Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

Sherpasmania

... albergue de poemas, poesias e... outras manias, bem sentidas, por sinal!!!...

02
Jan06

... entre bochechas e... tabus!!!...

sherpas

… noites agitadas,

quando me deito,

quando me deixo conduzir pelo pensamento,

sonhos lhes chamam,

mais pesadelos,

DSC07770

induzido pelo que vejo,

pelo que leio,

pelo que me sensibiliza,

penaliza... no momento,

 

tantas estórias,

quantos novelos,

quantos enredos,

quantos enganos,

entregues que estamos,

 

forças contrárias,

abúlicas,

quantas faltas,

quantas culpas,

sem memória... já esquecidas,

 

nessa imensa romaria nacional,

campanha Presidencial,

orquestrada,

com intérpretes de vulto,

alguns,

com muitas décadas de culto,

 

agarrados que estão,

logo de entrada,

ao Poder que cobiçam,

que desejam,

com algumas tiradas insensatas,

logo escarnecidas,

comentadas,

 

notícias de páginas,

de meios,

cronistas que fervem,

que enaltecem,

agitação que provocam,

incomodam,

quando nos tocam,

 

daí meus medos,

meus receios,

meus sonhos… pesadelos,

que... aparecem!!!... …

 

há gente que não serve,

não serviu,

nunca tal coisa se viu,

quando se tenta impor,

de qualquer jeito,

certo tipo vazio,

bem oco,

com defeito,

 

banal no falar,

no proceder,

no feitio,

artificial,

grosseiro,

abismal,

como representante de Portugal,

 

ridículo,

numérico,

de espantar,

gerador de raivas antigas,

 

hirto,

com esta me quedo,

me fico,

não vale a pena continuar,

é capaz de nos cair...…

de nos calhar,

tal como outro,

tão diferente,

tão igual,

 

gentinha com tarimba,

com cadastro,

oposto ao primeiro,

sensacional,

do alto dos seus oitenta e tal,

ainda com muito para dar,

 

para quem gosta,

para quem aposta,

sem jogatana feia,

inclinação,

no dia da eleição...… pois então!!!... …

 

entre estes dois elementos,

me encontro,

quando penso,

por entre marés,

rajadas de ventos,

já me situei,

assim intento,

 

escolhendo o mais nobre de pensamento,

o poeta que me faz sonhar,

quando recito,

seus poemas,

como me fico,

depois de os ler bem alto,

de os ouvir cantar,

escritos... num dado momento,

com sentimento,

 

sem linhas confusas,

mistificadoras,

bem claros,

quando gritados,

 

não palavras enganadoras,

gritos do fundo da alma...… sofridos,

chorados!!!... Sherpas!!!...

 

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2023
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2022
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub