aos que vão começar,

entorno longínquo que m´agasta, corrói, quase mata,

lancinantes faces de dor, corpos prostrados na terra,

inertes, nos pedaços que são,

na loucura, na devassidão,

cobardia que se materializa, rebentamento, explosão,

estado tão presente, sem guerra,

nos confrontos que são afronta, vidas destroçadas no chão,


ódios q´aumentam vítimas, gritos que já não soam,

sangue sugado por loucos,

mortos de muitos, mortes doutros,

frémito que m´invade a carne, pensamento que se retrai,

olhos que cerro com fúria,

malvadez que se não expurga, injúria,


formação que se deforma no vil comportamento d´alguém,

périplo da insensatez que permanece,

s´alonga, abrange terras, gentes,

confronta em sanhas dementes,

pedaço que é mancha perdida no espaço, interesse,

vento alucinogénio, visão macabra,

ser infernal que safra,


armas que geram mortes, destinam sortes,

bombas que destroem inocentes,

amálgama de corpos que caem,

são centos, são inúmeros que se esvaem,


marca que s´assinala noutro local d´encontro,

esperança que foi final,

apontamento fugaz, constatação dum número,

entre muitos... pesadelo que se converte noutro morto,

estado permanente de qualquer vivo,

quando cativo,

depois d´atingido

por chaga profunda que s´adentra,

cicatriz que não cerra,

calda d´inconstância que se centra,

cálculo predestinado na Terra,

resquícios duma “guerra” constante

que se sustenta, voraz, insensível, perecível

na razão (???...) do consciente... inconcebível!!!... Sherpas!!!...

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub