Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

04
Mar13

... niños de... antaño...

sherpas

… a mente tem destas coisas, num repente,

sem darmos por nada...

aceitando simplesmente,

num dado momento, num dado local,

 

DSC04270

enquanto comemos, placidamente,

gesto maquinal,

 

torrada barrada com manteiga, estaladiça, gostosa,

bebericando café, olhar parado... ali à beira,

 

defronte de janela opaca,

fechada, sem vistas... pelo frio da madrugada,

 

… oh rama… oh que linda rama…

 

aquecimento interior, gesto habitual,

mastigação constante, bebendo, comendo...

pensando, sem querer, gorjeio de pintassilgo

num silvado florido,

diversas imagens por mim perpassam, me adoçam, quando passam,

 

satisfazem, quando lembro, campina pintada de verde,

gramíneas coloridas, imagens bem vivas,

ribeiro que ensurdece,

PRIMAVERA farta... água que se não gasta,

penso,

 

… oh rama… do olival…

 

quando criança, espaços da minha infância, ida aos ninhos, milheirinhas,

casa bem arranjada...

com ovos, penugem ainda, tão leves, pequeninas,

poema, encanto, caminhada, um começo, uma saída,

uma vida,

 

… oh rama… oh que linda rama…

 

companheiros de brincadeira, tempo de poda da oliveira, homens com escadas,

com serrotes...

com machados, esguios, fortes,

rudes, empoleirados, cantando,

assobiando,

 

cortando ramas, rouxinol da ribeira, quase desafio,

outro MUNDO, com que inteireza,

com que brio...

quanta beleza,

 

deixando no terreno, indo por ali, por aqui, labuta intensa,

quando se pensa...

que arcaboiço,

tão ligeiro, o pintarroxo,

 

… oh rama… oh que linda rama…

 

pejado de rama, esconderijo, jogos, diabruras,

na ausência dos trabalhadores...

ainda longe da queima, alguns dias de diversão, tempos de então,

ainda não chegado o VERÃO,

 

… oh rama… do olival…

 

lugar indicado, depois da faina, malta da rua,

pandilha, “niños de antaño” “putos” de agora,

outros objectivos...

 

“AYER” como se quer (?)

quanto engano... mais activos,

 

insensível necessidade,

indiferença da sociedade... rejeitados mas, diferentes, tão iguais,

realidade, por KAPITAIS,

quase não comem,

ridentes,

enquanto sofrem,

 

… oh rama… oh que linda rama…

 

crianças também, sem brincadeiras nos campos, filhos da rua,

amargura... vida dura,

sofrida, sem família, mão amiga,

 

… oh rama… do olival…

 

tem destas coisas, a mente, num dado momento,

num repente, mastigando torrada,

clara...

bela madrugada,

 

… oh rama… oh que linda rama…

 

mesmo defronte de janela opaca... fechada,

 

aquecimento interior, sem querer, pensamento que me assola,

um ror...

companheiros idos, consola,

 

tempos, quase esquecidos, poda da oliveira, vila pequena,

rural...

num olival,

 

… oh rama… do olival…

 

com muita rama, brincadeira, filhos de pais e mães,

famílias modestas, pobres... no intervalo da escola,

mais libertos,

grandes, pequenos, diabruras, esconderijos, abrigos,

grupo de amigos... numa ida aos ninhos,

 

… oh rama… do olival…

 

não sei se é da idade, num dado momento, num repente,

apanhando labaças...

molhinho de espargos, caracóis ou cardos, mastigando torrada,

placidamente,

 

rabisco de azeitona, flutuando à tona no “pego” da ribeira,

ali, à beira...

como os vejo,

como os lembro, ramito de POEJO,

AÇORDA, na certa,

fiozito de azeite, janela aberta,

 

opaca,

quando fechada,

recordação de então, luz clara… da madrugada…  Sherpas!!!...

 

{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile}{#emotions_dlg.smile} 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub